A Análise através de índices

Os índices são relações que se estabelecem entre duas grandezas e justificam-se, quando se deseja analisar a situação econômico-financeira de uma entidade, pelo fato de que a observação e apreciação de certas relações ou percentuais é mais significativa do que a apreciação de todos os itens contidos nas demonstrações.

“Tradicionalmente, a análise e a interpretação de balanços têm-se valido do expediente de calcular uma série de quocientes, relacionando as mais variadas contas do balanço e do demonstrativo operacional, procurando atribuir um significado aos resultados de tais cálculos”. (IUDÍCIBUS, 1995, p.81)

É muito mais oportuno, então, selecionar um grupo de índices de boa representatividade que permitam à empresa análises precisas do que ater-se ao cálculo de uma série de quocientes, muitas vezes sem validade alguma.

Não obstante, a Análise através de Índices, assim como as demais análises, deve servir ao fim a que se destina; portanto, antes de se proceder a ela, é necessário responder o que se pretende com os cálculos e índices que serão encontrados.

Confirmando isto, MATARAZZO (2005, p.154) alerta: “O importante não é o cálculo de grande número de índices, mas de um conjunto de índices que permita conhecer a situação da empresa, segundo o grau de profundidade desejada na análise”.

Mais uma vez, faz-se mister lembrar que a proposta deste estudo é associar o ciclo de vida de uma organização às suas demonstrações contábeis. Portanto, serão envidados esforços, a partir daqui, no sentido de discutir um grupo de itens selecionados que podem levar ao fim desejado.

Enfim, a prática tem feito sentir que a grande contribuição deste tipo de análise está em fornecer avaliações genéricas sobre diferentes aspectos da firma em questionamento, sem descer a um nível maior de profundidade. Uma especial importância tem sido dada a esta análise quando da tarefa de previsão de insolvência. Por estas razões os índices têm sido a técnica de análise mais empregada no universo econômico e financeiro das empresas.

Comente