Abandono de emprego

O empregado que falta continuamente ao trabalho sem motivo justo e sem qualquer comunicação ao empregador está descumprindo a obrigação fundamental de prestar serviço, elemento básico do contrato de trabalho.

Nessas circunstâncias, o abandono de emprego constitui falta grave por parte do empregado, sujeitando-o a rescisão do contrato de trabalho por justa causa.

Para caracterizar a figura do abandono, a ausência deve ser injustificada, ou seja, não deve haver motivo que possa justificar o afastamento do empregado ao serviço. A ausência nessas condições identifica o elemento material desta justa causa.

Uma outra característica que se apresenta na sua análise é o elemento psicológico, isto é, a intenção, o ânimo do empregado de não mais voltar ao trabalho.

Apesar da essencialidade do elemento material (faltas injustificadas), a legislação trabalhista não estabelece o tempo em que o empregado deve permanecer afastado do serviço, para caracterizar a justa causa.

O enunciado TST n.º 32 dispõe:”Configura-se o abandono de emprego quando o trabalhador não retornar ao serviço no prazo de 30 dias, após a cessação do benefício previdenciário, nem justificar o motivo de não fazer.”Muito embora o referido prazo de 30 dias tenha sido estabelecido em função da cessação do benefício previdenciário, a doutrina e a jurisprudência têm utilizado tal período em todas as hipóteses de não-comparecimento injustificado ao serviço, aplicação por analogia ao disposto no artigo 474 da CLT, segundo o qual a suspensão do empregado por mais de 30 dias consecutivos acarreta rescisão sem justa causa do contrato de trabalho.Assim, constata-se que o elemento material da figura do abandono (faltas injustificadas por mais de 30 dias) sobrepõe-se ao psicológico (intenção deliberada de abandonar), o qual passa a ser presumido.Cumpre notar, inclusive, que apesar do interegno de 30 dias, há circunstâncias de fato que tornam evidente a intenção do empregado de não mais voltar ao emprego antes mesmo que se complete o referido prazo.É o caso por exemplo, daquele que, faltando ao serviço durante uma semana, procura colocação em outra empresa e, no horário em que normalmente deveria estar trabalhando para o primeiro empregador, presta serviços para um segundo.

Nesta hipótese, observa-se inequívoca intenção do empregado em não mais trabalhar na empresa anterior.

Tal manifestação, para fins de caracterização do abandono de emprego, apresenta-se das mais variadas formas.

Resumindo podemos destacar os seguintes elementos caracterizadores desta justa causa:

  • Intenção manifesta do empregado em não mais prestar serviços;
  • Afastamento sem justificativa e sem qualquer comunicação ao empregador;
  • Período em que o empregado permanece ausente do emprego;
  • Após providências da empresa em notificar o empregado para comparecer ao trabalho, este não se manifesta, ou não justifica as ausências.

As formas de notificação para comparecimento ao trabalho podem ser:

  • Domicílio conhecido: Pessoalmente, mediante recibo na segunda via da notificação. O recibo pode ser firmado pelo empregado ou por pessoa da família que o tenha recebido;- por meio do correio, por carta registrada, com aviso de recebimento (AR); e- pelo cartório de títulos e documentos, com comprovante de entrega.A referida notificação tem que ser anotada na ficha ou livro de registro de empregado, juntamente com o comprovante de recebimento.
  • Domicilio desconhecido: Estando o empregado faltoso em lugar incerto e não sabido, pode-se notificá-lo por edital publicado pela imprensa. Nota-se, entretanto, que a jurisprudência trabalhista não é pacífica quanto à adoção desse método de convocação, assim, é aconselhável ao empregador valer-se de testemunhas, conforme as circunstâncias peculiares que envolvem cada caso.Decorrido o prazo concedido sem qualquer manifestação do empregado, a rescisão do contrato de trabalho é automática.Cabe à empresa enviar aviso de rescisão ao empregado, mediante uma das formas acima.Rescindindo o contrato, deve-se anotar a baixa na ficha ou livro de registro de empregado, comunicando a rescisão ao ministério do trabalho e emprego (MTE) por meio do cadastro geral de empregado e desempregado (CAGED).De acordo com parecer da procuradoria-geral do INSS, as notas inseridas na CTPS, que abonem ou desabonem a conduta funcional do empregado são proibidas, acarretando, inclusive, a inutilização do documento, e sujeitando o empregador à multa. Portanto, a dispensa por justa causa não deve ser anotada na CTPS.

Contudo há situações em que o empregado após ser convocado pela empresa, retorna ao serviço (após o 30º dia consecutivo de ausência do trabalho) sem que se caracterize, necessariamente, a figura do abandono de emprego:

  • Se o empregado retornar dentro do prazo concedido e apresentar motivo que justifique a sua ausência, presume-se sua intenção de continuar no emprego.

As faltas, uma vez justificadas, podem ou não ser descontadas, para qualquer efeito legal, dependendo do motivo apresentado;

  • O retorno ao trabalho ocorre após o prazo estabelecido, mas com justificativa oriunda de circunstâncias excepcionais, com a impossibilidade de reassumir a função por motivo de detenção, doença mental etc.

Porém, se o empregado atende à convocação do empregador, após o 30º dia de ausência, e não justifica as faltas ocorridas, fica a critério deste demiti-lo por justa causa, suspendê-lo, adverti-lo, demiti-lo sem justa causa, simplesmente descontar os dias parados, abonar as faltas respectivas ou, ainda, não praticar qualquer punição.

Comentários

  1. Josemeire

    o funcionario q abadono o empregado tem direito a saldo de salario e s/familia
    e tenho q fazer deposito em juiz é isso mesmo

    Sim Josemeire, caso o funcionário abandone o emprego e isso fique caracterizado e comprovado, ele tem os direitos previstos na legislação que devem ser depositados em juízo, para a empresa se salvaguardar de possiveis penalidades.

  2. Aline Barreto

    Tenho um funcionario que nos ultimos 60 dias, vem nos causando grandes transtornos. os 1º 30 dias faltou quase 20 dias, retornando a empresa e nos aceitamos, trabalhou mais uns 7 dias, quando foi 05/02/08, este descutiu comigo e ameaçou-me, isso tdo na frente de outros funcionarios. Depois desse periodo, varios recados foram enviados para ele para que ele comparecesse a empresa, 15 dias depois ele compareceu. Para que fizessimos a rescisão dele. Foi passado para ele como procederiamos. Ele ficou de trazer a carteira e não compareceu mais.Hoje no total ja são 22 dias. Como devo proceder?

    Cara Aline Barreto

    Primeiro tem que colocar como procedimento em sua empresa, que faltando o funcionário TEM que ser descontados os dias não trabalhados. Segundo tem que colocar como procedimento em sua empresa que “discutiu contigo ou qualquer outro funcionário” TEM que ser advertido.
    Caso não tenha feito nenhuma dessas situações anteriores, deve aguardar completar 30 dias e comunicar por escrito ou via jornal da sua cidade o retorno do funcionário sob pena de ser demitido como prevê a legislação. Para maiores esclarecimentos sugiro procurar seu contador para lhe dar maiores informações pois em questões tributárias e trabalhista a situação individual pode definir a maioria dos procedimentos.

    Continuamos a sua disposição.

    Hélio R. Araújo – Empresário contábil

  3. claudia lucas

    gostaria de saber quais os direitos de quem abandona o empregoo ele recebe,
    obrigada claudia lucas.

    Cara Claudia

    Normalmente pergunta generica em direito trabalhista recebe resposta generica.

    Quem abandona o emprego, via de regra, so tem direito ao saldo de salário, e com mais de um ano de trabalho, férias e 13º salario proporcionais.

    Para uma resposta mais especifica informe todos os dados relevantes.

    Obrigado pelo acesso e nos ajude a sempre melhorar nossa pagina.

    Hélio R. Araújo
    gestor da pagina

  4. claudemir

    Boa tarde tenho uma empresa de transporte , meu funcionario nao trabalhou dia 22/03/2008 , e no dia 24/03/2008 eu achando que ele estava no serviço com o caminhao ele me liga por volta das duas horas da tarde que estava na casa dele eu tambem no dia 22 achei que ele teria trabalhado o dia , hj dia 25/03/2008 quero mandar ele embora eu tenho algum direito como patrao ou ele ainda tem que receber tudo sertinho , mesmo abandonando o serviço e dando prejuizo para mim , porque a empreza ganha mediante faturamento mensal do caminhao , obrigado.

    Caro Claudemir

    Segundo a legislação vigente, somente essas infrações não lhe dão direito a demiti-lo POR JUSTA CAUSA, no máximo o que você pode fazer é lhe dar uma advertência, pois assim ele deixa de ser primário, ou seja, começa a dar causa para sua demissão, você tem que levar em consideração que da mesma forma que ele PODE lhe comunicar que não está trabalhando, você também PODE lhe dar uma advertência por falta injustificada ao trabalho. Você tem que manter um controle de entrada e saída de seus funcionários para que possa JUSTIFICAR suas faltas. Quanto ao abandono, segundo a legislação ele só fica caracterizado após 30 (trinta) dias de falta injustificada ao trabalho.

    Espero ter esclarecido.

    Continuamos a disposição.

    Hélio R. Araújo
    gestor da página.

  5. MAXWELL

    QUERO SABER SE NA RESCISÃO CARACTERIZADA COMO ABANDONO DE SERVIÇO, O FUNCIONARIO TEM DIREITO AO SEGURO DESEMPREGO E A MULTA RESCIZORIA DO FGTS?

    Maxwell

    Somente existe a precisão legal de seguro desemprego e multa rescisoria, nos casos de dispensa sem justa causa. No caso em tela existiu a causa justa ABANDONO DE EMPREGO, portanto entendemos não ser devido as clausulas descritas.

    Hélio R. Araújo
    gestor da pagina

  6. JORGE

    Gostaria de saber o empregado q trabalhou na parte da manhã e faltou o periodo da tarde… não justificou a falta. Como devo proceder?

    Caro Jorge

    No caso descrito você deve adverti-lo por escrito imediatamente, logo após seu retorno, continuando a proceder com a mesma falta, suspendê-lo e só depois tomar outras medidas adminsitrativas contra ele. Resumindo, você deve ir graduando as medidas corretivas, pois caso ele continue a faltar, você já tem subsídios suficientes para uma justa causa.

    Obrigado pelo acesso e continuamos a disposição.

    Hélio R. Araújo
    gestor da página.

  7. GERMANA

    tenho uma funcionari que vem faltando constantemente e ja fazem 15 dias que ela não comparece ao emprego e os seus telefone para contato tambem não funcionam, o que devo fazer.

    Cara Germana

    Você primeiro deve consignar como falta na folha de pagamento da funcionaria os dias em que ela não compareceu ao trabalho. Caso isso seja feito 30 (trinta) dias seguidos sem comprovação de causa justficada, pode ser feita a rescisão por justa causa, que deve seguir alguns ritos, que sugiro procurar um profissional de contabilidade de sua região que lhe ajudara nestas questões.

    um grande abraço

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página.

  8. nery

    __” Quero saber se no caso de um funcionário que faltou à mais 60 dias, ” 2 meses “… alegando que o motivo da falta foi por ter ido a sua cidade natal onde sua mãe se encontrava-se internda em um hospital e que o proprio faltou ao trabalho durante esse tempo pra passar com sua mae, pois alega que tem trez irmas so que as ambas uma e pequena 13 anos e as outras duas tem filhos pequenos sendo que nao tem como poderem ir a cidade…
    sendo que o funcionario ligava pra firma dizendo que nao podia comparecer por que estavas na cidade, so que nessse caso o que se pode fazer… sendo que o funcionario ja trabalha na firma a mais de 2 anos, e ainda nao estas trabalhando, qual a melhor forma de resolver e quais os direitos desse funcionario…

    Caro Nery

    Essa situação é simples de resolver, caso qualquer funcionario falte sem justificativa, o Sr. pode descontar as faltas de seu salário, continuando a faltar pode dar uma advertência, e depois uma justa causa. O Sr. precisa entender que existe um contrato entre as partes (trabalhador\empregador) esse contrato exige que TODAS as mudanças (faltas entre elas) sejam escritas, portanto ligar não é justificar, a idade das irmãs dele não é justificatica, acompanhar a mãe dele só se justifica se ele lhe trouxer um documento legal que comprove isso. O melhor é o Sr. procurar seu contador para falar com ele sobre os direitos do funcionário, pois direitos tem a ver com a situação individual de cada funcionário.

    Espero ter sanado sua duvida.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da Página.

  9. nei

    gostaria de merecer da respeitavel econtal o seguinte esclarecimento…
    em minha empresa acabei de dar um classico abandono de emprego.
    minha duvida é o que pagar exatamente ao empregado.nao tem férias vencidas , somente proporcionais, bem como 13 ° propocional.
    estou pagando somente saldo de salario, estou correto.
    grato saudações……

    Caro Nei

    De acordo com nossos conhecimentos entendo que estás correto.

    um grande abraço

    Hélio R. Araújo
    gestor da pagina.

  10. Dyanne

    Ola!eu me chamo Dyanne,e ha um ano e 9 meses trabalho como vendedora em uma loja.Nesses ultimos meses estive doente,e faltei bastante…a maioria das faltas com atestados!Quando eu voltei a loja,a minha patroa me chamou e perguntou se eu queria que ela me colocasse para fora,eu disse que sim,so que ela quis me obrigar a assinar um documento de Justa causa!eu nao assinei,pois entendo que faltar por motivo de saude ou desmotivação nao seja justa causa…como ela insistiu muito,eu a denunciei!agora que o fiscal do trabalho entrou em contato com a empresa,alegando que eles nao podem me obrigar a nada,o clima lá na loja estar insustetavel.Ela me chamou para outra conversa e disse que nao me colocaria mais para fora que se eu quisesse eu pedisse minhas contas,que eu teria que aguentar toda a pressao….nao sei o que faço,nao gostaria de perder meus direitos,mas também nao quero trabalhar com toda essa pressao…

    Cara Dyanne

    Entendo que essa sua situação individual chegou a uma situação insustentável……. Portanto entendo que o melhor a ser feito é avaliar….. se valem mais seus direitos trabalhistas ou seus direitos em ter um ambiente saudável para desempenhar suas funções…… Faça essa analise….. pese bastante o que pode ser feito e tente da melhor maneira possível falar com seus empregadores e chegar a um bom termo para o relacionamento de trabalho de vocês…. Então Dyanne entendo que mais que ninguém essa decisão depende de um bom entendimento entre as duas partes……. se cada uma das partes ceder um pouco ….. com certeza chegarão a um acordo que por pior que seja……. será o melhor para todos.

    um grande abraço

    Hélio R. Araújo
    gestor da página.

  11. elton farias

    tinha 06 anos e meio de empresa. recebi uma proposta no final de janeiro de uma empresa em sao paulo. viajei no começo de fev/2008. voltei agora 01/06/2008. quais os meu direitos trablahista? aonde eu devo recebe-los? ainda vou ter direito a PIS.?
    Obrg!!!

    Olá Elton!

    Temos algumas perguntas para que possamos lhe responder!

    1) Como foi sua saída da empresa em que você tinha 6 anos e meio de empresa?
    2) Foi feita rescisão do seu contrato quando de sua ida a São Paulo?
    3) Quando de seu retorno você assumira suas antigas funções ?

    Então, sem essas respostas dificil responder sua pergunta.

    Aguardo novo contato.

    Hélio R. Araújo
    gestor da página.

  12. Jacqueline

    Boa Noite,tenho uma dúvida comecei trabalhar dia 4/06,dia 5/6 eu fui embora e dia 6/6 eu faltei pois não estava com condições de trabalhar,isso é considerado abandono?

    Cara Jacqueline

    Como você diz acima, podemos lhe afirmar categoricamente que não! Porém como você só trabalhou efetivamente dois dias, não se pode nem configurar que foi abandono, pois ainda não se consignou seus efetivos quatorze dias de trabalho para consignar seus direitos.

    Portanto no caso descrito não se configura o abandono, porém não se configura também a efetiva investidura no cargo.

    Espero ter sempre seu acesso.

    Hélio R. Araújo
    gestor da página

  13. Divania

    Boa tarde,

    Estou com bastante duvidas, quero saber sobre abadono de emprego, meu marido abandonou o emprego, nao tenho certeza se tem mais de 30dias, eu ouvir falar que o empregador tem que mandar carta para o empregado falando sobre porque abandonou o emprego e o chefe dele nao mandou nenhuma carta e colocou um anuncio no jornal sobre o abandono, quero saber se o que ele fez esta correto, e quanto tempo que demora para eles recindir o contrado da carteira de trabalho, tem outro coisa tambem quando ele estava faltando é era porque tinha machucado e deu atestado medico, como tem mencionado acima que o trabalhador tem direito a ferias vencidas e fgts correto? ele tem direito a seguro desemprego? se recendir o contrato da carteira de trabalho qual o prazo que dao para o empregador pagar?O que deve fazer quanto a isso que mencionei acima?quero aber se isso prejudica quando ele for arrumar outro emprego.Espero resposta.Obrigada.

    Cara Divania.

    Como seu caso foi bem explicado e ele é bastante complexo, com muitas duvidas, o melhor seria vocês procurarem o Ministério do Trabalho e\ou o sindicato da classe em sua cidade e lá se informar melhor sobre a situação especifica de vocês. Aqui vão algumas respostas aos seus questionamentos! Sobre a questão da carta e\ou publicação em jornal, a legislação trata os dois assunto da mesma forma, pois o empregado pode ter abandonado e mudado de endereço, então a publicação teoricamente seria o meio mais fácil de encontrá-lo. Terminado o prazo de retorno e em não havendo o mesmo, o empregador PODE depositar o valor em juízo, e esse valor fica a disposição do seu marido, isso imediatamente depois de decorrido o prazo de retorno. Sobre o seguro desemprego, ele só teria direito se fosse demitido sem justa causa, como ele deu causa a demissão!!!! Se vai prejudicá-lo, isso só acontecerá se o novo empregador pegar informação com a ultima empresa e ela informar que ele foi demitido por haver abandonado o emprego. Sim ele tem direito ao FGTS depositado na conta, bem como as férias vencidas.

    Sucesso!!!!

    Hélio R. Araújo
    gestor da página.

  14. EDGAR

    SRs, gostaria de saber como devo proceder caso o emprego reclame dos direitos do perído em que ele não era registrado. Devo fazer um acordo?Devo resolver junto ao minstério de trabalho?Como fazer?

    Sr. Edgar

    O Sr. precisa entender que a carteira é somente uma formalidade legal, os direitos o funcionário ADQUIRE, tendo ou não registro na carteira. Deves fazer um acordo judicial, pois ele saira infinitamente mais barato que o registro a posteriore da carteira profissional, procure um profissional de contabilidade de sua confiança e peça-lhe que o auxilie nesse acordo.

    Continuamos a disposição.

    Hélio R. Araújo
    gestor da página.

  15. joseane

    oi gostaria de saber como faco pra ter acarteirinha do pis quando tinha 15 anos trabalhei no escritorio de advocacia 3 meses e abandonei o emprego nao dei baixa na carteira nem dei sastifacao e nem o meu patrao me procurou nem dei baixa na carteira sera que posso tirar outrs carteira ? isso foi em 91 e nunca mais soube de nada o que eu posso faser?

    Cara Joseane

    Por partes então. A sua carteira pode ser utilizada….. procure a empresa que você abandonou e procure dar baixa na sua carteira para que ela fique regular….. caso isso não seja possível, tire uma carteira profissional nova. Sobre a carteirinha do PIS, se dirija até uma agência da CEF mais próxima e com seus documentos pessoais, você pode solicitar uma nova carteira.

    Um abraço e felicidades.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  16. Renata

    gostaria de saber trabalhei em uma escola durante 2 anos sem carteira assinada … e agora em março abandonei o trabalho tenho direito de receber alguma coisa …Urgente!
    Obrigada!

    A carteira assina é uma mera formalidade legal.. Você tem todos os direitos previstos para quem abandona o emprego.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da pagina

  17. Carlos Eduardo da S. Júnior

    Boa tarde,
    Gostaria de obter a seguinte informação
    Fui desligado da empresa onde eu trabalhava com a alegação de abandono de emprego… eu estava passando por problemas de saude, fazendo tratamentos psiquiatricos por causa de uma dor de cabeça terrivel que sentia, pois bem, a empresa não aceitava que nenhuma outra pessoa que não eu comparecesse la para apresentar atestado fiquei afastado um periodo pelo INSS. Tive alta do inss e a suspensão do meu beneficio. porem meus problemas de saude só se agravavam, não tinha condições se quer para sair de casa… até que recebi um telegrama informando que teria de comparecer a empresa. A base de remedios e com atestado medico em mãos compareci a empresa, ao chegar lá ja disposto a desistir e pedir demissão fui surpreendido com o fato de o RH me informa que ja tinha sido aberto processo de abandono de emprego e não aceitaram nem respeitaram os laudos medicos que apresentei,,, pois bem isso é so para ilustrar o problema e me fazer entender…. meu problema é que minha Carteira de Trabalho ficou com admissão, mas não deram baixa mesmo eu indo la provar que não tinha abandonado. Disseram-me que eu teria de aguardar que receberia a notificação no endereço que constava cadastrado junto a empresa só que até hoje não chegou nada e continuo sem saber o que fazer??? Estou desempregado e faço serviços por conta propria desde então e gostaria de saber se ha alguma forma de eu receber meu FGTS, visto que ja estou a mais de dois anos afastado desta empresa…Desde ja agradeço a atenção e peço desculpas
    por ter sido tão longo na explicação de meu caso…mas creio ter sido necessario…
    Grato
    Carlos Eduardo

    Caro Carlos Eduardo

    Realmente o seu caso ficou bem esclarecido e portanto se entendi bem seu interesse é em receber seu FGTS, para que isso seja possível, basta você comparecer a empresa onde você trabalhava anteriormente e pegar uma cópia da sua Rescisão Contratual, bem como da regularização da sua carteira profissional. de Posse desdes documentos compareça a uma agência da CEF e eles marcam a data de recebimento de seu saldo do FGTS.

    Espero ter lhe ajudado.

    um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo
    (99) 3523 2255

  18. viviane barros

    Trabalhei como professora concursada em uma prefeitura que descumprindo o previsto no edital, não repassava vales transporte aos funcionários. Paguei minha passagem com recursos próprios de 2002 a 2004, sendo que em alguns meses, o vale era repassado, em outros não. Até que em fevereiro de 2005, com dificuldades financeiras para pagar o referente a mais ou menos 18,00 por dia de passagem, solicitei à prefeitura uma licença sem vencimentos até que a mesma voltasse a pagar meu vale transporte. Meu pedido foi negado e foi considerado abandono de emprego o fato de mesmo sem recursos e pedindo a licença por conta disso, eu ter faltado mais de 30 dias ao serviço.
    Se faltei por falta de a prefeitura honrar com seu compromisso de fornecer vales tranporte, minhas faltas podem ser consideradas abandono de emprego? Perdi o direito ao FGTS?

    Dna. Viviane Barros

    Essa sua resposta precisa ser respondida pela Justiça, pois somente ela pode julgar essa sua situação individual. Quanto ao FGTS se o seu regime de trabalho era Celetista, a Senhora tem direito, caso contrário não, pois não sxiste previsão de pagamento de FGTS para concursados em regime unico.

    Um grande abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da pagina

  19. Cintia Debora Cavalcante

    Tenho uma empresa Prestação de Serviço.
    Admitir um funcionário no dia 06/06/08 ele faltou (6 dias)isto queer dizer que ele
    pede os Domingos quere demitir agora 30/06/08 o que devo pago

  20. Thiago

    Se um funcionário abandona o emprego
    e não volta nunca mais nem pra buscar sua documentação o que pode e deve ser feito pela empresa

  21. Helio Rodrigues Araujo

    Dna. Cintia

    A Senhora precisa entender que cada falta semanal lhe dá o direito de descontar o domingo. Se entendi bem a Senhora quer saber os direitos do seu funcionário, essa situação é bem individual de cada funcionário, aconselho a Senhora a procurar um profissional de contabilidade em sua região e consultá-lo sobre o caso individual dele, com certeza ele resolverá o seu problema.

    Espero ter ajudado

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  22. Helio R. Araujo

    Caro Thiago

    A empresa tem que esgotar todas as formas de tentar encontrar o funcionário, como por exemplo, mandar carta, fax, sinal de fumaça, tambor, publicar no jornal de maior publicação da região, etc. Esgotada todas essas formas, e mesmo assim não conseguindo encontra-lo. Aguarde que um dia quando ele precisar dessa documentação você a entregue, pois a empresa tem a obrigação de guardá-lo por 20 (vinte) anos.
    Felicidades e sucesso.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página.

  23. Ana Claudia Nalon Ferreira

    Sai de licença maternidade no dia 30 de janeiro e retornei em 13/06 contando com os 15 dias de amamentação então trabalhei os 18 dias restantes do mes de junho, e no dia 01 de julho sai de ferias por 24 dias, no entanto com uma semana que estava de gozo de férias recebi um comunicado da empresa sobre não comparecimento ao trabalho e se em 24h não retornasse estaria sendo desligada da empresa por JUSTA CAUSA, não compareci a empresa e não dei nenhuma justificativa para meus superiores do comunicado a qual recebi, tambem não recebi nenhum contato da empresa e gostaria de saber como devo proceder neste caso? Pois acho que eles não verificaram os 18 dias a qual trabalhei pq trabalho com ponto eletrônico!

  24. Hellen

    Bom Dia, Tenho um funcionario que vem faltando desde 01/07/2008, e o mesmo está em periodo de experiencia contratado dia 17/06, decidimos fazer o termino do contrato de experiencia e manda-lo embora sem justa causa, porém não estamos conseguindo nos comunicar com o funcionario para que o mesmo venha até a empresa pegar o valor correspondente a sua rescisão, como proceder a este questionamento?

  25. Helio Rodrigues Araujo

    Cara Ana Claudia

    Essa sua situação precisa ser revista pela empresa, pois se a Sra. esta em gozo de férias, não tem porque retornar. Mais é sempre interessante consultar a empresa, para ter resquardado todos os seus direitos.

    Felicidades.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da pagina

  26. Helio Rodrigues Araujo

    Cara Hellen

    Deve ser esgotado todos os meios de encontrar o seu funcionario, exemplo, publique no jornal de maior circulação da região a chamada, caso isso não seja possível, coloque a rescisão do funcionário a disposição dele em sua empresa e aguarde até que ele apareça.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página.

  27. Aline

    Boa tarde gostaria de saber se o funcionário tem direito a falta por morte do cachorro, pois meu funcionário faltou e disse que teria direito.

  28. Fabiana

    Bom dia!
    Gostaria de saber o que deve ser pago na rescisão por abandono de emprego.
    Obrigada

  29. victor hugo

    por problemas pessoais de extrema
    gravidade já me ausentei do trabalho por 15 dias
    consecutivos, posso ser mandado embora
    por justa causa ?

  30. Tuio

    Tenho uma empregada doméstica que trabalha(ou) comigo há 3 anos. Apesar de não registrá-la, sempre paguei seus direitos trabalhistas regularmente – 13º, férias – neste mês, por questões financeiras, resolvi demiti-la. Pedi que assinasse um aviso prévio e que continuasse trabalhando até o final do mês. Ela concordou e o assinou. Porém, no dia seguinte, retornou à minha casa e trabalhou até as 11h. Quando então, reportou-se a outra pessoa de minha casa, dizendo que iria embora e que não poderia ter sido demitida, pois estava grávida de 4 meses. Depois disso, voltou alegando que queria receber seus direitos e que não queria mais trabalhar. Disse-lhe que pagaria por todos os seus direitos, como sempre o fiz, e que ela deveria ter comunicado sua gravidez desde o início, pois certamente não iria demiti-la. Ela alegou que tinha comunicado, embora eu nunca tenha ouvido. Pedi que apresentasse resultado de exame de gravidez e prontifiquei-me, inclusive, a registrá-la retroativamente. No entando, desde então, ela diz que não quer mais trabalhar e também não comparece ao emprego para fazer um acerto final e receber seus direitos. Posso comunicá-la por abandono de emprego?

  31. ANDRÉ LUIS

    GOSTARIA DE SABER QUAL VALOR TEM UMA ADVERTÊNCIA PARA JUSTIÇA E COM QUANTAS O EMPREGADO TOMA JUSTA CAUSA
    OUTRA COISA SE O EMPREGADO COMPARECER NO TRABALHO DUAS VEZES NA SEMANA E SÓ TRABALHASSE QUATRO HORAS DE TRABALHO SE PODE DAR JUSTA CAUSA AO EMPREGADO

  32. Helio Rodrigues Araujo

    Cara aline

    Normalmente o funcionário tem mais conhecimento da legislação trabalhista que qualquer especialista na área, porém essa afirmação é absurda e sem proposito, nunca nem tinha ouvido dizer uma barbaridade dessas, desde o nosso ex-Ministro Magri, dizer “que cachorro também é humano”. Não tenho conhecimento algum de que existe isso na legislação.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página.

  33. Camila Moura

    Gostaria de saber se levar advertência no trabalho por motivos diferentes, isso pode levar a pessoa ser mandada embora por justa causa?

  34. Suzilene Teixeira

    entreguei as xerox de meus doc na empresa, com excessão da CLT. Não cheguei a fazer o exame médico, porém recebi um telegrama pedindo comparecimento na empresa. Gostaria de saber se é considerado abandono de emprego, pois não trabalhei na empresa… Grato

  35. Helio Rodrigues Araujo

    Fabiana

    Teoricamente para abandono de emprego, somente é devido o valor do saldo de salário dos dias efetivamente trabalhados. Caso o funcionario tenha mais de uma ano de serviço é devido também a proporcionalidade dos direitos adquiridos de férias e 13º salário.

    Para maiores esclarecimentos de casos individuais procure um profissional de contabilidade em sua região que com certeza lhe demonstrara os valores devidos na situação especifica.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  36. Helio Rodrigues Araujo

    Caro Victor Hugo

    Caso individuais em legislação trabalhista tem que ser cuidadosamente analisados. Somente com essa informação, posso lhe afirmar que somente se o Senhor tiver tido alguma falta grave anterior, caso contrário, não! Tome todos os procedimentos regulamentares quando isso acontecer novamente, pois lembre-se que se a empresa o mantém empregado é porque necessita de seus préstimos, portanto avise com a antecedência possível todas as suas ausências e o Senhor ficara resquardado de qualquer punição.

    um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo
    gestor da página

  37. Adriana

    tenho um funiconario q trouxe um atestado de 15 dias e esse mesmo, nao apareceu mais,
    ja faz uma semana q passou os 15 dias!!! o q deve fazer?

    gostaria da resposta por email;;;

  38. Helio Rodrigues Araujo

    Tuio

    Como a relação sua com sua empregada é uma relação informal, você não tem como denunciar o abandono de emprego. Entenda e fique claro que a carteira e tão somente uma formalidade legal, qualquer empregado tem todos os direitos previstos na legislação, com ou sem carteira assinada. Esse caso de voces por se tratar de algo bem especifico, deve ser contratado um mediador para resolver essa questão de preferência o sindicato da classe. Entendo que no momento não adianta voce registra-la com data retroativa.

    Espero ter ajudado. sucesso.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  39. Helio Rodrigues Araujo

    André Luiz

    Uma advertência vale uma advertência. O que precisa ficar claro é a comprovação do dolo, ou seja, o empregado já ter sido advertido e continuar incorrendo no mesmo erro. A justiça entende que 3 faltas graves podem constituir em justa causa. Mais cada caso é um caso e depende da falta grave.
    Faltas injustificadas também podem ser falta grave. Dependendo do caso pode sim ser caracterizado a justa causa. O entendimento é que o epregador precisa do seu trabalho, você faltando sem justificativa, pode lhe dar o direito dr caracterizar a justa causa.

    Um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo
    gestor da pagina

  40. Helio Rodrigues Araujo

    Camila Moura

    A justa causa não tem uma legislação pacifica em nossos tribunais, que nos autorize a dizer que sim nem que não. O que precisa ficar claro para a Senhora é que reiteradas advertências podem sim ser causa justa, desde que comprovada o dolo do funcionário.

    Espero ter ajudado.

    um grande abraço

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  41. rolf schneider

    boa noite tenho um funcionario que falta mais que trabalha o horario de tra balho eele que fai vem a hora que quer para a hora que quer eu não sei o que fazer com ele.

  42. Helio Rodrigues Araujo

    Suzilene

    Conforme fica descrita no seu depoimento, não se pode configurar abandono de emprego, pois você nunca trabalhou na empresa. Portanto em nosso entendimento não existe como configurar o abandono se você efetivamente não prestou serviços a empresa.

    Um grande abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  43. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana

    O procedimento que entendemos ser o correto é: Consignar as faltas na folha de pagamento! Completou os trinta dias de faltas ininterruptas, convocar o funcionário para retornar ao trabalho, se houver o atendimento, dê-lhe uma rescisão por abandono de emprego, caso não compareça, homologue a rescisão na justiça do trabalho e faça o deposito judicial de seus direitos trabalhistas e estaras salvaguardada de qualquer penalidade.

    Caso ainda prevaleça alguma dúvida, continuamos a disposição.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  44. Ricardo

    Caro Dr. Hélio,
    Primeiramente, parabéns pela trabalho. O sítio é muito esclarecedor e instrutivo – já está nos meus favoritos.
    O caso é de um funcionario que se recusa a apresentar a documentação para a regularização do seu contrato de trabalho, agindo de má-fé, posto ter sido reiteramente solicitado para fazê-lo, e que, após 4 meses de trabalho, sem qualquer aviso ou notícia, abandona o emprego. Depois soube-se que o empregado agira premeditadamente, pois já havia sido admitido em outro emprego. O empregado não tinha endereço certo e nem atendia às ligações efetuadas para o seu n° de celular. Em seguida demanda na Justiça do Trabalho contra o empregador alegando despedida sem justa causa, antes mesmo que transcorresse o prazo caracterizador de abandono de emprego, pleiteando o pagamento das verbas rescisórias, indenização de seguro desemprego e multas legais.
    Como o empregador poderia se defender, haja vista só possuir provas testemunhais? A intenção do empregador é agir de forma correta, regularizando o registro relativo aos tempo de serviço prestado.
    Neste caso, pode-se alegar abandono de emprego, calcado apenas em provas testemunhais, e eximir-se do pagamento das verbas e multas rescisórias?
    Agradeço a ajuda,
    Ricardo

  45. liliane

    nao assinei contrato nenhum de trabalho, mas pegaram meus documento e acabaram assinando minha carteira e nao deram baixa o que faço agora

  46. simone

    Olá,minhas ferias venceram esse mes,e o meu patrao disse q so vai me dar as ferias em junho do ano que vem,estou planejando faltar duas semanas seguidas para viajar por conta propria,sei q ele vai descontar por esses dias,quero saber se ele pode me mandar embora por justa causa?E quantos dias eu poderei demorar nessa viagem sem que ele possa me mandar embora por justa causa?

  47. alaina

    bom,meu nome e alaina e a quase um ano abandonei meu emprego por problemas muito serios familiares,e agora preciso voltar ao mercado de trabalho e nao sei o q fazer,minha carteira nao foi dada baixa.sera q eu nao vou mais conseguir arrumar emprego…?por causa da minha carteira,nao sei por onde começar para arrumar a minha situaçao por favor me ajude preciso muito voltat ao mercado de trabalho…

  48. Helio Rodrigues Araujo

    Prezado Rolf Schneider

    O que precisa ficar claro na relação empregado/empregador é que vale a palavra dele contra o seu documento. Isso quer dizer que: Se ele fala que trabalha oito horas por dia, cabe a você provar que não, através de documentos hábeis e legais, você tem as provsa do que diz? Se não as tem comece a produzi-las a partir de hoje. Como? Ele chegou atrasado 15 minutos advirta-o! Ele saiu antes do término do expediente. Advirta-o! sempre lembrando que tem que ser por escrito. Portanto a partir das primeiras advertências ele vai reconsiderar bem, antes de continuar com os procedimentos. Some no final do mês as horas que ele faltou e as cobre, dando-lhe a quantidade de horas de faltas.

    Espero ter ajudado.

    um grande abraço

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página.

  49. julio cesar silva santos

    GOSTARIA DE UMA SUPER AJUDA, TENHO DUAS CARTEIRAS DE TRABALHO, UMA COM MEU ANTIGO EMPREGO E A OUTRA TIREI UMA SEGUNDA VIA (ESTÁ SEGUNDA NAO ESTA ASSINADA), RESOLVI ARRISCAR E ENTREI PARA COMO FUNCIONARIO, SÓ QUE FIQUEI NA DUVIDA PQ ELES NÃO ME INFORMARAM O HORARIO NA HORA QUE ASSINARAM ESSA SEGUNDA VIA ME INFORMARAM QUE TRABALHARIA NO HORARIO NOTURNO SO QUE ACABEI FICANDO COM O VALE REFEIÇÃO, UMA CALÇA E UMA CAMISA DA EMPRESA OU SEJA ABANDONEI O EMPREGO, ISSO PODE DÁ ALGUM PROBLEMA JUDICIAL PRA MIM, POSSO ACABAR PAGANDO ALGUMA MULTA LEMBRANDO QUE SÓ FUI NO DIA DO TREINAMENTO, JA TEM 14 DIAS PODE ME DÁ PREJUIZO, AGUARDO RESPOSTA MAS RAPIDO POSSÍVEL !!
    OBRIGADO

  50. FLAVIA

    Tenho uma funcionaria que, desde que, descobriu que esta gravida, passou a faltar sem justificativa. Neste mes ela trabalhou apenas 03 dias. O que devo fazer?
    Posso manda-la embora por justa causa?

  51. FLAVIA

    As faltas injustificadas podem ser descontadas nas ferias, no caso de uma rescisao?
    Por exemplo: O funcionario faltou por 15 dias durante o periodo aquisitivo. E, foi demitido sem justa causa, ele teria direito a 8 avos de ferias. Mas descontando as faltas injustificadas, quantos avos ele tem direito?

  52. barbara

    houve cessação do beneficio porém, a funcionária tentou entregar uma declaração feita pelo seu médico que não estava com condições laborativas e a empresa não quis protocolar…
    sendo assim, a declaração foi enviada pelo correio com aviso de recebimento, por fax e ainda foi deixada uma cópia na empresa mesmo sem o protocolo…
    a empresa pode alegar abandono?

  53. Nilde

    Boa tarde!
    Estou confusa
    EStive trabalhando em uma empresa e depois de um periodo de trabalho tive que ser afastada pelo inss por causa do problema na coluna. Nesse interim acabei engravidando… o inss me deu alta para que a empresa pagasse o salário maternidade. Sendo assim a empresa pagou tudo corretamente. Depois disso entrei em acordo com a empresa e me demitiram sem justa causa. Dei entraa ao seguro desemprego, mas qdo foi no dia de receber a primeira parcela, foi negado dizendo no sistema que não recebi salario nos ultimos 6 meses. Será que vou ter direito ao seguro desemprego? pois estava contratada pela empresa, embora estando afastada pelo inss, mas hje não estou mais afastada e deram baixa na minha carteira. Por favor me orientem qto a isso
    obrigada!

  54. Adriana

    O funcionário que abandona o emprego pode ser processado pela empresa ou sobrer qualquer tipo de ameça?

  55. paulo rogerio azevedo

    ola, gostaria de saber uma informacao, tinha um funcionario servente de pedreiro que abandonou a obra, sem justificativas por mais de trinta dias, quando fui procura-lo, descobri que estava em estado alcoolisado ja a algum tempo, fui procurar saber porque nao voltou mais ao trabalho, ele nao disse, agora que passado 4 meses ele veio me procurar pedindo dinheiro, e me ameacando de procurar a justica do trabalho para receber seus direitos, ele trabalhou 9 meses na obra, e nao tinha carteira assinada, ele tem algum direito nesse caso, pois como nimguem mais o emprega por causa da bebida ele diz que nos temos a obrigacao de indeniza-lo. como devo proceguir? grato desde de ja.

  56. TERESA ISOLDA

    FIQUEI DE AUXILIO DOENÇA DURANTE 5 ANOS E 8 MESES, QUANDO FUI FAZER NOVA PERICIA MEDICA RECEBI ALTA
    SEM CONDIÇÕES DE TRABALHAR, E NÃO VOLTEI AO TRABALHO, TAMBÉM NÃO PODIA FAZER PEDIDO DE RECONSIDERA-
    ÇÃO, PORQUE DURANTE OS 5 ANOS TINHA FEITO UM, AINDA ESTOU TENTANDO FAZER UMA NOVA PERICIA MÉDICA, ‘
    DEPOIS DE 30 DIAS DE ALTA; POSSO SER MANDADA EMBORA POR ABANDONO DE EMPREGO, MESMO QUE EU CONSIGA NOVO AUXILIO DOENÇA?
    GRATA

    TERESA ISOLDA

  57. Helio Rodrigues Araujo

    Ricardo

    Entendemos o seguinte: Como o funcionário agiu de má-fé, deve-se utilizar o registro do novo emprego para caracterizar isso. A defesa deve-se basear em testemunhos e comprovação de pagamento de verbas para o mesmo, mostrando nos argumentos que ele abandonou o emprego. Aconselho a procurar um advogado trabalhista que verá a situação individual e procurará a melhor maneira de fazer um bom acordo com o funcionário.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo
    Gestor da pagina

  58. Helio Rodrigues Araujo

    Liliane

    Sinceramente não consegui entender bem o que dissestes! Vou tentar resumir o que entendi! Você vinha andando pela calçada e lhe pegaram a bolsa, tiraram lá de dentro somente sua carteira profissional e a assinaram! Não! Ahn então você já estava trabalhando na empresa e lhe pediram os documentos e assinaram sua carteira e você desistiu de continuar trabalhando e eles não deram baixa nela? Acho que a solução para o seu problema é: Procure seu empregador leve a carteira profissional e lhes diga sincera e honestamente que não pretende mais trabalhar com eles, tenho certeza absoluta que não lhe atrapalharão e lhe devolverão sua carteira devidamente regularizada. Caso isso não aconteça, procure seu sindicato de classe e\ou o Ministério do trabalho e faça uma denúncia do seu ex-empregador, mais ao fazer isso conte a verdade sobre o fato, não a sua versão sobre o fato.

    Um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  59. Helio Rodrigues Araujo

    Simone

    Precisa ficar claro que férias é mais um dos deveres do empregador para com o empregado, porém ela tem que ser efetuada, para que não prejudique o trabalho nem tampouco a vida do funcionário. Apresente suas justificativas ao empregador e o melhor caminho é sempre o diálogo, com certeza você tem um bom motivo para tirar as férias na época descrita, porém o empregador pode ter também um bom motivo para que você não a tire nessa época. O desconto dos dias NÃO TRABALHADOS, podem ser incluidos nos 30 dias que teoricamente constituem abandono de emprego. Para caracterizar a justa causa precisa ser comprovado 30 dias ininterruptos de faltas injustificadas. Portanto, teoricamente esse seria o tempo máximo que poderias faltar. Mais nada vai impedir o seu empregador de demiti-la sem justa causa, quando retornares.

    um grande abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  60. Helio Rodrigues Araujo

    Alaina

    O começo de tudo deve ser você procurar a empresa que assinou a sua carteira e pedir que eles deem baixa na mesma na data correta como consta do CAGED que eles apresentaram. Caso não consiga mais o contato por qualquer motivo, isso não lhe inviabiliza de voltar ao mercado de trabalho, sua carteira pode voltar a ser assinada sem problema algum, pois com certeza a empresa anterior já baixou seu contrato de trabalho junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.
    Portanto desejo a você sucesso em sua busca por uma vaga no mercado de trabalho.

    um abraço

    Hélio R. Araújo
    Gestor da Pagina

  61. Helio Rodrigues Araujo

    Julio Cesar

    Sua questão sobre um problema judicial, não podemos responder pois se trata de função de Advogado. Entendo que essa sua situação é uma questão interna da empresa que tu abandonou. Entendemos que você deve retornar a empresa e devolver o material que recebeu lá e verificar o que fazer para resolver sua questão com eles.

    um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo
    Gestor da pagina

  62. Kelly

    Caro dr. Hélio,
    Trabalhei por quinze dias, descontente com uma série de coisas, comuniquei ao Gerente e ao RH que não tinha interesse em continuar trabalhando, porém querem que eu assine o contrato de trabalho, faça uma carta pedindo demissão, para anotarem minha CTPS e darem baixa. Ocorre que eu não desejo tais anotações pois entendo que este curto período “sujariam” minha carteira. Mesmo pedindo a eles para cancelarem meu registro, eles não cedem. Mesmo não havendo contrato assinado, anotação na carteira, pode-se configurar abandono de emprego? Quais as consequencias?
    Eles poderão ir a justiça me forçar a entregar a CTPS? Será que existe outra alternativa a entrega da CTPS p/ anotação? Por favor me ajude!
    Grata.

  63. Helio Rodrigues Araujo

    Flavia

    Entendemos que a justa causa tem que ter uma comprovação forte em termos de legislação. No caso de uma funcionaria gravida essa comprovação fica ainda mais complicada. O que você deve fazer é consignar sempre as faltas sem justificativa. Caso ela traga um atestado para mais de 15 dias mande-a ao INSS para conseguir a licença e pague os primeiros 15 dias, que é o que a legislação prevê como obrigação da empresa. A consignação das faltas na folha de pagamento será importante no relacionamento futuro da empregada e também para o desconto nos dias de férias que ela tiver direito.

    Um grande abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  64. Helio Rodrigues Araujo

    Flavia

    As faltas podem sim ser descontadas, desde que comprovadas nas folhas anteriores. A conta pode ser resumida em a cada 1/12 equivalem a 2,5 dias de trabalho. Portanto essa seria a conta a ser feita, seguindo a legislação, que diz expressamente até 5 faltas tem direito a 30 dias de férias. de 6 a 14 faltas 24 dias, de 15 a 23 faltas 18 dias, de 24 a 32 dias de faltas tem direito a 12 dias de férias.

    Espero ter conseguido ser claro em minhas explicações.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  65. Helio Rodrigues Araujo

    Prezada Barbara

    Alegar, qualquer pessoa a qualquer tempo pode alegar o que quiser, porém em questões trabalhistas e legais, alegação sem prova não tem valor. Portanto cabe a você provar o que diz pois a empresa só pode alegar sem provar e isso so reforça suas alegações PROVADAS. Portanto quarde sempre seus comprovantes que farão provas a seu favor.

    Espero ter lhe respondido a contento.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  66. Helio Rodrigues Araujo

    Prezada Nilde

    Com base em suas informações entendemos que pode ter havido um engano no momento de preenchimento de seu seguro-desemprego, ou no momento de apresentação da GFIP, pois se a empresa lhe remunerava com o salario-maternidade, isso também é salário para TODOS OS FINS PREVIDENCIÁRIOS, incluindo ai o seguro-desemprego, então não vejo porque não recebestes. Procure se informar melhor sobre esse assunto, fale com o contador que preencheu teu seguro desemprego, ele com certeza pode encontrar uma solução para o seu caso, e procure seus direitos, pois eles são inalienáveis.

    Sucesso sempre

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  67. Helio Rodrigues Araujo

    Cara Adriana

    Processar, com base em que? Por não ser minha área, vou me abster de responder.
    Quanto a questão de “sofrer ameaça” Se a Sra. entende que convoca-la e caso não compareça será demitida, como ameaça, isso está previsto na legislação e não se trata de ameaça.

    Espero ter lhe respondido satisfatoriamente.

    Um abraço

    Hélio R. Araújo
    (99) 3523 2255

  68. Helio Rodrigues Araujo

    Prezado Paulo Rogerio

    Como tenho afirmado aqui reiteradas vezes a CTPS é uma mera formalidade legal, portanto independente da carteira assinada ele tem todos os direitos. No caso descrito, entendemos que o Sr. tem que encontrar duas testemunhas que atestem o que o Sr. diz e procurar acertar com ele o tempo efetivo de trabalho. Sugiro procurar um contador de sua confiança e tratar com ele e o funcionário sobre o acerto de contas.

    Espero ter sanado suas duvidas.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  69. Gilson

    Tive uma empregada doméstica e a mesma foi admitida 02.05.03 e demitida em 06/01/06, inclusive com roubo, registrado em Ocorrencia, porém, sem justa causa. Sete meses após esta data ela retornou e aceitei sua volta, agora em 27.04.08 ela simplesmente ajuizou ação trabalhista, cobrando-me todo o periodo laborado, inclusive os sete meses não trabalhado.
    Posso alegar Prescrição do período anterior, uma vez que sua demissão se deu em jan/06?
    Qto aos sete meses não trabalhados, o que faço?
    Obrigado!!!

  70. Helio Rodrigues Araujo

    Dna Teresa Isolda

    Sua preocupação pelo que entendi é se pode ser despedida, por abandono de emprego! Entendemos que se a Senhora comunicar formalmente por escrito para sua empresa não pode se configurar abandono. Mais faço isso o mais rápido possível, pois a Senhora foi considerada apta ao trabalho e diz não ter condições de retornar, portanto comunique isso por escrito ao seu empregador e procure fazer essa pericia medica o mais rapido possível para não ser prejudicada.

    Melhoras a Senhora.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da Página

  71. Raquel Gomes

    Querido, preciso obter esta informação que me é de extrema importância, faltei ao trabalho por 15 dias consecutivos devido a doença de minha mãe que hj está recuperada, então o médico do local de internação me deu um atestado de acompanhante de 14 dias porque realmente tinha que ficar com acopanhante devido ao cateterismo realizado nela e a angioplastia, gostaria de saber se a empresa onde eu trabalho poderá caracterizar abandono de emprego.
    Grata pela atenção.

  72. Helio Rodrigues Araujo

    Cara Kelly

    Entendemos o seguinte: Você que ficou descontente com as coisas e\ou a forma das coisas que encontrastes na empresa! Então qual o problema em assinar o contrato de trabalho e a carta de demissão, pois foi isso que aconteceu. Essa questão de SUJAR sua carteira, está muito mais na sua cabeça que em algo que levem em consideração para sua futura admissão em outra empresa. O que não pode é haver sucessivos registros com pouco tempo de trabalho, ai sim caracteriza uma carteira suja e não uma situação somente que é o seu caso. Quanto a questão do abandono, só pode ser considerado a partir de 30 dias ininterruptos de faltas sem justificativa. Pelo visto a empresa já tinha todos os seus dados, inclusive da CTPS e já comunicou ao MTE sua entrada e portanto terá que fazer sua saída.

    Como tenho afirmado reiteradas vezes nesse site, a CTPS é só uma formalidade legal, os registros hoje podem ser feitos independente da anotação da carteira. Se foi esse o caso da empresa em que trabalhastes, deves ir lá e regularizar a tua situação.

    Espero ter sanado tuas duvidas.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da Página

  73. Helio Rodrigues Araujo

    Caro Gilson

    Seu caso precisa do apoio de um especialista em direito trabalhista, mais posso lhe afirmar que o Sr. deveria fazer da seguinte forma: A situação como descrita vale a alegação dela (funcionaria) contra suas provas, junte a Ocorrência policial, os recibos de pagamento a rescisão contratual feita em com a mesma e comprove que ela não trabalhou no período alegado. Acho que com essas provas o Sr. demonstrara muito mais que uma simples prescrição de prazo sem provas, pois quem alega sem provar não tem direito liquido e certo. S M J

    Helio R. Araújo
    Gestor da pagina

  74. IVANI

    OLÁ PREZADO SR GESTOR DA PÁGINA:
    UMA PESSOA TRABALHOU EM MINHA CASA UM ANO E QUATRO MESES, SEM REGISTRO NA CARTEIRA, SAIU SEM DÁ SATISFAÇÃO, POR QUE EU A PROPUS QUE TRABALHASSE TRÊS VEZES NA SEMANA PORQUE AOS SÁBADOS ESTAVA FALTANDO, ELA ACEITOU DEPOIS DISSO NÃO VEIO E NÃO EXPLICOU O MOTIVO DA FALTA. dEPOIS DE DUAS SEMANA QUE ME LIGOU E DISSE QUE NÃO IRIA TRABALHAR REIVINDICAR DIREITOS. GOSTARIA DE SABER SE TEM. oBRIGADA

  75. Helio Rodrigues Araujo

    Raquel Gomes

    Não podera por dois motivos simples: Primeiro somente 15 dias não consignam abandono de emprego, segundo o seu atestado médico comprova o tempo que faltou ao serviço.

    Espero ter ajudado

    Hélio R. Araújo
    Gestor da pagina

  76. Crisitane Caires

    Olha ai quais os procedimentos qdo abadono de emprego,,quero dizer qdo o funcionario abadona o emprego….
    abraços Cris

  77. Helio Rodrigues Araujo

    Ivani

    Como tenho reiterado aqui neste espaço, a carteira é uma mera formalidade legal o empregado tem todos os direitos previstos em Lei, mesmo sem registro profissional.

    Espero ter sanado tuas duvidas.

    Helio R. Araújo
    Gestor da pagina

  78. Eliane

    Gostaria de saber se abandono de emprego tem direito a receber o fgts. obrigado

  79. Janaine

    Boa noite!
    Ao consultar meu Pis vi uma conta inativa referente ao meu 1º emprego que foi em 1997.
    Era menor na época e morava com meu pai no RJ, no ano em que ele faleceu minha mãe que morava na PB e seria a responsável por mim após o acontecido foi me buscar, como entrei em depressão não fui mais a empresa e logo minha mãe me trouxe para PB, não ouve a recisão do contrato ou seja abandonei o trabalho. Gostaria de saber se posso tirar esse valor na conta inativa e se tenho algum outro direito???
    Desde ja agradeço!

  80. Helio Rodrigues Araujo

    Cristiane Caires

    Se entendi bem o seu questionamento! Quando o funcionário fica 30 (trinta) dias ininterruptos sem trabalhar e sem justificar sua ausência, deve ser comunicado via correio, jornal, ou qualquer meio disponível, convocando-o para comparecer ao trabalho. Caso isso não aconteça, procedemos a baixa no seu registro junto a empresa, comunicando aos órgãos próprios o abandono, comprovando com a documentação o fato.

    Espero ter sanado todas suas duvidas.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  81. Marcelo Turati

    Bom dia. Minha empregada está ausente do trabalho a 14 dias e ainda não sei se voltará amanhã quando completam-se 15 dias de ausência. Ela está conosco a 11 meses. Perguntas:
    1. Se ela voltar amanhã e trouxer um atestado médico para os 15 dias que se ausentou, tenho de pagar esses 15 dias?
    2. Se ela não voltar ou apresentar um atestado para mais que 15 dias, devo pagar os 15 dias ou simplesmente pagar nada e mostrar que ela deve procurar o INSS e solicitar o Auxilio Doença?
    3. Como fica o pagamento que faço ao INSS? se não tiver de pagar os 15 dias, devo descontar esses dias da contribuição que faço?
    4. Ela voltando ou não dentro dos 15 dias, posso demiti-la de imediato ou tenho de esperar por alguma carência?

    Grato,
    Turati
    marcelo.turati@gmail.com

  82. leonardo

    Boa tarde,
    Trabalhei em uma empresa em 2000, e não dei baixa na carteira.
    A empresa fechou, e gostaria de saber como faço para dar baixa
    em minha carteira
    Obrigado

  83. Alexandre

    Prezado (a) Orientador

    Um funcionário de nossa empresa foi admitido em 01/07/2005 e já em 13/01/06 a 11/02/06 gozou o período de 30 dias de férias, embora não tenha completado o período aquisitivo de 12 meses. Desde então o referido funcionário vem gozando férias a partir de 12 meses apos o primeiro período de gozo.
    Nossa dúvida. Como regularizar tal situação visto que em tese o primeiro período de férias ocorreu quando o funcionário tinha somente 7/12 avos do período aquisitivo? Em caso de rescisão o periodo que faltava ou seja os 5/12 avos poderá ser descontado?

    Desde já agradeço a atenção dispensada

  84. Jocineia de Lima

    Gostaria de saber o seguinte, um funcionario que faltou desde o dia 06/09/08, no dia 15/09 mandamos uma carta com AR pedindo para comparecer ao trabalho, não houve respotas, então no dia 15/10 enviamos outro AR pedindo para comparecer para acerto de suas verbas rescisorias, a mãe do funcionario não aceitou responder o AR, pois o filho não estava em casa e não mora mais com ela, a data da rescisão seria dia 24/10, como posso proceder nesse caso?
    Obrigada
    Jocineia

  85. karine

    tenho um funcionario que sempre falta, agora faz 3 dias que nao aparece, gostaria de saber se somente com 30 dias corridos que se pode demitit o funcionari por abandono de serviço

  86. Helio Rodrigues Araujo

    Eliane

    Tem sim o direito, basta que a Sra. fique três anos ininterruptos desempregada, terá direito a receber teu FGTS, em até seis parcelas. Caso se enquadre nessa situação procure a CEF, que tera seu direito assegurado.

    Espero ter sanado tua duvida.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  87. Helio Rodrigues Araujo

    Janaine

    O PIS tem algumas situações em que pode ser movimentado, somente se a Sra. se enquadrar em uma dessas hipoteses poderá movimentar essa conta inativa.

    Espero ter respondido.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da Página

  88. Marcelo

    Hélio , minha namorada foi desligada da empresa sem justa causa por telefone, a dona da loja ligou e falou que ela não precisava mais ir trabalhar , e que na sexta passada deveria apenas passar na loja acerta , fazer a rescisão .. chegando lá vi a documentação , estava errada (PEDIDO DE DEMISSÃO) o que não é verdade , agora a empresa pediu pra ela voltar pois sabe que vamos entrar com ação contra eles , e alega agora que está caracterizando abandono de emprego, como faço pra provar que ela foi dsligada da empresa por telefone ? Obs.. tenho testemunhas que sabem que ela foi desligada , e sabem tbém o motivo.

    Muito Obrigado,

  89. Helio Rodrigues Araujo

    Marcelo Turati

    A regra para situações como a descrita é a seguinte: Os primeiros 15 dias de afastamento é obrigação do empregador, os dias restantes são de obrigação da previdência.Resumindo se ela chegar com um atestado de até 15 dias, não pode ser descontados os dias sem trabalho e não tem nenhum tipo de carência para demiti-la. Caso o atestado seja de mais de 15 dias, somente depois de considerada apta a retornar ao trabalho pela previdência que ela terá 30 (trinta) dias de carência e ai sim poderá ser demitida, antes disso enquanto ela ficar encostada pela previdência ela não podera ser dispensada. S.M.J.

    Espero ter sanado tuas duvidas

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  90. Helio Rodrigues Araujo

    Leonardo

    procure o Ministério do Trabalho em sua região e mostre que a empresa onde trabalhavas deixou de existir e peça a eles que dêem baixa ex-oficio em sua Carteira Profissional, entendo que assim regularizas a situação. Depois da baixa procure a CEF e verifique se não tens FGTS sem movimentação nos ultimos três anos, se tiver pode saca-lo.

    Espero ter ajudado.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página.

  91. Patricia

    Tenho uma funcionaria domestica que trabalha em minha residencia a 8 meses que saiu de folga de fim de semana em 17/10 para sua cidade natal e nao retornou ao trabalho. Apos quatro dias sem noticias , recebi um telefonema de sua filha que disse que sua mae estava doente e estava se tratando.
    Passados 15 dias nao recebi qualquer noticia. O que devo fazer? Como considerar o abandono de emprego, uma vez que nao a quero mais aqui.Quais seus diretos a receber? Nao tenho recibos de comprovacao de pagamentos pois esperava juntar uns meses para faze-lo e deixei passar o tempo e me dei conta agora que nao o fiz. Por favor me oriente.

  92. Helio Rodrigues Araujo

    Alexandre

    Nosso entendimento é que deve ser tratada a situação da seguinte maneira: Foram concedidas férias para o funcionário de 13\01\2006 a 11\02\206, só que essas férias foram referentes ao período de
    01\07\2005 a 30\06\2006, simplesmente por uma conveniência da empresa ele teve suas férias antecipadas. No ano seguinte independente da época que ele gozou férias elas foram referentes ao período de 01\07\2006 a 30\06\2007, portanto agora em 2008 ele tem direito as férias referente ao período de 01\07\2007 a 30\06\2008 e assim sendo demitido depois de 30\06\2008 e tendo gozado as férias correspondentes ele terá direito a tantos doze avos quantos sejam os meses decorrentes de 30\06 ao dia que ele será demitido. Caso todos os anos ela tenha tirado as férias antecipadamente pode-se cobra-las com base em 30\06 de cada ano sempre. S.M.J

    Espero ter explicado a situação.

    Helio R. Araújo
    Gestor da página

  93. Helio Rodrigues Araujo

    Karine

    Por abandono de emprego, só com trinta dias, mais o que você pode fazer é: Sempre que o funcionario faltar, dê-lhe uma advertência, consigne a falta na folha de pagamento, cobre o descanso remunerado e com as seguidas advertências a Senhora poderá demiti-lo por justa causa. Sempre lembrando, na justiça trabalhista vale a palavra do funcionário contra a sua prova DOCUMENTAL. S.M.J.

    Espero ter ajudado

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  94. Maria Elisa

    Tenho uma empregada doméstica registrada a 8 meses que começou a faltar uma vez na semana por um mês.Alegando não estar bem de saúde.Não tomei nenhuma providência.Mas quando faltou 3 dias seguidos cobrei justificativa; ela apresentou um atestado do 2º dia e alegou estar grávida.Faltou contando hoje 8 dias seguidos,dizendo possuir atestado para tais faltas.Pedi a ela que apresentasse os atestados ao INSS,haja visto que “gravidez não é doença”.Tive que substituí-la pois estou com problemas de saúde.Como fica a situação?Pago as duas?Posso demití-la por justa causa?Afinal quem trabalhou no lugar dela foi com recibo e é testemunha ocular de eu tentar notificá-la.Mas,ela ignorar.E se ela apresentar a justficativa do INSS?Sou uma professora afastada por acidente de trabalho e não tenho esse montante para tanto.Agi na lei e sinto má fé em quem confiei e preciso.Quem sou eu nesse momento? 10/11/2008

  95. Kamila

    Bom dia,

    Minha mãe abandonou o emprego há mais de 10 anos, hoje vimos que ela possui como saldo no seu FGTS uns 25.000. Ela tem como reaver esse dinheiro? Nem baixa na carteira ela tem.

  96. Helio Rodrigues Araujo

    Jocineia de Lima

    O Entendimento da justiça do trabalho tem sido sempre no sentido de: Vale a palavra do funcionário, contra o documento da empresa. Comprove que o endereço dele é aquele que foi a correspondência, que provaras que estas certa. S.M.J.

    Helio R. Araújo
    Gestor da página

  97. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Elisa

    Infelizmente, na relação empregado\patrão não prevalece somente a boa-fé. Vale o seu documento contra a palavra da funcionária e principalmente na situação em tela, que ela se encontra grávida. Portanto a partir de hoje, deves sempre criar um documento que comprove a sua situação. Nunca se paga nada sem recibo. O funcionário faltou qualquer que seja ele desconte no salário o dia de falta e mais o descanso remunerado, pois ai sim, tu tens um documento comprovando a falta. Não podes demiti-la se ela estiver grávida, pois se o fizeres teras que pagar até o parto e mais 4 meses depois do nascimento.

    Espero ter ajudado

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  98. Kamila

    Bom dia,

    Minha mãe abandonou o emprego há mais de 10 anos, hoje vimos que ela possui como saldo no seu FGTS uns 25.000. Ela tem como reaver esse dinheiro? Nem baixa na carteira ela tem.

    11 de novembro de 2008 às 7:51

  99. tania bello

    trabalho ne mercado sou caixa,ultima vez que fui trabalhar foi dia 01/10/2008 faltei o mes inteiro levei um atestado no dia 13/10/2008 e no dia 30/10/2008 e até o dia 11/11/2008 não dei minha cara lá
    estou gravidá de 4 meses e não estou trabalhando porque tenho um bebe de 9 meses e nao consigo vaga na creche!pelo valor que posso pagar pra cuidar o dia inteiro ninguem quer ficar com ele!será que ainda posso trabalhar?ou se for eles podem me dar justa causa ou abandono?

  100. andrea

    Preciso de uma luz!!!
    Faz 1 mes certo que nao vou a impresa , dei como abandono de emprego, ja recebi as 3 cartas por telegramas e nao respondi, Mas irei exlicar a historia. Tenho 01 ano de casa nesta empresa, trabalho como operadora de telemarketing pelo um proveodor, tdo comecou qdo alguns operadores comecam a fazer filas e naoatender as ligaçoes, e somente alguns q atendiam, comcei a fazer isso, mas por surpresa foi pega pela qualidade e meu supervisor me chamou e disse pq eu estava fazendo isso, disse pq os outros faziam e eu nao era obrigada a atender pelos outros.Me deu uma advertencia, depois veio o pior, um supervsor q ficava ao meu lado, que nem era meu super era de outro produto ouviu uma ligaçao q eu estava atendento, com cliente, nesta ligação fz o procedimentos q nao podia ser cancelado , mas o cliente nao aceitou e comecou a falar alto , entao o q eu fiz abaxei o volume do telefone e nao respondi mais,, No dia seguuinte eu vi q meu super estava ouvindo a ligação, so que ele coloccava para todos os super da central ouvirem, e logo em seguida me chamou para o feed back, junto com o outro supervisor do outro dep.ele me deu 2 advertencia, e ainda keria me dar uma justa causa, por ter abandonado o cliente, e outro supevisor aind ameu deu um feed back tb.
    Perguntou eu? posso ir no ministerio do trabalho para denunciar meu super por danos morais, por deixarem todos os supervisores de outros setores e da central ouvir minha ligação sendo que ele sempre teve suas protejidas na central , deixando logados ate completar o horario, e qdo alguem chegva atrasado ou faltasse ele ja dava advertencia?? Sei q eu fiz errado em abandonar o emprego, mas nao tinha coragem de ir, desde do dia 20/09/08 nao compareco a empresa, o q eu tenho q receber??

    aguardo

  101. Leticia

    Boa tarde, tenho uma loja de agua mineral e estou com um problema. Tenho um funcionario q vem faltando consecutivamente sem justificativa. Descontei as faltas no holerit, ja dei advertencia por escrito e supensao por escrito tb. Ele deveria retornar dia 27/10. Veio, fez uma entrega e foi embora. Depois apareceu aqui dia 31 a tarde com a CTPS e um pedido de demissão (muito mal escrito por sinal)deixou e foi embora. Liguei pra ele avisando que aquele pedido eu não aceitaria e que ele seria demitido por justa causa. Ele disse que não iria assinar a justa. Hoje dia 12 faz oficialmente 16 dias que ele não comparece ao trabalho.

    O que devo fazer? Como proceder para mandá-lo embora, o holerit dele de Outubro deu 40,00 de salario devido as 22 faltas e nem isso ele veio receber,já registrei outro funcionario para cumprir a função dele, como procedo?

    Obrigada.

  102. Helio Rodrigues Araujo

    Kamila

    Para ela reaver o dinheiro do FGTS ela precisa ir ao empregador anterior e conseguir uma copia de sua Rescisão contratual e com ela em mãos e a comprovação de que está a mais de três anos sem carteira assinada, receber o valor integral do FGTS na Caixa Economica Federal mais próxima. Caso o empregador não exista mais, pegar no Ministério do Trabalho uma comprovação via CAGED da data da baixa na carteira e com a comprovação de mais de três anos sem a carteira assinada, receber o valor do FGTS.

    Espero ter ajudado.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  103. aroldo santos

    boa noite! pedir a conta na empresa no dia 27/10/2008 a propria falou pra eu aagardar em casa que eles iam fazer as papelada e entrava em contato comigo só que hoje é dia 12/11/2008 e até agora não me deram retorno presciso da carteira dado baixa pra entrar em outra empresa, queria saber quanto tempo a empresa pode demorar para para dar baixa e o que devo fazer grato

  104. Helio Rodrigues Araujo

    Tania Belo

    Em nosso entendimento, o relacionamento entre empregador\empregado acontece em função de que a empresa precisar de seu trabalho e você precisar sustentar e\ou complementar a sua renda familiar, pelo que você me transcreveu você planejou muito bem sua vida, mais se esqueceu completamente de seu emprego e da empresa para a qual você trabalha, pois tem um filho de 9 meses e já está grávida de 4 meses. Então eu daqui sem nenhum envolvimento emocional sobre a situação empregado\empregador entendo que a empresa pode deixar de entender qualquer argumento seu. Em função de seu estado de gravidez se eles lhe derem um abandono e\ou justa causa eles terão que lhe pagar seus salários até 120 dias depois do nascimento de seu novo filho.S.M.J

    Um grande abraço e felicidades.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  105. Helio Rodrigues Araujo

    Andrea

    Poder ir denunciar todos podem, se vai ter sucesso na denúncia ai é outra coisa, que prefiro não entrar no mérito. Entendo que em qualquer caso e em qualquer empresa, existe sempre a possibilidade do diálogo. Como a Senhora não tem mais interesse em continuar no seu trabalho, compareça a empresa e procure acertar seus direitos trabalhistas, caso se sinta lesada por qualquer motivo procure seus direitos. Acho que este é o melhor caminho para a Senhora.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  106. Joao

    Bom dia,

    Queria tirar um informação sobre aviso de empregado para empregador, esta semana dia 10/10/2008 entreguei o aviso manuscrito para meu chefe nele constatei que iria cumprir o aviso de 30 dias, tirei uma xérox dessa carta ele não quis assinar o que eu faço??? Ele é obrigado assinar a carta entregar uma via para mim.

  107. angela

    eu trabalhei em uma empresa durante quase 6 anos, dentro desses 6 anos trab apenas 2 porque passei quase 4 anos de licença medica pelo inss por acidente de trab. ao receber alta, não me sentia habilitada para trab, inclusive retornando para o mesmo setor, pedi pra me transferirem pra outro setor mas eles alegaram q nao haviam vagas, informei q dessa forma nao seria possivel trabalhar e queria ser demitida, a empresa alegou q nao poderia me demitir no periodo de 01 ano, pois devido tempo que me afastei havia adquirido uma segurança de um ano. Mesmo assim me comprometi em assinar algum documento, na justiça do trab ou onde eles quisessem me responsabilisando que eu estava me demitindo e eles nao aceitaram. como eu tinha ferias vencidas, eles me deram 1 mes pra ver se eu melhorava, so que adiantei q um mes ou mais não resolveria meu problema, pois nao posso ficar muito tempo sentanda e eu trab como telemarketing e o horario de 6.20hs q eles não aceitavam nem q vc ficasse me pe pra estirar as pernas, me causavam muitas dores e eu não me permitia senti-las (acho q é um direito meu, escolher como quero viver) terminando as ferias retornei e ouvi a mesma resposta de sempre. Não temos outro local!!! Perguntei se nao teria nenhuma forma de acordo pra me demitirem e fui orientada q so se eu abandonasse o emprego. Devido minha saúde ser mais importante. Aceitei a proposta e abandonei e assinei todas as correspondencias q me chegaram em casa avisando q estaria sendo demitida por abandono de emprego (02 ars) so que nunca voltei la, nem pra receber algo, que nem sei se teria direito e nem pra dar baixa na carteira. eles me enviaram so essa ARs e nada mais. Queira saber se tenho algo pra receber dessa empresa e se eu nao der baixa na carteira tem algum problema, pois ja se passaram 11 meses e como melhorei um pouco a saude estou sendo convidada a trab em uma empresa e em um setor q se encaixa no meu pro de saude e queria muito aceitar essa proporta mas tenho medo q a nova empresa nao me aceite por ter uma carteira em aberto (sem ser baixada do ultimo emprego) me da um retorno mais rapido… obgda tenho algo a receber? como proceder? pois ja procurei o sindicato varias vezes e nada faz por mim… manda eu esperar e sempre q vou la, perderam as docs que deixo.. ou seja, é sempre um recomeço que numca tem meio… rsrsr…

  108. Helio Rodrigues Araujo

    Leticia

    No caso descrito, entendo que deves convoca-lo a comparecer ao trabalho e homologar a rescisão no ministério do trabalho e emprego por justa causa ou abandono de emprego. Para esses procedimentos consulte seu contador que ele com certeza lhe ajudara.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  109. Helio Rodrigues Araujo

    Aroldo Santos

    No caso de rescisão contratual a empresa tem 5 dias, sempre a contagem iniciando e terminando em um dia útil, para proceder a baixa e devolução de todos os seus documentos. Procure a empresa imediatamente e caso não consiga uma resposta positiva, procure seu sindicato ou o Ministério do Trabalho para resolver sua situação.

    Um abraço e felicidade.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  110. Helio Rodrigues Araujo

    João

    Ninguém é obrigado a fazer ou deixar de fazer aquilo que não concorda. Entendo que deves voltar a dialogar com seu chefe e fazê-lo entender que não se interessas mais em trabalhar com ele, portanto o melhor que ele tem a fazer é aceitar seu pedido de demissão. Caso ele continue irredutivel, procure seu sindicato para lhe orientar na melhor maneira de resolver o problema. S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  111. vanessa moraes

    olá boa noite, passei pelo processo seletivo de uma empresa para uma determinada cidade,
    só que eles me mandaram treinar em outra cidade que ficava mais ou menos 2 horas e meia de distancia,entrei no dia 13 e no dia 30 recebi um valor simbolico de 220 reais sendo que meu salario era 608,00 a questao do problema é que gastei muito dinheiro com passagem, pq me programei para trabalhar apenas 30 minutos da minha casa, pegaria só uma conduçao, e eles usaram a minha ficha para deduzir que eu gastaria uma conduçao só, sendo que para esta outra cidade eu gastava tres conduçoes, dei uma chance a eles porque quando conversei coma supervisora ela me disse que eles estavam sem escritorio, pq vamos inaugurar a loja, mas eu acho que combinado nao sai caro, todos os dias a mesma enrolaçao, meu vale transporte nao vinha ate que chegou um cartao, achei a maior sacanagem pq eu gastava 15,60 todos os dias para ir e vir, ai conversei coma moça do rh ela me disse que na outra semana iria me pagar, mas nao pagou nada!!
    Me injuriei pq eu me comprometi com esta empresa, e eles nao cumpriram nada do prometido na integraçao,pedi minha carteira, pq a mesma ficou desde do dia 13/10 até dia 5/11, ainda nao assinei o contrato de trabalho, nao estou indo neste emprego pq estou em outra empresa que ja me registrou em um dia, ja devolveu minha carteira, ja assinei o contrato de trabalho, e ja me pagou o vale transporte deste mes, estou contente nesta nova empresa pq apesar do salario ser menor, eles tem esta conduta ética, esta organizaçao.
    Agora fazem 9 dias que eu nao tenho tempo de ir na outra empresa, pq nunca tem alguem responsavel, toda vez que eu ligo lá eles me transferem provavelmente pq a loja nao esta inaugurada ainda, por causa do mestre de obras, ai eles utilizam varios escritórios, mas de qualquer forma é maior falta de respeito quando nós funcionarios nao temos o direito de uma previsao de vt e vr como prometido, e o salario errado, pq eu trabalhei certinho nestes dias, nao faltei só achei errado o fato do cartao ter chegado após duas semanas de serviço, pq eu fiz hora extra, dequalquer forma eles trabalham com banco de horas, agora sera que da abandono d etrabalho ? eu quero pedir demissao mas nao tennho medo de ter que pagar a multa dos tres meses ela existe? vc pode me dar um conselho por favor?
    Só sei que esta nova empresa nao admite falta, e eu trabalho 6×1..nao sei o que fazer, e estou com medo de me queimar na outra empresa, apesar da outra nao pagar direito eu gostei do serviço, e se ela tivesse feito o prometido eu conciliaria os dois serviços, mas a duas horas e meia da minha casa, nao da tempo, acabo ficando mal em um dos dois, entende?

    poxa muito obrigada aguardo resposta.

  112. Helio Rodrigues Araujo

    Angela

    Entendo que a melhor politica é o dialogo entre as partes, compareça ao seu antigo emprego, verifique como foi feita sua demissão e comece vida nova.

    Um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  113. ps

    gostaria de saber quando um funcionria trabalhou apenas o periodo de experiencia e depois abandonou o emprego que direitos ele possui de receber no acerto??

  114. Helio Rodrigues Araujo

    Vanessa

    Sempre a melhor politica é o dialogo. Entendo que já que não consegues tempo pra ir à empresa. Mande uma correspondência a eles falando do fato, explique a situação, com certeza não terás problemas futuros em decorrência disso.

    Um abraço e sucesso em seu novo emprego.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  115. Helio Rodrigues Araujo

    PS

    Depende se a empresa for organizada e percebeu que abandonastes o emprego a tempo de fazer sua rescisão, tu tens uma rescisão contratual lá a acertar, caso contrário, eles até hoje aguardam teu retorno e ai, tu podes perder todos os teus direitos.

    Espero ter ajudado.

    Hélio R. Araújo
    (99) 3523 2255

  116. vanessamoraes

    MUITO OBRIGADA PELA DICA, EU CONVERSEI COM ELA,
    MAS ELA NAO ACEITOU QUE EU SAISSE, ME DISSE
    QUE IA ACERTAR TUDO,PEDIU DESCULPAS, FOI BEM HUMANA COMIGO..MAS
    ESTOU NUM MATO SEM CACHORRO!!RS..
    PQ VOU FICAR DEVENDO HORAS PARA ELA..MUITAS HORAS,
    EU TENHO ESTA DIFICULDADE FALO DEMAIS, MAS AS VEZES O QUE EU
    REALMENTE TINHA QUE FALAR , SO LEMBRO EM CASA!!AI, MEU DEUS..
    E ESSAS HORAS PARA PAGAR SABE LÁ DEUS QUANDO..RS
    VOCE SABE ME DIZER SE EU PEDIR DEMISSAO TENHO QUE PAGAR
    MUITO DINHEIRO COMO MULTA? NAO QUERIA PEDIR DEMISSAO OU SER INJUSTA,
    SE EU TIVER QUE PAGAR PARA NAO SER INJUSTA EU PAGO,MAS SE FOR MUITO
    DINHEIRO, EU VOU TER QUE FICAR DEVENDO HORAS..O PROBLEMA
    É QUE ESTE SERVIÇO É BOM EU GOSTEI DELE, SÓ QUE LÁ O AMBIENTE
    ENTRE AS COLEGAS DE SERVIÇO É MEIO DARK, UMA QUERENDO FURAR
    O OLHO DA OUTRA TIRAM SARRO DE MIM, EU FICO QUIETA, ANTES EU TER
    EDUCAÇAO, E COLHER O MAXIMO DE INFORMAÇOES BOAS, DO QUE ME CONTAMINAR.
    MAS AI VC PESA,NESSE MEU NOVO EMPREGO O EMPREGO É BOM,TRABALHO SENTADA É 6X1
    COMO O OUTRO, MAS O DIFERENCIAL É QUE UM AJUDA O OUTRO, TEM CRITICAS
    MAS SAO CONSTRUTIVAS SABE? EU SENTI QUE O AMBIENTE É BEM PROFISSIONAL,
    TEM PESSOAS MAIS EXPERIENTES, PESSOAS DE IDADE,É OUTRO NIVEL..MESMO
    SABENDO QUE A IDADE NAO É NADA HOJE EM DIA, EU SENTI MAIS FIRMEZA
    NESTE SENTIDO, PODIA RESUMIR DIZENDO QUE SAO PESSOAS MADURAS.
    (TENHO 19 ANOS)
    SE VOCE TIVER MAIS DICA..ESTOU AGUARDANDO PRONTAMENTE!!

  117. Helio Rodrigues Araujo

    Vanessa

    Ainda continuo insistindo que o melhor caminho é o diálogo. Entendo que deves se colocar a disposição da antiga empresa, no momento que eles estiverem funcionando ai próximo de sua localidade, pois pelo que dizes, tem condições de ficar nos dois empregos. Então mostre para eles suas dificuldades atuais em função da distancia e mostre-lhes seu interesse. Procure crescer nessa sua nova colocação.

    Sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  118. Bernadette Maia

    Olá,tenho uma funcionária, balconista que depois que descobriu que está grávida, falta toda semana. Diz que precisa fazer exames médicos, e que tem que ir ao médico.Ela insiste em apresentar para a firma, atestados de médicos particulares e não do SUS, como manda a legislação, que inclusive já me foi instruído que ela tem direito a seis consultas médicas durante a gravidez, isso é verdade?
    Ela com isso está prejudicando a empresa, pois estamos caminhando para o período de natal, e na verdade não posso contar com ela para o trabalho, pois nunca sei quando vem trabalhar! chega a faltar uma semana inteira sem avisar. Gostaria de saber se a funcionária estando grávida podemos aplicar uma advertência, suspensão? com quantos dias de faltas fica caracterizado o abandono de emprego? O que parece é que ela está se prevalecendo do seu estado de gravidez, pois a lei a apóia integralmente. Inclusive quando lhe é dado alguma tarefa, ela diz que não vai fazer na frente de todas as funcionárias, tirando totalmente a autoridade da gerente que não sabe o que responder. Neste caso, existe algo que a empresa possa fazer para penalizá-la pelos seus atos? afinal não está cumprindo com as suas obrigações e faltando com o que é fundamental, prestar serviços e prejudicando o andamento da empresa. Agradeço desde já a sua atenção. Um abraço.

  119. Helio Rodrigues Araujo

    Ps

    Se abandonastes o emprego, depois de cumprido todo o tempo de experiência tu teras como direitos trabalhistas: o saldo de salário, 1/12 de férias e de 13º salário, por cada mês da experiência.

    Espero ter ajudado

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  120. Anderson kupp

    Sou vendedor ganho comissao e nao tenho salario fixo. meu chefe me pede para limpar as prateleiras e olhar validades de produtos e por esse motivo perco vendas.ele esta certo em me tirar do ponto de vendas e me dar outras obrigaçoes ,pois ganho o que vendo?
    como devo proceder?
    eu posso dizer a ele que nao quero fazer ,pois sou vendedor?
    ele pode me dar justa causa porisso?

  121. leandro

    olá;
    tenho um funcionario que esta trabalhando na minha firma a cerca de 10 meses
    sem carteira acinada,porem tem 15 dias que ele naõ aparece na firma,so mandou um recado or um parente avisando que estava doente.
    qual a providencia aser tomada ?

  122. acimael Nogueira Cunha

    No caso de abandono em que foi enviado telegrama a pessoa,entretanto, quem assinou o telegrama foi outra pessoa, tem validade essa comunicação para caraterizar abandono de emprego e por conseguinte justa causa. Detalhe que esse empregado deixou sua CTPS na empresa.

  123. Helio Rodrigues Araujo

    Bernadatte

    Existem as regras da legislação, bem como as exceções a cada uma das regras, no caso de funcionária grávida, tem que ser analisado o caso individualmente, pois para algumas mulheres gravidez é doença e para outras é uma situação bastante normal, cada organismo reage de uma maneira distinta. O que precisa ser feito é, em nosso entendimento: Dialogo acima de tudo, mostre a ela quantos dias ela faltou, mostre que ela está prejudicando os serviços e escute as suas argumentações, mais faça isso por escrito, pois assim estarás comprovando as faltas.
    A Senhora pode advertir e suspender sim, tendo motivos justos.
    Só fica caracterizado o abandono com trinta dias ininterruptos de faltas injustificadas.
    Quando lhe der alguma tarefa que ela dizer que não vai fazer, imediatamente a senhora lhe aplique um advertência.
    Depois de advertida ela pode ser mandada embora por justa causa, não vai ser uma despedida fácil, pois ela irá procurar seus direitos e dependendo da fragilidade de suas comprovações e seus argumentos, podes perder alguns reais, mais pelo menos melhorarás o seu quadro funcional.

    Espero ter ajudado.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da pagina.

  124. PATRÍCIA SIMONE MOREIRA

    Tenho um funcionário que não está vindo trabalhar desde o dia 02/11/08 e descobrimos através de outras pessoas que ele está preso em outra cidade, mas ele não nos comunicou de maneira alguma. Ja mandei um telegrama comunica do seu abandono. Que providencia devemos tomar quanto a este caso?

    Obrigado

  125. Leidydaime

    Bom Dia Estou iniciando o curso de direito, meu tio quer tirar uma dúvida.
    Logo procurei esse site que sempre que posso passo por aqui.
    Na empresa dele houve um funcionario que pediu sua demisão, foram assinados todos os documentos necessários para a recisão do contrato, mas houve um problema, ele não deu baixa na carteira de trabalho do funcionario, o mesmo que desapareceu, caso o funcionario procure o direito da baixa na carteira perante a justiça, a empresa terá que pagar multa ? ou algo parecido ?
    Ficaria muito grata com sua respostas imediata!

  126. edilson nunes

    trabalho a seis anos em uma multinacional e faltei uma semana sem justificativa, tenho uma advertencia anterior mas por outro motivo a mesma eu nao assinei posso ser demitido por justa causa?

  127. edilson nunes

    é urgente por favor preciso de um advogado?

  128. Andréia Boni Bianconi

    Minha empregada doméstica está comigo há 06 (seis) meses, devidamente registrada e desde o dia 26.11.2008 não veio mais trabalhar e sequer me comunicado, onde fiquei sabendo através de terceiros que ela está trabalhando em outra residência desde o dia 27.11.2008. Não quero procurá-lá, pois acho que ela me deve satisfações, inclusive para fazermos o acerto.
    - Como devo proceder para não ser penalizado?? Trata-se de abandno de emprego??

    Grata

  129. Helio Rodrigues Araujo

    Anderson

    O que precisa ser verificado é quais são suas atribuições no cargo, outra coisa será que pra vender as coisas que vendes não precisas limpá-las e verificar o prazo de validade? Entendo que isso faz parte do trabalho do vendedor! Mais o melhor caminho é o dialogo, fale com seus chefes e verifique se a sua empresa tem as funções de cada um dos funcionários bem definidas e por escrito. Um feliz natal e boas vendas para você.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  130. Helio Rodrigues Araujo

    Leandro

    A carteira assinada é uma mera formalidade legal. Os direitos e deveres de cada um tem que ser cumpridos. Portanto tens que agir como se ele tivesse a carteira e o comunique de suas faltas, quando ele completar 30 dias ininterruptos de fatas injustificadas, pode mandá-lo embora por abandono de emprego. S.M.J

    Helio R. Araújo
    Gestor da página

  131. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia

    Esgotada todas as condições de comunicação com o funcionário, publicar na impresa, a solicitação de seu retorno e com base nela, ainda não recebendo resposta e com 30 dias ininterruptos de faltas injustificadas, entendemos que pode ser consignado o abandono de emprego, sem problemas.S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  132. RODRIGO DE OLIVEIRA

    OLA..BOA TARDE GOSTARIA DE ESCLARECER UMA DUVIDA QUE
    A MINHA NAMORADA E EU TEMOS..
    UMA PESSOA QUE TRABALHA 4 HORAS COM TELEMARKETING
    TEM DIREITO A 10 MINUTOS DE LANCHE…E MAIS 5 MINUTOS
    PARA IR AO BANHEIRO..OU NAO TEM DIREITO A NADA…

    GRATO(RODRIGO)

  133. Helio Rodrigues Araujo

    Leidydaime

    Se entendi o que aconteceu foi que faltou a assinatura na carteira e o funcionário assinou todos os documentos de baixa, incluindo ai a rescisao contratual. Caso isso tenha acontecido, ele não pode querer apenas a baixa na carteira profissional, pois se a rescisão foi feita por um contabilista, ele já comunicou ao MTE a rescisão contratual e o funcionário não tem o direito de reclamar somente a baixa na CTPS.S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    gestor da página

  134. Helio Rodrigues Araujo

    Edilson Nunes

    Pode sim. A demissão por justa causa, pode ser feita em função das advertências recebidas.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  135. Helio Rodrigues Araujo

    Edilson Nunes

    Para encontrar um advogado procure a seção ou sub-seção da OAB em sua cidade, lá eles lhe indicarão um.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  136. cesar aranha

    POR FAVOR MINHA IRMA TRABALHA REGISTRADA E ESTA EM PERIODO DE EXPERIENCIA..ELA TRABALHA
    COMO ANALISTA DE ATENDIMENTO DURANTE 4 HORAS E NAO TEM TEMPO DE LANCHE..POR LEI SERA QUE ELA TEM DIREITO A 10 MINUTOS DE PAUSA PARA LANCHE..(DESCULPE MEU TECLADO ESTA HORRIVEL..

    AGUARDO RESPOSTA..OBRIGADO..

  137. Tatiane

    Boa Noite,

    Eu abandonei o serviço..
    e gostaria de saber se para darem baixa na minha carteira de trabalho, eu tenhu que levá-la, ou eles podem dar baixa de outra forma.. e nesse caso, tenho algum direito?
    Prciso muito de uma resposta..
    Se possivel, pode ser respondida aqui mesmo no site, ou enviada por email.
    Atenciosamente

    Tatiane

  138. Helio Rodrigues Araujo

    Andreia

    Como sua empregada está devidamente legalizada, faça um recibo consignando as faltas e lhe mande um telegrama comunicando que ela deve retornar ao trabalho, sob pena de ser demitida por abandono de emprego. Continuando sem resposta e tendo acontecido 30 dias ininterruptos de faltas sem justificativa podes fazer a rescisão por abandono de emprego.

    Espero ter ajudado

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  139. Helio Rodrigues Araujo

    Rodrigo

    A empresa deve ter um manual com os procedimentos a serem adotados pelos funcionários e o mesmo não pode contrariar a legislação sobre pena de nulidade, portanto entendo que deves verificar quais são os deveres e direitos de cada funcionário e com base neles fazer o seu serviço.

    Espero ter ajudado.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  140. Jane

    Olá. Estou gravida de oito meses e meu patrão está para dar baixa na firma, como fica a minha situação diante disso com respeito a licença maternidade? Obrigada.

  141. Lia

    muito bom esse site

  142. Helio Rodrigues Araujo

    Cesar Aranha

    A empresa deve ter um manual de procedimentos, onde deve constar os direitos e deveres do funcionários, verifique isso. A Lei trata das generalidades, não chega a esses detalhes que são tratados pela legislção ordinária.

    Espero ter ajudado.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  143. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiane

    Só existe uma forma de dar baixa em sua carteira profissional, levando-a até a empresa. Direitos sempre tens, mais para isso precisaras ir até a empresa.

    Espero ter ajudado

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  144. Helio Rodrigues Araujo

    Jane

    Em nosso entendimento como ele vai proceder a baixa da empresa, ele terá que indenizá-la em todo o tempo restante de sua gravidez e mais a licença maternidade e os trinta dias de estabilidade. S.M.J.

    Um feliz natal e próspero ano novo a todos os seus.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página.

  145. Helio Rodrigues Araujo

    Lia

    O que tentamos produzir aqui são artigos que utilizem uma linguagem coloquial para atingir um público mais eclético, obrigado e continue acessando que prometemos sempre novidades na área.

    Um bom natal e um ano venturoso a todos que lhe cercam.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  146. Kamila

    Hélio,

    Sou eu novamente. Havia entrado em contato falando que minha mãe abandonou o emprego há mais de 10 anos, e hoje queria resgatar o fundo de garantia. Vc me deu como resposta que teria q ir ao empregador antigo ou no Ministério do Trabalho pegar uma declaração via CAGED. Dei uma ligada para um posto do MT e me trataram de forma grossa dizendo que ela pode reaver já que abandonou o emprego. Como posso proceder? Ela tem ou não esse direito? Já está há mais de 12 anos para dizer a verdade sem carteira assinada.

    Att

    Kamila Almeida

  147. Kamila

    Hélio,

    Sou eu novamente. Havia entrado em contato falando que minha mãe abandonou o emprego há mais de 10 anos, e hoje queria resgatar o fundo de garantia. Vc me deu como resposta que teria q ir ao empregador antigo ou no Ministério do Trabalho pegar uma declaração via CAGED. Dei uma ligada para um posto do MT e me trataram de forma grossa dizendo que ela NÂO pode reaver já que abandonou o emprego. Como posso proceder? Ela tem ou não esse direito? Já está há mais de 12 anos para dizer a verdade sem carteira assinada.

    Att

    Kamila Almeida

  148. Alexandre A

    Bem.. gostaria de salientar um duvida minha quanto a direitos meus… parei de trabalhar na minha empresa no dia 07/11/2008 veio um telegrama que fui desligado da empresa por passar dos 30 dias cartas esta enviada em 08/12/2008.. quanto a isso quais os direitos que terei a receber… e quais perderei digamos…. desde ja obrigado

  149. Helio Rodrigues Araujo

    Alexandre

    Seus direitos dependem de uma variável importante, quando foi sua admissão na empresa. Sem ela não temos como lhe dizer quais são seus direitos. S.M.J.

    Um bom natal e um próspero ano novo.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  150. Alexandre A

    Minha Admissão foi em 17/12/2007 fecharia um ano em 17/12/2008

  151. Alexandre A

    comecei a trabalhar em 17/12/2007 na empresa

  152. adriana

    Olá, Eu tinha uma funcionária doméstica paraguaia que dizia estar regularizando sua situação. EU pedi várias vezes os documentos e também a carteira de trabalho para regularizar mas ela sempre dizia que ia estar pronto em breve. Eu sempre paguei ela corretamente como se tivesse a carteira assinada e ela me dava os recibos. Mas, em vista da nao apresentaçao de documentos, eu decidi nao poderia mas ficar com ela. Avisei um mes antes dela sair e uma semana antes de terminar o pre-aviso ela começou a trabalhar em outro local e nao me justificou a ausencia. Agora, ela nao aparece para receber os direitos desde a ultima semana de novembro. Ja enviei telegrama, e hoje pus anuncio. Como devo proceder? e o que aconteceria caso ela me conteste na justiça?
    brigada pela resposta,
    Adriana

  153. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana

    Pode ficar tranquila, se tens esses documentos que dizes. Guarde-os por até 5 anos, pois a qualquer momento que ela lhe questionar, tens os documentos que comprovam sua boa-fé e os pagamentos que fizestes a ela.

    Um feliz natal e um ano pleno de realizações.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  154. Taiane N.

    Sou funcionária pública com cargo em comissão, estou de licença maternidade, porém trabalhei até o dia do nascimento da minha filha (14/10/2008), ao receber meu holerite não constava o valor do vale transporte referente aos dias que trabalhei, reclamei ao RH mas disseram que não iriam creditar o valor pois sai de licença. Mas e quanto aos dias que trabalhei?! Tenho direito a receber este valor? Como alegar e reclamar este direito ao RH? Grata.

  155. Carla Nascimento

    Olá
    Trabahei durante 1 mês e 15 dias em uma empresa como cabelereira. O estabelecimento não é caracterizado como salão de beleza e sim um centro técnico de uma empresa de cosméticos. Fiz um acordo verbal com a dona e pedí que ela não assinasse minha carteira no período de experiência. A mesma concordou. Enfim, não gostei da empresa e avisei que não ia trabalhar mais. Abandonei o serviço. Restou 350,00 para eu receber de salário, porém a chefe informou que não me pagaria pois segundo ela, “eu havia pedido para ela comprar um kit de maquiagens no valor de 800,00″, fato que não é verdade, eu apenas fiz uma lista com uma sugestão de compra. Ela disse que iria me pagar eses 350,00 em maquiagens. Isto procede? Ela pode fazer isto? Tenho direito de receber os 350,00 referentes aos dias que eu trabalhei?
    Obrigado

  156. Helio Rodrigues Araujo

    Taiane

    Nosso entendimento é que tens direito sim, para reclamar faça um requerimento e protocole no RH e aguarde a resposta. Com bae nela, procure o caminho da justiça.

    Um bom natal e um ano cheio de novas realizações.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  157. Helio Rodrigues Araujo

    Carla Nascimento

    Claro que tens direito de receber seus direitos trabalhistas em dinheiro. Procure a justiça do trabalho que esse abuso não pode ser cometido pela empresa em hipótese alguma.

    Um bom natal e um ano de novas realizações

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  158. Milena Zanotto

    Boa tarde,
    Eu e meu marido trabalhamos na mesma empresa em São Paulo há quase dois anos.
    Viemos do interior e agora no fim de ano precisamos emndar entre os dias 24/12 e 04/01 para que meu marido passe por exames por lá, pois aqui na empresa ele é o unico a não ter plano de saúde. Eu sou bipolar e praticamente gastamos nosso 13º em medicamentos e nesse momento preciso muito da minha família.
    Fomos solicitar a emenda para o empregador e ele não nos deixou nem terminar de falar….não temos dinheiro para voltar para trabalharmos apenas dois dias (29 e 30 Dezembro). Estamos decididos a falatar…poderemos ser mandados embora?

  159. Sonia Chequer

    Por gentileza, solicito esclarecimentos como proceder diante da seguinte questão:
    a minha empregada doméstica, durante o período de aviso prévio de 28/11 a 27/12, começou a faltar e telefonou dizendo estar com atestado médico. Ela já está faltando por mais de quinze dias. Ela começou a faltar no dia 8 de dezembro. Os primeiros quinze dias terminaram no dia 22 de dezembro. Por telefone, ela me disse que a perícia no INSS estava marcada para o dia 30 de dezembro, depois, portanto, do término do período de aviso prévio. Pergunto:
    1. O pagamento dos primeiros quinze dias é de minha responsabilidade?
    2. Como a perícia no INSS foi marcada para o dia 30 de dezembro, após o vecimento do aviso prévio, 27/12, poderei dar baixa na carteira no dia 27 de dezembro, mesmo ela estando com um atestado médico cobrindo os dias a partir de 23 de dezembro?
    3. A perícia tendo sido marcada para o dia 30 de dezembro, o INSS retroagirá o auxílio doença ao dia 23 de dezembro?
    4. Caso o INSS não retroaja o auxílio doença ao dia 23 de dezembro, como ficam os dias de 23 de dezembro a 29 de dezembro?
    Como fica o aviso prévio, cuja data vence no dia 27 de dezembro?
    Por favor, responda urgente, se possível também para o meu e-mail.
    Obrigada
    Sonia Chequer

    3.

  160. Muniz

    Bom dia…
    Comecei a trabalhar numa empresa no dia 01/10/2008, trabalhei até o dia 22 do mesmo mes, pois tive que me internar para me operar . voltei a trabalhar no dia 1 /11/2008. pois meu ultimo dia foi 10/11/2008. e estou ate a data de hoje sem trabalhar ,ja fui no meu trabalho pedir demisao só que eles nao queseram dar a minha demissao , gostaria de saber ,se eu estou correndo rinco de abandono de emprego.

  161. NALDO SILVA

    Olá! trabalhei 3 anos em uma empresa, pedi conta dessa empresa, porque recebi proposta em outra empresa, sendo que essa empresa cancelou a minha admissão o que eu faço? Tenho como ganhar na justiça?

  162. Valéria Fereira

    Gostaria de parabenizá-los pelo site e pelas respostas.
    Gostaria também de enviar uma dúvida. Tenho uma funcionária que está grávida, mas não aparece no emprego Há mais de 30 dias corridos. Posso dar justa causa nela por abandono, pois já enviei várias notificações e solicitações para que ela compareça no emprego, mas ela permanece inerte.
    Obrigada.

  163. Helio Rodrigues Araujo

    Milena Zanotto

    Ser mandados embora do serviço é uma decisão de seu empregador! Deves entender que esse tipo de solicitação tem que conciliar interesses de empregados e empregadores, entendo que nada que um bom diálogo não resolva. Coloque francamente a sua situação e com certeza teras um bom termo nessa negociação.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  164. thamires santos

    gostaria de saber se eu faltar um dia sem atestado médico em uma semana que haja um feriado,quantos dias serão descontados na folha de pagamento?obs:sou balconista de uma loja de roupas jeans.

  165. Helio Rodrigues Araujo

    Sonia Chequer

    Respostas: 1) Sim os primeiros quinze dias são de sua responsabilidade
    2) Sim, pois segundo seu relato ela conseguiu a testado médico depois de assinar o aviso prévio.
    3) Essa é uma decisão individual que caberá ao INSS e a empresa não tem como interferir.
    4) Conforme as respostas anteriores, cabe a previdência essa decisão.
    Na data de vencimento do aviso prévio faça a rescisão contratual, pois segundo seu relato ela sé falou em atestado, não o apresentando e como o mesmo é de 15 dias, na data de vencimento do aviso ela não estava mais afastada por doença. S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  166. Helio Rodrigues Araujo

    Muniz

    Essa situação pode ser resolvida, em nosso entendimento, com bom senso, volte ao seu empregador e lhe mostre que não pode, ou não quer, mais trabalhar lá e com um bom entendimento, que deve ser bom tanto para o empregado quanto ao empregador, podem chegar a um bom termo em sua situação. Se você deixar de trabalhar sem justificativa por trinta dias ininterruptos, com certeza pode ser consignado o abandono de emprego. S.M.J

    Hélio R. Araújo
    Gestor da pagina

  167. Helio Rodrigues Araujo

    Naldo Silva

    Situações individuais, tem que ser tratadas como tal, afirmar que o Sr. pode ganhar algo na justiça é muito complicado, pois um processo exigi uma parafernália de situações burocraticas e tem que ser analisado individualmente. Nossa legislação é tão complexa que a maioria dos casos judiciais são ganhos ou perdidos, pois minudências juridicas, que por fatos concretos e tácitos.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  168. MEIRE CRISTINA CÂNDIDO

    por favor como fica o contrato de trabalho enquanto aguardo recuso junto ao INSS? fiquei afastada sete anos, me deram alta e não passei nas perícias. posso ser demitida enquanto aguardo orecurso administrativo no INSS? me disseram que demora até seis meses para a ajunta médica julgar…
    obrigada

  169. MEIRE CRISTINA CÂNDIDO

    desculpe a LER me dificulda digitar… entrei com recurso no INSS. eu digitei recuso. quero saber sobre abandono de emprego, se posso ser demitida por abandono de emprego enquanto aguardo. nos meus papeis consta código 31, mas para o INSS, no prontuário, consta doença do trabalho. obrigada

  170. Helio Rodrigues Araujo

    Valéria Fereira

    Sim, caso a senhora prove o que disse, sem duvida pode sim demiti-la por abandono de emprego. Ela também pode constestar a rescisão, caso suas provas não sejam robustas, ela terá vários direitos podendo receber os salários, até que dê a luz e até cinco meses depois, como indenização. S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  171. adriana

    Obrigada Hélio pela sua resposta,
    Parabéns pela página, e feliz ano novo!
    Adriana Lubambo

  172. Kamila

    HÉLIO,

    ENTREI EM CONTATO ANTES COM VOCÊ, PARA FALAR SOBRE O CASO DA MINHA MÃE. SEGUE ABAIXO O QUE HAVIA ME DITO

    Kamila

    Para ela reaver o dinheiro do FGTS ela precisa ir ao empregador anterior e conseguir uma copia de sua Rescisão contratual e com ela em mãos e a comprovação de que está a mais de três anos sem carteira assinada, receber o valor integral do FGTS na Caixa Economica Federal mais próxima. Caso o empregador não exista mais, pegar no Ministério do Trabalho uma comprovação via CAGED da data da baixa na carteira e com a comprovação de mais de três anos sem a carteira assinada, receber o valor do FGTS.

    Espero ter ajudado.

    Hélio R. Araújo

    FOMOS ATÉ O MINISTÉRIO DO TRABALHO E PEGAMOS A DATA DA BAIXA DA CARTEIRA, MAS O EMPREGADOR AINDA EXISTE, PORÉM É A ANTIG TELEMAR, HOJE SENDO A OI. QUANDO NOS DIRIGIMOS A CAIXA ECONOMICA ELES NÃO QUEREM ACEITAR. COMO POSSO PROCEDER?

  173. Helio Rodrigues Araujo

    Thamires Santos

    A regra para faltas e desde que seu salário seja fixo é: A cada falta semanal, independente de ter feriado na semana ou não, é descontado o descanso semanal remunerado. Portanto são descontados dois dias de salário. S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  174. Helio Rodrigues Araujo

    Meire Cristina Cândido

    O procedimento por parte da empresa, pode ser esse de lhe demitir por abandono de emprego, pois se a previdência lhe deu alta a empresa não pode ficar aguardando o julgamento do recurso. Mais em sendo aceito seu recurso podes receber da previdência todo o tempo que ficou aguardando o recurso. S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  175. Helio Rodrigues Araujo

    Meire Cristina Cândido

    Espero já ter sanado sua duvida na resposta anterior. Caso ainda continue alguma duvida estaremos sempre dispostos a responder dentro de nossas limitações.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  176. leocadio

    Trabalho em uma empresa a dez anos.A aproximadamente 01 ano fui emcaminhado pela
    mesma para o INSS e por varios fatores ainda não consegui realizar a pericia no
    INSS.Recebi um comunicado da empresa solicitando o meu retorno ou qu justifique
    o longo periodo de afastamento sob risco de ser classificado como abandono de em-
    prego.
    O que fazer nesse caso?
    Caso não retorne e nem justifique quais os meus direitos financeiros?Já que estou
    aguardando pericia no INSS encaminhado pela propria empresa.

    Grato,

  177. Douglas

    Fui para a praia sem avisar o meu chefe e fiquei uma semana lá.
    Posso ser demitido por justa causa por isso?

    Obs:Tenho 7 meses de trabalho nesta firma

  178. Helio Rodrigues Araujo

    Kamila

    Procure a OI e consiga com eles uma cópia de sua rescisão, com ela se dirija novamente a CEF, que eles com certeza vão lhe pagar ou justificar porque não o fazem. Com base na justificativa deles, procure um advogado trabalhista que a podera ajudar a resolver a questão, pois se houver todas as condições de receber, não existe porque a CEF se negar a restituir o dinheiro que é dela.

    Sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  179. Helio Rodrigues Araujo

    Leocadio

    Justifique o período de faltas, de preferência anexando os documentos que comprovam o que o Senhor diz, que com certeza ficaras resquardado de qualquer penalidade que a empresa possa lhe impingir. Quanto aos seu direitos o melhor é procurar a sua empresa e verificar com ela em qua situação o Sr. se enquadra atualmente, pois só com essa informação é possivel calcular seus direitos.

    Sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  180. Sara

    Gostaria de saber o seguinte:
    Trabalhei dois dias em uma empresa e odiei. então no 3º dia comuniquei a empresa por telefone que eu não queria mais ficar lá. Pelo pouquíssimo tempo que estive lá, nem deu tempo de levar minha CTPS, nem foi feito contrato de trabalho; ou seja, digamos que trabalhei informalmente lá durante 2 dois dias ( sem registro algum). O problema é que a empresa parece que ficou com raiva e esta me obrigando e levar minha CTPS para que me resgitrem os 2 dias que fiquei lá. ou seja, eles querem é sujar minha CTPS.
    Eu sou leiga no assunto, mas creio que não sou obrigada a levar minha CTPS, uma vez que não há registro algum de admissão nem contrato de trabalho, entende-se que nunca fui funcionária de tal empresa, correto? Gostaria de tirar esta dúvida, pois a empresa esta mandando telegrama pedindo para que leve minha CTPS pra eles. Sou obrigada a levar?

  181. Helio Rodrigues Araujo

    Sara

    Não entendi o sujar sua carteira, o que mais nos temos no Brasil, são pessoas que nunca trabalharem e por isso não conseguem trabalho seguinte, a empresa quer lhe registrar e você diz que vão sujar sua carteira. Ninguém é obrigada a fazer o que não quer, isso se aplica ao seu caso também. Pelo jeito a empresa lhe registrou com os dados que tinha então eles precisam da sua CTPS para formalizar isso, entre em contato com eles e coloque a sua situação pois está me parecendo que eles querem isso.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  182. Karina Martins

    No dia 8 de dezembro de 2008 levei para a empresa a carta de alta do inss por auxílio doença e não retornei mais ao trabalho. Estou gestante de quase 8 meses e a empresa tem conhecimento disso.
    Pelo tempo da carta do inss que levei já deu o tempo de abandono de emprego, porém até hoje não chegou nenhuma correspondencia na minha residencia.
    Eu gostaria de saber se eles podem me mandar embora por abandono de emprego mesmo eu estando gestante e eles sabendo.
    E se eu tenho direito à receber o salário maternidade pela empresa?

  183. Helio Rodrigues Araujo

    Douglas

    Pode sim, caso a empresa precise dos seus serviços, ela podera também lhe dar só uma advertência, para que em uma próxima falta grave, o sr. posse ser demitido.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  184. claudia

    trabalho em hospital e tem um deles que se chegarmos apos os quinze minutos de tolerancia manda o funcionario volta mesmo sabendo que estamos vindo de outro´sabendo que neste mesmo hospital tem vezes que saimos de la para irmos para a outra instituição e chegamos atrasados e nos aceita o moral da historia,é legal ele mandar o funcionario volta depois falar que é falta para descontar do salario do funcionario e quando chega as ferias tem mas descontos.pois muitas vezes uultrapassa o numeros de dias ai vc nao tira os trinta dias e la vem mas descontos
    devido as faltase justo isso o que fazer.obrigada espero resposta.

  185. Helio Rodrigues Araujo

    Karina Martins

    Sim, eles podem lhe demitir por abandono de emprego, pois sua licença maternidade que sera de quatro meses, inicia-se com o nascimento do rebento. Sim tens sim direito de receber o salário maternidade pela empresa empregadora. Como eles estão sabendo que a senhora está grávida, tens um documento (atestado) que comprova isso? pois as vezes a gente se esquece que no relecionamento patrão empregado, tem que haver documentos que comprovem os fatos e não somente palavras.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  186. Karina Martins

    Sim a empresa tem no documento que o médico do trabalho preencheu quando eu levei a minha alta do inss do auxílio – doença.

  187. thais

    eu estou cumprindo aviso previo dsde dia 8 de janeiro tive que faltar 3 vezes por questoes pessoas eles podem me mandar embora por abandono de trabalho??

  188. ANDREA

    olá, gostaia que vc me ajudasse.Minha mae tem uma funcinaria q demonstrou interesse e ser registrada.Porém, depois que minha ame disse como funciona, seus deveres, uma vez registrada, elanao trás s documentos necessarios que minha mãe vem sempre pedindo. Não tras Rg, comprovante de residencia, carteira de trabalho. Estamos com receio e minha mae nao está satisfeita com ela. como devemos proceder neste caso?

  189. Helio Rodrigues Araujo

    Claudia

    Sim, caso o regimento interno da empresa esteja claro que o tempo máximo de atraso é de 15 minutos, também esta na legislação que eles podem considerar como falta e descontar essas faltas em sua férias. O que fazer? em nosso entendimento: Flexibilizar esses horários para que a senhora tenha condições de chegar sempre no hoário, e/ou abdicar de um emprego em função de se dedicar mais ao outro, e/ou ter uma conversa franca com seu empregador e mostrar-lhe sua dificuldade atual, toda essa sua situação pode ser resolvidas com uma conversa franca a aberta entre empregado/empregador.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  190. SABRINA DANTAS

    Boa tarde Sr. Hélio,

    Estou com um caso aqui na empresa (trabalho no depto. pessoal) que está me preocupando: um funcionário admitido em 02/12/2008 estava trabalhando para nossa empresa alocado (prestando serviços) em um cliente nosso até a 1ª semana de Janeiro. No dia 09/01/09 fui comunicada que nosso cliente não precisaria mais do serviço deste funcionário . Ligamos para o funcionário para que este começasse a trabalhar em nossa sede a partir do dia 12/01/09.Nesse dia ele veio trabalhar em horário normal.Porém, desde então ele tem faltado sem justificativa.
    Entramos então em contato por telefone e falamos com a esposa dele, que surpreendentemente nos informou que ele não havia retornado para casa no dia 12/01, e que avisou que estaria viajando à trabalho pela empresa.
    Tentamos de todas as formas entrar em contato com ele através de telefone celular, e o fato é que ele , até a presente data, não voltou para sua residência e também não esteve na empresa (inclusive não esteve na empresa onde prestou serviços até 09/01/09).
    Conversei com a esposa deste funcionário, que recebeu uma ligação dizendo que ele estava em um hospital, porém constatou que não se tratava dele.
    Sugeri à esposa que se dirija a uma delegacia e registre um Boletim de Ocorrência, para registrar o ocorrido (possível desaparecimento) e pedi uma cópia deste B.O (para ter conosco comprovando a ausência do funcionário).
    Gostaria de saber se minha conduta foi correta e o que a empresa deve fazer em relação a isso?
    Fico no aguardo de uma opinião e desde já parabenizo pelas informações prestadas , sendo de grande valia para pessoas como eu, que não possuem conhecimentos aprofundados.

    Muito obrigada,
    Sabrina Dantas

  191. Elizabeth

    Oi…

    Preciso de ajuda. Tive um problema sério de relacionamento e precisei sumir por uns tempos… morro de vergonha de falar disso… Enfim, sumi mesmo, de casa, dos amigos e do trabalho. Comecei na Empresa no dia 3 de dezembro. Por conta desse “problema”, faltei um dia já na semana seguinte. Não assinei meu contrato de trabalho, mas a empresa registrou minha carteira direitinho… daí vieram os feriados de fim de ano e eles emendaram tudo. Voltamos ao trabalho no dia 5 de janeiro e eles e pagaram certinho o salário de dezembro de todo mundo no dia 8 de janeiro, isso me deixa com mais vergonha ainda… Então… tive que fugir, e ainda estou sumida desde o dia 12/01… e não poderei voltar tão cedo para a minha cidade por causa da gravidade do problema que enfrento. Como fica a minha situação? Sem Contrato assinado eles podem me demitir por abandono de emprego? Por favor, me ajudem…

  192. Elizabeth

    Complemento: Entrei em 3/12/2008. Será que ainda estou em experiência? na CTPS só tem o registro: data, salário e função… não fala nada de experiência, acho que isso fica no Contrato que eu não assinei…

  193. Helio Rodrigues Araujo

    Karina Martins

    Se a empresa está de posse do documento, não tem com o que se preocupar a senhora está conforme o que preceitua a legislação, portanto terá todos os direitos.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  194. Helio Rodrigues Araujo

    Thais

    Não, somente se caracteriza o abandono, faltas ininterruptas por 30 dias consecutivos. O que eles pode fazer é adverti-lo e suspende-lo e com base nessas advertencias demiti-lo por justa causa. S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  195. LMarcal

    O meu irmão está faltando há mais de 20 dias ao serviço e o supervisor dele liga direto solicitando a presença dele na empresa pelo menos para conversar e acertar a situação dele, ou pedir para ser mandado embora ou voltar a trabalhar, mas ele não comparece.
    A minha dúvida é a seguinte: ele terá direito ao seguro-desemprego, rescisão contratual, férias, 13º salário?
    Ele está achando que será mandado embora simplesmente e que receberá tudo o que eu citei anteriormente.
    Por favor esclareça essa dúvida para que eu possa advertí-lo da burrada que ele está fazendo que é se enquadrar num “Abandono de emprego”.

  196. Helio Rodrigues Araujo

    Andrea

    Demiti-la imediatamente, pois se ela se recusa a trazer os documentos não pode ser aceita como funcionária em hipotese alguma, pois no final do processo, valerá a a palavra dela contra os seus documentos, como a senhora não tem documento algum provando que ela não trouxe os dela, a senhora que sera penalizada por não registrar a sua carteira. Nesses casos nao existe meio termo, ou se registra a CTPS e fica com a funcionaria, ou não fica com ela.

    um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  197. Helio Rodrigues Araujo

    Sabrina Dantas

    Entendo que a relação da empresa com o funcionário, tem que ser feita de forma legal, tens que solicitar o retorno dele através de todos os meio possíveis e comprovaveis de pedido de retorno ao trabalho. Caso ele falte sem justificativa por 30 dias seguidos, ele pode ser demitido por abandono de emprego. Essa situação do B.O é uma situação que tem que ser vista pela familia, com a empresa não tendo necessariamente que aceitar essa situação. S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  198. Helio Rodrigues Araujo

    Elizabeth

    Situações constrangedoras acontecem com todos nós. Se a senhora tiver 30 dias de faltas ininterruptas no trabalho sem justificativas legais, a empresa pode sim demiti-la por abandono de emprego, mesmo sem o contrato assinado, pois a senhora, segundo diz, teve a carteira assinada e o contrato homologado. S.M.J.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  199. Helio Rodrigues Araujo

    Elizabeth

    Caso eles tenham feito um contrato de experiência e a senhora não tenha assinado, isso acaba ficando sem efeito, pois a senhora abandonou o emprego.

    Sucesso e espero que resolva suas situações adversas.

    Hélio R. Araújo
    gestor da página

  200. Elizabeth

    Muito Obrigada pela atenção, Sr Hélio. Quanto à situação constrangedora… agradeço a atenção, mas reconheço que sou eu quem precisa tomar uma atitude, mas obrigada, novamente, pela compreensão.

  201. Helio Rodrigues Araujo

    LMarcal

    Caso ele continue a faltar sem justificativa, podera ser demitido por abandono de emprego e perdera todas as clausulas que a senhor citou, menos a rescisão contratual, que é o instrumento utilizado pela empresa para acertar com o funcionário.

    Um grande abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo
    gestor da página

  202. Helio Rodrigues Araujo

    Elizabeth

    Continue sempre acessando que nos comprometemos a manter os assuntos sempre atualizados.

    Sucesso sempre

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  203. jean christian

    ola !! tinha um ajudante geral de obras, ele começou a faltar no serviço e ja nao mais fazia o que tinhamos combinado. bom ele ganhava um pouco mais que os outros pq tinha mais tempo de casa (6 meses) e devido ao transtorno que vinha me causando resolvi abaixar o salrio dele para o mesmo dos outros que é 480 reais. dai entao ele, nao apareceu mais na obra. passaram-se 35 dias ele me apareceu com um papel dizendo que eu devo 4.000 reais pra ele.
    gostaria de saber se ele tem algum direito ja que ele nao apareceu mais no serviço.

  204. Helio Rodrigues Araujo

    Jean Cristian

    Para que ele não tenha mais direito, o senhor tem que comprovar que ele faltou esses dias, a prova é a consignação das faltas na folha de pagamento e a sua convocação por qualquer meio disponível, exemplo: carta com AR respondido, pois assim pode ficar caracterizado o abandono de emprego. A partir disso, mesmo ele tendo abandonado o emprego, tem direito a algumas verbas trabalhistas, como exemplo, férias vencidas, saldo de salário, dentre outros. O melhor é o senhor procurar um contador de sua confiança e mostrar a ele esse papel e acertar com ele (contador), os direitos que o seu funcionário realmente tem.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  205. adriane pinheiro

    olá!! sou vendedora e venho sendo caçoada dentro da loja por uma vendedora,nao dei parte pois nem sei se a polícia registraria isso! e tbm quem seria minha testemunha trabalhando la! o que acontece é que fiquei desmotivada e comecei a faltar primeiro faltei 13 dias, retornei e trabalhei um dia normal
    entao qndo retornei eles me deram uma advertencia que eu nao assinei falei q só assinaria mediante ao juiz, pois falei que eles tbm estam errados pois nem hora extra eles pagam e nem me deram minhas folgas referentes aos 2 domingos trabalhados no mes de dezembro; após esse dia não retornei faltei 28 dias entao retornei e eles me deram uma advertencia e uma suspensao de tres dias.(eu assinei essa suspensão e a advetencia) entao voltei a trabalhar só que hje faz uma semana e eu faltei hoje sem atestado gostaria de saber se eles podem me dar uma justa causa? tbm gostaria de saber se eles tem que me pagar esses 3 dias em q fiquei suspensa? e tbm qto ao constrangimento que venho passado de uma funcionária que fica deboxando de mim!
    obrigada

  206. Marcos Romano

    Bom dia.
    Tenho um funcionário que arrumou emprego em outro local, e com isso começou a chegar tarde e faltou 2 dias (só descontei um dia e não fiz advertência), depois de um tempo semana passada dia 09/02/09 ele não apareceu mais no emprego (fiz uma advertência no dia 10/02/09, mas ele não vei mais), hoje dia 17/02/09 estou mandando um telegrama para que ele compareça no trabalho. Ontem dia 16/02/09 fui fazer uma pesquisa na justiça trabalhista e constatei que o mesmo entrou com uma ação trabalhista, mas até agora não recebi a citação e também não tomei ciência na vara trabalhista.
    Como deve proceder?
    A advertência pode ser assinada por mim empregador?
    Continuo os procedimentos de rescisão de contrato após os 30 dias, mesmo recebendo a citação?
    A audiência é para o dia 25/03/09, até lá ele não comparecendo posso rescindir o contrato?
    Obrigado

  207. cassio

    eu estou faltando do servico a 5 dias por falta de pagamento eles podem me mandar embora por justa causa

  208. Janeth

    boa noite,
    gostaria de saber, qd um empregado está cumprindo aviso e falta ao serviço, estas faltas serão descontas na contagem de dias nas férias?
    por exemplo: ela trabalhou 5 meses (01/01 a 30/05/2008) e em seu aviso prévio, faltou 16 dias, as faltas serão descontadas para pagamento da férias ou melhor ele irá perder 1/12 de férias? sendo 4 meses e não por exemplo, ou redução dos trinta dias de férias proprocionais ou somente para gozo?
    grata,

  209. cristiane

    estou grávida e o meu patrão não quer mas que eu vá trabalhar, ele disse que vai continuar me pagando porém não quer mais a minha presença em seu estabelecimrnto, mas ele não quer me dar nenhum papel que compro ve que ele está me afastando, ele pode estar me mandando embora por abandono de emprego?

  210. Helio Rodrigues Araujo

    Adriane Pinheiro

    Sim podem lhe dar uma justa causa, pois a senhora tem reiteradas vezes faltado sem justo motivo. Sem duvida o prazo de suspensao tem que ser remunerado, quanto ao deboche que a senhora vem sofrendo, deves procurar seu superior imediato e fazer com que ele tome uma atitude quanto ao fato, caso isso não seja resolvido, procure a justiça para reparar os danos que a senhora acaso tenha sofrido.

    Um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  211. adriana

    Bom dia, gostaria de saber se uma gestante que esta no 7ºmes ela foi ate o medico e ele da um atestado de 15 dias , bom duvida: este periodo de 15 dias e descontado nos 120 de licença maternidade?

  212. Helio Rodrigues Araujo

    Marcos Romano

    O que tem que fazer é proceder ao desconto dos dias não trabalhados, pois eles vão fazer prova e seu favor quanto a ação trabalhista. A advertência tem que ser assinada pelo empregado ou por duas testemunhas que conheçam os motivos da advertência. Sim deve continuar os procedimentos de rescisão, mesmo porque o senhor ainda não tomou ciência da citação. Ele completando os trinta dias ininterruptos de faltas injustificadas lhe da o direito de fazer a rescisão.

    Um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  213. Helio Rodrigues Araujo

    Cassio

    Esse seu questionamento é muito genérico dificulta nossa resposta. Mais se faltar ao trabalho sem justificativa, pode sim ser mandado embora por justa causa.

    Um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  214. Helio Rodrigues Araujo

    Janeth

    A jurisprudência não é pacifica nesses casos, pois alguns juízes entendem que há dupla penalização, pois além de descontar os dias não trabalhados, podendo inclusive incluir o desconto dos dias de descanso remunerado, ainda desconta nas férias. Mais nosso entendimento é que a regra geral estabelece que sim, podemos descontar os dias de faltas nas férias, portanto use o bom senso e tome a sua decisão.

    Um grande abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  215. Helio Rodrigues Araujo

    Cristiane

    Claro que não, a senhora tem assegurado sua estabilidade até cinco meses depois de comprovado o nascimento de seu filho. Ele (seu patrão) está agindo de forma tosca. Se ele estiver lhe remunerando corretamente, não tem porque se preocupar, ele não lhe dá nenhum papel, pois como a decisão dele não tem respaldo jurídico ele não pode lhe dar um. Continue mantendo sempre o contato com sua empresa, nem que seja para visitar seu patrão, pois assim ele continuara afirmando que a senhora não precisa trabalhar até ter o filho e cumprir a estabilidade. Sempre que for ao médico para os pré-natais exija dele um atestado e entregue na empresa contra recibo, para que a senhora tenha provas que continua tendo vinculo com a empresa. Quando do nascimento de seu filho, pegue o atestado dele e leve juntamente com a certidão de nascimento e a carteira de vacinação atualizada e entregue também contra recibo, assim a senhora estara cumprindo a sua parte.

    um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  216. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana

    Não. Os 120 dias de licença são contados a partir do nescimento vivo do bebê. Então esses 15 dias não podem ser descontados em hipótese alguma dos 120.

    um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  217. Ted Rommel Gonçalves

    Gostaria de esclarecer uma dúvida: Tenho um Pet Shop e meu tosador abandonou as funções sem a devida comunicação, e a pedido do mesmo não fiz o registro em carteira pelo fato do referido estar em demanda trabalhista com o ultimo empregador. Ressalto ainda que em data de 13 de fevereiro, o referido funcionário deixou escapar um cão de uma cliente, sendo que esta falha se deu pelo fato de o mesmo não ter utilizado os equipamentos de transporte e segurança como determinado pela empresa. A dúvida é: mesmo sem registro em carteira, posso alegar Abandono de emprego? E quanto a falha, posso alegar justa causa? Desde já agradeço e aguardo resposta.

  218. Helio Rodrigues Araujo

    Ted Rommel

    Sim, entendemos que o registro na carteira é uma mera formalidade legal, o funcionário tem os mesmos deveres para com a empresa, e a empresa as mesmas obrigações para com ele. Quanto a falha cometida é pequena para caracterizar uma justa causa, no máximo pode lhe dar uma advertência escrita e uma suspensão.

    Espero ter ajudado

    Hélio R. Araújo
    Gestor da página

  219. rosilene aparecida santos

    bom dia estou gravida de 7meses e meio e a empresa em que eu trabalho um call center mandou varias pessoas embora e eu como estou gravida e não poderia ser demitida mandaram q eu aguardasse em casa um contato, fiquei meio com medo mas confiei eles mandaram um telegrama de abandono fui até o RH ver o q estava acontecendo e disseram q houve um erro de sistema e não constava que eu estava gravida entreguei um exame de gravidez a eles pedi uma garantia para não ter problemas e a funcionária disse que eu poderia desconciderar o telegrama e que eu estava gravida que eu tinha estabilidade,mas foi tudo verbal e mandou q eu continuasse no aguardo e ontem fiquei sabendo que fui mandada embora por abandono, o que eu faço por favor!!!!

  220. Vera B

    Trabalhei em 1991 em uma escola (regime CLT), registrada. Em janeiro de 92, fui ä escola e entreguei minha carta de demissão. Voltei um tempo depois para pegar minha carteira profissional e constava como abandono de emprego. Retornei a dar aulas em 96. Agora gostaria de regularizar minha situação para que esse ano(91) conte para minha aposentadoria. Obs. A escola fechou há alguns anos

  221. Vera B

    Trabalhei em 1991 em uma escola (regime CLT), registrada. Em janeiro de 92, fui ä escola e entreguei minha carta de demissão. Voltei um tempo depois para pegar minha carteira profissional e constava como abandono de emprego. Retornei a dar aulas em 96 em outra escola. Agora gostaria de regularizar minha situação para que esse ano(91) conte para minha aposentadoria. Obs. A escola fechou há alguns anos

  222. jaqueline regina

    Gostaria de saber se a empresa de telemarketing pode falar que abona meu dia,porque eu levei a minhA filha ao medico mas diz que eu devo horas a empresa,e que tenho que trabalhar essas horas abonadas porque eu ganhei o dia por ter acompanhado minha filha ao medico,mas tenho que pagar essas horas.É verdade que isso é lei na minha categoria?

  223. Helio Rodrigues Araujo

    Rosilene

    A senhora tem estabilidade no trabalho e nao pode ser demitida. Caso tenha sido, busque seus direitos na justiça do trabalho e receberas os valores correspondentes a seus 120 dias de trabalho depois do nascimento do bebê, bem como aviso prévio, férias e 13º proporcionais como manda a Lei. Portanto a senhora tem todos os requisitos de direitos e não pode ser demitida, caso seja, terá direito a indenização correspondente aos valores previstos.

    Hélio R. Araújo
    gestor da página

  224. Helio Rodrigues Araujo

    Vera

    O simples registro em sua carteira profissional, prova o seu tempo de serviço, bem como conta para sua aposentadoria. Possivelmente esse período já conste dos sistemas da previdência e a sra. não precisara fazer nada para comprova-lo. Para confirmar isso, dirija-se a uma agência da previdência e peça um extrato de seu tempo de serviço, caso não conste esse período, faça uma requerimento simples e junte uma cópia da carteira de trabalho e estara consignado seu tempo de serviço.

    Um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo
    (99) 3523 2255

  225. ANDERSON ROCHA

    O INSS ME DEU ALTA POREM MEU PSQUIATRA NÃO FAÇO TRATAMENTO CID F239, E HOJE TENHO PAVO EM PASSA EM FRENTE ONDE TRABALHO NÃO CONSIGO ENTRA NEM PRA PEDIR PRA ELES ME MANDAREM EMBORA PENSEI EM PROCESA A EMPRESA POR FAVOR ME DE UM SOLUÇÃO ESTOU DESESPERADO…

  226. Helio Rodrigues Araujo

    Jaqueline

    Sim, ela não pode proibi-la de acompanhar sua filha, mais isso não siginifica que a sra. ganhou o dia. A empresa pode lhe cobrar através do banco de horas. Categoria alguma tem poder para fazer Lei, o que fazem é contrato coletivo, ou convenção coletiva de trabalho e nele ficar estipulado isso.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  227. Tatiane

    Ola.Gostaria que tirasse algumas duvidas minhas.
    Eu abandonei o emprego.O que eu faço com a minha carteira?
    A empresa faliu ! Eu posso tirar uma carteira nova?Posso arrumar outro emprego com carteira assinada mesmo eles nao tendo dado baixa?

    Obrigada!

  228. Tatiane

    Tem como eles darem baixa na minha carteira sem eu apresentá-la.Por exemplo o contador tem a xrox da carteira.É possivel eu conseguir um emprego, sendo o contador dado baixa mas nao escrito na carteira?

  229. delfina

    Tenho um funcionario que me continua me prejudicando por faltas,faltou um a semana toda, nao deu noticias.Quero demiti-lo. mas ele nao aparece.Ja ligueim varias vezes mas ate agora nada.

  230. rodrigo carius

    Boa noite. Tenho um funcionário q não aparece na empresa a 30 dias,desde quando foi proucurado pela justiça por não pagar pensão.O que devo fazer? não gostaria de ser injusto mais também não quero ser bobo.Aguardo resposta. OBRIGADO.

  231. Helio Rodrigues Araujo

    Anderson Rocha

    Seu problema é bem individual e para dar uma posição precisaria acompanhar melhor seu caso. Processar a empresa por qual motivo, o sr. tem como provar que foi a empresa que lhe causou o problema? Tente uma conversa até mesmo via telefônica com seu chefe imediato. Entendo que um bom diálogo pode resolver a maioria dos problemas. Outra solução também seria o sr. escrever uma correspondência a seu chefe imediato descrevendo o seu problema e pedindo a ele uma solução, peça a ajuda ao seu psiquiatra para lhe ajudar nessa correspondência. Com certeza o sr. encontrara uma forma de rsolver seu problema, basta que procure a melhor solução.

    um grande abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo

  232. FLAVIANE ANDRADE

    Boa tarde.
    estou afastada da empresa desde 27/01/2009 e estou recebendo auxilio doença,porem,não levei nenhum documento na empresa(do deferimento do beneicio),gostaria de saber se existe algum motivo para que a empresa caracterize o meu afastamento como abandono de emprego sem que eu seja notificada antes,caso isso aconteça,tenho como recorrer?

  233. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiane

    Continue a utilizar sua carteira normalmente. Somente precisa tirar uma carteira nova se a sua ficar totalmente preenchida. Sem duvida pode sim arrumar um novo emprego com a carteira sem ter sido baixada pela empresa anterior, isso não o impede de arrumar um novo emprego. Para regularizar sua situação, se dirija ao Ministério do Trabalho de sua região e solicite a baixa, demonstrando a eles que a empresa para a qual o sr. trabalhaa não existe mais e nao tem como ser encontrada.

    Sucesso sempre
    Hélio R. Araújo

  234. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiane

    Sem a sra. apresentar a carteira não tem como ela ser baixada, pois isso só acontece em sua carteira original. Isso não impossibilita a sra. de arrumar um novo emprego. Conforme a resposta anterior, o MTE tem um sistema denominado de CAGED, que consigna quando foi feita a sua rescisão contratual e com base nele consignar a data de sua saída da empresa.

    um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  235. Lys

    Tive uma empregada domestica que trabalhou com carteira assinada desde 01/08/08, saindo do emprego em 28/11/08. O caso e que ela abandonou o emprego. Eu lhe enviei dois telegramas pedindo para votar para acertarmos. Agora em marco /09 ela ajuizou uma acao me cobrando aviso previo, fgts, 40% deste e ferias proporcionais ao periodo de ABRIL/2008 A JANEIRO/09. Ela diz o seguinte: que nao era empregada domestica e sim AUXILIAR DE SERVICOS GERAIS, porque em minha casa tinha um SALAO DE BELEZA; que ela comecou a trabalhar em Abril/2008,(quando ela apenas prestou servicos de diarista no mes de maio e junho e julho) . Na minha casa tinha um quarto com equipamentos de um salao de beleza desativado. Eu estive de licenca maternidade de abril a julho. E o pior, e que ela estava de licenca pelo INSS desde 03/10/08 ate 19/01/09, SEM EU SABER.
    Como acham que devo proceder?

    Lys

  236. Helio Rodrigues Araujo

    Delfina

    A sra. tem que fazer constar na folha de pagamento dele, as faltas e incluir o descanso remunerado, ou seja a cada falta semanal ele perde o salário correspondente ao descanso remunerado. Ao ficar consignado 30 dias de faltas sem justificativa, ininterruptas, ele pode ser demitido por abandono de emprego. Lembrando que a sra. precisa comunica-lo do fato, através de correspondência com AR, se tiver seu endereço correto, ou por correspondêcnia protocolada entregue por alguém da sua empresa, ou por anuncio em jornal da região.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  237. Helio Rodrigues Araujo

    Rodrigo Carius

    Se ele não aparece a mais de 30 dias sem justificar as faltas, podes demiti-lo por abandono de emprego, terás que cumprir as formalidades de informa-lo, por qualquer meio que possas provar.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  238. Helio Rodrigues Araujo

    Flaviane Andrade

    É sua obrigação levar até a empresa, os documentos que comprovem sua situação. A empresa pode sim afasta-la por não ter os documentos que estão em seu poder e não foram entregues na empresa. Claro que a sra. vai poder recorrer do afastamento, porém não terá como provar que a empresa estava informada de sua situação. Então o melhor é a sra. regularizar a situação entregando os documentos que comprovam sua situação atual, exigindo que a empresa lhe dê um recibo de que recebeu o comunicado.

    Hélio R. Araújo

  239. Eliana

    No caso de pedido de demissão o funcionário ainda tería direito a PTS, PLR e algum outro benefício contido na convenção coletiva da categoría.
    Aguardo resposta e obrigada pela atenção.

  240. Helio Rodrigues Araujo

    Lys

    Esse seu caso por ser bem especifico, precisa a senhora encontrar um advogado trabalhista que leia o processo e lhe ajude a resolver a questão. Sem a leitura do processo qualquer coisa que estiver antecipando posso estar lhe prejudicando ao invés de ajudando.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  241. Luara

    O local onde trabalho não possui tanasporte público no meu horário de serviço (entro 4h da manhã). No início meu pai me levava, mas ele teve que vender o carro e não tive mais como ir trabalhar. Comuniquei o problema ao meu supervisor, ms nenhuma medida foi tomada, então me dispensaram por justa causa, alegando abandono de emprego, pois tive que faltar já que não tinha como ir trabalhar. Está correta a justa causa?

  242. luiza

    Bom dia, gostaria de saber quais os procedimentos que devem ser tomados quando o funcionario abandona o serviço por um dia?

  243. Helio Rodrigues Araujo

    Eliana

    Se a convenção trata desse assunto, tem que se verificar qual o tratamento que ela da ao assunto. A empresa pode ter isso em suas nromas, elas precisam ser revistas, portanto esse é um caso bem particular que merece um estudo, que é eftuado com base nos documentos próprios.

    Hélio R. Araújo

  244. Paulo Soares

    Boa noite,

    Sou enfermeiro da Prefeitura Municipal de Ji-paraná-RO, após autorização por escrito e devidamente protocolado do meu chefe, que era o secretário de saúde, para que eu conseguisse afasatamento sem ônus por um ano, fiquei sabendo por terceiroa de que fui demitido por abandono de emprego.Apesar de ter atualizado meu endereço e telefone e de ter todo o documento protocolado do deferimento do meu afastamento. O que devo fazer? fui informado que meu processo está na procuradoria geral do municipio, mas até o momento ninguém entrou em contato comigo.

    Obrigado

  245. Helio Rodrigues Araujo

    Luara

    Em nosso entendimento sim, pois a sra. transferiu uma responsabilidade que é sua para o “supervisor” de sua empresa. A obrigação de chegar ao local de trabalho é sua. Exceção feita às empresas que mantém transporte próprio para conduzir seus funcionários.

    Um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo

  246. Helio Rodrigues Araujo

    Luiza

    Ele pode ter o dia descontado do salário, incluído o descanso remunerado. Pode ter uma advertência. Em qualquer das situações essa situação tem que ficar comprovada.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  247. Paulo André

    Bom dia,

    ano passado pedi afastamento sem ônus por ummperíodo de 12 meses, a partir do dia 02 de ju nho de 2008. Protocolei minha solicitação, após meu chefe ter deferido o pedido, que na época era o secretário municipal de saúde. Atualizei meu endereço e telefone, e em janeiro de 2009 fiz o meu recadastramento, como ocorre todo inicio de ano, como funcionário da prefeitura. Em março passado fiquei sabendo que fui demitido por abandono de emprego, achei estranho pois tenho toda a documentação guardada, ainda em março confirmei a noticia, toda minha documentação tinha sido enviada para a procuradoria geral do municipio. E agora o que devo fazer? ninguém entrou em contato comigo, e o documento que protocolei sumiu na própria prefeitura, só há aminha via assianda e carimbada pelo meu chefe imediato, deferindo meu afastamento. O que devo fazer?

  248. Aparecida

    Dr trabalhei há 6 meses sem carteira assinada,e não recebi décimo terciro no final do ano et.Minha mãe ficou internada no interior e avisei q precisava ir e meus planos era voltar em 3 dias,como minha mãe estava mal no hospital,tive q cuidar dela e ela veio a falecer.Fiquei lá do dia 23 de fevereiro até o dia 23 março, será que é abandono de emprego e não terei direitos nem de receber o décimo terceiro,que ela não deu final do ano,ou de pelo menos ter minha carteira assinada??
    Aguardo respostas por e-mail, muito obrigada
    Cida

  249. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo Soares

    Se o sr. tem todos estes documentos, vá a procuradoria do municipio e veja a veracidade dessas informações, caso não tenha sucesso, procure um advogado em sua cidade e com estes documentos, terá sem duvida seus direitos preservados.

    Hélio R. Araújo

  250. Julia

    Olá, meu marido arrumou um novo emprego e comunicou a empresa anterior(onde era temporário), pediram que ele levasse os documentos para dar baixa na carteira,nesse meio tempo a nova empresa o registrou, ele foi 2 vezes ao local para dar baixa a pessoa responsável não estava e pediram pra retornar outro dia, porém a nova empresa está ‘dificultando’ a liberação mais uma vez para ele ir lá resolver, e ele teme ficar ‘faltando’ já que é novo funcionário e isso prejudicaria. Sobre isso, pergunto:
    * Tem problema se não ‘der baixa’? Influenciaria no FGTS futuramente?
    * A empresa anterior poderá configurar justa causa após os 30 dias, mesmo ele sendo temporário?
    * Outra pessoa poderia levar a carteira ou ele terá que ir para assinar algu documento?

  251. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo André

    Deves procurar seus direitos. No serviço público isso é meio comum, perderem os documentos de uma administração para outra. Procure um advogado trabalhista em sua cidade e se tens mesmo os documentos que menciona, junte-os ao processo, que com certeza serás recolocado.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  252. Helio Rodrigues Araujo

    Aparecida

    A carteira profissional é uma mera formalidade legal, quando se trabalha, mesmo sem a carteira assinada, tem-se o direito de receber os mesmos direitos de quem tem a carteira assinada. Portanto procure seus direitos, que a sra. os tem, inclusive o de assinar tua carteira profissional.

    Hélio R. Araújo

  253. Helio Rodrigues Araujo

    Julia

    Não tem problema e não influencia no FGTS nem no momento nem futuramente. Mesmo ele sendo temporário, podera ser configurado justa causa, nos casos previstos na legislação. Outra pessoa poderia se encarregar de todos os trâmites para resolver o problema, levar a documentação que ele precisa assinar e devolver para a empresa, sem problema algum.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  254. Carmem Souza

    Tenho um funcionário que desde 14/03 não aparece na empresa. Já liguei diversas vezes para seu celular a até com o pai dele já falei, mas ele não aparece há 25 dias. coloquei ontem uma nota no jornal pedindo que ele aparece num prazo de 72 horas em nosso RH.

    Após este prazo que se finda sábado dia 11/04 o que devo fazer, como proceder?

    Devo enviar uma corresnpondência de rescisão de contrato para a residencia dele?

    Inclusive o contra cheque dele foi expedido com os 16 dias de falta e o 5º dia útil foi ontem e ele não apareceu para vir pegar o salário dos 14 dias trabalhados.

    Como devo agir???

  255. Tiago

    Por favor, eu estava empregado fazia 4 meses e por motivo de saude pedi pro empregador para me desligar da empresa, fui até lá expliquei a situação, e aguardei resposta. Passado alguns dias a empresa publicou meu nome em jornal alegando abandono de emprego. Porem eu tinha avisado o meu desejo de sair mas por motivos pessoais demorei um pouco pra ir até lá fazer a rescisao. Me senti prejudicado pois não abandonei de mã fé, eu posso entrar com uma ação por danos morais? Gostaria de saber se possso trabalhar com carteira assinada novamente mesmo não tendo resolvido essa pendencia com a empresa, e se na carteira eles podem colocar abandono de emprego…Obrigado. Abraço.

  256. NATHALIA

    OLÁ, VENHO FALTADO CONSTANTEMENTE AO TRABALHO A MAIORIA COM ATESTADOS MÉDICOS JA LEVEI ADVERTENCIAS E UMA suspensao anteriormente. sendo que só assinei uma advertencia e a suspensao desta vez faltei 20 dias ao trabalho sendo q 15 dias dos 20 foram c atestados médicos e 5 não eles me deram uma advertencia e uma suspensao de 3 dias por esses 5 dias nao justificados e falaram que é para eu retornar ao trabalho depois desses 3 dias. o que gostaria de saber é que se eles fossem me demitir por justa causa eles ja teriam que ter me comunicado hoje qndo eu compareci a empresa? ou se eles podem posteriormente vir a aplica la desde ja agradeço.

  257. LUCIANE

    ola
    cheguei no meu serviço 35 minutos depois do meu horario pq fui a uma consulta medica aprsentei declaração de horas a empresa pode descontar essas horas?
    se eu acompanhar meu filho ao medico a empresa pode descontar?

    obrgada

  258. Helio Rodrigues Araujo

    Carmen Souza

    Não, deve se dirigir ao sindicato da classe ou ao Ministério do Trabalho para homologar a rescisão, juntando os documentos que provam que a sra. o convocou. Deve levar o valor da rescisão e depositar em juízo para quando ele aparecer, ele receba. No caso do salário dele, deve juntar ao valor da rescisão e fazer o deposito em juízo, pois assim evitara a multa, por falta de homologação de rescisão contratual, prevista na CLT.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  259. Maria Fernanda Ernandes S

    olá, gostaria de uma informação,estou com problema de coluna, fiz pericia no inss e a perita falou que estou apta a trabalhar, já fazem 15 dias que nao retorno ao emprego, a perita nem sequer ,assinou o papel falando isso, e vejo que ainda nao estou em condiçoes de trabalhar, to áté fazendo fisioterapia e Rpg, entao corro o risco de ser mandada embora quando voltar , já que a perita falou que estou bem, será que vale a pena recorrer, muito obrigada Maria Fernanda

  260. Maria Fernanda Ernandes S

    VOLTANDO TAMBEM ESTOU FICANDO COM FALTAS ,MESMO LEVANDO ATESTADO DO MEU MÉDICO QUE MANDOU EU RECORRER AO AUXILIO DOENÇA, QUANDO VOLTAR AO SERVIÇO TEREI ALGUMA ESTABILIDADE, MUITO OBRIGADA Maria Fernanda S

  261. priscila martins

    eu queria muito saber se faltando 20 dias corridos sem atestado medico pode ser demitido por justa causa

  262. edson jose dos santos

    gostaria de tirar algumas duvidastrabalhei cinco meses em uma empresa de vigilanciame ausentei por problemas de saude levei um atestado de trita dias a firma me pagou os quinze dias fiquei esperando a firma me ligar para eu passar pelo médico do convenio mas ninguen me ligou a empresa me deu abandono de emprego só que ninguem me ligou pois eu estava impocibilitado de andar eu queria saber quais são os meus direitos tenho as xerox dos atestados.

  263. Helio Rodrigues Araujo

    Tiago

    Respondendo por partes, sim pode desde que o sr. possua documentos que comprovem suas alegações, pois pelo visto a empresa possui um muito forte que é o seu cartão de ponto em branco por trinta dias. Pode sim trabalhar com carteira assinada antes de resolver a pendência. Na carteira eles NÃO PODEM descrever como foi sua rescisão contratual. Portanto meu jovem junte teus documentos e procure teus direitos.

    Hélio R. Araújo

  264. Helio Rodrigues Araujo

    Nathalia

    Esses teus questionamentos são muito individuais, ou seja, tratam da sua situação com a empresa. Poder eles podem a qualquer momento, pois motivos eles já o tem suficiente para faze-lo.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  265. Sheila

    Boa tarde, trabalhei em uma empresa a muitos anos atras, tive uma proposta de emprego melhor e eles não queriam fazer acordo, acabei não comparecendo mais a empresa (ABANDONO DE EMPREGO), agora estou precisando receber o meu fundo de garantia inativo e preciso que seja dado a baixa em minha carteira profissional, gostaria de saber qual o procedimento a ser tomado…
    obrigado

  266. Alexandre Teodoro

    Trabalhei 2 anos em uma determinada empresa, no inicio de Janeiro a empresa fez um plano de demissão voluntaria e como já tinha outra proposta de emprego, aderi a demissão voluntaria.
    A empresa acertou todos os meus direitos.
    Comecei no outro dia a trabalhar na outra empresa, agora passado oitenta e poucos dias, a empresa tbm não esta num bom momento e comunicou aos funcionários que estão no periodo de experiencia que nenhum será contratado, então demitiu todos (total de 4 pessoas).
    Minha dúvida é, não dei entrada no seguro desemprego quendo sai da outra empresa pois já estava praticamente trabalhando, será que posso dar entrada agora.

    Obrigado

    Alexandre

  267. Helio Rodrigues Araujo

    Luciane

    Se comprovou o atraso a empresa não pode descontar. Ela só pode descontar o atraso semjustificativa comprovada.

    Hélio R. Araújo

  268. renato de moraes

    Boa Tarde
    Gostaria de saber o seguinte, fui demitido e a empresa me faz cumprir o aviso prévio, só que já arrumei um outro emprego para ínicio imediato, como devo proceder, para não perder o outro emprego, eu posso pedir para a empresa descontar os dias que faltam para completar o aviso? e quais são os meus direitos, isto será descontado como dias que falta para cumprir ou como horas faltas?

  269. nei

    boa noite.estou trabalhando em uma empresa de segunda a sabado estou faltando de tres a quatro dias por semana sem justificativa isso da justa causa.obs a empresa pode acumular faltas e me dar justa causa ao completar os 30 dias.

  270. nei

    boa noite…na empresa que trabalho nao tem cartão de ponto nem livro de comparecimento a possibilidade de uma justa causa por faltas…obrigado….

  271. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Fernanda

    O sistema funciona da seguinte forma: A sra. tem que pegar o documento que prorroga a sua licença, ou lhe remete ao trabalho. Caso isso não tenha acontecido a sra. precisa ir buscá-lo, pois esse é o seu documento que lhe dara condições de recorrer. O risco de ser mandada embora a sra. corre com certeza. Porém estando com sua documentação em dias, a sra. tem menos possibilidade disso.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  272. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Fernanda

    Não, caso a sra justifique as faltas (com o atestado) logicamente a sra. não ficara com faltas. Sim a sra. terá estabilidade de 30 dias preista na legislação.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  273. Helio Rodrigues Araujo

    Priscila Martins

    Não, somente faltando 30 dias ininterruptamente e sem comprovação.

    Hélio R. Araújo

  274. Helio Rodrigues Araujo

    Edson Jose dos Santos

    A obrigação de procurar a previdência é do senhor, inclusive para fazer a pericia. A obrigação da empresa é de lhe pagar os primeiros quinze dias de ausência. Seus direitos são procurar imediatamente a previdência social e restabelecer sua situação inclusive com os benefícios atrasados. Somente seus atestados não são documentos suficientes pois o funcionário incapacitado para o trabalho tem que procurar a previdência social que atestara isso ou lhe comunicara que o sr. tem que retornar ao trabalho.

    um abraço

    Hélio R. Araújo

  275. Carlos_Castro

    Olá, possuo uma empresa ao qual um de meus colaboradores nao se apresenta ao serviço desde o dia 09/04/08, entramos em contato com a familia do mesmo e nos foi informado que ele está desaparecido, tanto que existe um boletim de ocorrencia junto ao Depto.de Polícia! O que devo fazer para ser caracterizado como abandono de emprego, e dar baixa em seu registro, e o saldo dos dias trabalhado? a quem devo pagar, uma vez que o mesmo nao é correntista bancário em nenhum banco!
    Abraços
    Carlos Castro

  276. Helio Rodrigues Araujo

    Sheila

    Basta a sra. comparecer a empresa, solicitar que eles anotarão em sua CTPS a baixa na época certa e a sra. poderá continuar seu processo de receber seu FGTS inativo.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  277. Helio Rodrigues Araujo

    Alexandre Teodoro

    Claro que sim, caso o funcionário tenha trabalhado no minimo seis meses nos últimos trinta e seis meses e não tenha recebido o seguro desemprego nesse período, tem direito ao mesmo, mais agora tem que dar entrada no segura da nova empresa, pois mesmo não tendo trabalhado seis meses o sr. terá o direito ao segura desemprego em função da somatória dos meses trabalhados nas duas empresas.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  278. Helio Rodrigues Araujo

    Renato de Moraes

    Sim, podes pedir para a empresa descontar os dias não trabalhados. Seus direitos continuam iguais, a diferença é que terás descontados os dias não trabalhados no aviso prévio.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  279. Helio Rodrigues Araujo

    Nei

    Não, o que ela pode é começar a adverti-lo e lhe dar suspensões, por faltas injustificadas. A continuação das advertências e suspensões pode lhe dar justa causa.

    Hélio R. Araújo

  280. Helio Rodrigues Araujo

    Nei

    Sim, pois eles podem consignar as faltas na folha de pagamento e seu contracheque será a prova contra o sr. podendo o somatório de faltas consignar uma justa causa.

    Hélio R. Araújo

  281. Pedro Soares

    Ola boa tarde, estou na seguinte situaçaõ: estou sem trabalhar desde o dia 20/04/09, sendo que nesse periodo fiquei afastado por licença medica do dia 30/04/09 a 09/05/09, com retorno para o dia 11/05/09. Só retornei no dia 15/05/09, e trabalhei somente esse dia , gostaria de saber se estou com risco de tomar uma justa causa, pois ja pedi ao meu supervisor que estou insastifeito e que ele me mandasse embora, so que ele quer que eu peça demissao. (obs: tirando os dia de licença, os outros dias foram faltas sem atestado). Possuo folgas acumuladas e banco de horas. Qual a minha situação atual?

    Desde ja muito obrigado

  282. marcelo dos santos

    gostaria de saber como eu posso receber o saldo de salario eo decimo terceiro que tenho direito pois eu abandonei o emprego e ñ recebi nada ? trabalhei 3anos e 4 messes nessa empresa fui admitido em 2000 e abandonei em 2003 / ja dei baixa na carteira e tenho a recisao .
    desde ja muito obrigado ,PS me responda o mais rapido possivel .

  283. Helio Rodrigues Araujo

    Carlos Castro

    O procedimento é o seguinte: Consigne as faltas na folha de pagamento, quando essas faltas ficarem caracterizadas por 30 dias consecutivos, faça a rescisão contratual, junte os documentos que comprovam que o sr. foi atrás do funcionário e não obteve êxito, deposite o valor da rescisão em juízo inclusive os dias trabalhados que ele ainda não recebeu e aguarde que ele apareça para receber seus direitos. S.M.J.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  284. josiane santos

    Ola boa tarde eu trabalhei 4 meses em uma empresa a 40 dias abadonei o emprego. Estou gravida, de seis meses a empresa tem conhecimento da minha gestação parei de ir trabalhar porque não aguentava mais o serviço mas não consegui mim afastar se eu procurar um advogado eu vou ter algum direito.

  285. tenile

    Boa noite,

    Tenho um problema e quero resolver.

    Meu marido abandonou emprego e estamos morando em outra cidade queremos regularizar a carteira dele o que faço, não podemos mais ir na cidade como posso fazer para dar baixa ou cancelar, ele ficou so dois meses na empresa.

    Tenile Correia

  286. Valdir

    Gostaria de saber se quem abandonou um emprego tem direito à trabalhar novamente com carteitra assinada?

  287. Augusto

    boa noite,

    sou funcionário público municipal em estágio probatório. em junho de 2008, formalizei um pedido de afastamento sem ônus para o municipío, e entreguei ao meu chefe imediato, que na época era o secretário de saúde, sabendo que teria de ter o meu pedido homologado pelo prefeito, uma vez que estou me estágio probatório, encaminhei um outro pedido de afastamento ao meu chefe, pedindo dispensa, pois a homologação ainda demoraria, o mesmo assinou e carimbou o documento dando o seu deferimento, foi quando então me afastei de minhas ativdades profissionais. Em janeiro passado, voltei a secretaria de saúde para fazer o meu recadastramento, como ocorre anualmente, o fiz sem problemas, lembro que em agosto do ano passado mudei de residência mas atualizei meu endereço e telefones. A questão é que me março passado fiquei sabendo que o municipio vai me exonerar por abandono de emprego, fiquei sem ação, pois tenho as cópias das documentações onde meu chefe me liberava, foi então aberto processo administrativo disciplinar, onde me apresentei para dar ciência, e tinha um prazo de cinco dias para fazer minha defesa, o prazo terminou hoje, fiz minha defesa e encaminhei ao setor devido, não solicitei advogado, há problemas?? tenho dúvida se eu mesmo posso fazer um pedido de reconsideração ou é só o advogado que pode?? o que devo fazer agora, para não perder o meu cargo público? até porque ninguém nunca entrou em contato comigo, nem ligaram, pois abandono de emprego naõ se caracteriza também quando não se localiza o profissional, esgotando todas as possibilidade?as cópias dos documentos que tenho comigo tem valor?? o que faço, me ajudem por favor, como posso recorrer para não ser exonerado??

    obrigado

    Pedro

  288. Helio Rodrigues Araujo

    Pedro Soares

    A sua situação individual, passa a ser uma situação bastante própria e só quem teria condições de responder seria seu empregador. Se continuares a faltar sem justificativas, podes sim ser demitido por justa causa.

    Hélio R. Araújo

  289. Helio Rodrigues Araujo

    Marcelo dos Santos

    Se dirija até a empresa onde trabalhavas e receba o valor que lhe é devido. Se também não tiver tido sua carteira profissional assinada no período, poderá se dirigir até a agência da CEF com a cópia da sua rescisão contratual e requere seu FGTS.

    Um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo

  290. Eder Vitor C. do Nascimento

    Ola bom dia, estou na seguinte situaçaõ: estou sem trabalhar desde o dia 23/06/09, sendo que nesse periodo fiquei afastado por motivo de minha esposa estar grávida e ter tido complicações em sua gravides.De lá pra cá já são 17 dias afastado do serviço e não tnho como comprovar tais fatas, sendo que no mês anterior tive um problema quase parcido e por ter justificado, foram abonado os dias; prém não remunerados.Gostaria de saber se tem como ser mandado embora, ou seja, demitido por justa causa.
    Quero continuar na empresa, pos adoro trabalha em minha função e acima de tudo como descrevi, minha esposa estar grávida de 4 1/2 meses.E até hoje nenhum contato foi feito comigo vindo da empresa, mas eu comuniquei a funcionários o que estaria acontecendo comigo.
    Agradeço desde já certo de uma boa orientação.

  291. Eder Vitor C. do Nascimento

    Em tempo:
    Estou sem trabalhar desde 23/05/09.

  292. Helio Rodrigues Araujo

    Josiane Santos

    Procure seu médico e peça a ele um atestado para se afastares do trabalho. Terás os direitos somente depois do atestado do médico que não tens como trabalhar.

    Hélio R. Araújo

  293. Helio Rodrigues Araujo

    Tenile

    Entre em contato com a empresa,mande a CTPS de seu marido pelo correio, peça a postagem da mesma de volta, que a situação será resolvida. Caso isso não seja posível, procure o Ministério do Trabalho em sua cidade e conte o seu problema, com certeza eles darão uma solução para o seu caso.

    Um grande abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo

  294. AMANDA RODRIGUES

    Olá…
    Entrei de liscensa maternidade dia 06/01/2009 e retornei dia 06/05/2009 trabalhei 3 dias deixei meu filho com a baba sendo que ele nao conseguiu se adaptar porque ainda mamava no peito fui até a pediatra dele e pedi o atestado de 15 dias de adaptação mais a empresa disse que não aceita esse atestado.Então como eu não podia e nem iria deixar meu filho chorando com fome em casa eu faltei por minha conta mesmo sendo que justifiquei a minha supervisora o por que de eu estar faltando…
    Faltei 35 dias no total.
    Gostaria de saber se posso ser demitida por justa causa mesmo estando no periodo de estabilidade.

    Obrigada

  295. Helio Rodrigues Araujo

    Valdir

    Entendemos que uma coisa, não tem a ver com a outra. Nada lhe retira o direito de trabalhar sem carteira assinada. Qualquer tentativa de lhe induzir isto é um crime contra a sua pessoa.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  296. Helio Rodrigues Araujo

    Pedro Augusto

    O sr. mesmo pode conduzir toda a documentação, mais precisa ter conhecimento do que esta fazendo, pois o mais importante de tudo isso é que o sr. não pode ficar só nas palavras, tem que provar tudo que diz, o que isso significa, que o sr. tem que colocar um documento que comprove todas as suas alegações, fazendo isso dificilmente tera qualquer dificuldade de ser reconduzido ao cargo. Então resumindo o sr. pode fazer, mais se não o fizer bem feito, sera exonerado.

    Um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo

  297. allysson

    eu exerço uma funçao de extrema responsabilidade na empresa em que trabalho.
    pedi para ser desligado, o empregador falou que nao havia possibilidade, dai tive uma falta injustificada e consequentemente dois atestado medico cada um de 3 dias quando retornei ele me colocou em outra funçao, que nao tem nada haver com que está descrimido em minha carteira de trabalho.
    resumindo sou maquinista (trem) e me colocou para trabalhar no centro de escala de equipes (remanejamento de pessoal por turno)com a justificativa de que eu nao poderia exercer esta atividade uma vez que eu tenha pedido minhas contas, ficando subtendido que eu nao teria o mesmo comprometimento e poderia forçar minha demissão com algum tipo de acidente.
    eu posso exercer essa atividade, sendo que fui contratado para ser maquinista?

  298. Helio Rodrigues Araujo

    Eder Vitor C. do Nascimento.

    Entendo que o melhor é o sr. comunicar por escrito ao seu empregador a sua situação. Se o sr. faltar sem justificativa por trinta dias ininterruptos, o sr. pode ser demitido por abandono de emprego.

    Um grande abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo

  299. Helio Rodrigues Araujo

    Eder Vitor

    Confirmo a minha resposta anterior.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  300. Reuel Moreira

    Prezados;

    A seguinte situação – um empregado rural esteve sob atestado médico de 15 dias no periodo de 23 de março a 6 de abril, não retornou ao serviço no dia 7 em diante e nem entrou com o pedido de afastamento pelo INSS.

    No dia 11 de junho veio a falecer, sendo que no dia 31 de maio iria vencer a segunda ferias não gozadas.

    Como proceder a recisão contratual nesse caso?
    Caracteriza-se como abandono de emprego?

    Atenciosamente,

  301. Helio Rodrigues Araujo

    Amanda Rodrigues

    Sua situação é bem individual, a sra. fez opção pelo seu filho, então pode ser demitida, pois a sua estabilidade depois da licença maternidade é só de trinta dias, portanto já terminou a sua estabilidade.

    um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo

  302. junior

    abandonei meu emprego,gostaria de saber se posso conseguir outro emprego de carteira assinada
    mesmo a empresa não dando baixa na carteira?

  303. Helio Rodrigues Araujo

    Allysson

    Sim, entendo que pode sim, exercer qualquer função que esteja ligado à sua e pela qual tenha habilidade. Entendo que a relação trabalhista tem que ser confiança mutua, como seu empregador perdeu a confiança no sr. ele tem que lhe remanejar sim, para evitar um problema maior na empresa e com o sr.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  304. deverson R. Lima

    ola tenho muitas duvidas referentes ao meu trabalhos e atitudes de alguns de meus funcionarios

  305. Helio Rodrigues Araujo

    Reuel Moreira

    Não, pois ele faleceu antes de ser concretizada a justa causa! A rescisão tem que ser feita por falecimento, pagando as férias vencidas e as férias proporcionais, dentre outras verbas. Para mehores informações procure um contador de sua confiança, restando alguma duvida teremos prazer em lhe ajudar.

    um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo

  306. karina santos

    boa tarde, bom tenho passa por problemas de saude e notifiquei a empresa, passaram-se torno de 27 dias que não comparesso a empresa porem enhos os comprovantes que justificam as faltas com declaração médica, e a empresa declaro abandono de emprego está correto? como devo proceder?

  307. PAULO LOPES

    Boa Noite!!

    Trabalho em uma empresa a 3 meses meu período de experiência terminou no dia 06/07/2009 sendo que vndo que vou pedir demissão no dia 08/07/2009 sendo 2 dias após otermino do meu contrato.
    Gostaria de saber se vou ter que pagar algum tipo de multa para a empresa;E quais são os meus direitos.

    Att..

    Enfermeiro Paulo Lopes

  308. Helio Rodrigues Araujo

    Junior

    Pode sim. Tens que retornar à empresa para que ela dê a baixa na sua CTPS, para que ela possa ser assinada pelo novo empregador. Caso não encontre seu empregador anterior, mesmo assim podes assinar a carteira em um novo emprego sem problemas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  309. Helio Rodrigues Araujo

    Deverson R. Lima

    Realmente a relação entre patrão e empregado nunca é fácil. Ela tem que ser analisada sempre com bom senso e levando em consideração as peculiaridades de cada cargo e cada função. O tempo é um grande professor, acredito que se o sr começar a aprender com seus erros e acertos, em pouco tempo estara trabalhando muito bem cada situação que se lhe apareça.

    um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  310. Gildene Oliveira

    Vou precisar faltar 10 dias seguidos no meu trabalho, por que vou precisar viajar com urgência. Falei com minha chefe á respeito, mais ela não autorizou á minha saída do trabalho por 10 dias seguidos, só que mesmo assim, vou viajar. Quando eu voltar de viagem a minha chefe pode me mandar em bora por justa causa por ter falatado sem nenhum tipo de justificativa como por exemplo atestado?

  311. ROSI

    BOA TARDE

    TRABALHO EM UMA EMPRESA DE CALL CENTER CLIMA ESTÁ INSUSTENTAVEL LÁ. PRINCIPALMENTE PORQUE NÃO VÊM PAGANDO AS COMISSÕES, RESOLVI PROCURAR UM ADVOGADO SAI COM MAIS DÚVIDAS.

    TRABALHEI ATÉ A DATA DE FEHCMAENTO DA FOLHA QUE FOI DIA 15/07

    COMO DEVO PROCEDER POIS ME FALARAM SE EU SAIR ANTES DO PAG QUE FINAL DO MÊS NÃO DEVO RECEBER NADA , ISTO PEDINDO DEMISSÃO.

    FAZ 3 DIAS QUE NÃO VOU TRABALHAR E NEM Q UERO VOLTAR LÁ, A NÃO S ER PARA PEDIR DEMISSÃO.

    ABANDONO DE EMPREGO PERANTE A LEI TRABALHISTA SE CARACTERIZA EM QTOS DIAS ?

    GRATA

  312. Gildene Oliveira

    Por favor econtal, me respondam com urgência, estou já quase saindo de viagem e preciso desta resposta o quanto antes.

  313. kleberson

    abandonei meu emprego a mais de trinta dias fui la e deixei a acarteira para dar baixa eu recebo alguma coisa ? grato epla atencao

  314. cléo Manuque

    Olá!! trabalhei durante 2 anos em uma empresa que me dispensou. Após o cumprimento do aviso prévio, resolveram abortar o procedimento sem minha autorização. Alegaram que não iriam mais me dispensar, mas eu já estava de aviso prévio concluido e já tinha outro seguimento de trabalho em vista (Que perdi por estar ainda sem a baixa na carteira). Nesse interim, mandaram uns 2 telegramas em minha casa pedindo que voltasse para que não caracterizasse abandono de emprego. Será uma tática para que ao retornar ao trabalho, aleguem que aceitei o emprego de volta e ñ paguem meus direitos???

  315. Helio Rodrigues Araujo

    Karina Santos

    Entregue na empresa a justificativa de suas faltas, que eles revogam a decisão de abandono de emprego. Caso isso não aconteça, procure seus direitos na justiça trabalhista.

    um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo

  316. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo Lopes

    Não tem nenhum tipo de multa, pois o sr. pediu as contas depois do término de seu contrato de experiência. Seus direitos são: saldo de salário e 13º proporcionais.

    um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo

  317. Alessandra Theodoro

    Gostaria de tirar uma grande dúvida:
    Me encontro ausente do meu emprego desde o 2º mês de gestação por complicações na mesma.Fiquei um periodo recebendo auxilio doença pelo INSS, tive o meu filho e ao terminar a minha licença maternidade ñ pude retornar ao trabalho porque meu filho precisa de cuidados especiais. Entrei em acordo com meu chefe e ele me liberou para ficar afastada do trabalho até eu conseguir resolver o problema, só que nesse período(ultimos 2 meses)eu não recebi nada, por não ter trabalhado, mas assinei os contra cheques zerados do mes 5 e 6.Pedi para que me demitissem, mas eles só aceitaram um acordo. Agora gostaria de saber se o fato de eu ter assinado esses contra cheques zerados não vão me causar problemas ao fazer minha recisão, pois pelo que eu saiba, o valor do seguro desemprego é baseado nos tres ultimos salarios. Isso pode me prejudicar? Me disseram que por causa desses contra cheques posso perder o meu seguro desemprego. Isso é verdade? O que devo fazer?

  318. Helio Rodrigues Araujo

    Gildene Oliveira

    Pode sim. Mais a sra pode constestar a demissão e receber seus direitos. Na relação empregado/patrão precisa haver a concilicação dos interesses de ambos, para que a relação se mantenha estável, quando existe uma boa relação, facilmente são contornadas as situações. Como a sra precisava viajar tinha que fazer isso de acordo com a empresa.

    Um abraço e sucessso

    Hélio R. Araújo

  319. Helio Rodrigues Araujo

    Rosi

    Mesmo que peças demissão ainda terás direito a algumas verbas trabalhistas que são do seu tempo de serviço. Entendo que a sra precisa voltar a empresa e pedir sua dispensa pois eles contam com seu trabalho lá. Depois disso ai sim, deves procurar saber quais serão os direitos que irás receber. De acordo com a legislação em vigor a falta e 30 dias ininterruptos sem justificativa caracteriza o abandono de emprego.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  320. Helio Rodrigues Araujo

    Gildene Oliveira

    Na medida de nossas possibilidades, estamos sempre respondendo e agradecendo o acesso de nossos internautas.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  321. Helio Rodrigues Araujo

    Kleberson

    Sim, receberas o valor do saldo dos dias trabalhados antes de abandonares o serviço.

    Hélio R. Araújo

  322. Alessandra Theodoro

    Preciso encarecidamente da sua resposta, essa minha dúvida está me perturbando!!! Me ajude por favor! Grata.

  323. Helio Rodrigues Araujo

    Cleo Manuque

    Pode até ser. Mais também pode ser que entenderam que o sr não precisava ser despedido agora. O melhor é o sr. procurar seu empregador e conversar para ver suas reais intenções.

    um abrçao e sucesso

    Hélio R. Araújo

  324. Helio Rodrigues Araujo

    Alessandra Theodoro

    Claro que não, a sra precisa entender que no seguro-desemprego irá constar seus ultimos salários contratuais e não os valor liquidos a receber que foram zero. Então o que vai acontecer que vão preencher seu seguro com os valore de seus salários e não com os valores que a sra recebeu, que foi em função em estar de licença sem remuneração.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  325. Helio Rodrigues Araujo

    Alessandra Theodoro

    Temos respondido sempre os questionamentos, espero ter ajudado.

    Hélio R. Araújo

  326. Alessandra Theodoro

    Agradeço muito pela sua atenção e por seu esclarecimento, pois este foi para mim de enorme valia! Fico menos preocupada agora. Muito obrigada mesmo! Tenha uma boa noite e uma excelente semana!

  327. Helio Rodrigues Araujo

    Alessandra Theodoro

    Ficamos satisfeitos em poder atender a sua espectativa.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  328. Eduardo B.Cruz

    OLá, preciso de alguns esclarecimentos se puder me auxiliar ficarei muito grato!!Por motivos pessoais com meu encarregado deixei de ir a meu antigo emprego,já se caracterizou o abandono de emprego.Gostaria de saber o que a empresa pode dizer caso seja procurada para dar referências sobre minha saída, o fato de minha carteira ainda não ter sido dada baixa pode me impedir de ser registrado numa nova empresa? Não tenho nada que me desabone durante o tempo que fui funcionário,eles podem me difamar por ter abandonado a o trabalho? Agradeço desde já!!

  329. francisco

    olâ bom dia?
    a minha mãe tem 56 anos de idade e é fucionária publica
    e 28 anos de carteira assinada, gostaria de saber se ja pode dar entrada na aposentadoria

    grande abraço

    Francisco Vieira

  330. MORGANIA SOARES

    Um funcionário que abandona o emprego, o empregador tem que espera 30(trinta) dias corridos, para dar o aviso de retorno ao trabalho, ou dar o aviso antes e espera trinta dias.Quais os procedimentos ajuda-me.

    obrigado desde já,

  331. claudineia

    Preciso registrar 4 funcionarios com datas retroativas , os salarios deles atuamente é 560,00 os mesmos conrdaram em ser registrados com datas retroativa de 8 meses , quais os valores que eu vou trer que depositar referente ao FGTS e ao INSS ? vou ter alguma multa? qual o valor desta multa?

    Obrigado

    Claudineia

  332. Helio Rodrigues Araujo

    Eduardo B. Cruz

    Difama-lo claro que não. A unica anotação em sua CTPS será da data de sua saida da empresa e nada mais. Portanto pode ficar tranquilo, que em seus documentos não constarão dados desabonadores sobre sua saída da empresa.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  333. Helio Rodrigues Araujo

    Francisco

    A regra geral diz que a idade minima para aposentadoria é 60 anos de idade ou de 30 anos de recolhimento comprovado a previdência, para a mulher, portanto em 2 anos sua mãe pode pedir a aposentadoria por tempo de contribuição.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  334. Helio Rodrigues Araujo

    Morgania Soares

    A regra geral diz que o empregado tem que faltar 30 dias consecutivos sem justificativas. Portanto é a partir dai que se fazem os procedimentos para a demissão, pois somente depois disso que fica consignado o abandono.

    Um abarço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  335. Helio Rodrigues Araujo

    Claudineia

    Primeiro, o valor do FGTS e do INSS é o valor dos salários da época, sendo que o tributos serão acrescidos de juros e multas. Além das multas e juros por atraso no pagamento da previdência e do fGTS, terás que pagar a multa do CAGED, por não haver comunicado a entrada dos mesmos na época certa. Essa multa costuma ser bastante alta, pois é atribuida pelo MTE, em razão do tempo e da quantidade de registros errados. Cuidado, acho interessante procurar um contador em sua região que poderá lhe ajudar.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  336. Alessandra Theodoro

    Olá, boa tarde!
    Aqui estou novamente para encarecidamente pedir sua ajuda:
    Gostaria de saber quais anotações o meu empregador tem o dever de especificar na minha carteira de trabalho, pois fiquei em afastamento do meu trabalho(em licença médica)pelo INSS desde o 2º mês da minha gestação até o 8º mês por complicações durante a mesma, depois consecutivamente, entrei em licença maternidade e após o término desta(em 12/04/09)entrei em afastamento não remunerado para cuidar do meu filho e neste meio tempo tive férias. Estou iniciando a recisão do meu contrato e gostaria que estes períodos de afastamento que tive fossem especificados na minha carteira como prova de que meu empregador está ciente da situação, mas o mesmo se nega a especificar tais informações na minha carteira. Gostaria de saber se isso é um direito que posso e devo exigir ou se meu empregador ñ tem qualquer obrigação de especificar tais informações na minha carteira de trabalho.
    Desde já, grata!
    Alessandra.

  337. denis

    GOSTRIA DE SABER SE QUANDO UMA PESSOA FALTA CONSECUTIVAMENTE 28 DIAS E FALTA 30 DIAS SEM NENHUM AVISO OU CARTA DA EMPRESA PODE MANDARO EMPREGDO POR ABANDONO DE EMPREGO E DEPOIS QUE DEU BAIXA NA CARTEIRA TEM ALGUMA LEI QUE ME VALE PARA RECEBER AS DOCUMENTAÇÕES NECESSARIAS PARA DAQUI A 3 OU 4 SACAR O FGTS,POIS JÁSE PASSARM 30 DIAS ELES SÓ DERAM BAIXA NA CARTEIRA É NÃO ME DERAM PAPEL ALGUM.

  338. Bruno

    Boa Tarde, comigo aconteceu a seguinte situação.
    Minha ex-patroa fechou a empresa por falência. Como ela me avisou com 1 semana de antecedência que fecharia, acabei indo viajar pra casa de meu pai, pois a mesma disse que quando eu voltasse acertaria tudo comigo. Acabei trabalhando 2 meses sem registro na loja dele. Quando voltei pra minha cidade. Eu a procurei e ela me deu um computador como pagamento da minha dispensa. Pois não tinha dinheiro pra me pagar. Não assinamos nada. Posteriormente, uma semana depois quando entrei em contato com minha mãe, ela me comunicou que veio uma carta no endereço dela, dizendo sobre abandono de emprego.
    Procurei a minha ex patroa, e fiquei sabendo que se mudou de cidade e pra piorar espalhou que não podia pagar os fornecedores, porque eu tinha roubado a empresa dela. O que me prejudicou MUITO no mercado de trabalho. Nunca mais consegui contato NENHUM com ela. Sumiu da cidade devendo pra um mundo de pessoas.
    Passaram 8 meses, já estou em outra empresa, que querem me registrar e minha carteira não deu baixa, e nem sei onde tenho que ir pra dar baixa nela! Sei que preciso de ajuda de como proceder!

    Desde já agradeço,

    Bruno S.R.V

  339. alex mesquita

    olá , preciso de uma grande ajuda, precisava me deslocar da empresa e conversei com meu chefe ele não aceitou , pediu para que eu passasse no medico , psicologo, e manteria contato comigo , eu perguntei como que eu ia ficar , ele falou pode ficar em casa que mantenho contato , passou- se 2 meses , e uma bomba explodiu, constatou abandono de emprego, e em todo esse momento eu tentava falar com ele e nada , fiquei recebendo meu salario normalmente , beneficios e tudo mais, ele disse que me pagava na esperança de eu voltar, mas tem um grande erro , foi tudo verbalmente , me ajude que providençias eu possso tomar? ele sacaneou comigo.

  340. Helio Rodrigues Araujo

    Alessandra Theodoro

    Não existe nenhuma obrigação legal em fazer este tipo de especificação em sua carteira de trabalho, mais a sra tem a documentação da previdencia que a ampara nesse quesito, ou seja a sra tem que guardar os documentos da previdencia, pois eles contam como tempo de serviço, porém a empresa não tem obrigação alguma de especificar isso em sua CTPS. Guarde também sua Rescisão contratual, pois nela constara que a sra trabalhou na tempo da data de entrada até a data de saída, portanto sem interrupção para contagem de tempo de serviço, mesmo tendo sido sem remuneração.

    um grade abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  341. Janaina

    Boa tarde, Dr Helio
    Vou lhe relatar a minha história: comecei a trabalhar em uma empresa de atendimento (telemarketing) no dia 17 de junho, onde se iniciou um treinamento q duraria 45 dias. No dia 17 de julho, parei de comparecer ao trabalho, pois estive passando por problemas psicologicos (fui diagnosticada com transtorno de ansiedade severo, o q em épocas de crise me impossibilita inclusive de sair de casa) e desde então não mais retornei ao trabalho. Como fazia tratamento pelo Sus e não consegui agendar um retorno à psiquiatra, não havendo conseguido atestado q abonassem minhas faltas e comprovassem minha condição, o q tb não consegui até o momento. A gerente me ligou 2 vezes, solicitando o meu retorno e me mandaram um telegrama decorridos 15 dias de ausencia injustificada. Depositaram o meu salario normalmente no dia 06 de agosto e não recebi mais nenhuma notificação por parte da empresa. Há poucos dias, fiquei sabendo por uma ex-colega de trabalho q a empresa reuniu toda a operação no dia 14/09 e demitiu a todos. Fui verificar em minha conta salario e descobri q haviam depositado um valor, não sei se correspondente à rescisão sem justa causa ou por abandono de emprego. Na semana passada descobri q estou grávida de 6 semanas (2º mês). Minhas dúvidas: havendo sido demitida por justa causa, ou seja, abandono de emprego, eu teria direito a receber pela estabilidade dos meses de gestação + a licença? E no caso de reeintegração, eu poderia discordar e optar pelo recebimento da indenização? Preciso resolver essa situação o qto antes!!! Obrigada pela atenção e parabens pelo ótimo trabalho realizado atraves do site!!!

  342. Janaina

    Em tempo… ainda não compareci para dar baixa na minha carteira, e gostaria de saber como proceder juridicamente!
    obrigada mais uma vez!!!

  343. Helio Rodrigues Araujo

    Denis

    Sim, mesmo por abandono de emprego, o sr tem direito de receber uma copia da sua rescisão contratual. Portanto o sr pode exigir da empresa uma copia da sua rescisão contratual imediatamente.

    um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  344. Helio Rodrigues Araujo

    Bruno

    Não existe a necessidade de baixar a sua carteira para assinar em outra empresa. Essa baixa pode ser feita via Ministério do Trabalho e Emprego, pois a empresa deve ter comunicado ao CAGED do MTE a data da baixa em sua carteira. Como esse processo é complexo e demorado, pode entregar sua CTPS a nova empresa que ela pode assina-la sem problema algum. As outras situações deixo de comentar pois acho que o sr tem que procurar a justiça e ela pode demorar, mais lhe resquardara seus direitos.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  345. Helio Rodrigues Araujo

    Alex Mesquita

    Na realidade se a empresa lhe pagou, não podem lhe demitirem por abandono de emprego. Caso isso tenha acontecido, junte teus comprovantes de recebimento e pode procurar teus direitos que serão restabelecidos.

    um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  346. Katia Oliveira

    Olá, Parabens pelo site!
    Preciso de alguns esclarecimentos se puder me auxiliar ficarei muito grata!
    Recentemente fiz uma reforma em minha residência, e apresentei um sério problema de saude. Precisando de auxílio para colocar minha casa mais ou menos em ordem… um dos rapazes que executava a obra ofereceu ajuda de sua companheira. Eu aceitei, ela veio, me ajudou no que foi necessário. Completados 05 dias (2ª à 6ª) acertei com ela os dias trabalhados (inclui também o descanço remunerado), peguei um recibo assinado por ela do valor devido incluindo das passagens de ônibus. Nisso o companheiro dela perguntou se eu não gostaria que ela ficasse para trabalhar direto como empregada doméstica, e se eu assinaria a carteira e pagaria os direitos pois o mesmo estava com o nome “sujo na praça” e precisava fazer compras a prazo mas não tinha condições. Como sempre agi assim e precisava da ajuda, aceitei. No dia primeiro ela me trouxe a carteira, documento e comprovante de residência. Emiti um contrato de trabalho de Emp.Dom. que peguei na internet, entreguei a ela uma via e fiquei com uma assinada por ela. Entrei via internet para registra-la no INSS, no entanto o site alegava que o documento apresentado por ela estava pendente, entreguei a ela e pedi que fosse ao posto pessoalmente saber do que se tratava. Solicitei que assinasse uma folha de ponto (presença) tambem pega na internet nos dias em que ela trabalhou. Enfim, ela compareceu três dias assinou o ponto e nunca mais retornou. Solicitei aos rapazes que ficaram na obra (o companheiro tambem sumiu) a presença dela para dar baixa na carteira sem exito. O endereço que ela me deixou tambem não é o dela. Soube pelos rapazes que eles mudaram de endereço mas que estão comprando em lojas a prazo usando a documentação que dei a ela (contrato + carteira). No inicio deste mês faz 60 dias que não consigo fazer com que ela traga a carteira para dar baixa, assinar a rescisão e receber o valor dos três dias trabalhados. Como ela está devidamente legalizada não sei se três dias trabalhados é considerado abandono ou não… estou perdida como devo proceder nesse caso? Desde já te agradeço!

  347. andreia dos anjos

    estou encostada pelo inss mas eu estou na experiencia eu gostaria de saber se eu posso ser mandada en bora apos retorna al trabalho qoual meus direitos

  348. Gonçalves

    Existe algum prazo de dias para entregar atestado!!!
    Exemplo trabalhei 2 dias e peguei um atestado de 1 dia…no dia seguinte não fui trabalhar e não peguei atestado…e no dia seguinte retornei a empresa meu chefe assinou atraz de meu atestado como procedimento da mesma e disse que provavelmente o RH não iria aceitar o meu atestado pois todos atestados tem um prazo de validade de 24 horas para ser emtregue a empresa se não perde a validade…Existe está história de atestado médico perder a validade???
    Desde já obrigada a atenção prestada.

  349. Gonçalves

    Existe algum prazo de dias para entregar atestado!!!
    Exemplo trabalhei 2 dias e peguei um atestado de 1 dia…no dia seguinte não fui trabalhar e não peguei atestado…e no dia seguinte retornei a empresa meu chefe assinou atraz de meu atestado como procedimento da mesma e disse que provavelmente o RH não iria aceitar o meu atestado pois todos atestados tem um prazo de validade de 24 horas para ser emtregue a empresa se não perde a validade…Existe está história de atestado médico perder a validade???
    Desde já obrigada a atenção prestada.

  350. Helio Rodrigues Araujo

    Janaina

    Se ficar comprovado seu estado de gravidez na época da rescisão, sem duvida alguma terás o direito liquido e certo de receber. No caso de reintegração, a sra não pode fazer essa opção, só pode fazer uma, ou o recebimento da indenização ou a reintegração. O melhor é a sra procurar o seu sindicato, ou um contador de sua confiança na sua cidade que ele com certeza a ajudara a resolver essa questão da mlehor forma possível.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  351. Helio Rodrigues Araujo

    Janaina

    Quando a sra comparecer, descreva para seu empregador, da mesma forma que fez aqui no site e dependendo da resposta a sra procure seus direitos, que serão garantidos, não tenho duvidas disso.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  352. Daniela

    Fiz um processo seletivo em uma agencia de emprego para uma empresa de call center, dei meus documentos e me mandaram para o treinamento, compareci dois dias ao treinamento e no segundo dia quando cheguei em casa me ligaram da agencia de empregos falando que cancelaram o processo seletivo e que ela me encaixaria numa outra vaga, porém que eu aguardasse em casa pra ser chamada para a outra vaga, me informou que como eu não tinha assinado o contrato ainda não tinha problema algum, pois eu não havia sido registrada, entrei em contato com a mesma todos os meses e ela me mandava aguardar, nesse meio tempo me mudei de casa e de telefone, para minha surpresa fui visitar minha mãe e lá estava um telegrama falando que a empresa estava me demitindo por justa causa, fiquei registrada do dia 23/01/09 até o dia 04/09/09 sem saber de nada, como faço para me sair dessa situação?

  353. Ana Paula

    Olá
    tenho uma empregada domestica registrada há 7 meses, a um tempo ela me informou que esta gravida, no momento ela diz estar de 3 meses e meio de gestação. Ela anda faltando sem trazer atestados e agora me disse queprecisa ir até a Bahia durante 2 dias resolver um problema de documentos. Estou desconfiada de que ela vai ficar mais tempo, pois me diseram que ela tem intenção de ficar por lá um mês.
    Dependo dela para trabalhar e estou perdendo trabalhos por causa das suas ausencias injustificadas , ela inclusive não liga avisando. Existe algum jeito de eu demiti-la por abandono se for o caso ou por faltas njustificadas mesmo ela estando gravida?

  354. marlete

    estou gravida de 7 meses no dia 24 de agosto peguei um atestado de 5 dias no dia 1 de setembro tive problema na coluna peguei mais 10 dias nao pude conparecer ao emprego com atestado minha filha que foi levar o atestado ate a empreza hoje esta fazendo 30 dias que nao apareço na empreza sendo que tenho justificativa desses outros dias que estou em casa posso tomar justa causa por abandono de emprego desde de ja agradeço obrigada atenciosamente marlete

  355. Helio Rodrigues Araujo

    Katia Oliveira

    O que a sra precisa considerar é que ela já deixou de comparecer trinta dias ininterruptos ao trabalho sem justificativa e isso já é considerado como abandono de emprego. Portanto a sra só precisa formalizar isso. Mantenha sempre isso documentado para que não tenha problemas no futuro. Mantenha a rescisão com a sra por dois anos e caso ela apareça, dê a baixa em sua carteira de trabalho. Caso isso não aconteça mantenha os documentos (rescisão contratual, comprovação de faltas) com a sra e aguarde. Caso precise de ajuda procure um contador de sua confiança em sua cidade, com certeza ele podera lhe ajudar.

    um grande abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  356. Helio Rodrigues Araujo

    Andreia dos Anjos

    Teras todos os direitos previstos na legislação que trata do assunto, para ser mais especifico teria que saber mais detalhes de seu contrato de trabalho, pois na relação trabalhista os detalhes fazem a diferença entre uma e outra situação da legislação. Quanto a ser mandada embora, depende da empresa, do tempo que a sra trabalhou e como seu chefe imediato considerou que foi o seu relacionamento com o trabalho. Então é preciso ficar claro a relação entre trabalhador e empregador, um não tem como existir sem o outro, porém um tem que respeitar as normas e a forma de trabalhar do outro. Sempre.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  357. Helio Rodrigues Araujo

    Gonçalves

    Isso depende da norma da empresa. O que acontece é que a empresa precisa abonar tua falta e isso não pode ficar em aberto para sempre. então sobre perder a validade não existe, mais isso precisa ser feito com a maior brevidade possível, pois a empresa tem que cumprir prazos com os órgãos federais e não pode ficar indefinidamente aguardando um documento que ela não tem conhecimento. Então o que tens que fazer é conhecer os procedimentos de sua empresa para não teres problemas futuros.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  358. marlete

    boa noite estou gravida de 7 meses fiquei 15 dias de atestado teria que voltar atrabalhar dia 11 de setembro mais ainda nao voltei a trabalhar mais o meu atestado de 15 dias ja esta no escritorio esses dias que estou em casa tenho justificativa so que ainda nao levei posso tomar justa causa por favor me ajude o que devo fazer

  359. Elaine

    Fiquei afastada pelo inss, quando recebi alta não retornei a empresa, porem a mesma continuou pagando meu plano de saúde. Recebi uma carta pedindo meu comparecimento a empresa. Caso eu receba abandono de emprego eles podem descontar esse periodo que pagaram o plano de saúde para mim?

  360. marlete

    boa noite preciso da sua ajuda estou gravida de 7 meses de gestaçao fiquei 15 dias de atestado ja entreguei na empreza no dia que tinha que retorna nao retornei fui ao medico peguei outro atestado do dia desde desse dia nao estou indo trabalhar ja tem 30 dias 15 ja esta justificado a empreza ja esta com o atestado os outros dias ainda nao levei o atestado na empreza posso tomar justa causa me ajude por favor desde ja agradeço

  361. marlete

    Boa noite preciso de uma ajuda to gravida de 7 meses estou 30 dias sem ir no serviço 15 dias a empresa ja esta com o atestado os outros 15 dias eu tenho justificativa mais ainda não levei na empresa é abandono de emprego posso tomar justa causa por favor me ajude tirar essa duvida?

  362. Marilda Martins

    TRabalho em um supermercado 10 meses no inicio trabalhava das 15;00 as 23;20 ,depois fui pra 10;00 as 18;20 sem mais cheguei um dia na empresa e eles novamente me mudaram de horario so que o novo horario não estou conseguindo compartilhar com meus deveres de mãe ,entao pedi pra minha chefe me mandar embora ela alegou se eu quizesse que pedisse a conta, como devo agir diante dessa situação

  363. Helio Rodrigues Araujo

    Janaina

    A sra so tem direito a estabilidade se comprovar isso junto a empresa. Poderia deste que a empresa concordasse, porém como a empresa já depositou seu numerário, resta a sra. devolver o valor depositado e entrar na justiça solicitando sua reintegração. O melhor nesses caso é a sra procurar a sua empresa e ver com eles qual sua situação atual e a partir dai procurar ajuda de um profissional que a ajudara na questão tacita.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  364. angela vilarinho

    olá hélio rodrigues meu nome é angela: trabalhei durante 1 ano e 1 mês em uma empresa onde trabalhava com produtos quimicos muito fortes nesse meio tempo engravidei e tive um inicio de gestação muito complicado faltei ao trabalho, más nunca faltei em sequêcia dei auguns atestados e quando eu estava de 3 meses fui demitida por justa causa por ter faltado 12 dias seguidos. já estou com 7 meses e quero saber se ue tenho augum direito perante a lei pois gotaria de recebe-los obrigada pela atenção.

  365. leonardo albino deoliveira

    ola gostaria de saber se faltando o serviço mais de 20 dias sem justificativa posso ser demitido por justa causa se nunca recebi uma advertencia

  366. rita bueno

    estou pelo beneficio e desconfio q a empresa onde trabalho me deu a bandono de emprego já q durante a perícia do inss a perita me disse q minha situação cadastral era de desempregado ,desde então venho buscando saber a realidade mas estou perdida .pode me informar se há algum lugar em que eu possa saber de fato se eu tive abandono de emprego?na net ou em algum tel?

  367. Helio Rodrigues Araujo

    Ana Paula

    Sim, desde que a sra pague todos os seus salarios até dois meses depois que nascer a criança. Caso a sra continue com ela registrada ela podera requerer a previdencia o salário maternidade, de quatro meses, desde que com atestado médico que comprove que ela não pode trabalhar. Para melhor acompanhar com a sra procure um contador em sua região e ele podera ajuda-la.

    Um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  368. Stella Amorim

    Olá, gostaria de saber como proceder em caso específico de abandono de emprego. Em 2007 fui contratada por uma empresa, onde trabalhei por cerca de seis meses. Após esse período, tive que me ausentar por problemas pessoais, que não configurariam o direito a uma licença, mas entrei em um acordo informal com a minha chefe. Porém, a empresa decidiu me processar por abandono de emprego. Como eu estava fora da cidade, fui julgada à revelia, e só soube quando entrei em contato para negociar meu retorno ao trabalho. Na época, nem procurei contestar ou justificar nada, até porque não tinha como provar que havia um acordo informal entre minha chefe e eu para que eu me afastasse sem vencimentos até poder retornar.

    Acontece que hoje tenho outro emprego, e a minha carteira foi assinada novamente apesar de não ter recebido baixa na empresa anterior. O problema é que meu atual chefe já sinalizou que meu contrato deve expirar no final deste ano, e provavelmente não será renovado. Gostaria de poder solicitar seguro-desemprego, caso necessário, mas não sei se terei direito sem ter recebido baixa na CTPS no emprego anterior. Como proceder? Devo buscar a empresa onde trabalhei antes e solicitar a baixa na carteira? E nesse caso, ficaria com a minha carteira “suja”, dizendo que fui dispensada por justa causa por abandono? Há alguma forma de evitar isso?

    Por favor, gostaria de receber a orientação devida sobre como proceder nesse caso.

    Atenciosamente,

    Stella.

  369. Maria Gorette de Brito Ribas

    Olá boa tarde, sou funcionária pública municipal Sete Quedas/MS, tenho uma filha de 2 anos que fica na creche, gostaria de saber se tenho direito de me ausentar do trabalho quando não há creche, tenho direitos sobre isso? pode me dizer se há alguma lei que possa recorrer? pois tenho um filho de 8 ano e alguns dos funcionários dizem q posso deixar com meu filho, apesar dele também estudar no periodo vespertino. se puder enviar-me a resposta no meu e-mail ficaria grata.
    Abraços.

    Maria Gorette de Brito Ribas.

  370. patricia farias

    Boa tarde, tenho uma empresa de transportes e um dos meus funcionários deciciu não viajar mais por ter discutido com outro funcionário da empresa. Pedi que ele trouxesse a carteira para dar baixa,mas já vai completar uma semana e ele ainda ñ trouxe. Pelo que eu soube ele já tem emprego em outro lugar. No caso, ele pediu demissão, mas como dar baixa na carteira se ele ñ trouxe? Entrei em contato com o contador que me disse q existem tramites legais envolvidos nesse caso; minha duvida é se ñ há um meio menos burocratico e caro d resolver a situação? Terei que contratar um advogado p isso?
    Pelo q entendi, para caracterizar abandono de serviço terei q enviar documentação com A.R p ele; mas nesse periodo ficarei responsável por ele?

  371. Ricardo dias

    trabalhava no estado de sao paulo e arrumei um emprego e so fui 2 dias, aconteceu um problema comigo que acabei abandonando e nem fui mais lá..estou no estado da bahia e nao dei baixa na carteira desse servico anterior. Tem como eu arrumar outro servico com esse problema? espero respostas.. obrigadoo

  372. Helio Rodrigues Araujo

    Marlete

    Desde que a sra comprove a empresa que tem justificativa, pois ficar com a justificativa com a sra não comprova a falta. Então a sua providencia é comprovar as suas faltas junto a empresa, contra recibo de entrega junto a empresa.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  373. EDINA RIBEIRO DOS SANTOS

    oi eu trabalho numa fabrica com carteira assinada a1 ano e 2 meses sou gestante estou de 9 meses quero saber se eu for mandada em bora quais sao meus direito e se tenho direito a carencia obrigado pela atençao

  374. Helio Rodrigues Araujo

    Marlete

    Se a sra faltar por trinta dias sem justificativa, pode sim ser demitida por justo motivo. O melhor é a sra retornar ou conseguir um novo atestado.

    um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  375. Helio Rodrigues Araujo

    Elaine

    Depende, se o contrato da empresa com a sra prever isso com certeza. O melhor é a sra procurar a empresa para receber maiores informações.

    Um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  376. Helio Rodrigues Araujo

    Marlete

    A sra precisa entender que os primeiros quinze dias é obrigação da empresa pagar a sra, os dias depois dos quinze é obrigação da previdência, então a sra tem que procurar a previdência social para passar a receber seus salários por la, enquanto a sra estiver de licença não podera ser demitida.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  377. Helio Rodrigues Araujo

    Marlete

    A sra precisa entender que somente depois de 30 dias ininterruptos de faltas injustificadas a senhora pode ser demitida por abandono de emprego, o atestado com a sra não comprova as suas faltas, o atestado tem que ser entregue contra recibo na empresa imediatamente depois de emitido, pois a empresa só lhe paga os primeiros 15 dias, depois o encargo fica por conta da previdência, caso a sra não comprove nem a empresa nem a previdencia tem como lhe pagar.

    um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  378. Jaqueline

    Olá, boa tarde!
    Eu estava empregada a 1 ano e 4 messes em uma empresa terceirizada contratada pela refinaria da Petrobrás de São José dos Campos, que é um lugar considerado de risco e por isso recebia 30% de periculosidade mais o meu chefe nunca me pagou um convênio e nem seguro de vida que pelo pouco que entendo deve ser obrigatório para todos os funcionários que trabalham nesta area.
    Bom… no mês de junho me senti muito mal e vim embora pra casa pois moro em São Paulo e descobri que estava com uma infecção muito forte e que tinha que tratar, setia muita dor e não tinha possibilidades de voltar ao trabalho mais também não podia passar sempre no médico pois não tinha convênio e nem dinheiro para pagar os exames e as consultas mais as vezes que consegui peguei atestados. No final de julho eu ainda não estava muito bem e me sentia sempre muito indisposta e o meu chefe me mandou um telegrama pedindo que eu conparecesse para justificar as minhas faltas, mais não tinha dinheiro nem para pagar passagem para São José, e em seguida fiquei com uma depressão muito forte cheguei a tentar suicidio por duas vezes e com isso não conseguia nem pensar em trabalhar e nem conseguia falar com o meu chefe eu estava em um estado muito forte de depressão, mais não pude ir a um psicologo pois não tinha dinheiro para as consultas.
    Resultado ele me mandou embora por abandono de emprego e agora descobri que estou grávida e só descobri com 5 messes de gestação pois nenhum dos exames que fiz acusou a gravides e não cresceu barriga nem nada. O que eu faço? gostaria de saber se tenho direito de recorrer para conseguir os meus direitos?

    Obrigada!

  379. Daniela

    Obrigada pela resposta que não me deu

  380. Helio Rodrigues Araujo

    Marilda Martins

    A relação empregado/empregador precisa ser analisada de angulos distintos, então apresente suas razões para não mudar o seu horário, exija que o empregador a escute antes de tomar essas decisões. Caso não seja atendida, como é a sra que esta incomodada tem que ser a sra que deve pedir as contas. O melhor nessas situações é o dialogo, tente talvez a sra consiga retornar ao seu antigo horário.

    um grande abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo

  381. Helio Rodrigues Araujo

    Angela Vilarinho

    Como o seu caso é bastante especifico, aconselho a procurar um profissional da área para que lhe acompanhe no processo, pois situações unicas tem que ser analisadas como tal.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  382. Helio Rodrigues Araujo

    Leonardo Albino de Oliveira

    Pode, dependendo de como a sua empresa tratou essas suas faltas. Não existe necessidade de advertência por faltas, para qualquer procedimentos que a empresa va tomar contra o funcionário.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  383. Helio Rodrigues Araujo

    Rita Bueno

    O melhor lugar para saber sobre isso é a empresa onde a sra trabalha, não existe outro lugar.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  384. anna

    QUERIA MUITO Q ALGUEM ME TIRASSE UMA DUVIDA MEU PRIMEIRO EMPREGO EU TRABALHEI SETE MESES E QD FUI DA ENTRADA NO SEGURO DESEMPREGO DISSERAM P EU IR NO MINISTERIO PQ A EMPRESA TINHA MAS DE SEIS MESES Q N MANDAVA O CAGED DOS ULTIMOS 6 SALARIOS COMO DEVO AGIR,O QUE A EMPRESA DEVE FAZEER O Q SERA Q ACONTECEU?A EMPRESA DIZ QUE MANNDOU

  385. CELIA PEREIRA

    Bom dia! Tenho um funcionário que simplesmente foi trabalhar em outra empresa foram do pais, e so comunicou a empresa verbalmente que estava indo embora e so voltaria ao Brasil depois de 90 dias e nao esperou nem para receber sua rescisao e ne assinou pedido de demissão, documentalmente falando nao temos provas disso, mas hoje está fazendo 32 dias de falta, como devo proceder, já que mesmo que eu gfaça a rescisão hoje, ele nao estará aqui para assinar.
    Aguardo resposta!
    Obrigado!

    Celia Pereira

  386. Helio Rodrigues Araujo

    Stella Amorim

    A sra se for demitida tera direito ao seguro desemprego, mesmo com a carteira sem ter sido baixada, pois oq eu prevelece é a informação no sistema CAGED que comprova seu desligamento da empresa. A sra deve sim procurar a empresa onde trabalhou antes e solicitar a baixa em sua carteira, bem como copia da sua rescisão contratual, na carteira não consta a forma que foi demitida ou se foi pedido de dispensa, portanto sua carteira não ficara suja. Espero que a sra consiga resolver a sua situação independente de ser demitida no final do ano ou não.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  387. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Gorete

    Sim, a sra precisa consultar o seu departamento na prefeitura e se inteirar sobre seus direitos. Seu filho de 8 anos não tem nem estrutura para ficar com sua filha, então o melhor é a sra procurar seu chefe e consultar com ele sua situação especifica.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  388. Daniela F.

    Boa Tarde Hélio!
    Tenho uma dúvida que ao meu ver é bastante simples. Abandonei meu último emprego, estava na empresa não havia nem 2 meses. Fui demitida por justa causa, mas não tenho interesse em meus direitos, apenas gostaria de saber se vou ter algum problema para arrumar outro emprego. Obrigada.

  389. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia Farias

    Esse seu caso é bastante especifico e infelizmente para a sra não existe meio menos burocratico de resolver a situação. Então a sra tera que seguir as instruções de seu contador e resolver o problema da melhor maneira possível. Não existe necessidade contratar advogado somente para isso.

    um abraço e sucesso sempre.

    Hélio R. Araújo

  390. Helio Rodrigues Araujo

    Ricardo Dias

    Claro que sim, o simples motivo de não ter dado baixa na carteira não inviabiliza outro emprego. O sr. precisa resolver a pendência de sua carteira o mais breve possível, mais isso não o impossibilita de arrumar um novo emprego.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  391. Dayana

    Eu tenho algumas duvidas sobre abandono de trabalho:
    Eu fiz 1 ano de trabalho, sair de ferias e não voltei mais pra trabalhar, recebir carta e saiu no jornal o meu abandono de trabalho, agora eu queria saber se: Vou poder conseguir outro emprego com carteira assinada, se eu tenho algum direito sobre o pis, 13º salario e alguma coisa a mais e onde eu posso resolver isso? Muito obrigado!

  392. Helio Rodrigues Araujo

    Edina Riberio dos Santos

    Se for mandada embora a sra tera direito a receber seus salarios ate cinco meses depois do parto, bem como todas as verbas trabalhistas são projetadas como se a sra tivesse trabalhado ate aquele periodo. Se a sra não for demitida tera uma carência de 30 dias depois do parto.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  393. Eliete Migueis Gomes

    Uma funcionária abandonou o emprego desde o dia 09.09.09.Foi feito contato para saber o motivo, ela disse se tratar de ausencia do pagamento de salário, solicitamos que retornasse para nao caracterizar abandono de emprego. Mesmo assim ela manteve sua decisão. Notificamos a mesma atraves de anuncio no jornal, nem assim ela se manifestou. Gostaria de saber o que deve ser feito nesse caso.Que atitude devemos tomar em relação a isso.

    Atenciosamente,
    Eliete
    Laboratorio Braz – RH

  394. Helio Rodrigues Araujo

    Daniela

    Desculpe-me, todos nós temos nossas limitações eu posso ter de responder e a sra pode ter de entender a resposta. Vamos procurar corrigir isso em nossas próximas respostas.

    Um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  395. eliana

    gostaria de sabe quanto dias um funcionario pode ficar ausente do trabalho com atestado de acompanhante,

  396. Guido Lucchese Filho

    Boa Tarde!

    Gostaria de saber se é possivel rescindir o contrato de trabalho, por abandono de emprego do obreiro, ajuizando-se uma Reclamação Trabalhista?
    Atenciosamente,
    Guido Lucchese Filho

  397. Helio Rodrigues Araujo

    Anna

    A empresa é obrigada a lhe entregar a COMPROVAÇÃO de entrega do CAGED, pois assim o argumento da não entrega cai por terra. Caso isso não aconteça, faça valer seu direito.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  398. Helio Rodrigues Araujo

    Celia Pereira

    A sra não precisa da assinatura do funcionário, para demiti-lo por abandono de emprego. Mande um telegrama a ele comunicando de sua despedida, caso não retorne ao trabalho, como ele esta no exterior e não voltara, ele pode ser demitido sem ser preciso assinar nada. Procure um contador de sua confiança em sua região que ele o ajudara nesse processo.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  399. Helio Rodrigues Araujo

    Daniela F.

    Esse sera o menor dos seus problemas para arrumar um novo emprego, entendo que abandonar o emprego é sempre grave, pois a sra nao teve a maturidade suficiente para encarar uma situação adversa. O simples motivo de abandonar o emprego por si só não a impossibilita de arrumar outra colocação.

    Um grande abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  400. Helio Rodrigues Araujo

    Dayana

    Sem duvida, o abandono de emprego não caracteriza motivo para não conseguir novo emprego. Sobre o PIS a sra tera direito sempre, não se perde os direitos dele mesmo estando desempregado. 13º salário a sra só tera direito no proximo emprego. Procure o seu antigo empregador que com certeza a sra tera os valores de sua rescisão a receber lá.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  401. Helio Rodrigues Araujo

    Eliete Migueis Gomes

    As atitudes são. Primeiro consignar as faltas na folha de pagamento. Homologar a rescisão contratual e fazer o deposito em juízo do valor da rescisão. Para maiores informações procure um contador de sua confiança que ele com certeza irá ajuda-la na solução do problema.

    Um grande abraço

    Hélio R. Araújo

  402. jacinta

    minha empregada domestica se afastou do emprego por doença trouxe um atestado de 15 dias e disse que ia se encostar no inss, mas como nao tinha doze meses de carteira assinada nao conseguiu, isso foi em agosto que ela saiu, e eu nao acertei seus direitos porque me disseram que tinha de esperar ela terminar o acerto dela com o inss, mas so que agora ela fez uma denuncia na justiça do trabalho,ai me falaram que eu poderia ter despensado ela por abandono de trabalho. quero saber se posso fazer isso ainda mesmo ela tendo me colocado na justiça do trabalho. desde ja agradeço a atençao obrigado.

  403. Helio Rodrigues Araujo

    Eliana

    Entendo que é de um dia.

    Um grande abraço

    Hélio R. Araújo

  404. MARIA DILZA LIMA

    Boa tarde, gostaria de saber se no caso de a Empressa mandar o funcionário voltar por ter chego atrazado, temos que fazer uma justificativa para ele assinar, para que o mesmo fique ciente da sua falta?

    obrigada

  405. Helio Rodrigues Araujo

    Guido Luchese

    Sim, seria o caminho mais longo. O ideal é juntar a documentação que comprova o abandono e fazer o deposito em juízo do valor da rescisão contratual.

    Um abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  406. Adriana

    Tenho um funcionário que abandonou o emprego,porem tem o seguinte:no mes de março o funcionário começou a trabalhar,nos deu prejuizos como:ao deixar o caminhão em sua porta de casa ,não guardou uma lona que estava na carroceria do caminhão e roubaram,chegou de viagem e não prestou conta desta viagem e não quer saber de conversa exigindo a carteira de trabalho ,nos ofendeu ,e está com agressividade.E ainda quer nos colocar na justiça.Como devo proceder?

  407. Helio Rodrigues Araujo

    Jacinta

    Sim, pode fazer o documento com as datas corretas em que isso aconteceu e ai será a palavra dela contra os seus argumentos e comprovações de documentos que a sra tiver da época em que ela trabalhava com a sra. Quando for a audiência leve todos os documentos que comprovem o tempo que ela trabalhou com a sra, se possível também leve uma testemunha que comprove esse tempo que a sra diz que ela faltou ao serviço.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  408. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Dilza

    Sim. Pois para a Justiça do Trabalho, vale o seu documento, contra a palavra do empregado. Então quanto mais documento o sr tenha pra comprovar melhor será para comprovar as faltas.

    Um grande abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  409. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana

    Na justiça do trabalho valem os seus documentos, contra os argumentos do funcionário. Tenha as mãos os documentos que comprovam o que a sra diz que o problema sera solucionado a seu favor. Caso ele a trate com agressividade, dê-lhe uma suspensão. Faça tudo de acordo com a legislação que não tem como ele ganhar alguma coisa da sra.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  410. Jordanna

    Fiquei afastada da empreza por 120 dias(INSS), motivo sofri um acidente de transito assim que sai da empresa , a trabalhar normalmente meu salario é de 700,00 reais esse mês veio meu contra-cheque do 13º descontado os meses de afastamento .Valor rebebido na 1ª parcela 233,33 reais , isso é justo desconta os meses?

  411. ROBERTO CARLOS

    BOM DIA!
    Hélio R. Araújo
    EU SOU FUNCIONARO PUBLICO,Cargo em Comissão e no momento estou de ferias, so que fui exonerrado, pergunto pode demiti um funcionario estando ele de ferias. sou funcionario desde 06/06/2003 a o presente momento ou melhora a ate sia 03/11/2009. quais os meus direitos trabalhista?

    De ja fico munto grato…

    Roberto Carlos, abraço.

  412. ROBERTO CARLOS

    ROBERTO CARLOS
    BOM DIA!
    Hélio R. Araújo
    EU SOU FUNCIONARO PUBLICO,Cargo em Comissão e no momento estou de ferias, so que fui exonerrado, pergunto pode demiti um funcionario estando ele de ferias. sou funcionario desde 06/06/2003 a ate presente momento ou melhora a ate dia 03/11/2009. quais os meus direitos trabalhista?

    De ja fico munto grato…

    Roberto Carlos, abraço.

  413. Helio Rodrigues Araujo

    Jordanna

    Como a sra ficou de licença, por 120 dias a obrigação de lhe pagar o 13º salário é do INSS, porém a sra pode questionar a empresa sobre que a sra ficou afastada menos de 180 dias e a empresa pode lhe ressarcir esse período da licença, nessas horas a melhor das politicas é o dialogo.

    Um feliz natal e um ano venturoso.

    Hélio R. Araújo

  414. Helio Rodrigues Araujo

    Roberto Carlos

    Se o sr é funcionário público em cargo de comissão tem que verificar em seu municipio, o seu regime de trabalho, pois dependendo pode sim ser exonerado mesmo estando de férias, mais procure o seu sindicato que ele com certeza irá lhe dar o apoio necessário para preservação de seus direitos.

    Um feliz natal eu ano venturoso.

    Hélio R. Araújo

  415. Helio Rodrigues Araujo

    Roberto Carlos

    Como o seu caso é bastante especifico, o melhor é o sr procurar o seu sindicato, para preservar os seus direitos e lhe informarem sobre seus direitos trabalhistas, pois o regime de trabalho no serviço público é bem especifico.

    Um feliz natal e um ano venturoso

    Hélio R. Araújo

  416. Jessica

    Como devo proceder se o empregado deixou de comparecer ao serviço há dez dias consecutivos, por estar prestando serviço a terceiros?

  417. Helio Rodrigues Araujo

    Jessica

    A sra deve adverti-lo que as suas faltas consecutivas podem ocasionar a demissão por justo motivo, de preferência por escrito, com AR. Junte o AR aos documentos do empregado para que seja anexado ao dossiê dele. Precisa ficar sempre claro que nossa legislação trabalhista é excessivamente paternalista, que no caso exige o documento da empresa, contra o argumento do empregado, sendo que o dele serve o depoimento.

    Um feliz natal e um 2010 de plenas realizações.

    Hélio R. Araújo

  418. karen

    Na verdade nao sei se seria abandono de emprego apresentei um atestado de 14 dias na empresa onde trabalho voltei a trabalhar so que o dia que voltei era sabado quando foi na segunda-feira apresentei outro atestado de 10 dias para empresa hj dia 09 fui ao banco retirar meu pagamento nao tinha nada em minha conta (A Empresa onde Trabalho pode considerar abandono de servico e eu recebo pelo empresa ou inss por ter trabalhado somente 1 dia e esse dia ter caido no sabado)só que tem um problema as minhas faltas sao por causa da minha filha de 2 anos e por eu estar gravida tenho algum procedimento que tenho que tomar alguma lei que fique do meu lado.Se tiver qual é ?

  419. ALESSANDRA FERREIRA

    gostaria de saber se existe algum acordo entre patrão e empregada para ser demitida estando gestante,pois estou sogfrendo pressão pscológica por parte de outras funcionárias que não se conformam com meu estado,que não posso pegar peso e fazer esforço físico estou afastada pela minha médica à 12 dias com intervalo de um dia e ela me deu mais doze posso continuar me afastando de doze em doze dias com esse intervalo de um dia,uma vez que o ambiente de trabalho está me fazendo mal?

  420. JULIANA

    OLÁ, BOA TARDE,BOM PEDI DEMISSÃO E ELES ME PEDIRAM PARA FAZER UMA CARTA PEDINDO DEMISSÃO,E QUE EU CUMPRIRIA AVISO ATÉ O DIA 23 SÓ QUE NO DIA 12 ELES QUE ME DISPENSARAM QUAIS SÃO OS MEUS DIREITOS TRABALHISTAS,ELES QUE ME MANDARAM EMBORA.AGRADEÇO DESDE JA.

  421. Helio Rodrigues Araujo

    Karen

    Como seu caso é bem especifico, seria interessante a sra procurar a sua empresa e fazer estes questionamentos, bem como juntar os documentos que comprovam suas faltas. Nesses caso a melhor politica é o diálogo, pois a Lei fica sempre do lado de quem tem documentos que comprovem suas teses.

    Um feliz natal e um 2010 pleno de realizações.

    Hélio R. Araújo

  422. Helio Rodrigues Araujo

    Alessandra Ferreira

    Quero lembra-la que acordo É ACORDO. Existe sim, tem que ver quanto a sra está disposta a perder de direito adquirido? e quanto a empresa está disposta a gastar com seus direitos? Então com base nessas premissas procure a sua empresa e procure fazer com eles UM ACORDO, não é chegar e dizer que sai da empresa mais EXIGE TODOS OS SEUS DIREITOS! isso não é acordo. Outra coisa que precisa ficar clara é que é a sra que está querendo sair, pois o serviço não está lhe fazendo bem.

    Um feliz natal e um 2010 repleto de realizações.

    Hélio R. Araújo

  423. Helio Rodrigues Araujo

    Juliana

    Dificil lhe responder pois a senhora diz que pediu demissão, fez uma carta e ao final diz que a empresa lhe mandou embora, cada uma dessas situações tem seus direitos e deveres, então caso a sra. especifique corretamente o caso posso lhe responder.

    Um feliz natal e um 2010 pleno de realizações.

    Hélio R. Araújo

  424. Alex

    Bom dia,
    Tenho algumas dúvidas, levei abandono de emprego. Tenho direito a minhas férias vencidas e tambem 13º salario. Outro detalhe que minha esposa esta gravida e mencionei isso na empresa. A empresa tem alguma obrigação de manter o plano de saúde de minha esposa ?
    Grato

  425. edson alves da silva

    tenho uma empregada domestica que mora proximo a minha residencia mas vem faltando desde o dia 11 deste mes. nao dar a menor satisfaçao. ja paguei o 13º salario no mes passado e o pior é que com pena da coitada, cheguei a emprestar R$ 900,00 no intuito de ajudá-la e ao marido que se diz desempregado, os dois filhos dela permaneciam diariamente na minha residencia inclusive se alimentando. no meu predio, os vigias sabem de tudo e estao dispostos a proceder conforme o direito. de carteira assinada so tem 09 meses, pois no periodo de esperiencia faltava demais. como devo proceder? feliz natal a todos muita paz.

  426. Helio Rodrigues Araujo

    Alex

    Tem sim direito as férias VENCIDAS, bem como ao 13º salário. Quanto ao plano de saúde entendo que não, mais isso precisa ser visto no contrato entre a seguradora e a sua empresa, para que tenhamos uma resposta conclusiva.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  427. Karla

    Tenho um funcionario que estava de contrato de experiencia que terminou no dia 17/12/2009. No dia 21/12/2009 ele trouxe 02 atestados um de 08 dias que acabava no dia 16/12/2009 e outo de 07 dias que acabava no dia 23/12. Foi feita arescisão dele por termino de contrato e depositado o valor no prazo correto, mas o funcionario devolveu o dinheiro alegando que tinha esses atestados. Porem desde o dia 23/12 ele não apareceu mais, ja entramos em contato para que ele compareça mas de nada adianta. Na mesma semana um dos diretores olhou o funcionario passeando depois do mesmo ter dito que estava muito doente.Pedimos os exames para mostrar ao medico do trabalho, porem ele não quer apresentar. Podemos fazer a rescisão por terino de contrato e depositar o valor em juizo ou aguardamos os 30 dias para dar abandono de emprego?

  428. Helio Rodrigues Araujo

    Edson Alves da Silva

    Se o sr. não pretende continuar a relação de trabalho deve proceder a rescisão contratual da mesma e na rescisão descontar os dias não trabalhados e os R$ 900,00 emprestados, procure um contador de sua confiança que ele podera ajuda-lo!

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  429. tatiane

    OI EU TENHO UMA CASA DE REPOUSO E TENHO UMA FUNCIONARIA QUE VEM FALTAL TANTO DIRETO ELA DIZIA QUE PRECISAVA TIRA FERIAS ENTAO DEI AS FERIAS PARA ELA MAIS NO DIA DE VOLTAR ELA NAO VOLTOU PASSOU UMA SEMANA AI ELA VOLTOU AGORA FAZ UMA SEMANA QUE NAO VEM TRABALHAR HOJE FOI ATE O CONTADOR DA CASA DIZENDO QUE NAO QUER TRABALHAR SEM RECEBER MAIS SO FALTA PAGAR O SALARIO DO MES E DISSE QUE NAO VAI PEDIR ACONTA PORQUE QUER RECEBER TODOS OS SEUS DIREITOS COMO DEVO AGIR NESTE CASO PORQUE NAO TENHO CONDIÇAO DE FICAR PAGANDO DUAS FUNCIONARIAS POR QUE TENHO QUE PAGAR ELA QUE NAO VEM TRABALHAR E AOUTRA QUE VEM NO LUGAR DELA

  430. Aline Guimarães Couto

    Olá, boa tarde, me tirem uma dúvida por gentileza
    Tinha uma empregada doméstica e ela não quiz que eu assinasse sua carteira para ela não perder os subsídios do governo, após 8 meses de trabalho ela abandonou o emprego. O que ela tem direito? agora ela vive me ligando.

  431. Antonio Carlos

    Administro uma cuidadora de idosos que acompanha meu pai, que é interdito. Ela não comparece ao trabalho desde o dia 28/12/09, fazendo, portanto, já 09 dias. Creio que ela não tem interesse em continuar no trabalho, pois já havia faltado 12 dias em dezembro. Ela tem registro em carteira, recebe vale transporte, tem recolhimento no INSS, recebeu férias e 13º salário ano passado. Penso em convocá-la para receber seu salário de dezembro, onde descontarei os dias de faltas de dezembro, bem como, os valores de vale tranporte recebidos relativo aos dias não trabalhados. Para configurar abandono de trabalho, terei que esperar mais 21 dias corridos? quando enviar a notificação para que compareça e justifique sua ausência, manifestando seu interesse ou não em continuar no trabalho?

  432. Helio Rodrigues Araujo

    Karla

    Entendo que devem fazer a rescisão por termino de contrato, fazer o deposito em juizo e aguardar a posição dele. Sugiro procurar o seu contador para que ele se posicione sobre o assunto. O funcionário não pode simplesmente ficar com os atestado que diz ter, pois a empresa pode se recusar a recebê-los depois de passado prazo regulamentar de entrega dos mesmos, pois a empresa não tem obrigação alguma de saber que o funcionário está doente se ele nao comprova com um DOCUMENTO, que no caso é o atestado médico, devidamente periciado pelo INSS.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  433. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiane

    procure o seu contador e peça a ele que pra consignar na folha de pagamento mensal TODAS as faltas da funcionária, pois se ela continuar faltando terá sua rescisão por abandono de emprego. Portanto a sra não tem que pagar duas pessoas, mais pagar somente a pessoa que esta trabalhando. Faça um acordo com essa que está faltando muito, pois quanto mais o tempo passa, mais caro essa funcionaria fica para a sra.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  434. Dayana

    Trabalhei em uma empresa 1 dia, nao gostei e no dia seguinte voltei para devolver
    uniforme e informar que nao iria mais.
    O rh disse que precisava registrar e dar baixa na carteira,pq o contrato estava pronto.
    Mas nao assinei nenhum contrato nem registrei a carteira antes, o rh disse que se nao fizesse
    esse procedimento seria abandono de emprego. E isso mesmo? E quais as consequencias?

  435. suely

    senhor helio:
    trabalhei tres meses em uma empresa.Depois abandonei o serviço ja tem dez meses.o que devo fazer?
    outra coisa eu tenho a carteira assinada por uma outra empresa.devo dar baixa na que abandonei?
    Ou posso deixar sem dar baixa?
    não me prejudica?
    Por favor me oriente,pois não sei o que faze
    Ficarei grata,aguardo resposta em breve ok? bjs.

  436. Helio Rodrigues Araujo

    Aline Guimarães Couto

    Ele tem direito ao saldo de salário. Precisa ser lembrado que a CTPS é uma simples formalidade legal, o funcionário tem todos os direitos mesmo não tendo a carteira assinada. No caso, se ela abandonou o emprego e tem menos de um ano, só tem direito ao saldo de salário, dos dias trabalhados antes do abandono.

    Um grande abraço e sucesso sempre

    Hélio R. Araújo

  437. priscila

    ola bom dia!tenho uma duvida,trabalhei em uma empresa 3 anos e 11 meses qdo fui comunicada q estava sendo desligada da empresa por abandono,fui mandada embora dia 17/11/09.até hoje nao fui na empresa dar baixa na carteira…gostaria de saber se tenho direito de receber alguma coisa,pois eu n abandonei a empresa pois trabalhei 4 dias antes de receber a carta e entraguei atestado medico,mas a empresa alegou q eu tinha a intenção de abandonar,pq faltava mto(fiquei tão surpresa qdo recebi o telegrama me comunicando a demissao,q fui a empresa na mesma hora e no rh me falaram q mesmo q eles tivessem errado n poderia fazer mais nada pois eu ja esta desligada da empresa…nao apareci mais na empresa pois fiquei c/ mta raiva.agora quero saber se tenho direito de receber alguma coisa?inclusive o meu 13 salario,e minhas ferias q ai vencer em janeiro e meu fgts?obrigado!!!

  438. Helio Rodrigues Araujo

    Dayana

    Se foi realmente um só dia, nenhuma consequencia advirá disso. Caso eles já a tivessem registrado em seu sistema de RH, será sim abandono de emprego.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  439. Helio Rodrigues Araujo

    Suely

    Deve se dirigir até a empresa e pedir a baixa de sua Carteira. A falta dessa baixa pode te prejudicar no futuro. Caso a sra precise de algum benefício previdenciário a falta de baixa na sua carteira pode lhe prejudicar em seu pedido. Providencie isso o mais breve possível.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  440. Helio Rodrigues Araujo

    Priscila

    Em qualquer hipotese de demissão, o funcionário tem direitos, no seu caso tem direito a saldo de salários e férias vencidas, portanto procure a empresa onde trabalhava e verifique com eles, pois a sra tem seus direitos e eles devem estar a sua disposição lá. Caso contrário, procure os seus direitos junto ao seu sindicato ou no Ministério do Trabalho de sua região, mais o primeiro lugar a procurar é a empresa onde a sra trabalhava.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  441. Carol

    Olá,preciso de um esclarecimento com urgência.
    Desde 11/12/2009 não compareci mais ao trabalho,informei minha supervisora por telefone
    que meu problema de saúde havia se agravado.Até mesmo porque bem antes de me sentir impossibilitada
    de comparecer ao trabalho já tinha mostrado a ela o resultado de alguns exames que fiz.
    Relativo ao meu problema de saúde tenho um plano ambulatorial feito pela empresa,o qual não cobre
    a operação pela qual devo me submeter e a troca do mesmo haveria 6 mese de carência.
    Nos primeiros 14 dias fiz consultas médicas e peguei os atestados,porém quando de fato minha situação se agravou não me senti em condições nem de me deslocar ao médico.Novamente por telefone minha supervisora me aconselhou a me encostar pelo Inss e que a empresa não aceitaria meus atestados
    alegando que somente teriam validade sendo entregue 48hs após o recebimento dos mesmos.
    Descontaram do salario e no 31° dia de falta ao serviço(11/01/2010) recebi o telegrama da empresa de que meu contrato estava sendo cancelado por justa causa referente a mais de 30dias de faltas injustificadas.
    Como solicitado no telegrama compareci a empresa e a pessoa que me atendeu no RH pediu um retorno
    no dia 25/01/2010.
    Enfim,gostaria de saber o que posso fazer para reverter esta situação pois guardei os atestados que recebi e também o exame no qual identifica meu problema.
    Sei que justa causa me impede de receber o FGTS e me impede de dar entrada no seguro-desemprego.
    Me ajuda..pois terei de voltar na empresa na data marcada.

  442. André Reges

    Olá, minha secretaria abandonou o emprego que tinha com carteira assinada. ja fazem 40 dias, isso caracteriza abandono de emprego, agora ela me procurou e não quer mais trabalhar então trouxe a carteira de trabalho para mim dar baixa… O que devo observar na carteira?? posso colocar que foi abandono de emprego??? ouvi dizer que eu deveria dar baixa normalmente e nas folhas de “anotações” no final da carteira, deveria por o motivo, abandono de emprego ou outro motivo!!

  443. Daniel

    Helio,

    Tenho um funcionário que trabalha sem registro.
    E o mesmo fez uma cirurgia no pé referente a um acidente que sofreu fora do trabalho.
    Após quase 1 ano, essa operação começou a inflamar, sendo necessário ele fazer um outra cirurgia para retirada de um pino.
    Porém esse funcionario começou a faltar, vindo trabalhar somente quando bem entender.
    Conseguimos um contato com um pessoa do SUS para agilizar a cirurgia para ele, porem
    o mesmo faz corpo mole pra isso e também falta nas consultas marcadas.
    Para pressiona-lo a resolver o problema dei 30 dias de férias remuneradas para ele,
    e disse pra ele correr as atras da cirurgia e se precisasse de mais tempo pagariamos os valores para ele e descontariamos da sua rescisão. E assim que ele voltasse assinariamos a sua carteira.
    O mesmo se demonstrou indignado e disse que ia procurar os seus direitos, pois entendeu isso como demissão e disse que não voltaria mais para o trabalho.
    Porém ele não tem nada que prove que ele foi demitido. Seria a palavra dele contra a nossa.

    1. Se o mesmo não retornar após os 30 dias de férias mais o período que caracterize o abandono.
    Podemos alegar o abando de emprego.
    2. Se constituido o abandono, seria uma boa estratégia de defesa caso ele entre com ação e peça estabilidade de emprego por doença ?
    3. Qual a sua sugestão para resolver a situação.

    Grato

  444. Helio Rodrigues Araujo

    Carol

    Seu caso é bastante complicado, pois a sra deveria ter entregue todos os atestados na época certa. Também a sra. deveria ter comunicado a empresa por escrito de seus problemas. Agora ficara a sua palavra contra as provsa documentais da empresa, isso dificulta muito o problema. Entendo que a sra deve pegar estes atestados e se dirigir ao INSS para fazer a pericia e tentar uma licença médica, esse seria seu caminho a seguir.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  445. Elisia Lima

    Bom Dia,

    Admiti dois funcionários no dia 22.01.2010, e eles trabalharam somente o 1º dia, até hoje 25.01.2010, não apareceram e não justificaram suas faltas. Como são aquaviários, de imediato já tive que substituí-los, os barcos não poderiam ficar parados.
    Gostaria de saber se existe anulação de contrato de trabalho, ou se terei que esperar os 30 dias para caracterizar justa causa.

    Elisia Lima

  446. Paulo R Ribeiro Amaral

    Dr.prof. Helio,
    Uma domestica com 34 (trinta e quatro) dias de trabalho, com contrato de experiencia de 45 dias, SALARIO DE UM MES EM DIA. DECORRIDOS OS 04 DIAS DISSE QUE NÃO TRABALHARIA MAIS, JA ESTOURARAM O PERIODO DE EXPERIENCIA E NÃO RETORNOU PARA BAIXA NA CTPS E RECEBIMENTO DE VERBAS INDENIZATORIA DOS 04 DIAS.
    O QUE DEVO FAZER?

  447. Helio Rodrigues Araujo

    Andre Reges

    Negativo, o sr não pode fazer esse tipo de anotação na CTPS do seu funcionário, pois não existe previsão legal de se fazer isso. Na carteira somente pode ser anotado, a data da rescisão. O documento que demonstra qual o motivo da rescisão contratual é o próprio documento de rescisão, este assinado por empregador e empregado, com a anuência dos órgãos fiscalizadores. Então essa anotação não pode ser feita na carteira profissional, pois ela já existe no Termo de Rescisão Contratual.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  448. Cristiane Araújo

    Prezado Dr. Hélio,

    Minha empregada doméstica abandonou o emprego desde 22 de dezembro/09, dizendo que iria passar as festas de final de ano com a família em SP. Disse que retornaria após o reveillon….
    Trabalhou em minha casa de março a dezembro. Apesar de não registrada oficialmente (pois nunca me entregou sua carteira de trabalho, sempre postergava….) todos os direitos foram pagos.
    Ela nem sequer ligou para avisar que naõ retornará ao serviço! Conversei com o marido dela sobre o retorno e o mesmo disse que ia pedir para que ela entrasse em contato, o que não ocorreu!

    O que devo fazer? Posso considerar abandono de emprego?? o que ela tem direito a receber??
    Como proceder?

  449. Thiago

    Tenho uma funcionária na empresa que vem causando vários transtornos, um deles foi que a mesma se ausentou do serviço desde o dia 09 de janeiro de 2010 e quando foi questionada por outros funcionários a respeito de suas faltas, disse que estava de atestado médico, pediu para fazer o pagamento do seu salário na conta de outrem, porém foi informada que deveria comparecer na empresa para trazer o atestado justificando suas faltas e assim receber o seu devido pagamento todavia a mesma não trouxe o mesmo na empresa para justificar a sua falta, sendo assim como devo proceder uma vez que tenho interesse em despedí-la?

    Um Grande abraço!

    Obrigado!

  450. moraes

    Passei num concurso publico e começei trabalhar em maio de 2008 40hs semanais diurnos , depois em julho do mesmo ano fui convidado a trabalhar em uma empresa privada no periodo noturno 30 hs ou seja um trabalho não interferia no outro . Em Janeiro de 2010 tirei 30 dias de ferias e estou sendo surpriendido pela segunda empresa ou seja a que eu trabalho somente a noite me colocaram na escala do dia , conflitando assim com minha escala do meu primeiro emprego de dia 40hs e pelo jeito meu chefe nao quer acordo o que devo fazer por favor me deem uma orientação…. grato pela atençaõ..

  451. Barbara

    Olá gostaria de saber como proceder com um empregado que deixou o trabalho em 11.02.2009 e não mais
    voltou para trabalhar e nem procurou a empresa para receber suas verbas rescisórias? Deve encaminhar uma correspondencia informando o abandono do emprego e a demissão por justa causa e as pagar as verbas devidas?? Não sei o que fazer? Pode me ajudar?

  452. Helio Rodrigues Araujo

    Daniel

    Vamos tentar responder seus questionamentos: A assinatura da CTPS é uma mera formalidade legal! Em qualquer situação vale a palavra do funcionário contra os seus documentos! 1) Podem sim, porém isso só fará prova contra os senhores, lembra lá atrás quando o sr diz que será a palavra dele contra a “nossa”. 2) O melhor seria fazer um acerto com ele o mais rápido possível, pois assim diminuiria o seu problema. 3) Minha sugestão é que o sr. faça um acerto com ele o mais rápido possível, pois da maneira que está sendo tratado a coisa, pode dar muito problema.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  453. Helio Rodrigues Araujo

    Elisia Lima

    Sim, pode anular os seus contratos de trabalho, precisa comunicar ao seu responsavel pelo RH, para não apresenta-los no CAGED (Cadastro Admitidos e Demitidos do Ministério do Trabalho), que pode ser entregue até o dia 7 do mês seguinte, pois assim não havera registro fora de sua empresa dos dados do funcionário. Então resumindo se a sra não entregar o CAGED de seus funcionários pode cancelar o seu contrato, caso contrário tera que caracterizar a justa causa para a demissão.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  454. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo R Ribeiro Amaral

    A legislação diz que o sr tem que disponibilizar o valor da rescisão a empregada, portanto aconselho-o a procurar um contador em sua região para que ele lhe direcione no sentido de resolver esse problema. Entendo que o sr deve comunicar via carta com AR que a rescisão do contrato dela se encontra a disposição desde a data e que aguarda o seu comparecimento para receber suas verbas trabalhistas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  455. Helio Rodrigues Araujo

    Cristiane Araujo

    Entendo que a sra deve comunicar por carta com AR que a mesma abandonou o emprego e na mesma missiva colocar a disposição dela o valor da rescisão contratual (para isso procure um contador em sua região que ele podera ajuda-la). A partir desse procedimento a sra tem um documento (carta com AR) que comunicou a ela da decisão do empregador.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  456. DELTA DA SILVA DIAS

    EU ABANDONEI MEU TRABALHO,MEU EX PATRÃO ME XINGAVA DE MAIS, ENTÃO EU FUI EMBORA E NUNCA MAIS VOLTEI. EU NÃO SEI SE ELE DEU BAIXA NA MINHA CARTEIRA,EU POSSO TIRA OUTRA?

  457. Dejanelton

    Olá faltei 2 semanas seguidas na segunda voltei a trabalhar isso pode da justa causa para mim ou so o desconto em folha?Obs: No meio da semana peguei um atestado de 3 dias

  458. Kelly

    Boa Noite!!!
    Gostaria de saber, fiz um acordo com meu chefe pq fiquei cuidando da minha mãe por 4 dias esta com problemas de saude e ele achou melhor fazermos este acordo quando recebi meu salario agora de fevereiro esta escrito em um papel que foi dscontado 100,00 por faltas, não quero mais cumprir meu aviso pois faltam 9 dias para eu trabalhar posso não ir mais??? oq vai acontecer???
    Me ajude..
    Obrigada
    Kelly

  459. Helio Rodrigues Araujo

    Thiago

    A primeira das providências é consignar na folha de pagamento as faltas, para que o sr. tenha uma prova de que a mesma faltou ao serviço. Mandar um correspondência solicitando o retorno dela sob pena de ser demitida por justa causa. Caso ela não cumpra o aviso, demiti-la. Caso ela não compareça, faça o deposito judicial de seus direitos e aguarde para que ela procure a empresa.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  460. Helio Rodrigues Araujo

    Moraes

    Trabalho se concilia interesse do empregador e do empregado. Quando lhe contrataram estavam precisando de uma pessoa para o horário noturno, agora estão precisando de uma pessoa para o horário diurno, demonstre a eles que o sr não pode trabalhar nesse horário, portanto eles tem que arrumar outro funcionário e o sr tem interesse em continuar trabalhando no horário noturno. Caso continue o interesse, o contrato continua, caso contrário é inevitável a rescisão do contrato, caso não haja interesse de uma das partes, ou de ambas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  461. Valclécia Novais

    Gostaria de saber se um empregado que está em período de experiência e trabalha 40 dias e desaparece sem dar justificativa, tem que ser notificado? o que a empresa deve fazer? como proceder em um caso como esse?
    Obrigada,
    Valclécia Novais

  462. Helio Rodrigues Araujo

    Barbara

    A legislação diz que a sra tem que esgotar todas as formas de informa-lo, caso ele seja informado e não compareça, a sra deve depositar em juízo o valor devido da rescisão contratual por Justa Causa (abandono de emprego). Portanto mesmo ele não comparecendo a obrigação do empregador é esgotar todas as formas de encontra-lo e depositar o valor em juízo para que ela possa receber suas verbas trabalhistas assim que aparecer.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  463. andre

    boa tarde queria saber se a pessoa com mais de 3 anos
    ao comparecer na empresa , a empresa tem o direito de dar baixar na carteira do empregado?

  464. Francianne

    Bom dia,

    Enviei um telegrama com AR para a casa do funcionário que simplesmente desistiu do emprego e não formalizou nada. Este telegrama inlusive cita o artigo da CLt e dei o prazo de 48 horas para que ele comparecesse e formalizasse o pedido.

    Minha duvida: ele foi embora dia 04/02, enviei o telegrama dia 10, à partir de qual data posso contar os 30 dias para abandono, no dia 04 ou no dia do envio da correspondencia, que foi recebida e confirmada pela AR?

    Obrigado pela ajuda.

  465. lucas

    Oi, tudo bem!! minha duvida é o seguinte estou tentando sair de uma empresa faz 90 dias que não trabalho porem eles vêem pagando meu salario… achei que com 30 dias de faltas daria abandono mas ate agora nada o que devo fazer??? devo devolver os 3 salarios recebidos ??? afinal não tenho culpa que a empresa fica depositando na minha conta os salarios??? Posso ser penalisado por isto??? ham quando eu for da baixa devo delvolver os salarios pagos???
    desde já agradeço,,,

  466. David Aryson

    Oi quando assinam a carteira de um funcionario sendo que o mesmo entrou a empresa a menos de 20 dias, sua carteira foi assinada como experiência, so que o mesmo nao quer continuar trabalhando recebeu uma prospota melhor de uma segunda empresa e teria que começar nela imediatamente, mais o patrao da primeira empresa nao quer libera-lo se ele abandonar perde o que? a carteira do funcionario ainda esta com a empresa.

    como o funcionario deve proceder?

  467. Tiago Luis

    Caro Helio, trabalho em uma empresa de alimentos à 2 anos e 3 meses, sendo que fiquei afastado pelo INSS 7 meses, retornei ao trabalho em julho de 2009, quando foi em janeiro de 2010, surgiram uns problemas pessoais, dos quais não tenho condições de continuar na empresa, não tenho condições financeira de me manter sozinho na cidade, tenho familiares distantes. Contava muito com o salario de minha ex mulher, o que posso fazer para que a empresa me mande embora, sendo que ja tentei explicar minha situação e não aceitaram um acordo. Estou faltando ao trabalho desde 3 de fevereiro por não ter onde ficar la na cidade, estou a uma distancia consideravel na casa de parentes. Volto amanha para trabalhar, para que eu não tome uma justa causa por abandono. O que eu posso fazer para conseguir uma demissão sem justa causa?

    Desde já, agradeço

  468. Renata

    Boa noite! Adquiri uma bursite no ombro direito na empresa onde trabalho digitando 10 horas por dia. Já fui em vários médicos e nenhum me deu afastasmento superior a 15 dias, para poder pedir o auxilio doença O que devo fazer? quais meus direitos? a empresa não me manda embora e tb não quero pedir minhas contas, estou faltando desde o dia 20/01/2010. E quais os riscos que corro? Se pedir as contas tenho como processar a empresa depois? Me ajudem por favor.

  469. Renata

    Quais as consequências de um abandono de emprego?

  470. tatiane

    eu trabalhava em uma empresa e desisti e nem voltei na empresa pra pegar minha carteira e continuo recebendo e a empresa me ligou pra ir lá assinar um papel e resolver o registro..o que eu faço? eu vou ter que reenbolsar o dinheiro?

  471. Helio Rodrigues Araujo

    Cara Delta da Silva Dias, poder a sra pode, mais nao deve. O que a sra tem que fazer é retornar a sua empresa e pegar a sua carteira de trabalho, pois ela é de sua propriedade, lhe pertence e tem que lhe ser devolvida de acordo com o que prevê a legislação em vigor. Caso a CTPS esteja com a sra se dirija até a empresa e solicite as anotações devidas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  472. Helio Rodrigues Araujo

    Caro Dejanelton

    Não somente duas semanas de faltas não caracterizam a justa causa. Tem que entregar o atestado na empresa imediatamente para que a empresa tome ciência e não o penalize também por essas faltas. A regra geral nesses casos é: Caso falte um dia na semana tem descontado o descanso remunerado, caso falta mais de dois dias no ano perde dias de férias de acordo com tabela escalonada de dias/férias.

    Um abraçoe sucesso

    Hélio R. Araújo

  473. Helio Rodrigues Araujo

    Kelly

    O que pode lhe acontecer é não receber pelos dias que não trabalhou. Portanto caso a sra deixe de comparecer ao trabalho o seu patrão pode também deixar de lhe pagar pelos dias não trabalhados.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  474. Helio Rodrigues Araujo

    Valclecia Novais

    Não existe a necessidade de notificação, o que precisa ser feito é exatamente no dia do vencimento do contrato por tempo determinado (no dia do vencimento do contrato de experiência) seja feita a rescisão contratual e aguarde o funcionário para que ele apareça para receber a rescisão, mais isso tem que ser feito exatament no dia do vencimento do contrato, pois no dia seguinte o contrato passa a ser por tempo indeterminado e portanto a situação muda drasticamente.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  475. Helio Rodrigues Araujo

    Andre

    Sinceramente não entendi o seu questionamento. Do nada depois de 3 anos a empresa deu baixa na sua Carteira de Trabalho? Se foi isso que aconteceu, claro que não existe nenhuma legislação que ampare essa situação. Portanto a empresa não pode em hipotese alguma fazer isso.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  476. tamires

    trabalhava em uma empresa em novembro de 2009 abandonei em dezembro de 2009 e a empresa continua despositando pagamento nem voltei pra dar satisfação e nem peguei minha carteira fui notificada por um telegrama da empresa pra comparecer lá gostaria de saber se eu vou ter que reembolsar o dinheiro que fiquei recebendo?

  477. kelly

    ola,me chamo kelly,meu marido trabalha a 8 meses em uma empresa como promotor de vendas prestando serviços para várias lojas,só que faz 30 dias que ele não vai e nem justifica,no sabado dia 6 da março ele foi trabalhar normalmente, ele não tem folha de ponto,é registrado normal,o controle só é feito por ele mesmo,por que a agência é em campinas, e ele presta serviço em Sorocaba,só que ligaram para ele hoje,e ele disse que irá pedir a conta,o que mais eles teem direito de exigir dele??? por que todo esse tempo que ele não vai, ele estava recebendo normalmente,eles querem que ele de a carta de demissão com a data do dia que ele parou de ir ou seja a um mês atrás e agora???fazendo isso eles podem exigir que ele devolva todo o dinheiro que ele recebeu???? obrigada

  478. Wesley Marcos

    Boa tarde,

    Gostaria de saber como proceder diante de um funcionário que laborou de abril/2009 a junho/2009 e após este período não foi mais encontrado, portanto, não conseguimos notificá-lo para retornar ao trabalho. Diante disso, gostaria de saber como proceder para fazer esta rescisão, já que até o presente momento não conseguimos localizá-lo?

  479. paula cristina

    estou insatisfeita com meu local de trabalho , e no momento nao posso pedir conta ja faltei 04 dias posso ser demitida por justa causa

  480. mislene

    sou funcionaria publica municipal e estou em estagio probatório, devido uma discussão não retornei ao trabalho por cinco dias, caracteriza abandono de emprego quais meus direitos, o que fazer?

  481. Dayana

    Prezado,

    Sou do departamento pessoal e não tenho muita experiencia porém tinhamos um funcionario que ele pediu demissão e não quiz aceitar a rescisão pois ele pediu para trabalhar em outra empresa e como como foi pedido o valor foi muito pequeno como devemos proceder?

  482. jefersom

    ola quero saber uma coisa nao trabalho a trez dias nao tenho nenhuma adivertencia
    com isso posso ser mandado enbora por juta causa

  483. Oswaldo

    Temos uma empregada domestica registra em carteira e esta tudo em ordem,esta faltando desde dia 08/03/10.No dia 09/03/10 ligamos no celular para saber o motivo,ela respondeu que viria no dia seguinte para converçar,o que não aconteceu até a presente data.Podemos enviar carta com aviso de recebimento AR. ou como proceder,aguardar 30 dias?

  484. Cristiany

    Solicito por gentileza esclarecimentos para o seguinte caso:
    A empresa dispensou 02 (dois ) funcionários após o termino do período de experiencia, foi dado baixa na carteira, os dois compareceram a empresa para fazer o exame demissional, após pegarem o valor para a realização do exame sumiram isso em 03/11/2009 até a data de 19/03/2010. Mesmo com a carteira dado baixo, pode caracterizar abadono de emprego?

    Grata,

    Cristiany

  485. Pollyana

    Olá,
    Estou com um caso de rescisão por abandono de emprego, pois o funcionário vem faltando a mais de 45 dias. Já enviei a carta pedindo pra que ele compareça, mas ainda não esgotou o prazo. Caso ele não apareça pra trazer a CTPS, o q devo fazer?
    Ele tem mais de um ano de trabalho e nunca gozou férias.
    Entendo que as verbas rescisórias deverão ser apenas saldo de salário e férias vencidas, estou correta?
    Minha dúvida é na questão de ele não trazer a CTPS para eu dar baixa…
    Espero um breve retorno.

    Obrigada e bom trabalho.
    PS: Gotei muito da página e queria saber se vc é advogado…

  486. WAGNER

    TEMOS UM FUNCIONARIO QUE TRABALHOU ATÉ 06/02/10 E DEPOIS VOLTOU EM 23 E 24/02/10 FALTANDO NOVAMENTE ATÉ HOJÉ 22/03/10. COMO PROCEDER.(LIGAVA P/ ELE MASNÃO HAVIA RETORNO). HOUVE ABANDONO , HÁ CHANCE DE JUSTA CAUSA ,OU, QUANTAS ADVERTENCIAS .
    OBRIGADO.

  487. Carla

    Gostaria de saber se um funcionário comparece a empresa, bate cartão a cada 10 dias, ele ainda não tem advertência e nem suspensão, a empresa pode demití-lo por justa causa, por abandono de serviço? Qual a lei? Este funcionário tem o direito das verbas recisórias e seguro desemprego?
    Obrigada.

  488. Pollyana

    Estou aguardando uma resposta há 3 dias…

  489. patricia lima

    Estou precisando de uma ajuda minha irmã ,foi mandada embora recebeu a rescisão.Agora descobriu que esta gravida o que ela deve fazer.

  490. shyrley

    bom dia!!
    tenho um funcionario a mais de dois anos, ele que não aparece para trabalhar desde o dia 26/02/2010, hoje 27/03/2010, ja fazem 31 dias, ja anuncie nos jornais, e o celular que a empresa lhe deu não estamos conseguindo deixar nem recado pois esta fora de area ou seja desligado…, gostaria de saber quais são os direitos a receber…, visto que ele ainda não veio receber nem o salario de fevereiro 2010, não tem ferias vencidas, e como devo paga-ló, ja que não estamos consegundo encontra-lo,
    caso possa me responder
    agradeço, obrigada
    shyrley

  491. Natanael

    Preciso de uma orientação,tenho um empregado que afastou da empresa por falta de atraso de pagamento.
    A data que ele se afastou foi em outubro de 2008 e agora apareceu querendo que eu faça a recisão normal como se eu tivesse mandando embora, não dei abandono de emprego por esta razão.
    O salário atrasado esta liquidado.
    O que devo fazer.

  492. Helio Rodrigues Araujo

    Francianne

    Conta o dia 04/02, pois foi o dia que ele passou a faltar. O AR é somente pra comunica-lo das faltas injustificadas

    Um abraço e suceso

    Hélio R. Araújo

  493. Helio Rodrigues Araujo

    Lucas

    Entendemos que o melhor é o sr. procurar a empresa e fazer um acordo, para resolver essa situação. Depois de formalizado esse acordo sera resolvido esse problema em definitivo.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  494. Helio Rodrigues Araujo

    David Aryson

    O contrato de experiência, protege o empregado e o empregador pelo tempo nele determinado, portanto caso o empregado não complete os dias definidos no contrato de experiência ele tem que reembolsar o empregador metade do valor dos dias que faltam até terminar o contrato de experiência. Portanto ele tem descontado na rescisão contratual o valor de metade da remuneração que ele teria direito até o termino do contrato de experiência.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  495. Helio Rodrigues Araujo

    Tiago Luis

    Dificil, caso sua empresa não entenda seu problema e aceite um acordo com o sr! A melhor situação para o sr. seria o dialogo com seu empregador para resolver o seu problema. Tente mais uma vez um acordo, espero que o sr. consiga resolver o problema desta vez.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  496. Leonardo Potenciano

    Meus Caros,

    gostaria de Saber o que devo fazer, Tenho em minha casa uma empregada domestica com contrato de experiencia a cerca de 80 dias de trabalho, mas nesta reta final do seu periodo de trabalho de experiencia, está todo dia saindo mais cedo do trabalho e deixando trabalhos a fazer, na verdade ela passa o dia inteiro enrolando, o que devo fazer além de não renovar o seu contrato de trabalho. Posso descontar parte do dia, por estar deixando serviços a fazer?, qual e o direito que tenho, e quais eu não tenho.

    grato.

  497. Vanessa

    Boa tarde,

    Fiquei afastada da empresa na qual trabalho, pelo INSS, por 60 dias. Me afastei por problemas psicológicos causados pela empresa e tive meu afastamento pela espécie 91. No final dos 60 dias fui ao meu psiquiatra que me deu um relatório no qual consta que eu deveria voltar ao trabalho desde que fosse em outro local, pois não poderia ficar no local que me gerou a doença. Levei até a empresa que se recusou a me readaptar em outro local, tentei trabalhar por dois dias no mesmo local e passei mal novamente, retornei ao meu psiquiatra que me deu uma declaração na qual consta que devo permanecer afastada até que haja readaptação funcional. Passei com o médico da empresa e o mesmo me encaminhou ao INSS, com perícia marcada para 03/05/2010, isso ocorreu em 24/02/2010. Estou aguardando a data da perícia em casa, minha dúvida é: a empresa pode me demitir por justa causa alegando abandono de emprego? Agradeço.

  498. Helio Rodrigues Araujo

    Renata

    A legislação diz que a sra tem que provar que tem um problema, para poder pleitear algo como diz em seu texto. Com a sra. mesma afirma que nenhum médico lhe concede mais de 15 de afastamento, como a sra podera provar que tem a bursite? Entendemos que a melhor politica é o dialogo, então a sra. deve procurar a sua empresa e também o médico com o qual faz o tratamento e procurar manter um diálogo franco e aberto com ambos e procurar solucionar o seu problema.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  499. Helio Rodrigues Araujo

    Renata

    Existem consequências diretas e indiretas, as diretas tem a ver com sua remuneração, ou a falta dela. As indiretas tem a ver com a sua situação individual, essa é a solução para o seu problema? Fazendo isso a sra resolvera todos os seu problemas de trabalho? dentre muitas outras perguntas a serem respondidas. Então aconselho-a refletir sobre os prós e os contras de uma decisão como essa.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  500. Luiz Carlos M. da Silva

    Por favor eu gostaria de tirar uma dúvida com este tão conceituado corpo de advogados; Minha espôsa trabalha como caixa de um supermercado, se ela se ausentar por 10 dias, para fazermos uma viagem, ela corre o risco de ser dispensada por “justa causa”?. Desde já agradeço a orientação e boa tarde.

  501. Joel

    Caro Sr. Hélio,
    Boa Tarde,estive com um funcionário no cargo de secretário durante 19 mêses em meu consultório de fisioterapia.Como profissional liberal assinei sua carteira como pessoa física pois nao optei por abrir cnpj,em 01/04/2010 ele não mais compareceu ao consultório e isso se dá até o dia de hoje 16/04/2010.Em 07/04/2010 ele me ligou e informou q não mais viria pois havia recebido uma proposta de emprego,aceitou e já estava em treinamento no novo emprego.Então eu marquei no mesmo dia 07/04/2010 para q ele comparecesse ao consultório as 15:00 e assinasse seu pedido de demissão sem cumprimento de aviso prévio e q tb troxesse a carteira de trabalho para nosso contador dar baixa e fazer os calculos de sua recisão.Ele compareceu no horário combinado mas,trouxe a carteira de trabalho mas se recusou a assinar o pedido de demissão e me pediu para demiti-lo pois só assim ele poderia receber o seguro desemprego.Eu o informei q em nenhum momento tive a intenção de demiti-lo e por isso não iria faze-lo,e tb o informei q esse tipo de acordo é ilegal pois ele não poderia receber o seguro desemprego estando trabalhando em outro local,ele me informou q já havia comunicado no local em q está em treinamento q faria esse acordo comigo então eles aceitaram não assinar a carteira dele no período em q ele estiver recebendo o seguro desemprego.
    Bom Sr.Hélio,eu não aceitei,ele foi embora nervoso e chateado e não quis pegar sua carteira de trabalho de volta,liguei e pedi q ele viesse busca-la ele me informou q não deseja virá ao consultório nunca mais então eu o informei q entrasse na justiça contra mim pois assim ele não teria dúvida alguma quanto ao valor de seu acerto e seus direitos,agora estou com a carteira dele sem dar beixa um pedido de demissão sem estar assinado e muitas dúvidas pois buscando por informações com advogado trabalhista e meu contador ainda é muito duvidoso se devo anotar na carteira de trabalho dele a data da saída,ou seja dar baixa mesmo na carteira,ou se envio um comunicado oficial a ele para vir retirar sua carteira e a entrego,caaaso ele compareça,dando ou não baixa ou espero memso a melhor decisão na justiça? PS: essse é o primeiro emprego dele com carteira assinada.
    No aguardo,
    Joel

  502. christiane

    Minhafuncionária (Empregada domestica)me pediu demissão e disse q aguardava eu arranjar outra pessoa para o trabalho,passados exatos 29 dias, ela não me falou nada e não apreceu mais(já tem 10 dias), não fez a carta de demissão, não trouxe a ctps para baixa….o que fazer ?

  503. Simone Ribeiro

    Gostaria de saber como deverei proceder uma vez que já faz 1 ano e 8 meses que não compareço mais a empresa devido a alguns problemas casuais. Por favor pretendo legalizar minha situação mas preciso de uma orientação que me esclareça o que devo assinar e pedir para formalizar minha saida definitivamente da empresa. Agradeço pelos esclarecimentos

    Simone

  504. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiane

    Entendo que se a sra não trabalhou tem que restituir o dinheiro recebido. Mais essa é uma decisão que cabe a empresa para a qual a sra. trabalhava. O melhor é a sra comparecer o quanto antes e lhes comunicar de sua decisão.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  505. Helio Rodrigues Araujo

    Tamires

    Entendo que se a sra não trabalhou, tem que devolver os valores recebidos. O melhor é a sra comparecer ao seu local de trabalho e resolver o problema com a sua empresa. O melhor caminho em qualquer situação é sempre o dialogo, pois com ele se corrigem as arestas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  506. Helio Rodrigues Araujo

    Kelly

    Entendo que não, como eles querem que ele faça o pedido de rescisão contratual, ele terá direito de ficar trabalhando 30 dias depois da data do aviso prévio para se retirar do serviço.Como ele não trabalhou, a empresa já esta aceitando como tempo decorrido do trabalho, como aviso prévio, pelo menos foi assim que entendi. Entendo que ele deve dialogar com a empresa e sentir qual a posição que eles querem tomar, pra dai tomar uma atitude.

    Um abraço e sucesso.

    Hélio R. Araújo

  507. Helio Rodrigues Araujo

    Wesley Marcos

    A legislação que trata do assunto diz que o empregador tem que esgotar todas as formas de encontrar o funcionário. Caso isso já tenha ocorrido, deve ser feita a rescisão contratual e o valor ser depositado judicialmente para que quando o funcionário aparecer ele possa movimentar o valor depositado. Portanto o que deve ser feito é a rescisão e colocada a disposição do funcionário.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  508. Helio Rodrigues Araujo

    Paula Cristina

    Não, somente depois de faltar 30 dias ininterruptos sem justificativa. Mais se estas insatisfeita, chame teu chefe imediatao e tente um dialogo para resolver a sua situação, pois o dialogo é a melhor politica, senão a sra acaba se acostumando a faltar a esse trabalho e vai continuar com problemas no próximo trabalho, pois vai estar acostumada a faltar por qualquer motivo.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  509. Helio Rodrigues Araujo

    Mislene

    O melhor é procurar teu chefe imediato e comunica-lo do ocorrido, a melhor politica nesses casos é o dialogo. Com certeza a sra encontrara uma solução negociada para o impasse.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  510. Helio Rodrigues Araujo

    Dayana

    Olha, se ele pediu as contas ele deveria ter conhecimento do valor de seus direitos. Entendo que nessas situações o funcionário não serve mais para a empresa. Se a empresa esta correta, e fez todos os procedimentos de forma correta, ele que va procurar seus direitos em outro lugar. Então o que precisa ser feito é informar ao funcionário que ele não pertence mais ao quadro da empresa por decisão dele e ponto final.

    Hélio R. Araújo

  511. Helio Rodrigues Araujo

    Jeferson

    Não. primeiro o sr sera advertido e só depois podera ser demitido por justa causa.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  512. Helio Rodrigues Araujo

    Oswaldo

    Sim. Pode enviar a correspondencia e quando ela retornar acertar a rescisão contratual com ela.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  513. Helio Rodrigues Araujo

    Cristiany

    Claro que não. Se a empresa procedeu a todos os trâmites de baixa na CTPS, não tem mais o que se fazer. Caso não tenha procedido o contrato passa a ser por prazo indeterminado e então sim precisa ser caracterizada as faltas e o abandono de emprego.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  514. Helio Rodrigues Araujo

    Pollyana

    Mesmo que ele nao traga a CTPS, a sra pode homologar a rescisão e depositar na justiça do trabalho os direitos trabalhistas dele. Pois para fazer a homologação como ele abandonou o serviço e não compareceu mesmo sendo convocado, não existe a necessidade da CTPS.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  515. Helio Rodrigues Araujo

    Wagner

    A legislação prevê que a empresa tem que esgotar as formas de encontrar o funcionário, isso somente fica comprovado com documentos, então sugiro mandar uma correspondência a residencia dele convocando-o, caso não seja encontrado na residência publique em jornal de grande circulação na região, faça a rescisão contratual e homoloque na justiça do trabalho. Esses são os procedimentos a seguir.

    Um abraço e sucesso

    Helio R. Araújo

  516. Maria

    Ola, minha empregada domestica pediu férias adiantadas e faz mais de 2 meses que ela não aparece, tem cateira assinada e pagamos o FGTs certinho, não temos o endereço dela para enviar telegrama, carta, etc… como devo proceder?
    Como faço com o pagamento do fgts? e a baixa da carteira dela?
    obrigada

  517. nelson de oliveira

    Boa tarde!

    Gostaria de uma orientação.Sou Bancário há 26 anos fiquei de licença em 2008 como acidente de trabalho (Ler/Dort)e passei pela Reabilitação Profissional feita na Empresa.Devido a alguns problemas financeiros tive meu nome incluido no cadastro do Serasa e SPC. mesmo estando de licença fui obrigado a assinar um documento me comprometendo a regularizar a situação, sobe a pena de ser demetido por justa Causa.Gostaria de saber se mesmo com as condições acimas a empresa pode tomar essa medida.Obrigado pela ajuda.

  518. Helio Rodrigues Araujo

    Carla

    Por justa causa sim. Abandono de emprego não. A legislação que regula os direitos e deveres trabalhistas é a CLT. Se for demitido por justa causa, não.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  519. Helio Rodrigues Araujo

    Pollyana

    Dentro de nossa disponibilidade e condições, respondemos a todas as questões.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  520. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia Lima

    Ela pode solicitar o auxilio-maternidade à previdência social. Precisa juntar a documentação que com certeza a previdencia a amparara.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  521. Helio Rodrigues Araujo

    Shyrley

    Basicamente é o saldo de salário e férias vencidas. Deposite o valor da rescisão na justiça do trabalho de sua região, pois assim o sr. se salvaguarda de qualquer ação futura.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  522. Helio Rodrigues Araujo

    Natanael

    O que já deveria ter feito quando ele faltou mais de 30 dias consecutivos, a rescisão contratual por abandono de emprego. Agora o sr. deve fazer a rescisão pelo motivo do afastamento. Entendo que o sr deve procurar o seu contador para juntamente com ele providenciarem uma rescisão contratual da forma que melhor se adequar a situação do empregado.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  523. marcineia

    gostaria de saber se apessoa que estava em lisença maternidade não quiser voltar a trabalhar quais são os seus direitos,qual a melhor opção.

  524. Helio Rodrigues Araujo

    Leonardo Potenciano

    Pode sim, desde que o sr. tenha como provar o que diz, essa prova para o MTE é o cartão de ponto eletrônico, que tem um custo muito elevado para uma empregada domestica. O que sr precisa fazer é: ter uma conversa com ela e caso isso não resolva, fazer uma advertência por escrito, caso ela não melhore fazer outra advertência ou até dar uma suspensão a ela, cobrar essa suspensão do salário dela, nesse caso o sr. começa a ter documentos que comprovam os seus argumentos.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  525. Helio Rodrigues Araujo

    Vanessa

    Na teoria pode sim. Pois a sra não foi afastada. Mais como o seu caso é bastante especifico, aconselho-a procurar a sua empresa e verificar a sua real situação junto ao departamento pessoal.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  526. Vanusa

    Tive uma empregada que ficou um mês em casa,não apresentou identidade alegando ter sido roubada, não tem cpf regularizado, apresentou a carteira e eu assinei, assim como fiz um contrato de experiência.
    Ela desapareceu sem dar satisfações me deixou com filhos que não tenho onde colocar, não atende minhas ligações, quebrou a TV do quarto onde dormia (deve ter sido descuido) e preciso dar baixa na carteira dela, assim como cobrar o conserto da TV. Ela ficou e já recebeu um mês e teria 10 dias a de saldo. Na carteira esta escrito e prorrogado o prazo de experiÊncia, eu não contava que ela fosse abandonar o emprego. e agora o que faço?

  527. Helio Rodrigues Araujo

    Luiz Carlos

    Por justa causa, não. Mais ser dispensada e ter cobrado os dias de falta mais o Descanso semanal remunerado correspondente e descontado das férias, sem duvida alguma sim.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  528. Helio Rodrigues Araujo

    Caro Joel

    Entendo que o sr. deve fazer o seguinte:
    1) Fazer a folha de pagamento do mesmo constando as faltas ao serviço.
    2) Comunicar a ele por escrito que depois de 30 dias ininterruptos de faltas ele fica convocado a retornar ao trabalho sob pena de ser demitido por justa causa.
    3) Caso ele receba a comunicação faça a rescisão contratual e deposite o valor da rescisão na justiça do trabalho a disposição dele.
    4) Caso ele não receba a comunicação publique no jornal de maior circulação de sua região a comunicação para que ele retorne ao trabalho, depois disso faça a rescisão e deposite a mesma na Justiça do trabalho de sua região.

    Pronto estara resolvido o problema e o mesmo deixa de ser funcionário depois desse dia, sem nenhum problema.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  529. Helio Rodrigues Araujo

    Caro Julio

    Os prejuízos vão ser por não receber alguns direitos. Claro que não na sua CTPS só ira constar o dia da saída do trabalho. Não podem escrever nada, somente o dia da saída.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  530. Helio Rodrigues Araujo

    Christiane

    A sra. deve deixar de pagar o INSS dela, contando sempre do dia que deixou de trabalhar para a sra, pois isso vai caracterizar que ela não presta mais serviços a sra. Depois disso fazer a rescisão contratual com os direitos dela e convoca-la por escrito a buscar os seus direitos com a sra. Caso ela não compareça a sra pode homologar a rescisão contratual na justiça do trabalho de sua região, onde o valor sera colocado a disposição dela.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  531. Vágner Paulo

    Fui dado como abandono de emprego! Mas a situação foi: me afastei por um Cid e a pericia estava longe, solicitei retorno ao trabalho antes da pericia, fui novamente afastado antes da pericia por outro Cid e antes da pericia, a assistente social solicitou que tentasse ja incluir 15 dias mais um relatorio para o perito de solicitação de sessenta dias, o perito ignorou, recorri a previdencia o medico foi advertido pelo mau atendimento e aguardo a nova data, mas recebi comunicação de abandono, não compareci pois tinha uma copia deste relatorio com a supervisão e com a assistente social o de sessenta dia, e hoje recebo uma carata informando que fui demitido por justa causa por abandono de emprego, está correto? Disseram que a carata não estava direcionada para a empresa e sim para o perito então isso não serviria como justificativa, oque devo fazer?
    Agradecido!

  532. Helio Rodrigues Araujo

    Simone Ribeiro

    A sra. tera que emitir um aviso prévio a empresa solicitando o seu desligamento. Ou ir a empresa e já fazer imediatamente um acordo para que eles lhe demitam, ou ainda assinar um aviso com data retroativa para ser demitida imediatamente.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  533. leandro

    por favor, trabalhei numa empresa de telemarketing, fiquei tres meses e sai mas nao baixa na carteira, assim foi abandono no emprego pois fazem 5 meses que ei ainda nao dei baixa. gostaria de saber quanto tempo vai demorar para eles darem baixa, se da na hora ou quanto tempo a lei deternima para ele darem baixa e se eu tenho direitos a alguma coisa sendo que so foram pagos o dia do mes que fui na ultima vez?
    obrigado

  534. Robson Adriano de Souza

    Oi, meu nome é Robson, tenho várias perguntas para fazer a respeito do meu emprego e gostaria, se possível, que elas fossem respondidas com uma certa rapidez, devido ao andamento dos fatos… e, por favor, leia até o fim, estou quase desesperado…

    Há quase três anos fui contratado em uma empresa de Fast-Food em Cuiabá/MT. Se tratava de um emprego muito bom, bem remunerado, em um ambiente agradável, com ótima convivência entre os colaboradores. Infelizmente houve certo descaso. A empresa ultilizava produtos de limpeza muito fortes, a base de Hidróxido de Sódio, Peróxido de Hidrogênio, Lauril Sulfato de Sódio, Mikro Chlor, todos em forma concentrada, e não disponibilizava EPI, o que por fim me levou a adquirir uma Dermatite de Contato em ambas as mãos e, pesquisando a respeito pela internet, descobrir que já se trata de uma Dermatite tipo 3.

    Tal dermatite limitava meu trabalho, tanto na empresa, quanto nos afazeres domésticos. Resolvi então renunciar ao contrato de trabalho. Pedi pra conversar com a dona da franquia onde trabalhava e ela, prontamente, me dispensou do contrato de trabalho pagando todas as verbas rescisórias.

    Voltei à Marília/SP, onde moram meus pais. Fui à dermatologista, do SUS, ela me disse que se travatava de uma Dermatite de Contato, que o único modo de eliminar a doença era suspender o uso de todo e qualquer produto de limpeza, usar sempre luva, ou sabão em barra glicerinado. Me receitou uma pomada, Furoato de Mometasona, a única que foi eficaz à minha alergia.

    Com menos de três meses, consegui um emprego em outra empresa de Fast-Food, nova no mercado, e que atuava no mesmo segmento, e que também manipulavam os mesmos tipos de produtos. Não deu outra, a dermatite começou a voltar. Mencionei ao meu novo gerente o “aparecimento” da dermatite. Então ele me mudou de horário e, passado 1 mês, me mandou embora.

    Após 1 semana, consegui novo emprego, desta vez como empacotador de caixa de supermercado. Mais uma vez, a dermatite volta a aparecer. Ao colocar as compras na sacola do cliente, acidentalmente, manuseia-se caixas de sabão em pó furados, frascos de desinfetante mal rosqueados….

    Então resolvi prestar o vestibular da Unesp, em Assis/SP, a única do Estado a oferecer o curso que almejo tanto. Por incrível que pareça, consegui a isenção da taxa do vestibular. Empolgado, e por saber que não poderia ter ajuda financeira dos meus pais, resolvi, em um dia de folga, visitar Assis. Já no mesmo dia, encontrei lugar para morar, e emprego também (a mesma marca de Fast-Food que adquiri a Dermatite, porém com outro dono, outro franqueado)…. Pedi conta do supermercado e fui para Assis.

    Já em Assis, no novo emprego, me colocaram em um horário excelente, no qual não era obrigado a manusear produtos de limpeza.
    Infelizmente, 1 mês e meio depois, a Gerente foi substituída. A nova Gerente, no entanto, mesmo tendo ciência do meu problema, mudou meu horário de trabalho, passando a trabalhar no “fechamento”, que limpa a loja depois que fecha, e que vai até as 02:00hs da madrugada. Ela nunca comprou luva, e alega que eu, que possuo a alergia, que devo tomar providência e adquirir minhas próprias luvas. Gerente muito grossa e arrogante.

    Consegui passar no vestibular, e já vou pro 4º semestre de faculdade e, diga-se de passagem levando aos trancos e barrancos. Saio tarde do emprego, tenho que levantar de manhã pra ir pra faculdade, perco hora, talvez venha contrair uma DP na faculdade neste semestre. Isso tudo sem contar a dermatite, que me impede de lavar roupa, arrumar a casa, e até de manusear alimentos ácidos, tais como tomate, picles, alho, cebola (todos esses utilizados também na empresa), o que agrava e muito a alergia. Sem contar que, na empresa devemos, a cada trinta minutos, lavar as mãos com detergente bactericida e aplicar álcool gel sanitizante nas mãos, o que está tornando a alergia insuportável. As mãos coçam durante a madrugada e me tiram o sono. Já gastei muito com pomada. Um tubo de pomada, que dura por volta de um mês, em sua forma genérica, custa em torno de R$ 16,00. Já devo ter comprado uns 20 tubos. Já comprei luva para usar na empresa, mas elas acabam rasgando pelo tempo de uso, e devido aos utensílios pontiagudos. Pra você ter uma idéia, há alguns meses comprei 2 (dois) pares de luvas, cada uma custa R$5,60. A primeira rasgou no mesmo dia, e a segunda, dois dias depois. Como vou pagar por R$11,20 em dois pares de luva, se recebo só R$ 16,80 o dia trabalhado??? E outra, seria eu que teria que comprar as luvas, ou a empresa que deve fornecer EPI????? Pois a empresa não está cumprindo a lei!

    No começo do mês de Abril, a “Administradora e sócia” da empresa me deu as férias, já vencidas. Ao término, me chamou na gerência, e disse que havia me dado férias pois havia percebido que estava desgastado, cansado, e viu que eu realmente necessitava gozar de um descanso. Perguntou se eu gostaria de continuar na empresa, que para isso ela iria pedir comprometimento de minha parte. Eu respondi que estava insatisfeito e expliquei todos os motivos. Pedi que ela me mandasse embora, para poder receber seguro-desemprego, e poder curar minha alergia. Ela então pediu que eu esperasse, pois a loja estava com poucos funcionários. Pedi o Holerith do mês de março, que trabalhei integralmente antes de gozar das férias. Percebi a falta de R$106,00 reais no depósito do salário na minha conta do banco. Tirei um extrato no banco e mostrei à ela a diferença em relação ao holerith, e que o banco não havia descontado nenhuma taxa, manutenção, tarifa, ou cesta básica de serviços. Isso mesmo, nenhuma tarifa havia sido cobrada do banco. Ela disse que iria conferir o erro. Já faz 2 duas semanas que espero resposta dela.

    Na semana passada, perdi uma prova importantíssima na Faculdade, pois não consegui acordar cedo. Me desculpe falar dessa forma, mas resolvi, sem pestanejar, faltar ao trabalho e fazer a prova no período da noite.
    E agora, ela reduziu minha jornada de trabalho para apenas 4 horas diárias (o que não é suficiente, em hipótese alguma, para pagar minhas despesas). Mudou meu horário novamente, onde terei que manusear novamente os produtos de limpeza. Estou sem dinheiro, meu chuveiro queimou, meu aluguel está atrasado, as contas também. Ela está tentando, de todas as formas, me forçar a pedir conta. Todos da empresa já sabem que eu já pedí pra sair.

    Agora vem as perguntas difíceis:

    Fui ao Médico, no final de Fevereiro, e pedi um encaminhamento para um Dermatologista. Está demorando muito, e não tenho como pagar nenhum Dermatologista Particular para agilizar meu atendimento…

    Gostaria de saber se tem como… eu me afastar do emprego? sabe….tipo uma interdição, por eu não estar apto a trabalhar, por causa da alergia. Sabe, abandonar o emprego e ir atrás dos meus direitos? Terei que ir no Ministério do Trabalho, no INSS, no Procon, onde?
    Sabe, não consigo mais trabalhar e estou entrando em depressão profunda. Sinto vergonha das minhas mãos, de cumprimentar as pessoas… Isto já está afetando 100% da minha vida, e não sei mais o que fazer… as vezes penso até em processar a empresa de Cuiabá onde adquiri a dermatite….
    Penso, muitas vezes, em abandonar a faculdade e voltar pra casa dos meus pais, mas acho uma tremenda injustiça largar a faculdade, meus sonhos, de estudar em uma Universidade Pública, por causar de um descaso como esse…

    Por Favor, me ajude!

  535. Vágner Paulo

    ##URGENTE## Fui dado como abandono de emprego! Mas a situação foi: me afastei por um Cid e a pericia estava longe, solicitei retorno ao trabalho antes da pericia, fui novamente afastado antes da pericia por outro Cid e antes da pericia, a assistente social solicitou que tentasse ja incluir 15 dias mais um relatorio para o perito de solicitação de sessenta dias, o perito ignorou, recorri a previdencia o medico foi advertido pelo mau atendimento e aguardo a nova data, mas recebi comunicação de abandono, não compareci pois tinha uma copia deste relatorio com a supervisão e com a assistente social o de sessenta dia, e hoje recebo uma carata informando que fui demitido por justa causa por abandono de emprego, está correto? Disseram que a carata não estava direcionada para a empresa e sim para o perito então isso não serviria como justificativa, oque devo fazer?
    Agradecido!

  536. ADRIANA FERREIRA

    POSSO BAIXAR UMA EMPARESA QUE TEM FUNCIONÁRIO AFASTADOS POR AUXILIO DONEÇA PELO INSS.
    GRATA

  537. vanessa rosa xavier

    COMECEI A TRABALAHAR MAS NÃO FUI NENHUM DIA
    E FUI MANDADA EMBORA PRO JUSTA CAUSA E AGORA RECEBO ALGO
    E ESTOU REGRISTRADA UM MÊS E AGORA RECEBO ALGO
    PRO FAVOR ME RESPONDA URGENTE PRECISO SABER

  538. dayana

    ola,gostaria de saber,se eu abandonar o trabalho quais os direitos que eu perco,trabalho em um restaurante desde 1 de agosto de 2009,tenho um contrato de trabalho que se renova de 6 em 6 meses,so passo a ficar efetiva no dia 31 de julho de 2010.so que o ambiente de trabalho e o proprio trabalho em si sa esta insuportavel,tive uma proposta de uma outra empresa e gostaria de saber quais os direitos q perco se sair do atual trabalho sem dar dias a casa,e se realmente posso faze lo?!

  539. magaly

    comecei a trabalhar dia 17/05/2010 estou no periodo de experiencia e dia 05/06/2010 preciso me ausentar da empresa durante 15 dias por motivo familiar a empresa pode me mandar embora por justa causa???

    desde ja agradeço

  540. MARIA LIMA

    FIQUEI UM ANO AFASTADA DIA 3 DE MAIO DE 2010 RECEBI ALTA DA PERICIA, VOLTEI AO TRABALHO, MAS NÃO MI SINTO BEM, FALTEI TRES DIAS SEM JUSTIFICAR QUANDO VOLTEI RECEBI UMA SUSPENÇÃO DE TRES DIAS ESSA MEDIDA ESTA CORRETA? MESMO VOLTANDO AO TRABALHO TENHO DIREITO DE RECORRER A DECISÃO DO INSS?

  541. Rafael de Sousa

    Por favor, necessito de um esclarecimento, eu trabalhava em uma empresa prestadora de serviços para a um cliente “X”, após um ano de trabalho prestado a empresa “X” mudou de prestadora onde nesta migração a prestadora contratada ofereceu vários benefícios e pareceu ser uma boa proposta. Depois de 06 meses tive problemas com esta empresa devido a mesma não trabalhar com hora extra e devido algumas dificuldades financeiras solicitei auxílio a gerência da empresa, onde obtive a informação que não poderiam me ajudar, orientaram contato com o banco. Ao contatar o banco recebi a informação de que meu perfil não me permitia nenhuma contratação de empréstimo ou qualquer outro recurso. Retornando a empresa não consegui nem o adiantamento do meu salário, ficando por 09 dias em casa sem ter o dinheiro da minha passagem para trabalhar, recebi no 10º dia o contato do meu supervisor alegando que isto caracterizava abandono de emprego e me informou que deveria comparecer no mesmo dia caso contrário seria justa causa. Como posso recorrer para ter meus direitos trabalhistas??

  542. catarina

    Meu ex-marido faleceu e não deram baixa na carteira dele. Quais o maleficios que podem aparecer, em relação ao filho que tive com ele? O filho poderá receber pensão?

  543. Ruth

    olá pessoal espero qui alguem possa me ajudar tirando minhas dúvidas,
    eu sou empregada na função op.de caixa estou grávida o meu patrão está ciente disso,mas aconteceu o porem commigo minha mãe deste o inicio do ano veio pra minha casa em prol de se tratar de depressão não tive como deixa-la sozinha em casa então fatei muito muitas vezes mesmo sem levar atestado médico mais sempre o avizei por telefonemas mesmo assim acho qui já estou cm dois meses sem trabalhar isso teria já gerado (abandono )? pois minha mãe foi embora e gostaria de voltar a trabalhar liguei pro meu patrão pra saber e o mesmo dissi qui não é pra eu voltar trabalhar mais não tive cm convessar pessoalmente com ele serar o qui ele quiz dizer ?
    estou demitida ?
    minhas faltas gerou abandono de emprego? não sei o qui fazer os médicos da minha mãe não mim afastou pra cuidar da mesma nem me deram atestado moro em Atibaia sou filha única dela não tenho nimguem qui conheço pra ficar cm ela no período em que ela esteve aqui estou no sétimo mes de gestação .gostaria de uma resposta obrigada pois não sei cm reagir.

  544. Débora

    Boa tarde
    Gostaria de saber se a pessoa abandonar o emprego ela tem direito ao pis?

  545. Helio Rodrigues Araujo

    Maria

    Faça a rescisão contratual dela, pare de pagar o FGTS e o carnê do INSS, e se preciso deposite o valor da sua rescisão na justiça do trabalho de sua região. Fazendo isso a sra se resquarda de problemas futuros.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  546. Helio Rodrigues Araujo

    Nelson de Oliveira.

    Claro que sim, pois o sr. assinou um documento se comprometendo a regularizar a situação. Todos os direitos geram deveres, quando documentados esses deveres são inquestionáveis.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  547. Helio Rodrigues Araujo

    Marcineia

    Todos os direitos previstos na legislação, tais como férias vencidas e proporcionais, 13º salário proporcional, dentre outros. A melhor opção é a sra pedir demissão, pois é a sra que não quer mais voltar a trabalhar.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  548. Filipe

    Uma Simples pergunta, mas que bate na minha cabeça, “faltei no trabalho 6 dias sem justificativa, e uma amiga q trabalhou comigo, disse que escutou a gerente comentando que “eu poderia perder até o direito de receber o salário do mes anterior” tenho apenas um mes a receber, eu comparecendo no 7º dia, para pedir minha demissão, tenhu que receber o mes devedouro há algo q possa ser feito por eles, para que eu não receba?

  549. Helio Rodrigues Araujo

    Vanusa

    Faça a rescisão contratual e deposite o valor em juízo, basta comprovar que a sra esgotou todas as maneiras de encontra-la. Procure um contador em sua cidade para lhe ajudar a resolver o problema.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  550. Helio Rodrigues Araujo

    Vagner Paulo

    Sua situação é bastate individual, sugiro que o sr procure o seu sindicato para defender seus direitos. Caso não o atendam procure um advogado trabalhista em sua cidade para analisar o seu caso.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  551. Helio Rodrigues Araujo

    Leandro

    Eles tem que baixar o seu registro na carteira imediatamente após a constatação do abandono de emprego. Seus direitos são ao saldo de salário trabalhado e não recebido. Caso não tenham devolvido sua CTPS vá até a empresa e a busque, pois ela tem que ser liberada imediatamente.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  552. Helio Rodrigues Araujo

    Robson Adriano da Silva

    Como seu caso é bastante específico, entendo que o sr deve procurar o seu sindicato de classe e relatara os fatos, comprovando-os. Caso isso não surta efeito, procure o Ministério do Trabalho em sua região. Caso isso também não surta efeito, procure um advogado trabalhista para analisar o seu caso. Espero que isso resolva os seus problemas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  553. Ana Caroline

    Olá, pedi demissão e não cumpri o aviso prévio a empresa tem direito de me cobrar uma multa?
    Eu teria a receber pelos 7 dias trabalhados? Ele podem descontar um mes inteiro por nao ter cobrido o aviso previo?

  554. lilia alves

    Preciso de ajuda,URGENTE, tive algumas faltas devido a problemas de saúde, estou grávida de seis meses,tenho sofrido muito na empresa pq a mesma vinha me ameaçando de justa causa, levei varios atestados médicos de comparecimento os quais a empresa não aceitou e ainda me deram varias suspensões, mediante essas declarações médicas, e algumas faltas sem atestado,devido o plano da empresa que não estava me dando assistencia medica devida, onde foi feita varias reclamaçoes da minha parte contra o plano da empresa, também houve alguns atestados que o médico da empresa não quis receber alegando estar fora da validade,pq a empresa não aceita que terceiros entreguem atestados meu marido foi barrado diversas vezes na tentativa de entregar os atestados na empresa,o médico da empresa disse q/ só aceitaria mais atestados se eu levasse um laudo médico, levei declaração médicas as quais foram recusadas pela empresa.E mesmo sabendo do meu estado emocional, eles continuaram me assediando a ponto dos médicos, mandarem que eu procurasse um psicologo, pq chorro constantemente o que tem prejudicado o meu estado de grávidez, fui ao Ministério do Trabalho, passei pela Medicina do Trabalho e eles me aconselharam procurar um advogado pra entrar com uma ação contra a empresa. E o meu sindicato ainda é conivente, já que a empresa notifica que terei que fazer homologação no sindicato SINTELL. E stou DESESPERADA porque ja estou de seis meses e a empresa pediu meu cracha, a carteirinha do plano de saúde, e não sei como fazer e nem onde vou ter meu filho agora já que a empresa alega ter me dado uma JUSTA CAUSA estando eu grávida, se negando a pagar meus direitos e cancelar meu plano. O que faço POR FAVOR ME AJUDE?

  555. Helio Rodrigues Araujo

    Vagner Paulo

    Procure o seu sindicato de classe. Caso eles não o auxiliem procure o Ministério do trabalho e junte a documentação que comprova o que o sr esta dizendo que com certeza eles vão reintegrá-lo ao serviço, basta o sr PROVAR o que esta dizendo.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  556. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana Ferreira

    Se a empresa não tem mais atividade econômica comprovadamente, sim. A esponsabilidade pela reintegração e pagamento de indenização caso devida ao funcionário afastado, fica vinculado ao CPF do(s) sócio(s) administrador(es), portanto entendemos que sim, e o sócio administrador passa a ser o responsável pela obrigações com o empregado.

    um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  557. Amanda

    Boa noite!

    Tenho uma duvida, estava recebendo o seguro desemprego e fui registrada por outra empresa, porém, continuei recebendo o seguro normalmente (não foi cortado). Recentimente fui mandada embora dessa empresa que estava trabalhando sem justa causa. Receberei o Seguro desemprego normal? Ou será descontado as parcelas que continuei recebendo?! Obrigada

  558. Helio Rodrigues Araujo

    Vanessa Rosa Xavier

    A sra tem direito ao saldo de salário dos dias trabalhados.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  559. Helio Rodrigues Araujo

    Dayana

    Se abandonar o trabalho, a sra só tera direito ao saldo de salário dos dias trabalhados. Caso a sra peça demissão, pagara os dias não trabalhados do aviso prévio, perdera os 40% do FGTS, e o percentual das férias proporcionais.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  560. Nilson Gomes da Costa Junior

    Oi, meu nome é Junior e eu entrei em uma empresa, terceirizada à prefeitura de Natal, no dia 03/06/2009. A partir do dia 28/04/2010 eu tive que me ausentar da empresa por alguns dias por motivos particulares(de 28/04 a 10/05). Apresentei atestado médico de apenas 3 dias (03,04,05 de maio) e quando voltei fiquei sabendo pelo chefe de transporte da secretaria em que trabalho que eu fui “devolvido de volta a empresa” no dia 12/05. Passaram-se alguns dias e nada da empresa entrar em contato comigo. Voltei à secretaria e me comunicaram que tiveram que refazer o memorando me devolvendo a empresa. Só que só foi refeito no dia 02/06, ou seja, fiquei mais de 30 dias sem pisar no meu trabalho e, eu achava que nao precisaria voltar ao trabalho desde o dia 12/04. O que devo fazer?
    1- Me disseram que eu nao precisava mais ir trabalhar desde o dia 12/05. Eu confiei e nao fui. Só que para a empresa em que eu trabalho a data da minha devolução foi dia 02/06 e eu nao possuo documento que prove que desde o dia 12/05 eu estava desobrigado de ir trabalhar na sacretaria municipal;
    2- Posso levar justa causa? Me informe por favor se o que vale são 30 dias consecutivos ou 30 dias úteis, já que só trabalho de segunda à sexta e teve feriados,sábados e domingos nesse intervalo.
    3- O que devo fazer? A empresa até agora não me telefonou ou veio em minha casa. É verdade que eu tenho que ser advertido ou suspenso antes de receber uma justa causa?
    4- Ainda não me convocaram de volta ao emprego, será que devo procurar a empresa?

    Por favor me respondam estes questionamentos, muito obrigado
    Nilson Junior

  561. Lidianne

    Oi, sou gerente de uma loja num shopping na minha cidade. Trabalho das 14:00 as 22:00 e recebo 2 vales transportes. minha caixa e minha estoquista que trabalham no mesmo horário que eu recebem além dos 2 vales uma ajuda de custo de 5 reais por dia para alimentação.
    Gostaria de saber se tenho direito de receber 4 vales por dia, pois trabalho 8 hs diárias, ou esse mesmo auxílio para alimentação já que só tenho 1 hora de intervalo.
    Existe alguma lei nesse sentido?
    Obg.

  562. gfgfghfh

    teste

  563. Gabriele

    Olá, Boa noite!! Trabalhei em uma empresa e não dei baixa na minha carteira profissional.
    Arrumei outro emprego e preciso levar minha carteira para assinarem, terei algum problema por não ter dado baixa? Se eu tirar a segunda via da carteira, ela pode ser assinada normalmente, mesmo sem eu ter dado baixa na anterior?

    desde já agradeço, espero resposta.

    Grata,
    Gabriele

  564. Helio Rodrigues Araujo

    Magaly

    Se a sra simplesmente abandonar o serviço, sem duvida que sim. Se a sra comunicar por escrito a empresa, com certeza a sra pode ter o seu pleito atendido e a empresa entender o seu problema. Então em qualquer situação o melhor é o diálogo, pois só assim pode haver um entendimento entre empregador e empregado.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  565. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Lima

    Claro que sim, pois a sra faltou sem justificativa. Claro que sim, direitos a sra tem todos. Comprove a sua situação e recolrra da decisão tomada contra a sra, ais faça isso direito, ou seja, comunique a empresa, comunique a previdência, pois a pior de todas as situações é simplesmente abandonar o serviço sem justificar.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  566. Helio Rodrigues Araujo

    Rafael de sousa

    O sr deve comparecer a sua empresa e falar sobre isso com seu supervisor e caso não lhe deem uma solução procurar seus direitos na justiça. Porém os dias sem justificativa serão descontados de seu salário. O sr precisa sempre avisar a empresa de suas dificuldades para lhe auxiliarem. Entendo que o que a empresa fez foi lhe advertir para o sr não continuar a fazer como fez, simplesmente não comparacer ao trabalho nem justificar suas faltas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  567. Helio Rodrigues Araujo

    Catarina

    Verifique na empresa onde seu ex-marido trabalhava, com certeza não deram baixa na carteira, por não terem tido acesso a ela. Verifique isso e leve-a a empresa para ser feito o procedimento. Se a empresa já efetuou a rescisão contratual pelo Atestado de óbito, isso não prejudicara ninguém pois os órgãos governamentais já foram comunicados do óbito.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  568. Jaqueline

    Fui ofendida pela minha chefe e abandonei o trabalho no mesmo dia, não quero mais encontrar com ela de forma, alguma. Por minha carteira esta sem dar baixa, posso arrumar um outro emprego???
    O que fazer.

  569. JAQUELINE

    MINHA CHEFE ME OFENDEU, EU ABANDONEI O TRABALHO NO MESMO DIA. NÃO QUERO MAIS COMPARECER LÁ DE FORMA ALGUMA, O QUE FAZER???
    POSSO SER CONTRATADO EM OUTRA EMPREGA COM A CARTEIRA EM ABERTO???
    POR FAVOR ME AJUDE.

  570. JAQUELINE

    por gentileza mande a resposta da pergunta cima para o meu email jcoelhobarbosa@bol.com.br

    muito grata!!!!

  571. lucineia pereira de oliveira silva

    faltei 4 dias em meu emprego, mas não tive como comunicar a empresa eu estava doente e tenho todos os atestados medicos. quero saber se isso da abadono de trabalho. obrigada.

  572. Simone Silveira Prado

    Tenho um funcionário que erá de nossa total confiança, acontece que uma funcionária saiu da empressa e este funcionário passava para ela todas as informações da empresa, um certo dia ela ligou fazendo ameaças e dizendo que ele havia repassado para ela todas as informações , inclusive documentos e senhas ele não esta na empresa ja havia terminado seu turno de trabalho, mas eu liguei para ele e disse o que estava acontecendo, ele não negou, mas falou pra mim que não sabia que estava cometendo algo errado e até hoje não veio trabalhar isso fazem tres dias , o que devo fazer? como a lei age em casos de funcionários que passam informações da empresa para outras pessoas isso é crime, oque devo fazer , posso demiti-lo por justa causa? preciso de orientação.

  573. Helio Rodrigues Araujo

    Ruth

    Entendo que nesse caso a sra precisa se dirigir até a empresa e verificar sua situação. Depois disso tomar uma decisão e procurar os seus direitos. A sra deve procurar o seu chefe e conversando resolver a situação.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  574. Helio Rodrigues Araujo

    Debora

    A sra. tera direito ao PIS se tiver trabalhado pelo menos um mês anterior, bem como ter tido um salário médio inferior a 2 SM por mês.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  575. Helio Rodrigues Araujo

    Ana Caroline

    Não eles não irão lhe pagar os dias que a sra não trabalhou, isso não é multa, é somente não lhe remunerar pelos dias que a sra não trabalhou. Claro que sim, A sra tem direito a 7 dias se trabalhar os outros 23 dias o horário todo. Como a sra não trabalhou nenhum dia eles tem direito de lhe cobrar os trinta dias.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  576. Helio Rodrigues Araujo

    Lilia Alves

    A sra tem que procurar seus direitos. Procure um advogado, junte toda a documentação que comprove seu estado de saúde, com certeza a sra tera seus direitos respeitados. Entendo que a sra tem que procurar um advogado trabalhista em sua cidade e juntar toda a documentação que a sra tem, para que ele acione a sua empresa na justiça.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  577. Helio Rodrigues Araujo

    Amanda

    Se não houve dolo ou má fé em receber indevidamente o seguro desemprego, não há porque não receber todas as parcelas. Em nosso entendimento a sra recebera todas as parcelas, sem problema algum.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  578. Helio Rodrigues Araujo

    Nilson Gomes

    Entendo que o sr deve procurar a empresa em que trabalha. A falta de documento que comprove sua condição é grave, pois o sr não pode comprovar os seus argumentos. Depois que for a empresa o sr pode tomar uma posição sobre qual sera o seu destino na empresa. Não deixe de comparecer ao trabalho em hipotese alguma, pois somente assim o sr podera ter argumentos que comprovem sua efetiva disposição em continuar trabalhando na empresa.

    Um abraçoe sucesso

    Hélio R. Araújo

  579. Helio Rodrigues Araujo

    Lidianne

    Entendo que antes de ver se “existe lei” para isso, como a sra é a gerente o melhor é conversar com sua diretoria. Pois a sra afinal ocupa um cargo de gerência e como está fazendo a comparação de um item, entendo que a sra tem outras vantagens por ser a gerente, por isso o melhor é manter um canal aberto de diálogo entre a gerente e a direção da empresa, com certeza chegarão a um acordo.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  580. Helio Rodrigues Araujo

    Se o teste era para aparecer escrito aqui na pagina, deu certo.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  581. Tatiana Lessa

    Boa tarde, tirei férias no mês de maio, só que era pra ter voltado a trabalhar dia 14/06. Fui na empresa conversar com os diretores, pois estaria me mudando de cidade e pedi para me demitir, pois precisaria do meu FGTS, e abriria mão dos 40%, eles pediram para aguardar que me daria resposta, já se passaram 23 dias e ainda não obtive nenhuma resposta,liguei pra empresa, eles pediram mais um tempo. Se passar 30 dias a empresa poderá me demitir por justa causa, mesmo sabendo que estou no aguardo de alguma resposta? O que devo fazer?

  582. Helio Rodrigues Araujo

    Gabriele

    Claro que não. O sr pode trabalhar em quantas empresas for possível, desde que consiga cumprir sua carga horária total em todas elas. No caso da empresa anterior, o melhor é o sr procurar a mesma e verificar qual sua situação nela. Caso o sr continue com vínculo naquela empresa, o sr terá problemas com o seu PIS e seu FGTS.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  583. oliveira

    Sr.Hélio R. Araújo

    Gostaria de tirar uma duvida , eu trabalhei numa empresa de entregadores em +ou- 2005 e a empresa saiu do restaurante onde eu trabalhava , assim eu fui atraz do dono da empresa para dar baixa na carteira entao foi quando recebi a resposta de que era p mim dar um jeito pois ele nao podia dar baixa na minha carteira e que a empresa estava fechando ,assim eu to ate hj com minha carteira em aberto e depois disso eu ainda trabalhei em outra empresa e ficou tudo preso devido essa empresa nao dar baixa , queria saber se ele pode me dar como abandono e o que eu faço para resolver esse meu problema pois eu tenho que usar minha carteira para trabalhar .onde eu resolvo isso ou tenho que tirar outra carteira , obs , tirando outra eu ainda nao vou ficar com tudo prezo devido a esse problema .

    agradeço

    obrigado

  584. Fátima

    Tenho uma empregada doméstica que trabalha comigo há 11 anos. Pagamos todos os direitos, salário mínimo, férias, 13 salário. Porém desde o início ela falou que não queria carteira assinada para não descontar a parte do empregado a ser pago ao INSS. Hoje, após 20 dias de afastada do emprego, alegando dores nos joelhos, porém sem apresentar atestado médico e sem ter sido consultada para o uso de medicamento para aliviar os sintomas, continua com o problema e sem nenhuma previsão para retorno ao trabalho. Eu tenho 77 anos, não posso ficar sem uma pessoa para fazer meus serviços domésticos, e não sei como proceder? Gostaria de uma orientação. Posso demití-la alegando abandono de trabalho? E que direitos ela terá?

  585. Helio Rodrigues Araujo

    Jaqueline

    Sim, claro que pode, porém entendo que a sra tem que procurar o departamento pessoal de sua empresa e solicitar a baixa em sua CTPS, pois isso pode lhe prejudicar no futuro, para retirar seu PIS, seu FGTS, seu seguro-desemprego, por exemplo. Então, o que aconteceu por pior que tenha sido tem que abandonado por alguns momentos e a sra resolver o seu problema.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  586. Helio Rodrigues Araujo

    Jaqueline

    Conforme lhe respondi anteriormente, poder pode, só que pode lhe causar transtornos futuros. Resolva o seu problema com a empresa, que a sra ficara sem postergar problemas, com dificuldades para resolver no futuro, portanto resolva logo, pois por pior que tenha sido a ofensa, a situação só prejudicara a sra.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  587. Helio Rodrigues Araujo

    Jaqueline

    Como já lhe respondi por duas vezes, espero que a sra reconsidere e resolva o seu problema.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  588. Helio Rodrigues Araujo

    Lucineia Pereira

    A sra tem que comunicar a empresa que faltou por estar doente e provar com os documentos que possui. Somente pela falta nos quatro dias não se caracetriza abandono de emprego.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  589. Helio Rodrigues Araujo

    Simone Silveria Prado

    Sobre a falta do funcionário a sra deve consignar isso em folha de pagamento e usar a legislação para cobrar dele essas faltas. Para a demissão por justa causa a sra tem que provar os fatos, provando pode sim demiti-lo. Entendo que a sra deve procurar seu contador para lhe ajudar no caso descrito.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  590. gil

    Ola! estou recebendo auxilio previdenciario,deu-se inicio em 16/8/2009 e termina em 31/10/2010 sendo que esqueci de avisar minha empresa na quarta pericia mais ou menos em 01/02/2010,e agora ela emtrou com um processo trabalhista contra mim de consignacao em pagamento,estando eu amparado pelo inss eles podem fazer isso lembre-se estou ate 31/10/2010.abraco!

  591. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiana Lessa

    Claro que sim, para se resquardar faça o pedido por escrito e aguarde a resposta por escrito, pois da maneira que está a sra abandonou o serviço, pois não tera uma comprovação de que solicitou isso a empresa. Em relações trabalho deve sempre ser comprovado o que se diz, isso só acontece com documentos protocolados.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  592. Helio Rodrigues Araujo

    Oliveira

    Para dar baixa e sua carteira, procure a empresa que fara isso. Caso não a encontre procure o Ministério do Trabalho em sua região. Caso não resolvam procure um advogado trabalhista que solicitara a baixa via tribunal Regional do Trabalho. Isso precisa ser resolvido, pois caso continue sem baixar a sua CTPS o sr continuara com o mesmo problema de não ter seu PIS e seu FGTS liberados em função de ainda continuar com a carteira registrada.

    Um grande abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  593. Guto

    Olá Hélio, Bom dia.
    Eu trabalhava numa empresa na area da saude, aonde precisamos de um registro para exercer a função( como OAB, CRM etc…) e por um problema entre escola que me formei e diretoria de ensino , eu nao pude renovar este meu registro e como consequencia nao poderia trabalhar.
    isto posto, eu expliquei esta situaçao a empresa q me derá tranquilidade para tentar resolver minha situação e voltar a trabalhar. mas infelizmente, nao consegui resolver e qdo não me vem a surpresa q a empresa me demitiu por ABANDONO DE EMPREGO e eu, na minha leiga informação, acabei assinando embaixo a isso tdo.
    pergunto: Neste caso, eu tb nao tenho direito a FGTS? Como saber , depois de ter assinado, se este era mesmo o motivo justo a ser assinado?

    Grato,

    Guto

  594. Valter Liger Costa

    Trabalhei numa empresa em Sao Paulo de 1970-1976 abandonando em seguida o trabalho. Após 34 anos, ao consultar as minhas contas inativas do fgts constava saldo da empresa referida. Posso retirar o fgts ao me aposentar pois não tenho mais a carteira profissional.

  595. Helio Rodrigues Araujo

    Fátima

    O procedimento neste caso é demiti-la por abandono de emprego, caso ela complete 30 dias sem justificar as faltas. Ela terá como direito, 13º proporcional, férias proporcionais e saldo de salário, pelos dias trabalhados. Para lhe auxiliar o melhor é procurar um contador em sua região, ele com certeza a ajudara a fazer os calculos.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  596. Helio Rodrigues Araujo

    Gil

    Claro que sim, pois se entendi o que a sra disse, a sra não avisou a sua empresa, então eles não tem como adivinhar a sua situação se a sra não os avisar, para salvaguardar os interesses deles fizeram o processo trabalhista. Agora para regularizar a situação a sra apresente a documentação que tem que fica tudo resolvido.
    Faça essa entrega contra recibo e fique com uma copia de cada um deles, para sua segurança.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  597. Rici

    Olá Boa tarde!
    Tenho uma duvida.
    Comecei a trabalhar em uma empresa
    no dia 07/06/2010, ultimo dia em que compareci
    para trabalhar foi no dia 13/07/2010.
    noa avisei ninguem pois viajei rapido e la nao tive como ligar,
    sendo assim, ja que nao tinha dado pra avisar no primeiro dia,
    os dias foram passando e ainda nao liguei la.
    Como fica minha situaçao perante a empresa?
    Desde ja agradeço pela atençao.
    Boa Tarde.

  598. suelen

    Um funcionario que abandonou o emprego, quais são os seus direitos a receber, após o prazo de 30 dias com faltas e sem justificativa e nem comprarecimento quando solicitado?

  599. Karine

    Olá! Sai do meu emprego e meu patrão ainda não comunicou ao contador que tem que dar baixa na minha carteira.Então o contador pediu que eu fizesse por escrito informando que eu sai e ate que data eu trabalhei.Mas não sei nem por onde começar,o que deve conter nesse cominicado.Será que você pode estar me ajudando.Preciso fazer isso com máxima urgência.
    Desde já agradeço.

  600. Helio Rodrigues Araujo

    Guto

    O sr deveria ter procurado resolver a sua situação de outra maneira. nesse caso que aconteceu se o sr deixou de trabalhar, os SEUS MOTIVOS, não são suficientes para lhe dar um destino diferente, que não o de abandono de emprego.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  601. Helio Rodrigues Araujo

    Valter Liger

    Procure uma agência da CEF em sua cidade, eles lhe darão informações de como usar essa saldo remanescente.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  602. Fabiola

    Boa tarde. Sai de meu ultimo emprego em julho 2007. Fui contratada para começar segunda feira em outra empresa e estou na dúvida se posso ser registrada novamente, pois nao foi dado baixa na minha carteira de trabalho, pois tive problemas lá e nunca mais voltei. Aguardo retorno. Obrigada

  603. Fabiola

    Olá, ainda sobre a questão anterior: sei que é possível sacar o FGTS após três anos sem novo registro, mas gostaria de saber se no meu caso também é possível, pois no caso foi abandono de emprego. Aguardo! Obrigada

  604. fabiana

    Ola estou “p”da vida,o pedreiro me passsou um orcamento e fez a obra ate um limite e sumiu,e simplesmente largou o servico quando terminei de pagar,ele so assinava recibo simples,pq ele era meu padrasto,fez minha casa emfim “amigo”da onca,quando fui atras ele nao falou nada,falava que ia terminar e nada,quando eu apertei ele ,ele simplesmente falou que o dinheiro que pagou ele nao era suficiente para ele acabar a obra,como ele me passa um orcamento e depois da a doida nele ele para nao da satisfacao nenhuma,do pq ele parou,e nao tem nada que eu posso fazer para ele terminar a obra,pq a lei so proteje o empregado o empregador so perde,eu fui burra demais de confiar,mais nao tem nada que eu possa fazer dentro da lei,que obriga a ele terminar,tenho testemunhas desse acordo do orcamento e td mais,pelo o amor de deus o que eu faco.

  605. gercy

    trabalho em uma empresa ha 3 anos , de 2 anos pra ca , ela sempre atrasa o pagamento, o vale transporte, é dado em dinheiro junto com o pagamento,desde o quinto dia util de julho meu pagamento ta atrasado. e eu nao tenho condições financeiras para esta pagando a passagem, pra ir trabalhar, então desde o dia 15 eu nao vou trabalhar,eu perco meus direitos trabalistas agindo assim,a empresa pode descontar de mim esses dias que eu nao fui trabalhar, tem alguma lei trabalhista que me ampara neste caso? obrigado! gercy!

  606. Helio Rodrigues Araujo

    Suelen

    Receber o saldo de salário dos dias trabalhados.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  607. Helio Rodrigues Araujo

    Rici

    Possivelmente eles vão lhe demitir por abandono de emprego. Mais essa decisão compete a eles, já que o sr não se dignou a comunica-los de suas faltas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  608. Helio Rodrigues Araujo

    Karine

    O que a sra deve fazer é o seguinte, já que o contador lhe pediu isso, a sra he comunique os dados que ele não tem, exemplo a data de seu ultimo dia de serviço e ele (contador) faz a comunicação imprime e a sra somente assina.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  609. Debora

    Ola,
    Tenho duas duvidas. 1ª em 2008 eu trabalhei 3 meses numa empresa e abondonei o servico pq descobri que estava gravida e nao quis continuar (nao dei baixa na carteira)!(Esta empresa nao carimbou minha carteira colou um adesivo com os dados da mesma e tem uma assinatura, isso tem o mesmo efeito que o carimbo?) Agora quase 2 anos depois estou em busca de um novo emprego e gostaria de saber se isso me prejudicara, se a nova empresa podera assinar minha carteira mesmo assim??

    2ª Estou a espera de uma cirurgia pelo sus e queria saber se quando a vaga sair e eu ja estiver trabalhando e terei direito ao afastamento, ou algo do tipo, ou sera que tenho que pedir conta ou a empresa me mandara embora??!!

    Desde ja agradeco a Atencao!!

  610. Helio Rodrigues Araujo

    Fabiola

    Pode sim. Com certeza a empresa que lhe demitiu informou ao CAGED, portanto para os registros oficiais a sra não esta trabalhando. Mais a sra precisa resolver essa sua situação pois isso pode lhe trazer transtornos quando de saida dessa nova empresa, pois não podera receber o seguro desemprego, nem tampouco o FGTS. Portanto procure regularizar sua situação.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  611. Helio Rodrigues Araujo

    Fabiola

    Claro que sim, porém a CEF exigira da sra uma copia de sua rescisão contratual e sua CTPS devidamente assinada. Portanto a sra precisa organizar sua situação para resolver seus problemas.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  612. Helio Rodrigues Araujo

    Fabiana

    Olha minha sra, pela distancia que estou do assunto, e por ser um assunto de familia, entendo o seguinte. O melhor caminho é o dialogo, veja com ele qual será o custo para encerrar a obra, coloque isso num papel, reconheça as assinaturas de todos os que participam dele, no papel coloque uma das clausulas que a sra somente terminara de pagar a mão-de-obra depois de concluido o serviço. Nesses casos de serviço por empreitada é interessante sempre ter um contrato (papel) assinado, pois assim fica tudo já planejado e acertado, caso aja reajuste fica mais fácil de se conversar para acertar. Normalmente em serviços é muito dificil alguém conseguir fazer um orçamento sem falhas, que seja o valor a se gastar no projeto inteiro.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  613. Helio Rodrigues Araujo

    Gercy

    O que precisa ser feito é comunicar ao Ministério do Trabalho que o salário esta atrasado. Os dias que a sra não trabalhou podem ser descontados, pois a sra não trabalhou. Não se pode querer corrigir um erro com outro. Nesse caso procure seu sindicato de classe e comunique que a empresa não lhe pagou seu salário, nem seus direitos conforme prevê a legislação. A empresa pode lhe demitir por abandono de emprego, pois a sra não tem justificativa para faltar ao trabalho.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  614. Ana

    Boa noite,
    Gostaria de saber o que devo fazer pois a empresa que eu trabalhva desde o dia 10/08/2009, me demitiu no dia 30/07/2010 e mandou eu tirar o aviso previo em casa e com 15 dias disse que eu fosse buscar uma parte referente ao adiantamento do mes 07 e no dia 30/07 a ultima quisena do mes 07 so que quando eu fui procurar o sidicato o mesmo disse que tava tudo errado pois eles tinham que me pagar uma multa referente ao aviso, ea empresa se recusou e emcaminhou para a vara trabalhista , e hoje junto com a intimação os advogados mandaram um documento que fala quanto devo receber e nesse documento eles dizem que eu trabalhei 15 dias do aviso e não apareci mais e tambem não justifiquei , uma vez que não e verdade pois eles me colocaram pratirar o aviso em casa. me ajudem o que eu faço?

  615. solange

    Na firma em que trabalho tem um funcionário que foi admitido em 19/05 e vem faltando muito, sem justificativas, a empresa vem descontando esses dias, porém nesse mês ele faltou 4 dias consecutivos também sem justificativas. A minha pergunta é a seguinte? O contrato de experiência dele termina agora dia 19/08. A empresa não têm interesse em continuar com o funcionário, no caso de rescisão, ele apresentando atestado médico não terá as faltas descontadas…. e se ele retornar depois do dia 19/08 após o término do contrato de experiência com o atestado, como a firma deverá proceder… e o como fica o prazo de experiência? ele será enquadrado como funcionário que já passou no contrato de experiência? e terá todos os diretias na rescisão como: aviso prévio,férias proporcionais,13ºférias proporcionais, etc…..
    Obrigada pela atenção.

  616. solange

    Na firma em que trabalho tem um funcionário que foi admitido em 19/05 e vem faltando muito, sem justificativas, a empresa vem descontando esses dias, porém nesse mês ele faltou 4 dias consecutivos também sem justificativas. A minha pergunta é a seguinte? O contrato de experiência dele termina agora dia 19/08. A empresa não têm interesse em continuar com o funcionário, no caso de rescisão, ele apresentando atestado médico não terá as faltas descontadas…. e se ele retornar depois do dia 19/08 após o término do contrato de experiência com o atestado, como a firma deverá proceder… e o como fica o prazo de experiência? ele será enquadrado como funcionário que já passou no contrato de experiência? e terá todos os direitos na rescisão como: aviso prévio,férias proporcionais,13º proporcional, etc…..
    Obrigada pela atenção.

  617. silvana

    Oi! Gostaria de saber,tenho um funcionario que estava de atestado no periodo de oito meses que quebrou a perda.no perioudo solbe que estava trabalhando para outra pessoa.fui até ele e conversei com ele poque esta trabalhando com outra pessoa ele não esta trazendo mais atesta do para mim. eu presisso do atestado. le falava ja vou la levar e não me trazia.fui a nss e confimaram que esle estava de atestado dechamo passar o atesta. ele não apareceu na empresa 60 dias mandamo carta de abandono.ele não apareceu solbe que ele disse que tinha colocado a empresa na justisa porter mandado ele emborra mas ainda não fis a recição dele o que fasso deiço ele registrado ou fasso a resição porjusta calsa não sei o que fazer.
    se vc poder me ajudar fico agradecida.

  618. Helio Rodrigues Araujo

    Gercy

    os dias que o sr não foi trabalhar a empresa tem todo o direito de descontar. O sr. tem que comunicar ao seu sindicato de classe os atrasos, bem como ao MTE, para eles tomarem uma posição. Da maneira que está, ou seja eles atrasam o pagamento e o sr não vai trabalhar, o sr perde todos os seus direitos, pois eles podem alegar que o sr não recebeu por não ter ido trabalhar. Então o sr precisa provar o que diz, a sua prova é sua denuncia ao órgão próprio.

    Hélio R. Araújo

  619. Patricia Mendes

    Boa noite!!!
    Gostaria de saber quais procedimentos devo tomar em relação a minha situação. A 1 (um) ano atras pedi licença sem vencimentos do municipio no período de um ano. Ao retornar agoar depois de um ano, e me apresentar na referida secretaria fui informada de que não existia nenhuma documentação referente a minha licença e que eu estva sem frequencia. procurei o juridico do municipio e eles estão caracterizando com abandono de serviço. E agora como devo proceder? O Prefeito que me concedeu era um , qdo fui me apresentar já existia outro gestor no municipio. Devo procurar a promotoria??? O q é necessário para m defender e eu conseguir retomar minhas atividadess??

  620. Helio Rodrigues Araujo

    Debora

    Responder uma situação como essa é dificil, procure um contador na sua região e lhe meostre a sua CTPS, pois ele olhando o documento pode lhe dar uma informação precisa sobre a Carteira. Para os casos de gravidez e doenças não existe a necessidade de sair do emprego, pois a previdencia social lhe protege no sentido de lhe conceder quantas licenças a sra precisar para se tratar. Portanto deste a primeira vez a sra agiu errado pois a previdencia lhe garante seus direitos em todos os seus afastamentos.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  621. Helio Rodrigues Araujo

    Ana

    O que precisa ser entendido é que segundo estou entendendo é a sua palavra contra os documentos que eles tem. Nesse caso a sra precisa provar o que diz, pois eles tem uma prova que a sra não foi trabalhar. Então como eles somente lhe informaram, sem lhe dar um documento para assinar. Portanto entendo que a sra tera que receber todos os seus direitos, por ter cumprido o aviso prévio, pois mesmo não indo trabalhar a empresa tem que lhe pagar os 15 dias restantes do aviso.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  622. Helio Rodrigues Araujo

    Solange

    A empresa tem que rescindir o contrato dele no dia exato do final do contrato de experiência, senão ele passa a ter um contrato por prazo indeterminado, descontando os dias que ele deixou de trabalhar na rescisão, ou na folha de pagamento do mês. Caso ele apresente uma atestado a empresa pode se recusar a receber pois ele perdeu o prazo de entregá-lo.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  623. Helio Rodrigues Araujo

    Solange

    Sua resposta foi respondida, caso ainda tenha alguma duvida, teremos prazer em ajuda-la.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araújo

  624. Helio Rodrigues Araujo

    Silvana

    Entendo que nesse caso, se a sra tem as provas necessarias para as faltas consecutivas, faça a rescisão dele por justa causa. Caso ele esteja de licença médica pela previdencia a sra terá que aguardar até vencer o prazo e fazer uma convocação para que ele retorne ao trabalho 30 dias depois de vencida licença.

    Um abraço e sucesso

    Hélio R. Araujo

  625. CARLA LIMA

    Um funcionário não registrado acionou judicialmente seu empregador, mas no lapso temporal que pede seus direitos trabalhistas foi preso por tráfico. Poderá o reclamado em sua contestação alegar abandono de emprego?

  626. Andreia Sampaio

    Olá, gostaria de saber se é permitido por lei a empresa abrir abono de emprego a partir do 5º dia consecutivo de falta?
    Eu faltei 6 dias e fui trabalhar no sétimo, recebi advertência. Dai quando passou quase uma semana recebi o telegrama da empresa, pedindo pra eu entrar em contato ou comparecer para justificar minhas faltas.
    Como pode ser isso?
    Obrigada

  627. paty

    bomm dia? mi chamo patricia, e gostaria de saber? no meu trabalho o responsavel mi deu altorizaçao de fazer uma viagem de 2 meses, eu voltei! com 5 messes e ele mi deu abandono de empprego e deu baixa na minha cartera de trabalho! quando eu volte e nao recebi nada, gostaria de saber qual e o meu direito se posso receber fgts e o pis trabalhei 2 anos ,mas ele nao mi deu recizao de contrato fui la varias vezes e ele nao quis mi da ,na caixa diz q eu preciso da recizao do contrato p tira o dinhero que eu posso fazer? nao recebi dias trabalhado nunca recebi uma ferias nada nada nada patribrasil@ig.com.br obriga ha meu patrao e um politico deputado estadual ———-se vc puder mandar por emal pq nao sei se consigo encontra essa pagina de novo kkk nao so muito fera em pc bjs

  628. Helio Rodrigues Araujo

    Carla Lima

    Sim, alegar se pode alegar qualquer coisa que se queira, porém cabe ao julgador aceitar ou não a alegação. Quando se alega juntando uma prova fica muito dificil da mesma ser constestada.

    Um abraço e sucesso

  629. thaisguinatti

    eu trbalhei a 4 meses como vendedora de loja sem carteira assinada
    sai do emprego e nao avisei que ia sair tenho algum direito de alguma coisa

  630. thaisguinatti

    trabalhei a 4 meses de vendedora de loja e sai sem avisar
    tenho algum direito

  631. thaisguinatti

    a quatro meses trabalhei como vendedora de loja sem ferias e
    sai do emprego sem avisar eu tenho algum direito

  632. Raquel

    OLÁ,GOSTARIA DE UMA INFORMAÇÃO,COMECEI TRABALHAR NO DIA 06/07/10,AGORA COMECEI A SENTIR FORTES DORES NO BRAÇO DEVIDO O ESFORÇO QUE FAÇO,FUI ATÉ O RH PARA SER DESLIGADA DA EMPRESA ,MAS FUI INFORMADA QUE TENHO Q PAGAR POR ESTAR QUEBRANDO CONTRATO DE EXPERIENCIA,SE NÃO QUISER PAGAR TENHO Q FICAR ATÉ O TERMINO DO CONTRATO,FALTAM 29 DIAS PARA VENCER O CONTRATO MAS NÃO VOU AGUENTAR TRABALHAR POIS ESTOU COM MUITA DOR,POSSO APRESENTAR UM ATESTADO MEDICO ?

  633. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia Mendes

    Entendo que a sra deve juntar toda a documentação que comprova sua situação e procurar o juridico do municipio para resolver a situação.

    Um abraço e sucesso

  634. Helio Rodrigues Araujo

    Andreia Sampaio

    Entendo que a sra deve justificar todas as suas faltas, é somente isso que a empresa lhe pede. Caso a sra não comprove ela pode lhe advertir novamente e lhe demitir por justa causa.

    Um abraço e sucesso

  635. Nize

    Bom dia, Preciso de ajuda.
    Contratei uma doméstica há 1 ano, registrada com INSS. Quando ela completou 1 ano, me comunicou a gravidez e após 1 mês começou a faltar, chegar atrasada e acumular serviço.
    Estou de repouso com a perna quebrada e utilizando fixador externo há 2 anos e ao contratá-la combinamos que ela dormiria 3 vezes por semana na minha casa e que folgaria aos sábados após o almoço e retornaria na segunda feira as 10h. Ela sabia da minha situação (acamada) e que eu dependia totalmente do serviço dela, pois tenho 1 filha em casa que depende que ela faça o almoço, jantar e todo o serviço da casa.
    Liguei para o sindicato das domésticas e eles me orientaram a descontar as faltas, inclusive as que ela apresentou atestado médico, já que o art. 72 do Decreto nº 3.048, de 6 de maio de 1999 estipula que para a categoria de empregados domésticos, as faltas com atestados seriam pagas pelo INSS, o sindicato orientou também que eu voltasse a exigir que ela cumpra o contrato (dormir 3 vezes na semana e trabalhar aos sábados, coisas que eu estava relevando para que ela tivesse mais folgas) e a ter uma séria conversa para ela decidir trabalhar corretamente ou pedir demissão.
    As faltas continuaram e cheguei num ponto de ter tanto stress com a casa e com sua omissão que comecei a ter várias inflamações, tive que tomar remédios e pedir ajuda para outras pessoas.
    O fato é que não posso pagar para 2 pois estou afastada pelo INSS e minha renda caiu muito e preciso da decisão dela, Ela alega que está doente mas não procura tratamento, não procura auxílio médico e continua faltando, sempre às 2ªs feiras. Hoje, tenho dificuldades inclusive para levantar da cama para ir ao banheiro, no entanto ela continua faltando e ligando com desculpas de que continua com dor na coluna. O que faço? Posso demiti-la por justa causa? Não tenho dinheiro suficiente para arcar com o período de estabilidade e ainda contratar outra funcionária.

    Auxílio-doença pago pelo INSS
    Será pago pelo INSS a partir do primeiro dia de afastamento. Este benefício deverá ser requerido, no máximo, até 30 dias do início da incapacidade. Caso o requerimento seja feito após o 30º dia do afastamento da atividade, o auxílio-doença só será concedido a contar da data de entrada do requerimento, conforme art. 72 do Decreto nº 3.048, de 6 de maio de 1999

  636. Helio Rodrigues Araujo

    Paty

    Já que a sra foi a empresa e ela se recusou a lhe entregar um documento que lhe pertence, entendo que a sra deve procurar o Ministério do trabalho em sua região e fazer a reclamação formal, juntamente com isso faça a reclamação de falta de pagamento das verbas rescisórias que a sra tem direito.

    Um abraço e sucesso

  637. Gustavo Signorini Baldisera

    preciso de ajuda !! trabalhei em uma firma por cerca de 8 anos, sai dessa firma e ja estou trabalhando em outra, só que preciso dar baixa na minha carteira dessa firma anterior e descobri que eles devem muita coisa inclusive meu fgts e muitas outras coisas, eu consigo dar baixa na minha carteira abrindo mão de tudo ?? desde ja agradeço, e obrigado por responderem

  638. Helio Rodrigues Araujo

    thaisguinatti

    Sim, tem direito aos dias trabalhados e que ainda não recebeu.

    Um abraço e sucesso

  639. Helio Rodrigues Araujo

    Thaisguinatti

    Sim, dos dias trabalhados e ainda não recebidos.

    Um abraço e sucesso

  640. Helio Rodrigues Araujo

    Thaisguinatti

    Como a sra abandonou o serviço, não tem direito a férias proporcionais, somente a férias vencidas.

    Um abraço e sucesso

  641. JOSE GUILHERME DE OLIVEIRA

    BOM DIA
    A FUNCIONARIA DE UMA EMPRESA ABANDONOU O SERVIÇO EM 2005, NAO MAIS VOULTOU AO EMPREGO, ELA QUER SABER SE TEM DIRITO DE RECEBER O FGTS DEPOSITADO NA CAIXA E FEDERA.
    O QUE TEM QUE SER FEITO

  642. JOSE GUILHERME DE OLIVEIRA

    BOM DIA
    A FUNCIONARIA DE UMA EMPRESA ABANDONOU O SERVIÇO EM 2005, NAO MAIS VOULTOU AO EMPREGO, ELA QUER SABER SE TEM DIRITO DE RECEBER O FGTS DEPOSITADO NA CAIXA E FEDERA.
    O QUE TEM QUE SER FEITO
    GRATO
    GUILHERME

  643. myneide

    oi!sou funcionária de uma empresa a dois anos,tenho enfrentado algumas situações complicadas,meu patrão tem atrasado décimo,salário,então descobri que não tenho meu fgts depositado nesses dois anos,ao pedir explicações me surpreendi, me deram o livro de registro para assinar,assinei, imaginando que não me queriam mais na empresa,então me entregaram uma carta em branca,para preencher, ao ler,vi que era uma carta de pedido de demissão,não assinei,pois ñ pedi em nenhum momento e logo depois me deram mais duas cartas de demissão,para eu levar as minhas duas irmãs que também trabalham lá,no período vespertino,surpresa,fui cumprir meu horário de almoso,e mostrei as cartas as minhas irmãs,que também estavam na mesma situação,salário atrasado e nada no fgts,e também ficaram surpresas,ao retornar ao trabalho,todas juntas resolvemos conversar com o nosso patrão,e para maior surpresa nossa, havia outras pessoas já contratadas em nosso lugar,houve um desentendimento,com relação aos clientes pois como professoras já tinhamos bastante afinidades com os clientes,e os mesmo não aceitaram essa mudança repentina,então,depois disso insistimos a ir ao trabalho,mesmo com pessoas em nosso lugar,então,quando finalmente conseguimos conversar com o nosso patrão,ele nos recebeu muito friamente nos dizendo que estávamos fora e não fazia acordo algum e nos proibiu a entrada na escola,porém ele não sabia que não tinhamos assinado a carta de demissão,e quando soube nos chamou para conversar,porém,mediante todos os constrangimentos,queremos que ele nos demita,mas,ele quer alegar abondono,usando o tempo de quatro meses que nos proibiu de entrar na empresa,e disse que podíamos ir a justiça relatando que não dará nada a ele(observamos que já é prática dele),retiramos o extrato do inss,ele deixou de depositar no mês em que saímos,Março de 2010,então o que devemos fazer??ele pode alegar abondono?

  644. patricia °°°

    boa noite meu nome e patricia ! gostaria de saber onde eu esto fazendo um teste pra trabalhar 9 horas por dia mas ele so querem paga o contributo de 4horas .e 5 oras sem comtributo se no caso di contrato de esperiencia de 3 messes eles nao renova ou se eu nao quiser continua la eu posso fazer uma denuncia e receber os meu direitos?

  645. Helio Rodrigues Araujo

    Raquel

    Sem duvida, se a sra tem um problema de saúde claro que pode apresentar um atestado médico. A situação do período de esperiência é: Se a empresa lhe demita antes do tempo previsto ela paga pela metade os dias não cumpridos do contrato. Caso o empregado peça demissão, terá que pagar pela metade o valor dos dias que faltam até o encerramento do contrato.

    Um abraço e sucesso

  646. Helio Rodrigues Araujo

    Nize

    A sua situação é bastante complicada, mais a sra pode demiti-la imediatamente. Bem como não remunera-la pelos dias em que levou o atestado médico. Entendo que no caso em tela a sra precisara da ajuda de um contador em sua região para lhe ajudar a resolver o problema.

    Um abraço e sucesso

  647. Helio Rodrigues Araujo

    Gustavo Signorini

    Claro que sim. Basta que o sr juntamente com um representante da empresa se dirijam até a Justiça do trabalho e façam um acordo firmado entre o sr e a empresa. Para melhores informações consulte um contador em sua região que podera lhe ajudar.

    Um abraço e sucesso

  648. Helio Rodrigues Araujo

    Jose Guilherme

    Desde que ela tenha ficado no minimo três anos sem registro na carteira pode se dirigir até a CEF com a CTPS baixada, uma copia da Rescisão contratual, que ela pode pleitear o resgate do FGTS depositado em seu nome.

    Um abraço e sucesso

  649. Helio Rodrigues Araujo

    Jose Guilherme

    Sim, desde que tenha ficado no minimo três anos sem registro na CTPS. A documentação necessária é: CTPS devidamente baixada, copia da rescião contratual, documentos pessoais. Se dirija até uma agência da CEF que com certeza sera atendida.

    Um abraço e sucesso

  650. Helio Rodrigues Araujo

    Myneide

    Alegar ele pode o que quiser, porém se a sra juntar os documentos que possui e provar contra ele, com certeza ele tera que fazer os depositos que ele deve. Entendo que a sra deve procurar a justiça do trabalho em sua região para protocolar uma denuncia contra a empresa, com todos os documentos que comprovam suas alegações, pois alegações sem provas nada valem.

    Um abraço e sucesso

  651. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia

    Sem duvida alguma, a sra pode denunciar a empresa, porém lembre-se que a sra tem que provar o que alega, tendo como provar sem duvida alguma tem que fazer isso.

    Um abraço e sucesso

  652. JORGE

    BOA NOITE! O MEU ULTIMO EMPREGO EU SÓ CONSEGUIR RECEBER UMA PARCELA DO SEGURO DESEMPREGO POR O MOTIVO DE ASSINA LOGO A MINHA CARTEIRA. NESSE NOVO EMPREGO EU GOSTARIA DESABER COM QUANTOS MESES DE TRÁBALHO TENHO O DIREITO A RECEBER NOVAMENTE?

  653. Juliano

    Ola trabalhei em uma empresa onde a mesma me obrigou a fazer os exames de admissao e demissao com o meu dinheiro. Me recusei a fazer e pedi demissao. porem a empresa ainda nao tinha me devolvido a carteira de trabalho. depois de dois meses resolvi fazer os exames para ter a carteira de volta. Porem fiz os exames com a mesma data(porem nao estou com o comprovante de pag pois entreguei a empresa) e a empresa nao me devolveu a carteira e informou que precisaria levar outros exames com datas diferentes se nao colocaria na carteira como abandono de emprego. Hj 6 meses depois mesmo sem fazer novos exames consegui pegar a minha carteira porem ela esta assinada e foi dada baixa como abandono de emprego. Tive que assinar varios papeis de resisao e alguns outros papeis para ter a minha carteira de volta e nao caracterizar abandono de emprego. Mas mesmo assim ao olhar o contrato de recisao verifiquei que constava abandono. Sendo que os eles nunca pagaram o FGTS. E a data da assinatura nao correponde a data que trabalhei na firma. Gostaria de saber como resolver esse problema?

  654. Júlia

    Eu trabalho em umaempresa há 2 anos e há 1 ano e 1 mês fui chamada para ser auxiliar, Mas neste período não recebi o aumento devido, nem foram feito a correção no meu contrato de trabalho. Nos últimos 4 meses tive problemas de saúde e me afatei por auxílio doença e agora que voltei ao trabalho a empresa quer que eu volte a condição do contrato inicial.
    Devo aceitar?

  655. Andreia Paula

    Boa noite.
    sai do meu serviço por abandono de emprego, tinha 8 meses com carteira assinada,recebi a cartinha da empresa avisando da demição.mais não fui até lá para receber o restante do salário do mês e nem levar a carteira de trabalho para dar baixa pq mudei de estado,e o q devo fazer? posso arrumar outro serviço sem dar baixa nesse abandono de emprego?

  656. Helio Rodrigues Araujo

    Jorge

    A regra diz que o sr precisa ter no minimo 16 meses de trabalho ininterrupto ou 36 meses alterandos, que significa que se o sr tiver tido 35 meses anteriores de trabalho, pode requerer no primeiro mês depois de ser readmitido.

    Um abraço e sucesso

  657. Helio Rodrigues Araujo

    Juliano

    Junte os documentos que comprovam o que o sr diz, se dirija a justiça do trabalho em sua região que com certeza, o sr terá seus direitos garantidos.

    Um abraço e sucesso

  658. Helio Rodrigues Araujo

    Julia

    Se a sra precisa do emprego, sem duvida alguma, se a sra não precisa dele, claro que não. O melhor nesse caso é conversar com seu superior e verificar porque a sra vai retornar para uma posição inferior? Respondida essa questão a sra tome a decisão que melhor lhe convier.

    Um abraço e sucesso

  659. Andreia Paula

    olá gostaria de uma informção, sai do meu serviço por abandono de emprego e tinha 8 meses de carteira assinada, mais como tive q mudar de estado não fui dar baixa na carteira e nem receber o restante do salario do mês,como posso resolver esse problema na carteira?

    Abraço.

  660. Gislaine

    Bom dia! Trabalho a 8 meses, em uma empresa, da qual soube que eu não estava com a carteira assinada ainda. Minha duvida agora é: se meu patrão assinar desde o primeiro dia que eu entrei no caso hoje…e eu querer fazer acordo com ele para sair do emprego, eu teria como receber o seguro desemprego?

    Grata,
    Gislaine.

  661. Carla

    Boa tarde!!!
    estou com varios problemas no trabalho!!
    1-trabalho a 8 meses numa empresa em frança!
    2-fui de ferias e tudo deu uma reviravolta!
    3-meu patrao colocou muito trabalho em 35horas para nao me pagar horas extras!
    4-retirou-me veiculo e queria que assina-se um papel com modificaçoes, nao assinei!
    5- com estes e outros problemas como salarios e horas extras mal pagas!
    6- fui a uma advogada e coloquei um processo sei que e demorado o processo entretanto nao vou mais trabalhar ja 3 semanas porque sem o carro e impossivel, meu patrao sabe disso por isso retiroume!!
    7-enquanto espero resposta do tribunal para 1 audiencia o que faço?
    Agora estou em casa sem receber nada e ele nao quer despedir-me faz pressao para que seja eu mas nao vou fazer isso porque quero os meus direitos, mas tambem ja nao sei o que fazer…

  662. Helio Rodrigues Araujo

    Adreia Paula

    Pode sim. Porém sempre que precisar de beneficio social tera problemas com sua carteira. portanto o melhor a fazer é ir o mais rapido possivel a empresa e solicitar a baixa em sua carteira.

    Um abraço e sucesso

  663. Helio Rodrigues Araujo

    Andreia Paula

    O unico modo que existe é levando a carteira para ser baixada. Isso não a impede de arrumar outro emprego, porém vai lhe atrapalhar sempre que precisar da carteira para qualquer beneficio social, exemplo: Se for retirar o FGTS desse novo emprego, não podera fazê-lo pois tem outro vínculo em sua carteira.

    Um abraço e sucesso

  664. Andreia Paula

    mas como eu nao estou morando,
    mais no mesmo estado posso tirar
    outra carteira de trabalho, em outro estado?
    ou isso implicara de alguma forma.
    obrigado!

  665. Rosiane

    Senhores,
    Preciso de uma informação.
    O marido da minha vizinha está desaparecido há 20 dias.
    Ele trabalha em uma empresa,e falaram que vão manda-lo embora por abandono de emprego.
    Ele estava doente, pois se meteu com drogas. Ela estava com medo que ele perca o emprego. Ela quer saber se a empresa pode mandá-lo embora hj por abandono e quais seus direitos se caso for mandado embora.E como manda-se embora um desaparecido???

  666. silvia moreira

    ola estou com problemas com a minha empresa tenho tendinite, burcite, e problemas no tunel do carpo fiquei com gesso no braço mas não adiantou peguei 15 dias de atestado passei no medico ele me deu um relatorio falando para marcar uma pericia,ao levar o papel no RH, mandaram ir fazer exame com a medica da empresa a mesma não fez nada e alegou que eu estava cansada e se ja tinha marcado pericia, eu marque a pericia mas não sabia que tinha que ser aberto o cat e teria que levar um relatorio da medica da empresa a mesma se nega a me forncer estes documentos recebi do inss pelo cid 31 o meu medico junto ao sindicato abriu o cat mas o inss precisa do relatorio da medica da empresa a mesma continua se recusando junto ao meu relatorio do meu medico dizia que eu estou gravida a empresa se nega referente a isso pois ja faz 6 meses de afastamento tive nova pericia e no sistema do inss eu estava como demitida não podendo receber auxilio… como devo proceder pois estou gravida de 7 meses….

  667. FERNANDA CAROLINA

    Boa Noite…
    Estou sobre contrato de experiência 45 dias e foi prorrogado por mais 45 dias, podendo ser efetivada por tempo indeterminado.
    Porém desloquei meu punho e estou de atestado…
    E fui comunicada que o meu contrato não será prorrogado, ou seja, terá o termino nos exatos 90 dias…
    Porém tenho duvidas enquanto a isso, por estou de atestado!!!
    O que vai acontecer se na presente data eu ainda estiver afastada??????????
    A empresa pode me mandar embora mesmo assim???????????
    Quais meus direitos?

    Att
    Fernanda

  668. FERNANDA CAROLINA

    POR FAVOR ME AJUDA!!!!

    Boa Noite…
    Estou sobre contrato de experiência 45 dias e foi prorrogado por mais 45 dias, podendo ser efetivada por tempo indeterminado.
    Porém desloquei meu punho e estou de atestado…
    E fui comunicada que o meu contrato não será prorrogado, ou seja, terá o termino nos exatos 90 dias…
    Porém tenho duvidas enquanto a isso, por estou de atestado!!!
    O que vai acontecer se na presente data eu ainda estiver afastada??????????
    A empresa pode me mandar embora mesmo assim???????????
    Quais meus direitos?

    Att
    Fernanda

  669. MOnica

    Somente pode enviar comunicado ao funcionário para retornar ao serviço após 30 dias de faltas não justificadas?

  670. Helio Rodrigues Araujo

    Gislaine

    Se ele assinar sua CTPS com menos de 5 meses a sra não terá direito ao seguro desemprego, porém como entregou a CTPS a mais de 5 meses, pode pleitear da empresa o pagamento do seguro, caso eles se recusem a pagar procure o seu sindicato que com certeza a sra terá esse direito.

    Um abraço e sucesso

  671. Helio Rodrigues Araujo

    Carla

    Infelizmente o seu caso é muito especifico. entendo que o melhor é a sra seguir as instruções do seu advogado, pois como ele esta acompanhando o seu caso ele tem melhores condições de lhe responder.

    Um abraço e sucesso

  672. silvia moreira

    ola estou com problemas com a minha empresa tenho tendinite, burcite, e problemas no tunel do carpo fiquei com gesso no braço mas não adiantou peguei 15 dias de atestado passei no medico ele me deu um relatorio falando para marcar uma pericia,ao levar o papel no RH, mandaram ir fazer exame com a medica da empresa a mesma não fez nada e alegou que eu estava cansada e se ja tinha marcado pericia, eu marque a pericia mas não sabia que tinha que ser aberto o cat e teria que levar um relatorio da medica da empresa a mesma se nega a me forncer estes documentos recebi do inss pelo cid 31 o meu medico junto ao sindicato abriu o cat mas o inss precisa do relatorio da medica da empresa a mesma continua se recusando junto ao meu relatorio do meu medico dizia que eu estou gravida a empresa se nega referente a isso pois ja faz 6 meses de afastamento tive nova pericia e no sistema do inss eu estava como demitida não podendo receber auxilio… como devo proceder pois estou gravida de 7 meses….

  673. Helio Rodrigues Araujo

    Andreia Paula

    Hoje o numero mais importante do trabalhador é o numero do PIS, ele lhe segue para todas as suas empresas, então emitir outra CTPS não vai resolver o seu problema.

    Um abraço e sucesso

  674. Helio Rodrigues Araujo

    Rosiane

    Se o empregado falta 30 dias sem justificativa, ele pode ser demitido por justa causa. Caso seja mandado embora por justa causa, ele tem direito a saldo de salário, férias vencidas e resgate do FGTS três anos depois, caso ele não arrume novo emprego.

    Um abraço e sucesso

  675. Helio Rodrigues Araujo

    Silvia Moreira

    O melhor no seu caso é juntar toda a documentação que comprova seus argumentos e acionar a empresa na justiça do trabalho. Inclusive a médica que se recusa a fornecer o relatório.

    Um abraço e sucesso

  676. Rafaela

    Olá, entrei em uma empresa e trabalhei 10 dias, mas não gostei e parti pra outra empresa q me chamaram.
    Só q eu naum consigo ir lá fazer a carta de demissão pois os horarios não batem, tem algum problema eu não ir lá fazer essa carta e simplesmente abandonar??

  677. Helio Rodrigues Araujo

    Fernanda Carolina

    Não a empresa não tera outra alternativa a snão ser prorrogar o seu contrato de trabalho. A empresa pode manda-la embora mais tera que considerar seu contrato como por prazo indeterminado. Seus direitos serão os mesmos de um contratado por tempo indeterminado.

    Um abraço e sucesso

  678. Helio Rodrigues Araujo

    Fernanda Carolina

    Seu questionamento foi respondido anteriormente. Caso ainda reste alguma duvida, teremos prazer em ajudar.

    Um abraço e sucesso

  679. Helio Rodrigues Araujo

    Monica

    A legislação que trata do assunto assim o prescreve.

    Um abraço e sucesso

  680. ADRIANA

    URGENTE:
    OLÁ,
    TENHO UMA EMPREGADA QUE TRABALHOU INFORMAL MENTE DESDE O DIA 8/3/10 ATÉ O DIA 5/8/10 NESSE PERÍODO ESTEVE AFASTADA POR DOENÇA DOS FILHOS APROXIMADAMENTE 20 DIAS.
    A PARTIR DE 05/08/10 ELA FOI EFETIVADA. NA PRIMEIRA SEMANA DE SETEMBRO ELA TEVE O FILHO INTERNADO HOSPITALAR E LOGO APÓS O RETORNO DO TRABALHO COMEÇOU A ERRAR DIARIAMENTE. CONVERSEI VARIAS VEZES COM ELA SEM RETORNO ALGUM.
    TROQUEI-A DE FUNÇÃO E NO ERRO DA COLEGA ELA RIU. NO OUTRO DIA FALEI PARA ELA E ELA NEGOU POREM SAIU E DOIS DIAS DEPOIS ME LIGOU DIZENDO QUE NÃO VIRIA MAIS, INSTRUI QUE ELA PASSASSE NO CONTADOR E PEDISSE DEMISSÃO FORMALMENTE ELA NÃO O FEZ.GOSTARIA DE SABER COMO PROCEDER E O Q DEVO PAGAR A ELA.
    ESPERO RESPOSTA NO EMAIL.
    OBRIGADA.

  681. Maria

    Boa tarde!
    Trabalhei em uma empresa no período do mês de abril a outubro, no ultimo mes de trabalho exatamente no dia 13/09, tive problemas com uma colega de trabalho, fiquei totalmente sem motivação, fui embora e não voltei mais, não dei justificativas, apenas mandei um e-mail que iria voltar la p dar baixa a minha carteira, minha patroa me enviou uma carta de abandono de emprego no dia 05/10, no dia 13/10 exatamente 30 dias faltados eu voltei a empresa para dar baixa na carteira. Ela disse que eu teria duas opções, demissao por justa causa ou assinar uma carta pedindo demissão. Achei melhor assinar a carta de demissão que foi digitada pela empregadora. Ela fez os calculos e disse que eu estaria devendo para empresa, mas que ela não iria cobrar. Eu não recebi nada, nem os treze dias que trabalhei no mes de setembro. Eu tenho direito a algum valor ou não?

  682. Helio Rodrigues Araujo

    Silvia Moreira

    Como seu caso é bastante especifico sugiro que a sra procure um advogado trabalhista em sua região, junte a documentação que comprova suas argumentações e juntos tentem dar uma slução para o seu problema.

    Um abraço e sucesso

  683. Helio Rodrigues Araujo

    Rafaela

    Se na empresa anterior registraram sua carteira, terá que entrar em contato com eles para providenciaram a baixa de sua carteira, caso contrário, somente uma ligação para avisa-los que a sra não pretende continuar a trabalhar la.

    Um abraço e sucesso

  684. Iago

    Bom, eu trabalhei durante o periodo de experiencia em uma empresa, não consegui permanecer pela carga de trabalho e baixo salario, resolvi me desvincular, fui na determinada empresa duas vezes para dar baixa na minha carteira, e não quiseram me atender. não mais voltei lá, e quero trabalhar novamente, mas a minha carteira ainda esta assinada, penso em tirar uma segunda via, alegando ter perdido. mas não sei o dano que isso pode acarretar. obs: meu primeiro emprego. me esclareçam essa duvida por favor

  685. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana

    Consulte o seu contador, pois ele com certeza conduzira o processo. Entendo que precisa ser consignada as faltas e 30 dias de faltas ininterruptas lhe dão o direito de demiti-la por justa causa, abandono de emprego. Ela terá direito a saldo de salário dos dias trabalhados e férias vencidas.

    Um abraço e sucesso

  686. Helio Rodrigues Araujo

    Maria

    Como essa sua situação e bastante especifica, entendo que a sra deve levar sua rescisão contratual em seu sindicato de classe ou a Justiça do trabalho, eles com certeza lhe darão uma resposta mais abalizada sobre a sua situação.

    Um abraço e sucesso

  687. Felipe

    Boa noite.
    A questao é seguinte, trabalhei durante 4 meses, depois abandonei o trabalho, passo os 30 dias tomei a justa causa, porem, nao fui da baixa na carteira e isso ja tem uns 2 meses que se passo. A pergunta é seguinte, eu preciso da baixa na carteira pra arrumar outro emprego ou eu posso tirar 2º via da carteira de trabalho e arrumar outro emprego, como se nada aconteceu?

  688. Fabio Soares

    BOM DIA!

    TRABAFLHEI EM UMA CERTA EMPREZA POR CINCO MESES E MEIO, MAS SÓ QUE QUANDO DESCOBRIRAM QUE ESTOU COM BURCITE NO OMBRO DIREITO E TENDINITE NO PUNHO ESQUERDO ME DEMITIRÃO, E EU AINDA NÃO TENHO O LAUDO MÉDICO NA MÃO, COMO FAÇO, ELES PODERIÃO ME DEMITIR NESTA SITUAÇÃO…

  689. antonio

    Olá querido Hélio,tudo bem?preciso de uma orientação sua.Olha sou funcionario publico,mas ainda ñ passei pelo estagio probatório;irei tirar ferias e vou para o exterior.Se caso eu fique por lá e ñ peça exoneração o que pode ocorrer?poderei ainda prestar outros concursos? teria como deixar uma procuração para alguém resover essas questões pra mim? O q poderá ocorrer?

    Espero resposta, aguardo!
    Um abraço e sucesso

  690. Rosely

    Fui ofendida por outra funcionária e fiquei nuito chateada a ponto de não retornar do meu horário de almoço, no outro dia, compareci e fui comunicada de que seria advertiva formalmente por este meu ato, gostaria de saber se a funcionária que me ofendeu verbalmente também (obrigatoriamente) deve ser advertida como eu serei?

  691. Helio Rodrigues Araujo

    Iago

    Quanto a questão da Carteira de Trabalho, não teria problema algum registrar com outro registro. O problema sera o seu registro no PIS que não permiti dois registros com os mesmos dados, pois eles são nacionais. Então lhe aconselho a buscar com a empresa anterior o seu numero de PIS, pois assim teras regularizado sua situação.

    Um abraço e sucesso

  692. Helio Rodrigues Araujo

    Felipe

    Não existe a necessidade da baixa na carteira para arrumar um novo emprego, porém sempre que o sr precisar de uma politica pública, o sr terá problema, pois sua carteira não foi baixada. Tirar outra carteira o sr. pode, porém o seu numero de PIS se for tirar um novo irá lhe trazer problemas, bem como a empresa que o contratou, pois depositara o seu FGTS e o sr não podera retira-lo, depositara o seu PIS e o sr não podera retira-lo. Portanto meu conselho é que o sr procure a empresa para efetuar a baixa na sua carteira.

    Um abraço e sucesso

  693. Simone Rezende

    Abandonei o emprego por motivos maiores, e depois, desconcertada, não retornei, para encerrar o vínculo.
    Mas entendo que preciso fazê-lo.
    Eu preciso ir ao empregador para rescindir este contrato, ou posso fazer isso de outra maneira, pelo Ministério ou por advogado?
    Posso pedir o FGTS? Já fazem 3 anos, eu acho.
    Agradecida,
    Simone.

  694. Helio Rodrigues Araujo

    Fabio soares

    Claro que sim. Enquanto o sr. não tiver o documento (laudo médico) que comprova que o sr. tem um problema. Enquanto o sr. não comprovar junto a empresa a sua lesão, o sr. podera ser demitido a qualquer momento, pois a empresa não tem conhecimento de seu problema, só passa a ter esse conhecimento quando o sr. comprova através de documento hábil e legal.

    Um abraço e sucesso

  695. vera lúcia

    uma pessoa trabalhou durante quatro anos na minha casa e simplismente me deixou plantada tres dias sem vir trabalhar e essa pessao tambem cuidava de minha filha de tres anos, quando ela saiu fezemos um acordo de dar um dinheiro mesmo ela tendo abandonado o emprego ai entao atrasei as ultimas parcelas combinadas,entao ela me ameaçou de colocar no pau isso é valido ja que ela foi inresponsavel com a minha filha e abandonando tudo !!?????

  696. Helio Rodrigues Araujo

    Antonio

    Entendo que o sr so podera ser exonerado. Que eu tenha conhecimento nada relacionado a isso pode ser impeditivo de prestar novo concurso, o que pode acontecer é o sr não tomar posse, caso aprovado. Um procurador podera sempre lhe ajudar na sua ausência.

    Um abraço e sucesso

  697. Helio Rodrigues Araujo

    Rosely

    Sim, mais para isso a sra tera que formalizar essa informação para a empresa, pois, pelo visto a empresa so tomou conhecimento de sua falta.

    Um abraço e sucesso

  698. Helio Rodrigues Araujo

    Simone Rezende

    A sra precisa se dirigir até a empresa e solicitar deles a sua rescisão contratual. Não existe necessidade de procurar o MTE nem Advogado. Com a copia da rescisão na mão a sra se dirige até uma agência da Caixa e pode solicitar o seu FGTS.

    Um abraço e sucesso

  699. Cassia

    Boa noite. Entrei em uma empresa como estagiária em junho de 2008 e completei meu estágio em janeiro de 2009, então me registraram, porém depois de 3 meses aproximadamente eu não fui mais trabalhar, não tenho baixa na carteira, mas quero arranjar um estágio outra vez. Esse problema me impede de conseguir um estágio? E um registro profissional?

    Obrigada e aguardo resposta.

  700. Cassia

    Boa tarde. Trabalhei em uma empresa como estagiária por 6 meses e depois fui registrada, porém após 3 meses de registro eu abandonei meu emprego, recebi o telegrama, mas não respondi. Isso aconteceu em 2009 e foi meu primeiro emprego. Hoje quero arranjar um novo emprego, estágio ou profissional. Minha pergunta é: terei problemas com a minha carteira sem ter baixa? E o meu cartão cidadão? Quero muito limpar essa página da minha vida!

    Obrigada e boa tarde.

  701. Helio Rodrigues Araujo

    Vera Lucia

    Infelizmente na descrição dos fatos, prevalece a situação que a sra se comprometeu e não cumpriu. A questão da irresponsabilidade com sua filha tinha que ter um tratamento diferente de sua parte, pois assim a sra provaria que ela cometeu alguma falta grave e por isso foi demitida.

    Um abraço e sucesso

  702. Cassia

    Boa noite. Fiz estágio em uma empresa e fui registrada.Abandonei meu emprego após 3 meses de registro em 2009, recebi um telegrama de aviso, mas não respondi e até hoje não voltei mais na empresa para dar baixa na minha carteira. Porém comecei a procurar emprego novamente e estou preocupada porque não sei se terei problemas com essa carteira e se o melhor a fazer é tirar uma nova. Por favor me ajude, será que não poderei mais trabalhar? Não poderei usar esse registro como prova de experiência profissional na área?

    Obrigada.

  703. andreia_batista11@hotmail.com

    Boa Tarde!!!
    Dr.Helio .

    Trabalho numa empresa a 24 anos sempre no horário das 9:00 as 21:00 sempre tudo foi correto pagamentos no dia certo sempre corretos acontece que em 2008 ela fez uma reunião dissendo que
    não sabia o que iria ocorrer com a empresa e que estava preocupada por isso estava avisando
    para não ficarmos lá arrumar coisa melhor mais falamos que iria ficar com ela e depois de 3 meses
    começou os atrasos pagamentos parcelados não comprava mercadoeias foi indo até chegar agora em fevereiro fecharam 6 lojas sobrou uma mais agora em abril fecharam todas mais antes tinha 2 ferias vencidas , me deram uma em abril fiquei 30 dias quando voltei eles disseram que fecharam todas
    pediram p voltar em agosto quando voltei disseram que era agosto nõa poderia me dispensar p voltar
    em setembro voltei falaram p esperar que não tinha dinheiro p pagar agora fui lá e disse já que vcs vão me mandar embora quero os meus direitos eles falaram que p mim que vão me mandar embora e vou receber fgts e seguro desemprego mais que teria que devolver a multa eu disse preciso resolver tudo isso porque tenho dividas p pagar familia a sustentar remedios p comprar .
    Voltei essa semana eles querem que eu entro pelo inss até juntarem dinheiro p me pagar mais desde de junho não apareço na loja em 2005 fiquei sabendo que estou com um problema no cerebro tumor pequeno de 7mm no crânio agora eles querem que eu peça 60 dias p médico p afastamento mais eu disse que não dão tomo cefaleia o que faço obgd sem mais…

  704. Helio Rodrigues Araujo

    Cassia

    Entendo que não a impede de conseguir nenhum dos dois, nem o estágio, nem o registro profissional. Porém em função do registro a sra precisa retornar a empresa para pegar a rescisão contratual que eles fizeram, pois isso pode inviabilizar a sra conseguir se cadastrar nas politicas publicas do governo, tais como PIS, Seguro-desemprego, dentre outros.

    Um abraço e sucesso

  705. manoela

    ola boa noite, estou com dividas em uma caso meu
    eu trabalhei durante 2 anos e 2 meses em uma empresa porem eu fiquei doente e acabei me afastando do emprego porem entregava atestados mais uma belo dia nao consegui trabalhar mais então entreguei um varios atestados de uma unica vez e minha supervisora nao deu baixa em sistemas o que me causou um abandono de emprego por inocencia minha eu nao tirei xerox dos meus atestados e acabou ficando por isso mesmo porem tenho algumas coisas prezas como o fundo de garantia que ao consultar velo a seguinte informação
    :: Extrato do FGTS

    Há mensagem para você – Clique aqui para ler

    Data / Hora Consulta: 07/12/2010 19:20

    Nome:

    Empresa: ATENTO BRASIL S/A Tipo Conta: OPTANTE

    Base: SP

    Cód. Estab.: 09970504539121 Categoria: 01

    Número Conta FGTS: 00026371738 Data Admissão: 12/11/2007

    Data/Cód. Movimentação: 21/12/2009 – H Data Opção: 12/11/2007

    Taxa Juros: 3%

    Valor Base para Fins Rescisórios: R$ 1.167,77

    SALDO: R$ 1.167,77 Atualizado em: 07/12/2010

    HISTÓRICO DOS LANÇAMENTOS
    Data Descrição dos Lançamentos Valor R$ Total R$
    SALDO ANTERIOR 1.142,88 1.142,88

    10/05/2010 CREDITO DE JAM 0,002466 2,81 1.145,69

    10/06/2010 CREDITO DE JAM 0,002977 3,41 1.149,10

    10/07/2010 CREDITO DE JAM 0,003056 3,51 1.152,61

    10/08/2010 CREDITO DE JAM 0,003620 4,17 1.156,78

    10/09/2010 CREDITO DE JAM 0,003377 3,90 1.160,68

    10/10/2010 CREDITO DE JAM 0,003169 3,67 1.164,35

    10/11/2010 CREDITO DE JAM 0,002939 3,42 1.167,77

    como proceder pode me ajudar se possivel me mande email como resposta e nao deixe disponivel, posso resgatar ????

  706. Helio Rodrigues Araujo

    Cassia

    Com a carteira não. O problema sera com as politicas publicas, pois a sra não tera direito a retirar o FGTS se for demitida, bem como não podera receber seguro-desemprego pois continuara empreagada pela sua carteira. Então a sra deve se dirigir até sua empresa e solicitar a sua rescisão, bem como a baixa na sua CTPS.

    Um abraço e sucesso

  707. Helio Rodrigues Araujo

    Cassia

    Não existe a necessidade de uma carteira nova, pois hoje ela fica vinculada ao numero do PIS, para efeito de politicas publicas, portanto o que precisa ser feito a regularização da sua situação junto a estes órgãos. Busque na empresa sua rescisão e solicite a baixa em sua CTPS e va em frente.

    Um feliz natal e um ano novo de realizações.

  708. Helio Rodrigues Araujo

    Andreia

    O que posso lhe dizer é que a sra. precisa procurar urgentemente seus direitos, pois como a sra conta a empresa está se desfazendo de seus bens, sem lhe pagar, portanto a sra precisa o quanto antes correr atrás de seus direitos para tê-los preservados, se o que a sra conta está acontecendo, daqui a pouco a empresa não terá nenhum bem para ser vendido ou disponibilizado para pagar os seus direitos trabalhistas. Procure um Advogado trabalhista em sua região, para que ele lhe aconselhe quais as melhores alternativas para o seu caso especifico.

    Um feliz natal e um novo ano de realizaçãoes.

  709. Aline

    Bom dia Gostaria de tirar uma dúvida eu trabalhei dois anos e meio em uma empresa e no dia 14 de outubro desse ano fiz uma cirúrgia fiquei de atestado um mês voltei a trabalhar no dia 15 de novembro e agora dia 10 de dezembro fui mandada embora, o calculo sobre o que eu tenho direito de receber é feito sibre o meu ultimo salario né?Mas durante quinze dias do mes de novembro a loja nao me pagou quem pagou foi o inss.Entao o calculo vai ser feito em cima de só de metade do meu salario?Grata
    e aguardo retorno

  710. Helio Rodrigues Araujo

    Manoela

    O que pode ter acontecido é que a supervisora recebeu os atestados, mais como já havia passado o prazo legal de entregá-los eles ficaram sem efeito. No caso de sua rescisão, somente poderá resgatar o FGTS depois de três anos sem registro em carteira. para fazê-lo a sra precisa ter em mãos a sua rescisão contratual e os documentos que comprovem o tempo sem registro em CTPS.

    Um feliz natal e um ano cheio de novas realizações.

  711. Helio Rodrigues Araujo

    Aline

    Claro que não minha jovem, pois o seu salário é o ultimo valor registrado independente da sra ter recebido somente os 15 dias da empresa. O valor do salário é o valor contratual e não o valor que recebestes, que foi em função dos dias trabalhados.

    Um feliz natal e um ano cheio de novas realizações.

  712. Marcos

    Olá tenho uma duvida?abandonei meu ultimo emprego a 4 anos e tenho uma conta vinculada com fgts inativo como faço para recebelo? lembrando que ate entao nao trabalhei registrado mais.

  713. Suellen

    Bom dia!!!
    Um funcionário admitido em 20/10/2010, com contrato de experiencia de 45 dias, ou seja até 03/12/2010, não comparece a empresa desde 17/11/2010. O que fazer?

  714. Talita

    Minha carteira foi assina no dia 30/07/2010 mas como se fosse no dia 02/08/2010.Meu treinamento comoçou no mesmo dia em que minha carteira foi assinada(30/07/2010) so que indo pro trabalho sofri um acidente. fui para o inss fiz minha primera pericia no dia no dia 26/09/2010 e recebi o tempo que fiquei afastada no dia, no dia 08/10/2010 foi feita uma nova pericia e emu beneficio foi cessado.Pedi um requerimento so que tive que vou tar a trabalhar ate esperar a pericia, ma avisei a aempresa no mesmo dia(08/10/2010)eles pediram pra ir a dp da empresa no dia 14/10/2010 compareci so que no dia 15/10/2010 entreguei um atestado de 15 dias (15/10/2010 ao 30/10/2010) foi feita a pedicia no dia 26/10/2010 e foi negada. avisei no mesmo dia. Voltei a trabalhar no dia 5/11/2010 (mas sem condições). Trabalhei o mês todo ate o começo de dezembro, mas qundo foi pegar o meu salario so recebi R$100,00 foi ao dp da empresa e me informaram que foi descontado os dias que fiquei agardando a pericia ma foi no periodo de atestado.No entanto estou faltando pois não tenho condições, mas eu tenho atestado mas não tive como levar.Estou indo ao medoco todos os dias e nãoi tem niguem que possa levar pra mim. eu gostaria de saber se o que eles fizeram esta certo e como ate a data de hoje ñ elevei os atestados eles podem me mandar embora por justa causa? (atesdtado do dia 06/12/2010 ate a data do comentario)Obrigada

  715. Carla Carvalho

    Boa noite, Sr. Hélio.
    Sexta 31/12 fui demitida do meu emprego porque minha gerente disse que me achava desmotivada com o trabalho, que sou muito séria e não gostava de lidar com o público. Bem, eu trabalhava, no comércio na empresa GRIPPON,lá o horário de almoço é de 30min, lanche e café da manhã de 15 min. Entrava às 8:30 pra começar 9hrs e sair 22hrs, as horas extras eram incluídas nos salários, mas ainda assim a carga horária é/era muito extensa. Não me atrasava,ia render setor e caixa quando precisava,não arrumei brigas, não insultei ninguém lá dentro, muito menos algum cliente e não roubei, pois no fim do expediente, a própria revistava minha bolsa e dos meus colegas. Só não sou de conversar muito. Eu só faltei uma única vez que foi na terça 27/12,sem atestado. porque não tive condições de trabalhar com uma crise de sinusite. Não consegui médico porque no público o atendimento é precário, e no particular a consulta é cara demais. E tenho mais a dizer: a empresa prometeu plano de saúde aos funcionários e até hoje, nada. Trabalhei lá por 6 meses, dia 1º janeiro completo 7 meses, e ninguém dizia nada a respeito da stuação do nosso plano. Mesmo com a minha falta de 1 dia, eu sabia que seria descontado…
    Creio eu que tenha sido por essa minha falta, mas mesmo assim posso entrar com um processo, ou recorrer? Será que isso realmente é um motivo pra demitir um funcionário? Ela nem sequer procurou a mim ou a um colega para saber o que se passava. O motivo da minha demissão para mim, particularmente, não justifica. Ou estou errada?
    Quais medidas eu posso tomar por ora..? Ajude-me.

    Grata! Carla Carvalho.

  716. Helio Rodrigues Araujo

    Marcos

    Solicite na ultima empresa em que trabalhou uma copia da sua Rescisão Contratual, junte os documentos pessoais e mais a Carteira Profissional e se dirija até uma agência da Caixa Econômica Federal com os numeros de sua conta vinculada. Esses são os procedimentos a adotar para receber o seu FGTS.

    Um abraço e sucesso

  717. Helio Rodrigues Araujo

    Suellen

    Consignar na folha de pagamento as faltas. Pagar os encargos somente sobre os dias trabalhados. na data do vencimento do contrato fazer a rescisão contratual. convocar o funcionário para comparecer à empresa com a CTPS para a baixa e recebimento de direitos trabalhistas.

    Um abraço e sucesso

  718. Helio Rodrigues Araujo

    Talita

    Sim, pois até o presente momento a empresa entende que a sra está faltando sem justificativa, pois a empresa não tem os seus atestados. A sra precisa encontrar uma forma de entregar seus atestados em até 3 dias úteis depois de recebê-lo, sob pena da empresa não os aceitar. No seu caso o melhor é entrar em contato com a empresa e verificar quais os dias eles consideraram como falta e quais os dias estão lhe pagando de serviço.

    Um abraço e sucesso sempre

  719. Helio Rodrigues Araujo

    Carla Carvalho

    A demissão sem justa causa, já explica o seu caso. Portanto o momento agora é de sacudir a poeira e dar a volta por cima. Comece a pensar no seu presente para que a sra melhore o seu futuro. Foi demitida, os motivos agora são irrelevantes. Vamos em frente e sucesso sempre.

    Um abraço e sucesso sempre.

  720. Marcio

    Olá!
    Meu tio tem uma pequena oficina mecânica. Ele, na sua ingenuidade (analfabeto funcional), “contratou” um funcionário sem registro. Este, trabalhou durante um ano e um mes aproximadamente e saiu de férias, não apareceu mais. E meu tio não conseguiu saber o porque dele ter ido embora, pois mora ou morava em uma comunidade. Agora, meu tio foi “presenteado” com uma reclamação trabalhista. Disse a ele, que apesar de não ter registro e não conseguir localizá-lo para saber da ausência, caso tenha testemunha para comprovar o abandono e o salário que pagava, deverá pagar férias proporcionais + 1/3 e 13 proporcional, fgts do período. E, talvez, alguma multa pela falta de registro. Devido ao abandono seriam estes valores os valores devidos ou tem mais alguma coisa? Grato

  721. Rafaela Alvarenga

    Boa tarde,

    Uma funcionária que abandonou o emprego há 10 anos atrás, entrou em contato pedindo para que seja dada baixa na CTPS dela. Acontece que nao temos mais nenhum documento dela e nem ela sabe qual foi a data certa em que saiu(erradamente, pois sei que os documentos precisam ser arquivados por 20 anos). Como proceder nesse caso? Ela pode recorrer juridicamente ainda? Mesmo tendo passado o prazo dos dois anos?

    Abraços,

    Rafaela Alvarenga

  722. Carla Carvalho

    Obrigada Sr Hélio pela assistencia e sucesso!!

  723. Helio Rodrigues Araujo

    Marcio

    Esse caso por ser muito especifico, sugiro que seu tio contrate um advogado trabalhista para auxilia-lo, por mais caro que ele seja no final ficara mais barato ao seu tio, pois o analfabetismo funcional dele não vale como prova na justiça do trabalho. Toericamente todas as clausulas cobradas pelo empregado tem que ser comprovado o pagamento, portanto aquelas que não forem comprovadas tem que ser pagas agora. Como ele abandonou o emprego e seu tio não declarou isso, agora o ônus da prova inverteu, com o empregado dele mostrando que trabalhava sem seguro “falta de registro na CTPS”.

    um abraço e sucesso

  724. Helio Rodrigues Araujo

    Rafaela Alvarenga

    Não ela não pode recorrer, mais entendo que se à época era feito o registro em Livro de Registro de Empregados! Cadê esse livro? Pois alguns livros em algumas empresas tem empregados registrados em 30 anos cosecutivos e são usados muitos anos. Entendo que se a empresa for ao seu contador e procurar o livro deve encontrar alguma informação sobre a funcionária.

    Um abraço e sucesso

  725. Helio Rodrigues Araujo

    Carla Carvalho

    Sempre que possivel estamos atualizando nossos assuntos. Se a ajudou fico bastante feliz.

    Um abraço e sucesso

  726. Anderson Baeta

    Caro Dr. Hélio,
    Primeiramente, parabéns pelo site.
    Gostaria de esclarecer uma dúvida. O empregado de certa empresa estava gozando férias, e após ao término deste périodo não mais retornou ao serviço (obs: o empregado trabalhou mais de um ano na empresa). Consta de acordo com os cartões de ponto que o empregado tem mais de 70 dias de faltas consecutivas e injustificadas, e o mesmo encontra-se trabalhando em outra empresa.O empregador na época não enviou qualquer comunição de abandono de emprego ao obreiro e o mesmo não recebeu nenhuma verba rescisória e nem assinou o termo de rescição do contrato de trabalho (justa causa). O meu questionamento é o seguinte: Na qualidade de advogado da empresa o melhor caminho seria propor perante a Justiça do trabalho a AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO para que o empregador faça o déposito das verbas rtescisórias via judicial? O empregador mesmo se recusando teria a obrigação de enviar ao obreiro comunicado sobre o abando de emprego, a essa altura dos fato? Qual o melhor caminho?
    Desde já agradeço pela atenção.

  727. Winkler Kirchner

    Olá, trabalho em uma agência de propaganda a um ano, sempre fui e sou dedicado, nunca faltei ou cheguei atrasado, sempre saindo mais tarde pois a demanda de trabalho é grande. Mas fui chamado para fazer uma entrevista de emprego dia 17 de janeiro, no dia 13 de janeiro antes da entrevista comuniquei meu superior que iria sair mais cedo as 14h., na terça feira dia 18 ele me perguntou o q fui fazer, e eu como não minto falei que fui participar de um processo seletivo, ele não falo nada e nem me advertiu, mas no mesmo dia a mesma empresa me chamou para a segunda fase, e eu novamente comuniquei meu superior informando que iria entrar na quinta feira dia 20 de janeiro mais tarde, pois o teste era na parte de manhã(falei do teste quando eu o comuniquei).
    Para minha surpresa quando cheguei na quinta apos a entrevista fui falar com ele, que ja veio fazendo terrorismo comigo, primeiro falando se ele fosse eu era melhor pedir a conta pois se eu repitir isso novamente ele vai me mandar embora por justa causa, eu fiquei pasmo, depois ele falo que naquele momento estava me dando uma advertencia verbal e uma por escrito(na mesma hora), que na proxima ele me mandaria por justa causa, dizendo q eu estava errado e prejudicando a empresa, na minha advertencia esta escrito abandono do trabalho durante o expediente, mas eu não abandonei eu comuniquei a ele via email e ele leu os email, e ele me retornava os email pedindo o horário q eu chegava para ele ter controle.
    Me senti ofendido, e ele esta praticamente me forçando a pedir demissão. pois falei a verdade para ele e ele não falou nada e do nada veio essa bomba…o que posso fazer? por favor me ajude.

  728. Carlos

    re

  729. Marcio

    Valeu pela dica!
    Abraços

  730. Helio Rodrigues Araujo

    Anderson Baeta

    O empregador precisa regularizar uma situação que já existe de fato, para transforma-la em uma situação de direito, portanto tem que enviar uma comunicação de rescisão por justa causa, bem como recolher em consignação as verbas devidas. Em contrapartida o empregado precisa também levar a sua CTPS para ser baixada pela empresa. Se possivel assinar e receber a sua rescisão contratual.

    Um abraço e sucesso sempre

  731. Helio Rodrigues Araujo

    Wincler Kirchner

    Infelizmente o que aconteceu com seu empregador, acontece em função de haver uma duplicidade de procedimentos. O sr. entende ser natural procurar uma nova colocação, para melhorar a sua vida, o empregador já pensa d emodo diferente, pois se o sr. sai mais de uma vez para procurar uma nova colocação, não tem mais interesse na empresa e portanto é hora de começar a se prevenir para uma situação que pode ficar insustentavel. Isso nada mais foi que uma salvaguarda de seu empregador para diminiur um problema que para ele se agrava. Se a situação ficou ruim entre os dois, o melhor é o sr. pedir demissão mesmo.

    Um abraço e sucesso

  732. Winkler Kirchner

    Obrigado Helio por ter dado atenção ao meu problema fico muito grato, concordo com tudo.
    Acho que ele deveria ter conversado comigo antes, pois minha intenção não foi prejudicá-lo tanto é que infelizmente fui honesto com ele, mas até ai tudo bem, e sobre o fato dele ter me dado uma advertência e na mesma está descrito que eu “abandonei o trabalho durante o expediente”, sendo que ele estava ciente do que iria ocorrer e não me impediu ou me advertiu sobre os problemas que isso poderia causar, pois como foi avisado não acho que “abandonei o trabalho durante o expediente”.
    O que ele fez está correto mediante lei?

    Muito obrigado Helio, muito bom o site e recomendarei aos meus amigos.

  733. Helio Rodrigues Araujo

    Marcio

    Sempre que possivel, estamos a disposição.

    Um abraço e sucesso

  734. Helio Rodrigues Araujo

    Winkler Kirchner

    Com certeza ele pode ter sido instruído para tomar essa atitude. A Lei é generica e discute as exceções, portanto o que precisa ficar claro é que ele precisa provar os fatos que alega e o sr. fazer a contraprova, ou seja, provar que o sr. comunicou a sua ausência, portanto ela foi justificada.

    Um abraço e sucesso

  735. Vanessa

    Olá!
    Na empresa que trabalho, tem um funcionário que estava afastado pelo INSS e fez reabilitação profissional e recebeu o certificado em 11 de janeiro de 2011 como apto ao retorno de suas atividades e apenas dia 11 de fevereiro apresentou tal documentação. Segundo ele, estava aguardando uma decisão do Juiz do INSS sobre uma ação que tem contra esse órgão para retornar. Porém, isso não tem haver com a empresa. Mais ele deixou claro em suas palavras que quer retornar a trabalhar e que não tinha intenção de abondnar o emprego, apenas foi mal orientado. Neste caso, a empresa pode aplicar a justa causa?

  736. Ana Paula

    gente, sai do meu emprego sem avisar, por motivos pessoais, e estava com a carteira assinada, que por issu foi considerado ABANDONO DE EMPREGO. Que mal isso pode me causar? pode me prejudicar em que? o que eu devo fazer?

    Obrigado!

  737. Paulo Silva

    meu empregador nao me deixa trabalhar tds os dias me manda voltar para casa, quando eu chego no local de trabalho, sou porteiro, desconfio que ele pretende me demitir com justa causa por abandono.
    caso isso aconteça, eu assino a recisao e depois recorro, ou me recuso a assinar e imediatamente entro com uma açao ?

  738. neilson Brasil

    fui afastado da empresa pois sofrir acidente de trabalho e tive q operar o ombro, porém depois de meses encostado pelo inss, na ultima pericia tomei alta, recorrir. e como tinha um prazo de até 30 dias pra marcar uma nova pericia, assim o fiz marquei faltando 2 dias antes de expirar o prazo. e não retornei ao trabalho pois terei q operar outra vez o ombro. hj recebir o comunicado q levei abandono de emprego. isso é correto? se estava dentro do prazo de 30 dias?

  739. claudia neri dos santos

    eu fui demitida, e trabalhei para bravox por 08 meses e fui registrada pela firma e gostaria de saber o que eu tenho para receber, porque não entendo nada de leis trabalhista de onde uma empregada doméstica que foi registrada por firma e trabalhou na residencia alguém poderia me ajudar estarei aguardando resposta por email BELOTAFOFA@HOTMAIL.COM OBRIGADA

  740. sabrina

    eu estou gravida e faltei 28 dIAS SEM JUSTIFICAR MINHAS FALTAS EU POSSO SER MANDADA EMBORA POR JUSTA CAUSA

  741. Helio Rodrigues Araujo

    Vanessa

    Sem duvida alguma, pois a empresa não foi comunicada previamente da faltas. Nesse caso elas se tornam faltas não justificadas.

    Um abraço e sucesso

  742. Helio Rodrigues Araujo

    Ana Paula

    Nenhum! em nada! Agora procurar continuar sua vida, caso precise dessa empresa para sua nova colocação, com certeza eles vão comunicar a nova empresa que sua demissão foi por justa causa. Nada mais.

    Um abraço e sucesso

  743. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo Silva

    Assine, receba o que lhe estão pagando e entre na justiça contra a ação do seu empregador, pois essa ação pode demorar e ai o sr. já recebeu alguma coisa para esperar a justiça marcar a sua audiência e ter um novo acordo.

    Um abraço e sucesso

  744. Helio Rodrigues Araujo

    Neilson Brasil

    Se lhe foi concedido um novo encostamento, não é correto! Caso contrário a empresa está correta.

    Um abraço e sucesso

  745. sabrina

    soiu a sabrina denovo mais mesmo estando gravida eu posso ser manada embora por justa causa por ter faltado e n ter levado atestado mesmo estando gravida ?

  746. sabrina

    mais eles terão que pagar o meu tempo?

  747. Helio Rodrigues Araujo

    Claudia Neri dos Santos

    Se entendi o que a sra. quis dizer, entendo que a sra. tem direito a 8/12 de férias, 8/12 de 13º salário, saldo de salário dos dias trabalhados, aviso prévio, dentre outras garantias. Para melhores informações procure um contador de sua confiança em sua região e leve a documentação que comprove o que a sra. alega.

    Um abraço e sucesso

  748. Helio Rodrigues Araujo

    Sabrina

    Se completar 30 dias sem comunicar a empresa, sem duvida alguma. Sempre que for faltar cumpra sua obrigação: avise a empresa, sempre por meio escrito e com comprovação que o fez, pois somente assim pode se resguardar de comprovação de justificativa.

    Um abraço e sucesso

  749. Patricia

    QUAIS PUNIÇOES POSSO DAR A UM EMPREGADO QUE FALTA EM DIA DE MOVIMENTO 05/03 (SABADO) SEM AVISAR AO PATRAO E SEM JUSTIFICAR A FALTA SENDO QUE NAO IRA TRABALHAR NOS FERIADOS:(DOMINGO,SEGUNDA,TERÇA E QUARTA) POR CAUSA DO CARNAVAL.
    E ELE PODE SER DEMITIDO POR JUSTA CAUSA CASO CONTINUE FALTANDO E CHEGANDO ATRASADO??

  750. Juliana

    Trabalhei 1 ano e pouco numa empresa. Fiquei doente (depressao daquelas) nesse periodo.
    Nao conseguia ajuda da empresa e nem do inss. (fiquei uns 2/3 meses com auxilio)
    Fui contratada em janeiro de 2008 e a ultima vez que trabalhei foi em fevereiro de 2009.
    O meu estado era tao deploravel que precisei abandonar o local de trabalho aos prantos e nao conseguia nem passar na rua em que trabalhava.
    Agora em fevereiro de 2011 recebi um telegrama pedindo pra ir no sindicato com os meus documentos. Mas acontece que nem o sindicato nem a empresa sabem o que fazer comigo, se preciso fazer exame demissional ou nao.
    Como devo fazer nesse momento? Preciso saber algo a mais?
    Quais os meus direitos, se é que tenho algum ainda.

  751. andre

    meu gerente me madou embora e disse pramin procurar meu adivogado que ele so iria me pagar na frente do juiz mas ja faz mas de trinta dias e ningue da empresa me procurou quero saber se eles poden alegar justacausa por abandono de emprego

  752. Helio Rodrigues Araujo

    Sabrina

    Caso a empresa tenha conhecimento de sua gravidez, não. Mais se a sra. não comprovou a gravidez em tempo hábil, não podera pleitear a usa recontratação, podendo sim ser despedida por justa causa.

    Um abraço e sucesso

  753. Helio Rodrigues Araujo

    Sabrina

    Caso sejam condenados a isso, sim. Como a sra. não comprovou seu estado de saúde a sra não tem direito a indenização.

    Um abraço e sucesso

  754. Vera

    tenho um funcionario que não comparece na empresa deste do dia 05 de janeiro de 2011, segundo informação que tenho ele está dizendo que mandei ele embora mas isso não é verdeda, estou passando por fase financeira muito grande na empresa e acabei atrasando os salários mas já estou comecando a colocar o assundo em ordem. ele por entrar na justiça contra a minha empresa, sendo que ele não tem
    nenhun documento que foi mandato embora. neste caso qual meu procedimento a rspeito desse assunto.
    obrigada.

  755. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia

    Se ele for registrado com salário fixo, a sra. pode descontar o Descanso semanal remunerado. Para ser consignado a justa causa, a sra precisa constar as faltas sem justificativa no contra cheque mensal. Caso ele falte mais uma vez dê-lhe uma advertência, nela fazendo constar as faltas anteriores. Isso vai criando um dossiê contra o funcionário.

    Um abraço e sucesso

  756. Helio Rodrigues Araujo

    Juliana

    O seu caso por ser muito especifico, sugiro que a sra. procure o contador da empresa e veja com ele como foi considerado esse seu tempo afastado. Com base nessa informação com certeza ele terá uma solução para o seu caso, bem como podera juntamente com a empresa, lhe propor um acordo, caso a sra. concorde pode ser efetivado, caso a sra. não concorde a sra terá que procurar um advogado trabalhista e ele lhe auxiliara.

    Um abraço e sucesso

  757. Sabrina

    Boa Tarde,
    Tenho um funcionário que faltou mais de um mês, só que o endereço que ele deixou aqui não consta nos correios por isso nao tenho como mandar telegrama, sei até que ele esta trabalhando em outro local, gostaria de saber o que devo fazer para mandar ele embora por justa causa. o que dev fazer?

  758. Helio Rodrigues Araujo

    Andre

    Entendo que ai houve uma interpretação errada de sua parte. Senão vejamos o que o sr. escreveu “… disse pra mim procurar meu advogado….” “…já faz mais de trinta dias e ninguém da empresa me procurou…” Ora se ele lhe disse que so pagaria na frente do Juíz, o que está faltando pro sr. procurar um Advogado Trabalhista? Faça isso imediatamente sob pena de ser considerado como abandono de emprego.

    Um abraço e sucesso

  759. Ilciléia Cristina dos Santos

    Bom dia!Trabalhei em uma ampresa durante 8 meses,em agosto de 2010 sofri um acidente onde fraturei o rádio distal da mão direita,estou afastada no auxilio doença a 6 meses o meu beneficio termina em 17/03/2011 e foi marcado uma nova pericia para o dia 12/05/2011.Posso demitida neste período? caso for demitida tenho direito a receber o que?

  760. Helio Rodrigues Araujo

    Vera

    Como seu caso é muito especifico, entre em contato com seu contador e peça informações sobre como proceder, pois ele tem informações mais detalhadas sobre a situação da sua empresa. Entrar na justiça é uma decisão pessoal! Entre em contato com o funcionário e o convoque por escrito a retornar ao serviço, pois assim fica claro a ele e documentado que a sra. não o mandou embora.

    Um abraço e sucesso

  761. Fernanda

    Boa Noite Dr Hélio!
    Em novembro de 2010 comecei um tratamento médico para depressão e síndrome do pânico. Sendo a síndrome,desencadeada pelo fato de eu estar sendo ameaçada no local de trabalho por uma pessoa que insistia em me cobrar uma dívida já quitada( Essa pessoa não tinha qualquer ligação com a empresa).
    Na ocasião, o médico me afastou por 15 dias. Vencido o prazo, retornei ao médico e o mesmo me encaminhou para o afastamento.
    Antes de dar entrada com os papéis do INSS eu fiz contato com a empresa diversas vezes via e-mail sugerindo um acordo pois eu não queria mais trabalhar lá. Mesmo com o afastamento, qualquer hora eu deveria retornar ao trabalho e isso me causava pânico por conta das ameaças.
    Em todos os e-mails trocados o RH demonstrava interesse da empresa no acordo.
    No entanto, em meados de janeiro, fui surpreendida por um Telegrama comunicando a minha DEMISSÃO POR ABANDONO DE EMPREGO.
    A minha dúvida é se posso recorrer na justiça tendo como prova os e-mails? Além disso, tenho um laudo que comprova a minha doença.
    Outro fator, é que fui admitida em 18/01/2010 mas o registro só ocorreu em 02/08/2010. Ou seja, fiquei 7 meses sem registro.

    Sou leiga mas entendo que a falta de registro já caracteriza uma falha da empresa.
    Pensei em tentar uma acordo amigável que favoreça ambos os lados, antes de tomar qualquer atitude quanto à ação trabalhista.
    O que o Sr sugere nesse caso? É viável para a empresa fazer um acordo comigo a fim de evitar a reclamação trabalhista onde a mesma seria obrigada a arcar com as despesas e multas provenientes da falta de registro?

  762. Helio Rodrigues Araujo

    Sabrina

    Entendo que é de seu interesse, faça a correspondencia com AR, contrate um motoboy, mande-o lá entregar a correspondencia e receber o AR assinado de quem recebeu a correspondencia la. Pronto a sra tem um documento que comprova que ele tomou conhecimento do assunto.

    Um abraço e sucesso

  763. Helio Rodrigues Araujo

    Ilcileia Cristina dos Santos

    Durante o período entre o termino de seu beneficio e a nova pericia a sra precisa retornar a sua empresa e informa-la sobre a situação. Pois assim eles não podem alegar que a sra. esta faltando ao serviço, pois terão conhecimento de seu problema.

    Um abraço e sucesso

  764. fernanda

    Minha pergunta sumiu!!!

  765. Helio Rodrigues Araujo

    Fernanda

    Claro que sim, o e-mail é prova inconteste que a sra. justificou suas faltas. Esses 7 meses a sra terá que procurar e empresa para um acordo, caso ele não seja possível, essa deve ser uma das sua reinvidicações contra a empresa. Como a sra ja tentou todos os acordos e não foi possível, sugiro que procure seu sindicato, caso isso não seja possível, procure um Advogado Trabalhista em sua cidade, com certeza ele a ajudara a resolver a questão. Sem duvida o acordo para a empresa é o melhor!

    Um abraço e sucesso

  766. Helio Rodrigues Araujo

    Fernanda

    O que acontece é que todas as perguntas são mediadas, para não termos problemas na página. Caso ela ainda não tenha sido respondida, por favor refaça a sua pergunta.

    Um abraço e sucesso

  767. Fernanda

    Oi, preciso de uma ajuda!
    Faz 3 meses que tenho uma funcionária com 17 anos, e não é registrada. Na empresa estavamos em treinamento, ela estava aprendendo só. Não havia faturamento… mas ela simplesmente não foi mais.
    Eu vou pagar os dias trabalhados, mas ela não quer assinar e disse que vai pra justiça!
    Se ela entrar com uma ação contra a empresa, o que eu vou precisar pagar?

  768. patricia parreira

    trabanlho numa confecção onde o meu ,somente o meu departamento fechou.eles fizerão duas propostas:um acordo ou quem ficasse iria para outro departamento.Eu fiquei mais não me adapitei ao outro departamento.pedir para fazer o acordo e eles não querem ,falaram que não pode este mes,por causa do reajuste salarial.eles não querem me mandar para outro departamento .estou sem ir ,trabalhar a 11 dias contando o final de semana,mais avisei eles.o que eu faço,qual o meu direito?

  769. Niedson

    se eu não for trabalhar nos domingos e feriados e for demitido, isso é justa caus

  770. joyce

    Meu filho menor esta em tratamento medico e trabalho registra devo pedir demissao da empresa pra cuidar dele?

  771. joyce

    Nao quero sair do serviço, mais quero saber se tenho direito de auxilio doença pois meu filho de 10 anos esta com um doença,e nao pode ficar sozinho no hospital e nao tem niguem pra ficar com ele.
    OQ faço aempresa falou pra mim perdir as contas, será q tenho direito de alguma coisa

  772. Maria Aparecida Morais da Silva

    Trabalhava no Hospital Panamericano e o mesmo foi fechado, então desde o dia 12 de abril estou sem comparecer no serviço até porque não recebi o salário de março e também tenho duas férias vencidas e até hoje não fizeram nenhum pagamento pra mim, estou sem condições de ir para outro hospital da rede Samcil pois não tenho dinheiro. Obs….nem condução eles estão depositando na minha conta…o que devo fazer para isso não caracterizar abandono de emprego?

  773. Francielle

    Boa Tarde
    Abandonei o emprego, sendo que estava em fase de experiência de 30 dias, mas trabalhei apenas 20 dias.
    Tenho de pagar alguma multa por não ter cumprido o tempo de experiência?

  774. bruno

    trabalho ne uma empresa a 9meses e a 30dias atraz machuqueei o dedo, fui no medico e tudo mais nao dava pra i sempre pega atestado porque cobrava por consulta tenho 9 dia de atestado e quero sabe oque a empresa vaai fase comigo ela póde mi manda embora ?
    e se eu pedi as conta oque acontece, tenho direito ao que ?

  775. gilmar correia

    ola tudo bem,estive alta do inss,no dia;30/01/2010,me apresentei na empresa e propria empresa mandou eu ir pra casa,e estava pagando meu salario normalmente,quando foi no de abril de 2011,no meu demosntrativo de pagamento vemum desconto 114,00 reais,alegando falta ao trabalho,sera que a empresa esta tentando me colocar por abandono de trabalho,(justa causa)mesmo ela mandando,eu ir pra casa,mais eu nao tenho provas documentais.aguardo resposta urgente!

  776. Samantha Martins

    Ola Bom Dia!!

    Gostaria de uma ajuda e esclarecimento sobre abandono de emprego,fiz entrevista em uma empresa de call center e tinha um treinamento de 15 dias (14/04 começou) eu fui ao treinamento uns 7 dias o restante eu faltei por falta de dinheiro para condução pois eles só iam reembolçar no quinto dia ultil sendo agora no começo de maio,liguei e avisei no primeiro dia eles perguntaram se no dia seguinte eu iria respondi se conseguice dinheiro sim,depois de dois dias me ligaram perguntando se eu iria expliquei minha situação ,e o rapaz falou que ia ser considerado abandono de emprego.
    Esta certo isso??

  777. Cinthia

    Bom dia.
    Solicitei a prorrogação da licença-maternidade de 180 dias. Os 120 dias ja se passaram…posso pedir para voltar a trabalhar já que estou no período facultativo?

    Grata

  778. sarah veloso

    Olá…tenho um funcionario que faltou 3 dias e no quarto dia ele disse que nao iria mais..posso considerar isso como abandono?
    quais os direitos dele?so tinha 2 meses e alguns dias de trabalho.
    Grata.

  779. Alan Delon

    Trabalhei numa empresa em 2005 a 2006 so que lá não assinaram minha carteira,e quando sair,não recebir nenhum dos meus direitos.Só como era família não fiz questão.So que agora eu voltei a trabalhar com o mesmo pessoal,fizeram a mesma coisa,posso colocarna justiça?e como devo proceder,posso também levar a juízo a situação dos anos de 2005 a 2006?
    OBRIGADO PELA ATENÇÃO!

  780. gilmar correia

    MINHA PERGUNTA SUMIU?

  781. Helio Rodrigues Araujo

    Fernanda

    Tudo que a justiça determinar que é devido e a Sra. não comprovar que pagou! Bem como registrar a carteira de trabalho da funcionária. Todas as verbas pagas que a sra tiver o recibo que comprove o pagamento a sra. não pagara novamente.

    Um abraço e sucesso

  782. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia Parreira

    A sra. tera agora que se sujeitar ao pedido de dispensa, pois quando a empresa lhe ofereceu o acordo a sra não aceitou, agora é a empresa que não aceita o seu acordo.

    Um abraço e sucesso

  783. Fábio Spears

    Olá! Boa Tarde, Porgentelesa, me esprica uma coisa, eu abandonei meu emprego, e eu não tenho o Pis, eu tenho direito de pegar o pis, sabendo que eu abandonei?

  784. roberto

    boa tarde meu seguinte problema, passei mal um dia no trabalho e meu gerente me levou ao posto de saude deis de então não conpareçi ao trabalho mais eles estavam ciente que eu estava doente dias depois apresentei 1 atestado medico confirmando que estava com labirintite e o atestado não cobriu todo os dias faltados, mais o problema que estou com depressão muito seria e ainda não consegui nada de um especialista no inss e mal consigo sair de casa por estar com problemas serios e no dia que fui entregar os atestados eu avisei que estava com depressão, e hj me mandaram um aviso que fui demitido por justa causa esta correto ou posso recorrer ?

  785. Helio Rodrigues Araujo

    Niedson

    Não, mais pode ser. Quando o sr. iniciou o trabalho na empresa, com certeza lhe informaram os dias de trabalho e a forma de revezamento, portanto nesse caso o sr. está infringindo as regras da empresa, portanto em função disso, pode sim, ser demitido por justa causa.

    Um abraço e sucesso

  786. carlos cruz

    Carlos
    FIZ TODOS OS TRAMITES LEGAIS PARA CONTRATAÇÃO DE UM FUNCIONÁRIO, CONTRATO, ANOTAÇÃO NA CTPS E EXAMES, PORÉM NO DIA EM QUE O FUNCIONÁRIO DEVERIA SE APRESENTAR PARA ASSINAR O CONTRATO ELE NÃO COMPARECE. ISSO JÁ SE PASSARAM 5 DIAS POSSO ANULAR A ANOTAÇÃO NA CARTEIRA E ENTREGA-LA AO MESMO E SIMPLESMENTE RASGAR O CONTRATO QUE NÃO FOI ASSINADO POR ELE?
    GRATO!

  787. Helio Rodrigues Araujo

    Joyce

    Isso é uma decisão que a sra deve tomar! Não existe nada na legislação que lhe ampare na situação descrita.

    Um abraço e sucesso

  788. Helio Rodrigues Araujo

    Joyce

    Esse seu caso é bem especifico. Teoricamente não existe previsão legal para este seu pedido. Ao pedir as contas a sra tera direito a saldo de salario, férias e 13º proporcionais, não tera direito ao FGTS nemm ao seguro desemprego.

    Um abraço e sucesso

  789. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Aparecida Morais da Silva

    O melhor no seu caso é procurar o seu sindicato para que eles lhe auxiliem, pois o seu caso se complica no sentido que a instituição não existe mais, portanto teoricamente a sra não vai trabalhar por impedimento da empresa, mais isso precisa ficar caracterizado e provado documental, como isso não é possivel, a sra. precisa de auxilio coletivo, pois o seu caso não é individual.

    Um abraço e sucesso

  790. pamela

    OLA! GOSTARIA DE SABER SE O EMPREGADO QUE RECEBEU ABANDONO DE EMPREGO MESMO ESTANDO GRAVIDA TEM O DIREITO DE RECEBER O AUXILIO MATERNIDADE.
    O QUE ACONTECE: EU FALTEI 30 DIAS AO MEU TRABALHO E QUANDO RECEBI UM TELEGRAMA FOI PEDINDO PARA QUE EU FOSSE AO MEU EMPREGO, FUI, CHEGANDO LA ELES FALARAM QUE JA TINHAM ME MANDADO MAIS 2 TELEGRAMAS E EU NAO RECEBI, RESUMINDO FUI NA MEDICA DO TRABALHO MESMO E LEA DISSE QUE EU IRIA VOLTAR APÓS O CARNAVAL E ELES NAO ME CHAMARAM ATE HJ E DISSERAM QUE NAO TENHO DIREITO A VOLTAR, ESTOU DESESPERADA SEM SABER OQ FAZER PRESCISANDO DE DINHEIRO E JA ESTOU QUASE GANHANDO MEUS BEBES(GEMEOS) E NAO DEI ENTRADA NO MEU AUXILIO MATERNIDADE.
    ME AJUDEM!!!!!!!

  791. Bruna Sampaio Barbosa

    Olá

    Não quero que isso justifique os fatos, vou narrá-los apenas para explicitar o ocorrido, mas sei da minha responsabilidade e que essa talvez não fosse a melhor maneira de ter agido;
    Moro na capital de sp, aos 16 anos estagiei numa grande empresa, mas com 6 meses de estágio, restando ainda 1ano e 6 meses de contrato, tive de ir embora as pressas para o interior de SP pq minha avó adoeceu, posteriormente veio à falecer e minha e Eu mãe fomos para lá. Fiquei um ano por lá e na pressa não fui encerrar o contrato de estágio. Quando retornei para capital, os vizinhos que receberam nossa correspondência, tbm receberam 2 telegramas da empresa solicitando minha presença. Eu nunca retornei.
    Ano passado, já com 18 anos e bolsista numa renomada faculdade de direito, comecei a trabalhar numa outra grande empresa, que não é do meio jurídico, mas, está entre as 10 melhores empresas para se trabalhar no Brasil e eu precisava trabalhar pois minha mãe estava internada e não tinha quem segurasse as pontas lá em casa, somos só nós duas e ela é cheia de doenças e periodicamente tem surtos que a impossibilitam de trabalhar ou se cuidar sozinha (diabetes, depressão, esquizofrenia leve, problemas cardíacos, miomas e por ai vai) Estou tentando que ela se aposente por invalidez, pois a saúde dela é bem instável. Voltando ao caso, o emprego até era agradável, entrei lá em novembro e estava gostando do ambiente, mas, como ao final de 2010 não dei conta das minhas obrigações escolares, por conta de todos os problemas que passei, em janeiro vim a perder a bolsa por conta das notas e isso mexeu muito comigo. Culpei à todos, fiquei revoltada, fiquei em depressão até agora no fim de abril, abandonei o serviço, me endividei que só com o banco (nem eu nem minha mãe trabalhando…) recebi telegramas da empresa, recebi meus direitos (salário, proporcional, td…), mas, só agora estou me reerguendo. Só que eu não tenho coragem de retornar à empresa. Não depois de td que passei.
    Mas preciso tornar a trabalhar, estudar para o vestibular (dessa vez um público), preciso voltar a viver! Minhas dúvidas são:

    1- Posso ser registrada novamente SEM dar baixa no último registro?

    2- Caso não seja possível ser registrada novamente SEM dar baixa no último registro, tem como eu tirar uma nova CTPS, com uma nova numeração… novo uno, novo td rsrs? (não é o que eu queria, pois antes do estágio, fui aprendiz numa cia, por 1anos e meio, é uma boa experiência…)

    3- Posso ser prejudicada futuramente por conta desses episódios? Sou muito esforçada e batalhadora, tenho encarado as dificuldades da melhor maneira possível, desde os 12 eu trabalho, com 14 tive meu primeiro registro, realizo trabalhos sociais… Tenho uma pequena trajetória da qual me orgulho, exceto por esses dois fatos. Um novo empregador, que não saiba dos ocorrido, consegue ter acesso aos meus últimos registros e verificar que abandonei até mesmo o estágio que não caracteriza vínculo empregatício?

    4- Na hipótese de uma nova numeração da CTPS, devo relatar a um novo empregador o que aconteceu na última empresa? Perco o FGTS que acumulo desde época de aprendiz/

    Desculpe a extensão do texto, mas, o Doutor sempre solicita informações e clareza e busquei isso em meu questionamento. Aliás, muito obrigada por oferecer esses esclarecimentos via internet!

  792. Vera Lúcia

    Boa Tarde Dr Helio,Parabéns pelo site,preciso de orientaçãoes,minha mãe está afastada pelo inss a 6 anos,por varios problemas de saúde,a 4 meses ela pegou alta,e não retornou ao emprego por não ter condição de trabalhar.Nesses 4 meses ela recorreu ao inss e pegou alta 4 vezes,em seus laudos médicos apresentado a pericia consta impossibilidade para exercer suas atividades,sem progresso de cura, tem problema de coluna,inflamações osseas,depressão etc.Ela pode ser despedida por abandono de emprego? O que ela deve fazer, já que não aguenta trabalhar,quantas vezes pode recorrer ao inss para tentar um afatamento?
    Dr Helio,minha mãe tem 54 anos,pelos exames apresentados a pericia, a idade e o tempo de afastamento, ela consegue se aposentar?

  793. Helio Rodrigues Araujo

    Francielle

    Assim como o empregador tem a obrigação de pagar se lhe mandar embora, como a sra não cumpriu o contrato de experiência terá que reembolsar a empresa, pela metade do salário que teria direito a receber se tivesse trabalhado.

    Um abraço e sucesso

  794. joyce

    autorizei minha empregada para viajar 3 dias ,pois seu irmão seu irmaõ estav debilitado e depois veio a falecer. a 21 dias ela está ausente do serviço e não deu nenhum retorno justificando sua demora, já posso contar como abandono de emprego e quais os seus direitos para receber

  795. Helio Rodrigues Araujo

    Bruno

    Caso o sr. falte por 30 dias sem justificativa, pode ser demitido por justa causa. Caso o sr peça as contas o sr. deixa de receber o seguro desemprego e o FGTS, todos os outros direitos o sr recebe.

    Um abraço e sucesso

  796. Helio Rodrigues Araujo

    Gilmar Correia

    Infelizmente esse seu caso é bastante especifico. O melhor é o sr entrar em contato com o RH da sua empresa e verificar essa situação.

    Um abraço e sucesso

  797. Helio Rodrigues Araujo

    Cinthia

    Pode, porém da mesma forma que foi autorizado pela sua empresa, de novo tem que ser autorizado o seu retorno, pois eles so estavam contando com a sra daqui a 60 dias, conforme sua solicitação.

    Um abraço e sucesso

  798. Helio Rodrigues Araujo

    Samantha martins

    De acordo com a sua explicação sim, pois a sra precisa ter uma prova do que disse e a empresa tem uma prova que a sra não comparecer ao trabalho, então cabe a sra justificar com documento suas faltas.

    Um abraço e sucesso

  799. Maria Oliveira

    Olá, gostaria de esclarecimento…
    Trabalhei menos de um mês numa empresa, não compareci pra dar baixa na minha carteira, o que ocasionou justa causa, o que acontece com o numero do meu PIS? fica algo resistrado?

    Grata,
    Maria Oliveira.

  800. luanalucineide

    boa noite
    trabalhador que foi mandado embora por abandono de emprego ,pode arrumar outro trabalho de carteira assinada.

  801. luanalucineide

    caso o trabalhador se recuse a ssinar a rescisão por abandono, o que isso pode acarretar para o proprio? obrigada.

  802. alexandre jose bonifacio

    sou vigilante abandonei meu posto por (01)hóra sem comunicar a empresa deixando a arma de serviço com meu companheiro de serviço que não esta autorizado trabalhar armado, assumi meu erro assinei uma justa causa eu queria saber quais os direitos financeiros que eu não tenho direito entrei na empresa dia 08/10/2010 e fui demitido dia 24/05/2011, si o sr; pudér me mandar a respósta pelo meu (e-mail)eu agradeço de coração porque daqui para frente posso tirar minhas duvidas e conhecimento sobre leis trabalhista para que eu não pratique o mesmo erro, muito obrigado sr; helio rodrigues araujo (alexandre-bonifacio@hotmail.com)

  803. Maria Del Carmen

    Meu nome é Maria Del Carmen e a minha dúvida é a seguinte:
    Trabalho das 8:00 h ás 17:00 h – descanso das 12:30 às 13:30 h. Fui ao médico e comecei a trabalhar às 12:00 h (tenho atestado médico), porém a minha pergunta é: Como devo marcar o cartão de ponto já que temos entrada manhã / saída manha e entrada tarde / saída tarde? Não fiz horário de almoço. Marquei entrada tarde: 12:00 h e saída tarde: 17:00 h. Está errado? É motivo de advertência?
    Como devo proceder? Esta dúvida não é só minha dentro da empresa. Existe algo na legislação?
    Agradeço desde já o seu parecer.

    Maria Del Carmen

  804. Tatiana

    Boa tarde. Tenho uma funcionária aqui na empresa que não trabalha há mais de 30 dias, só porque está grávida de 4 meses, nos informou da gravidez no segundo mês de gestação, agora só nos manda atestados, recebi uns 4 . Encostamos ela no inss e até agora ela não foi lá resolver, está nos enrolando e hoje ainda nos trouxe mais um atestado de 15 dias, o que posso fazer??

  805. Antônio

    Eu recentemente faltei o trabalho 8 dias. No mês passado 10 dias. Ontem quando voltei ao trabalho, abriram processo por dezídia e minha chefe disse que a partir de 5 dias já é considerado abandono de emprego. Achei hipócrita o que ela disse, mas ela disse que não me daria justa causa, que era para eu pedir demição. O que você sugere que eu faça ? As faltas foram injustificadas, eu estou cansado do trabalho e o setor que eu trabalhava ele está acabando justamente por causa de um processo trabalhista, onde trabalhamos como bancários e recebemos um salário mínimo apenas. Eles estão remanejando os trabalhadores para áreas quem não podemos se quer escolhermos. Me dê uma luz aí ! rs.

  806. jefferson

    eu trabalhei dez dia abandonei não fui mais eu pago lguar multa acontece algua coisa com minha carteira de trabalho

  807. Helio Rodrigues Araujo

    Sarah Veloso

    A sra so podera considerar como abandono a partir do trigésimo dia de falta injustificada. Terá direito aos dias trabalhados e ainda não recebidos.

    Um abraço e sucesso

  808. Helio Rodrigues Araujo

    Alan Delon

    O sr tem até 2 anos para fazer uma reclamação. como o sr. voltou a trabalhar na empresa, pode reclamar até cinco anos anteriores a data da reclamação. Entendo que o sr deve procurar um Advogado trabalhista que o auxiliara na sua reclamação.

    Um abraço e sucesso

  809. Helio Rodrigues Araujo

    Gilmar Correia

    Todas as perguntas são moderadas.

    Um abraço e sucesso

  810. antonio

    tinha um foncionario que me andava a transtornar a empresa deixou de trabalhar no dia 2 deste mes mandeilhe uma carta a dizerlhe que ja nao fazia parte da empresa sera que fiz bem

  811. Helio Rodrigues Araujo

    Fabio Spears

    O PIS é emitido a todo funcionário, por ocasião de seu primeiro emprego. Portanto o sr com certeza se teve a sua Carteira assinada, tem o PIS. Dirija-se a uma agência da CEF e com seus documentos pessoais eles lhe informarão o seu PIS.

    Um abraço e sucesso

  812. Helio Rodrigues Araujo

    Roberto

    Sem duvida pode sim. Entendo que o sr. a precisara de um especialista para lha ajudar em seu problema com a empresa. Procure o seu sindicato, caso não se sinta satisfeito procure um Advogado trabalhista, pois eles podem lhe ajudar a dar uma solução para o seu problema.

    Um abraço e sucesso

  813. Helio Rodrigues Araujo

    Carlos Cruz

    Pode sim….. caso ainda não tenha sido feito o CAGED, o sr. pode cancelar tudo. pois fica menos problematico.

    Um abraço e sucesso

  814. Helio Rodrigues Araujo

    Pamela

    Como a sra não tem emprego mais, tem que solicitar o seu auxilio maternidade diretamente a previdencia. Para fazer isso a sra. terá que se dirigir até uma agência da previdencia e solicitar o beneficio. Junte a documentação necessária que será concedido sem maiores problemas.

    Um abraço e sucesso

  815. Helio Rodrigues Araujo

    Bruna Sampaio

    Vou tentar lhe responder uma parte dos seus questionamentos: 1- Sem duvida alguma, o problema ficara, caso precise de algum beneficio social, seguro-desemprego por exemplo, pois como continuara com o registro na CTPS, não tera direito a ele, ou tera o seu direito dificultado! Solução: procure a empresa e peça para eles darem baixa em sua CTPS, eles com certeza não se negarão a fazê-lo. 2 – A pior das hipoteses é fazer uma nova CTPS, esqueça isso! 3 – Muito dificil ser prejudicad apor isso. O melhor é sempre que for entrevistada para um novo emprego, que relate isso que aconteceu, com certeza se não puder lhe ajudar a conquistar o emprego, lhe atrapalhar não vai. 4 – É muito pior fazer um relato com uma nova documentação que fazer o relato mantendo a documentação, pois assim ficara claro que quer mudar suas atitudes e estas assumindo todas elas, as positivas e as negativas.

    Um abraço e sucesso

  816. Helio Rodrigues Araujo

    Vera Lucia

    Não, desde que mantenha sempre a empresa informada de suas tentativas de se encontar pela previdencia, ela não pode deixar a empresa sem informações por mais de 30 dias, pois isso pode caracterizar abandono de emprego. Não existe essa previsão na legislação, pois a legislação trata das situações em que não existe a possibilidade de retorno ao trabalho, isso precisa ser atestado pela pericia medica, quantas vezes seja necessaria. Ela precisa apresentar a documentação a previdencia, pois essas decisões são sempre tomadas, caso a caso, sem generalidade.

    Um abraço e sucesso

  817. Helio Rodrigues Araujo

    Joyce

    Não, tem que aguardar os 30 dias de afastamento. Ela tem direiro basicamente a saldo de salario dos dias trabalhados e ainda não recebidos, férias e 13º Salário já adquridos.

    Um abraço e sucesso

  818. josy

    oi, dia 05/06 tem 30 dias que nao vou ao trabalho!
    porem dia 06/06 a empresa deveria depositar as horas extras do mes retrasado
    dando 30 dias no dia extao do pagamento, a empresa deve me pagar ?

  819. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Oliveira

    Não. O PIS não registra esse tipo de ação.

    Um abraço e sucesso

  820. Rogerio t cursino

    Boa tarde , minha empresa teve um funcionario , que foi admidido em 02.05.2009. passei por dificuldes finaçeiras e fiquei 6 mese sem poder pagar o salario do mesmo ,dezembro de 2010 o mesmo funcionario nao veio mais trabalhar fiquei, tambem sem recolher o inss e fundo de garantia durante 14 meses.devido a nao comparecimeto do funcionario , mais no trabalho fiz a duvulgação de abandono de emprego ….( tivemos conveças de pagamentos …dos atrazados…mais sem susseço de acordo ) hoje o mesmo funcionario esta para entrar com uma açao trabalhista …….( o (memso se encontra com a carteira de trabalho ainda em aberto ) e se encontra ja trabalhando em outra empresa……. por favor como de agir ???????

  821. Helio Rodrigues Araujo

    Luanalucineide

    Sem duvida alguma. Precisa ser providenciado a baixa na CTPS, pois isso pode atrapalhar a receber algum serviço social do governo. No mais não tem problema algum.

    Um abraço e sucesso

  822. Helio Rodrigues Araujo

    Luanalucineide

    Nada, pois ele já será demitido mesmo. Essa será sua maior punição.

    Um abraço e sucesso

  823. Helio Rodrigues Araujo

    Alexandre Jose Bonifácio

    O sr. não terá direito a férias proporcionais, todos os outros direitos são adquiridos a partir do 14º dia de trabalho.

    Um abraço e sucesso

  824. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Del Carmen

    Sim, a legislação trata deste assunto. Se a sra não tem intervalo tem que consignar no cartão de ponto o momento da entrada e da saída sem nenhum intervalo. Entendo que se a sra tem um documento que a protege, não existe porque ser advertida disso.

    Um abraço e sucesso

  825. renato

    boa tarde helio eu trabalho em uma empresa a 2anos e no fim de março fiquei ensatisfeito com a empras e no mes de maio fui trabalhar so 5 dias posso ser mandado sem direito a nada? desde ja obrigado

  826. helcio

    quero saber se, deu os 30 dias de contrato a empresa nao renova o contrato e continuo trabalhando nesse tempo eu posso ser mandado embora?se for mandado embora tenho algun direito por nao ter renovado o contrato?

  827. robson

    sofri 1 acidente no percurso trabalho e a firma abriu falencia quais sao meus direitos

  828. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiana

    Apenas informe os atestados. Junte-os as folhas de pagamento. Pague os dias trabalhados e o restante ela tem que receber da previdencia, pois a obrigação da empresa é pagar somente os 15 primeiros dias. Coloque falta nos dias que ela não aparecer sem atestado e/ou sem a licença da previdência.

    Um abraço e sucesso

  829. Helio Rodrigues Araujo

    Antônio

    Entendo que no seu caso, o melhor a fazer é o sr. tentar um acordo com sua empresa. Caso isso não seja possível, entrar na justiça com um processo individual contra a empresa. Sugiro procurar um Advogado Trabalhista que ele com certeza o ajudará.

    Um abraço e sucesso

  830. Helio Rodrigues Araujo

    Jefferson

    Com a sua Carteira de Trabalho, nada, ela somente será assinada com a data de seu desligamento da empresa.

    Um abraço e sucesso

  831. elisabett

    Boa tarde!
    Não estou indo ao trabalho a 30 exatos,perdi parte da audição não sei se em virtude do meu trabalho ou não,mais o fato é que estou extremamente deprimida e não consigo sair de casa ,fui ao médico especiaista duas vezes,quando ouvi que era irreversivel fiquei pior ainda,por conta desta depressão não vou ao posto de saude ou ao médico da empresa pedir atestado,nem tenho vontade alguma,a epresa não quer me demitir,eu gostaria que me demitisse assim eu poderia pagar parte do aparelho que preciso usar,posso exigir que me demitam?O que faço, me ajudem por favor.

  832. Helio Rodrigues Araujo

    Antonio

    Neste caso, o funcionário que podia ter abandonado o serviço, acabou sendo demitido pelo sr. No mais não existe nenhum problema.

    Um abraço e sucesso

  833. Helio Rodrigues Araujo

    Josy

    Sem duvida alguma. Se a sra trabalhou cumpriu sua parte no trato com a empresa, agora passa a ser a vez da empresa cumprir a dela lhe pagando, sempre até o 5º útil do mês seguinte. Caso isso não aconteça, procure a justiça do trabalho para garantir seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  834. Helio Rodrigues Araujo

    Rogerio T. Cursino

    Aguardar a ação trabalhista. Enquanto isso junte toda a documentação referente a esta funcionário para preparar a sua defesa. Normalmente em qualquer ação na justiça do trabalho, o Juíz procura fazer uma conciliação, (acordo entre as partes). A documentação vai lhe ajudar a comprovar alguma cláusula que o sr. tenha pago e o funcionário procure receber, até por desconhecimento de que já recebeu.

    Um abraço e sucesso

  835. Dayanne

    Boa noite me chamo Dayanne,trabalhei em uma empresa no ano de 2009 e por problemas nao conseguir comparecer na empresa para da baixa na minha carteira de trabalho,porem na epoca a empresa estava entrando em falencia e hoje nao consigo nenhum contato,nem o local

  836. Adriana Maria

    Me chamo Adriana, trabalho para uma firma que presta serviço para a Prefeitura de Belo Horizonte, tenho 2 de CTPS assinada, tem 4 dias que não vou trabalhar, isso pode ser considerado abandono de emprego, se for considerado abandono de emprego eu terei algum direito.
    Atenciosamente.

  837. fernando marques

    venho atravez desta para tirar uma duvida q tenho, fui funcionario de uma empresa e po algumas vezes coloquei meu desejo de sair da mesma e nao fui ouvido nem aceito as vezes em que falei cm meu supervisor e nem quando entreguei a ele minha carta de demissao, entao deixei de ir a empresa num periodo de 30 dias para poder assim ser dispensado da empresa por abandono e queria saber meus direitos , oq posso ganhar cm meus direitos , trabalhei durante 1ano e 1 mes nesta empresa e eles alegam q eu n tenho direito a nada.Preciso q tirem essa duvida minha, pelo oq sei tenho direito a 13º proporcional e ferias vencidas , tenho o direito a receber esses beneficios
    grato e espero ter resposta
    fernando maques

  838. NAIRA

    ola,uma pessoa trabalhando numa mesma empresa por 12 anos ficou doente e passou a receber auxilio previdenciario por mais ou menos 8 meses…e deixou de fazer a pericia e não retornou ao trabalho, isso desde 2007 ate hoje,06/11.Ela tem algum direito a receber da empresa?E se ela estiver em um abrigo ela tera algum beneficio,talvez do governo ou empresa?

  839. Helio Rodrigues Araujo

    Renato

    Desde que a sra fique sem trabalhar por 30 dias sem justificativa, podera ser mandado embora, porém terá alguns direitos adquiridos.

    Um abraço e sucesso

  840. Tatiana

    Encostamos a funcionária grávida no inss, porque ela trouxe vários atestados de gravidez ameaçada, entrou com um pedido de auxílio-doença na previdência e seu pedido foi negado. Desde então não voltou mais au trabalho, faz uma semana. E se ela vier com outro atestado médico?O que posso fazer diante desta situação?

  841. grasiele

    bom dia tenho uma duvida meu funconario sofreu um acidente de trajeto no dia 23/03 e o mesmo botou 15 dias de atestado ,ele foi instruido se ainda estivesse com o pé ruim ia ser encaminhado ao inss
    o funcionario parou de botar atestado mas faltava 5 dias e ia 1 tendo umas 20 faltas no mês e comunicou que não queria ir ao inss foi informado que não poderia ficar faltando pois se não seria mandado embora no dia 23/05 foi dado o aviso prévio a ele só que o mesmo começou a informar que voltou a sentir dor no pé e foi ao médico conseguiu um laudo e que a empresa não podera mandar ele embora só que ele não consegui nem atestado om dias para ser abonado ou ser encaminhado ao inss pois só se soma atestado no prazo de 60 dias e ja vai fazer 90 dias o que faço continuo o processo do aviso previo ou suspendo

  842. Rosi

    Temos um problema, um funcionario nosso ficou afastado um ano(16/05/2006 a 17/07/2007), pediu demissão e não quis fazer a recisão no sindicato e agora depois de QUATRO anos quiz fazer novamente a recisão que não fez em 2007 no sindicato para poder receber o fundo de garantia.

  843. Helio Rodrigues Araujo

    Helcio

    Se o contrato de experiência não foi renovado, o sr. automaticamente passa a ter o contrato por prazo indeterminado, ou seja, terá todos os direitos de um empregado normal, inclusive o aviso prévio. Se o sr. for mandado embora tera todos os direitos previstos na legislação.

    Um abraço e sucesso

  844. Helio Rodrigues Araujo

    Robson

    Se ainda estás sem condições de trabalhar, deve procurar a previdencia social e procurar seus direitos na previdencia. Caso tenha condições de trabalhar, deves procurar seus direitos junto a empresa. Caso não seja atendido, procurar o seu sindicato de classe, pois em casos de falência, os primeiros a serem pagos são os empregados e depois o governo.

    Um abraço e sucesso

  845. sadi melo

    Fui ao médico psiquiatra pois não estava bem e ele me du uma atestado de 30 dias a partir de 30 de março..a per´cia foi marcada somente para o dia 14 de junho. O perito deferiu o atestado até o dia 14 d ejunho. Ou seja tenho que voltar a empresa dia 15 d ejunho porém estou ainda tomando remédios controlas e não estou bem. O médico me deu mais 15 dias e a empresa disse que teria que ir para o INSS novamente e que os meses parados do primeiro atestado não recebia até essa nova pericia ser marcada é certo isso?
    Por favor me responda….obrigado

  846. Helio Rodrigues Araujo

    Elisabettt

    A empresa pode lhe demitir por justa causa, pois a sra tem 30 (trinta) dias de falta sem justificativa.

    Um abraço e sucesso

  847. Helio Rodrigues Araujo

    Dayanne

    No seu caso, procure o Ministério do Trabalho em sua região e exija que eles deem baixa em sua CTPS. Caso não consiga isso, procure um Advogado trabalhista que pode lhe ajudar a resolver essa situação.

    Um abraço e sucesso

  848. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana Maria

    Somente quatro dias não configura abandono de emprego. O abandono só pode ser considerado quando o empregaod falta 30 dias sem justificativa.

    Um abraço e sucesso

  849. Helio Rodrigues Araujo

    Fernando marques

    Claro que sim. Caso a empresa se recuse a paga-los, procure o seu sindicato, ou um Advogado Trabalhista em sua região que ele lhe auxiliara.

    Um abraço e sucesso

  850. Helio Rodrigues Araujo

    Naira

    Esse caso por ser muito especifico é importante, procurar ajuda em sua cidade. Normalmente o governo tem bastante ajuda a quem tem necessidade, mais isso precisa ser procurado, pois o governo so trabalha quando acionado.

    Um abraço e sucesso

  851. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiana

    Se ela trouxer outro atestado a empresa tem que manda-la para receber da previdencia, pois a obrigação da empresa é somente de pagar os 15 primeiros dias e depois quando o filho dela nascer os quatro meses subsequentes. Portanto nesse caso a empresa pode considerar que a funcionaria esta faltando ao trabalho.

    Um abraço e sucesso

  852. Helio Rodrigues Araujo

    Grasiele

    Continue, pois no caso especifico ele tem que se dirigir até o INSS, para ser encontado, a empresa não tem obrigação de pagar salário de funcionário sem trabalhar, para isso ela paga a previdencia. Se ele se recusa a ir a previdencia ele que assuma esse risco. Portanto a empresa pode continuar com o processo e demiti-lo.

    Um abraço e sucesso

  853. Helio Rodrigues Araujo

    Rosi

    O funcionario so tem 2 anos para questionar alguma clausula contratual (rescisão inclusive) junto a empresa. Portanto ja prescreveu o prazo dele cobrar essa rescisão ou qualquer valor devido.

    Um abraço e sucesso

  854. PATRICIA AMARAL

    GOSTARIA DE SABER,SE EU FALTEI 5 MESES NO EMPREGO POR MOTIVOS PESSOAIS E GRAVE NÃO VOLTEI NEM PARA DA BAIXA NA CARTEIRA
    ,A EMPRESA POSSO ME ACEITAR DE VOLTA?

    OBRIGADA

  855. luciane

    ola.tenho uma duvida meus pais tem uma empresa cujo um funcionario abandonou serviço ele sumiu,nao
    demos baixa em sua carteira e continuamos a depositar o fundo de garantia ,agora depois de alguns meses sua irma apareceu com a carteira dele e estamos sem saber o que fazer. pois ele nao trab, esse tempo todo e quais direitos ele vai ter e nos o que devemos fazer.obrigada

  856. cristiana

    Bom Dia,
    tenho uma escola infantil , a minha funcionaria saiu um dia mais cedo para buscar o seu diploma na faculdade, que eu solicitei e nunca mais voltou, mandei telegrama e ela mesma recebeu , pois pedi quie me enviasesem a copia do telegrama e o nome da pessoa que recebeu, e mesmo assim ela não ligou para a escola,isto foi no dia 4 de Junho, hoje dia 20 de Julho ela foi a minha escola e levou um pedido de demissão escrito de proprio punho e entregou para a minha funcionaria, acredito que ela sumiu por ter mentido e não ser formada em magisterioa, ou saja não tem o diploma.
    O que ~e melhor para a empresa, mandar embora por justa causa ou aceitaro pedido de demissão…
    Qual eu pago menos…
    Por favor pesciso da sua ajuda , pois o meu contador acha melohr aceitar o pedido de demissão, mas acredito que para ele seja melhor , pois e mais facil de fazer.
    Aguardo retorno
    Obrigada
    Cristiana

  857. Helio Rodrigues Araujo

    Sadi melo

    A obrigação da empresa é lhe pagar pelos primeiros 15 dias sem trabalhar, o restante é obrigação do INSS, para isso o sr. tem que ir lá comprovar sua incapacidade de trabalho, sempre que solicitado por eles.

    Um abraço e sucesso

  858. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia Amaral

    Só quem pode lhe responder isso é a empresa, da qual a sua se desligou? Caso a sua vaga ainda esteja aberta, não existe nenhum impedimento legal, para que eles não a recebam de volta.

    Um abraço e sucesso

  859. Fellipe Eduardo de Almeida Tavares

    Ola preciso de uma ajuda trabalhei para uma firma em 2009 , devido a problemas de saúde não fui mais trabalhar e me notificaram que eu fui mandado embora por abandono de emprego, eu fui atras deles éssa semana para eles darem baixa na minha carteira pois estou melhor, e quéro o direito de um novo emprego, eles me disseram que não vão dar baixa na minha carteira pois a firma não é obrigada e alem do mais é regra da empresa não dar baixa na carteira de quem comete abandono de emprego, o que faço nessa situação!!!

  860. renan

    ola bom dia meu pai teve de fazer uma angioplastia teve o periodo de 90 dias parado que os medicos falaram agora ao voltar ao trabalho quanto tempo teria de estabilidade no emprego?

  861. Helio Rodrigues Araujo

    Luciane

    nesse caso, dar baixa na carteira dele. Entendo que qualquer direito que ele tiver devera ser diminuido do valor do FGTS depositado indevidamente, pois se ele não trabalhou não tem direito a ter depositado o seu FGTS.

    Um abraço e sucesso

  862. LUZIA

    OLá tenho um restourante e arrumei uma funcionaria como ajudante de cozinha no fim de 3 mes ela ja ñ quiz mas estar na cozinha, eu deixei q ela ficaci no salão fazer saladas e atender, mas esperrei 2 mes e ela ñ se ageitou com isso estava fazendo tudo mto mal ainda ñ aceitava q chamace atenção dela, intão foi qdo eu disse a ela q ia voltar ela pra cozinha no dia seguinte ela disse q ñ ia, eu disse q ela q sabia era pegar ou largar se ela ñ quizeci ir pra cozinha ela estava avontade pois no dia seguinte ela ja ia entrar pra trabalhar como eu estava a dizer ela estava lavando umas loiça foi qdo eu dei por fé a outar funcionaria diz q ela ñ estava la depois mas tarde esta mesma viu ela na rua foi qdo ela disse q ja ñ voltava aqui mas e ja esta com tres dia e ela ñ disse nada o q eu devo fazer obrigado……..

  863. Helio Rodrigues Araujo

    Cristina

    Entendo que a sra deve aceitar o que diz o seu contador, ou mudar de profissional. Esse seu argumento de que é mais fácil de fazer, não procede, pois qualquer rescisão contratual, tem o mesmo grau de dificuldade. Logicamente ele deve entender que a sra terá menos problemas futuros, aceitando o pedido de demissão. Volte lá e fale com ele novamente e peça que ela faça uma prévia das duas rescisões, pergunte a ele qual delas poderia he oferecer maior tranquilidade. Na maioria das vezes o valor da diferença a pagar ao funcionário, não compensa os problemas que ele pode lhe causar.

    Um abraço e sucesso

  864. Jessica

    olá …
    tenho algumas duvidas sobre abandono de emprego
    trabalhei durante 1 ano e 4 meses em uma fabrica e durante dois meses nao compareci e ja recebi carta me dizendo qe recebi justa causa-abandono de emprego…ja que estou trabalhando em outro lugar.
    gostaria de saber se tenho algum direito de receber meu fgts se eu for demitida do meu atual emprego ou se tenho que parar algum tipo de multa!desde ja agradeço e parabenizo pelas duvidas esclarecidas

  865. roberto

    olá!! eu abandonei o emprengo em jameiro de 2008 onde passei 3 anos trabalhando,até hoje nao estou trabalhando de carteira assinada.a minha duvida e o seguinte eu ouvir dizer que depois de 3 anos o funcionario que abandonou o emprego tem direito ao fgts se nao tiver trabalhando e verdade?

  866. Fellipe Eduardo de Almeida Tavares

    Ola tudo bom, estou com o seguinte problema no ano de 2009 trabalhei em uma empresa na minha cidade. por motivos de doenças deixei de ir trabalhar e fui mandado embora por abandono de emprego, hoje melhor estou tentando regularizar minha carteira profissional para conseguir um novo emprego, tentei o contato com a empresa e eles me disseram que não vão dar baixa na carteira pois é regra da empresa não dar baixa na carteira de quem comete abandono de emprego, como eu faço agora ja perdi alguns empregos por conta disso não sei o que fazer!!!

  867. Helio Rodrigues Araujo

    Fellipe Eduardo de Almeida Tavares

    Procure o seu sindicato, se eles não resolverem o problema, procure o Ministério do Trabalho, se eles não resolverem, procure um Advogado Trabalhista, pois eles tem que baixar a sua carteira, essa regra não existe, nem na empresa deles, nem em nenhuma empresa, pois isso contraria o interesse da empresa. Nesse caso de não dar a baixa a sra continua vinculada a empresa, isso não interessa a nenhuma empresa.

    Um abraço e sucesso

  868. Helio Rodrigues Araujo

    Renan

    A estabilidade é de 30 (trinta) dias.

    Um abraço e sucesso

  869. Helio Rodrigues Araujo

    Luzia

    Consignar na folha de pagamento as faltas. Depois de 30 dias de faltas sem justificativa, demiti-la por justa causa.

    Um abraço e sucesso

  870. Helio Rodrigues Araujo

    Jessica

    Não o seu FGTS somente é liberado em casos especificos, por exemplo, na aquisição da casa própria, ou se a sra ficar por mais de 3 anos sem emprego formal. No caso descrito a sra não recebrá o seu FGTS do emprego anterior, porém se for demitida receberá o FGTS do emprego atual.

    Um abraço e sucesso

  871. Helio Rodrigues Araujo

    Roberto

    Sim, no seu caso pode sacar o FGTS, se dirija até a CEF com uma cópia de sua rescisão contratual e a carteira baixada que com certeza será lhe creditado o valor do FGTS do emprego anterior, caso já tenha se passado 3 anos da data de sua baixa até hoje.

    Um abraço e sucesso

  872. roberto

    só um detalhe todo esse tempo eu ainda não dei baixa na carteira já se passaram os 3 anos mesmo assim recebo o fgts?

  873. fernanda melo guimarães

    Olá, meu nome é Fernanda, fiquei afastada 3 anos, e agora tenho que retornar ao trabalho a empresa ja me comunicou, era pra eu começar esta semana 05/07/11. Acontece que não tenho com quem deixar meus filhos e tbm ainda tomo medicamentos que me deixam meio lenta, tenho 30 dias de estabilidade, por isso a empresa não pode me mandar embora, posso ir faltando e mandando atestado até quando posso fazer isso e depois tenho que cumprir o aviso prévio tbm? Aguardo retorno, obrigada, fernanda.

  874. wiliane

    eu fui contratada por uma empresa de telemarketing
    só que antes tinha que fazer um curso de 3semanas
    na ultima semana não deu para ir por motivo de doença
    eu comuniquei na empresa no mesmo dia so que quem faltase um dia
    automaticamente estava desligada do curso, tudo bem fui na empresa
    comuniquei o motivo, eles falaram pra eu aguardar ok
    so que esta chegando carta da empresa pra eu justificar as minhas faltas
    que falta se eu mem comecei a trabalhar conserteza ja deu justa causa sera que eu consigo
    arrumar outro emprego?

  875. Helio Rodrigues Araujo

    Fellipe Eduardo de Almeida tavares

    Procure o seu sindicato, caso eles não consigam uma solução, procure o Ministério do Trabalho em sua cidade, pois a empresa não pode fazer isso. Essa regra inclusive prejudica mais a empresa que o sr, pois mesmo sem dar baixa na carteira o sr pode arrumar um novo emprego. Caso o Ministério não resolva o seu problema, procure um Advogado Trabalhista e veja com ele como proceder nesse caso.

    Um abraço e sucesso

  876. hilton

    Abandonei o emprego a 3 anos e meio nao fui da baixa na carteira estou sem trabalho formal todo esse tempo mesmo assim tenho direito a receber o fgts se nao tiver direito o que faço.

  877. Helio Rodrigues Araujo

    Roberto

    Tendo mais de 3 anos sem registro na CTPS, tem direito a retirar o FGTS do emprego anterior, desde que junte a documentação necessária junto a CEF.

    Um abraço e sucesso

  878. Helio Rodrigues Araujo

    Fernanda Melo Guimarães

    A sra tera estabilidade de 30 dias que pode ser trocado pelo seu aviso prévio. Entendo que o mais correto para a sra seria cumprir o aviso e/ou tentar um acordo com a empresa.

    Um abraço e sucesso

  879. Ana

    Boa tarde,

    Tenho uma dúvida, minha mãe esteve doente…e quando precisava ir ao médico, lá no meu trabalho eles nunca fizeram questão que eu fosse acompanhar.Dia 28/06/2011 minha Querida Mãe passou muito mal, e foi preciso levá-la pra outra cidade, pois o médico dela é lá e aqui no interior não tem recurso.
    Como só tem eu e meu pai, me vi tendo que ficar acompanhando minha mãe na emergência do hospital, pois no mesmo não haviam vagas nos quartos mesmo sendo particular.Sei, que não existe atestado para acompanhante … mas mandei relatórios e laudos dos médicos … para que a empresa estivesse á par da situação.Portanto fiquei do dia 28/06/2011 até dia 06/07/2011 onde ocorreu o óbito infelizmente.
    Por se tratar de comércio, tive 02 dias de Luto … mas ocorreu que na sexta feira dia 08/06 eu tive uma crise de vômito e diarreia … tive, por causa disso uma forte desidratação precisando assim ficar internada para uso de soro. Isso de sexta para sábado ( 08/06/ até 09/06 ) … com o fato de ficar no hospital, e com toda situação da morte da minha Mãe e em função de tudo … fiquei muito depressiva … fui ao médico onde ele me diagnosticou com o CID F41.2 Transtorno misto ansioso e depressivo … E me deu 15 dias de atestado.
    Agora a empresa quer tirar os dias que fiquei acompanhando minha mãe que foram 09 dias do atestado que o médico me deu para cuidar do Trasntorno F41-2 … para justificar as faltas de quando estava acompanhando (lembrando tenho plena ciencia que estes dias que fiquei de acompanhante não tem atestado e que a empresa poderia assim cortar meus dias …).
    Hoje dia 18/07/2011 ligaram da empresa … pedindo para que eu volte, pois os 15 dias já se esgotaram … e estão precisando do meu serviço. Mas como retornar se ainda me encontro não podendo ir ao trabalho.
    Gostaria que me orientasse nesta causa.
    Obrigada.

  880. Roberto

    o seguro desemprego tambem tenho direito de receber?

  881. Helio Rodrigues Araujo

    Wiliane

    Sem duvida alguma. A justa causa não fica consignada na carteira profissional, portanto a sra pode e deve encontrar um novo emprego.

    Um abraço e sucesso

  882. Helio Rodrigues Araujo

    Hilton

    Sim, depois de 3 anos sem carteira assinada o sr tem direito a receber o FGTS daquela época. Junte os documentos que comprovem que o sr. foi demitido e leve a CTPS a CEF e eles lhe pagam o valor correspondente.

    Um abraço e sucesso

  883. helenio vicente

    peguei no trabalho as 13;30 hrs da tarde me aborreçi com um camarada de trabalho e fui embora as 16 da tarde posso levar um abandono de trabalho ou ñ? ou uma justa causa?

  884. Helio Rodrigues Araujo

    Ana

    A sra precisa procurar a sua empresa e relatar tudo isso, se possivel juntando documentos e laudos que comprovam sua situação. O melhor seria se a sra conseguisse um novo atestado de 15 dias com seu médico e tentasse se encostar pela previdencia por um período mais longo.

    Um abraço e sucesso

  885. iara

    boa tarde gostaria de saber sobre justa causa meu esposo trabalhou por 5 anos em uma empresa no dia 05 abril ele faltou e nao consegui um atestado por nao ter ido no mesmo dia no medico levou atestado do dia 06 de abril que foi ao medico a empresa deu uma dispensa de 5 dias agora em julho ele faltou e como tinha um exame marcado pra fazer a tarde deixou pra consultar e pedir um atestado a tarde tambem mais o medico nao deu o atestado alegando que ele teria que ter ido pela manha entao meu esposo foi trabalhar contou oq tinha acontecido mais eles nao aceitaram e deram outra dispensa por mais 5 dias quando ele etornou demitiram ele por justa causa essa demisao foi dia 20 de julho qauntos dias eles tem pra pagar ele em juizo ele revebe e depois coloca na justiça oq ele recebe a firma tem o direito de demitilo assim

  886. marcos antonio

    Caro Helio tenho uma funcionaria que diz estar gravida,ela não trouxe atestado de gravides, desde que ela me avisou informalmente, vem faltando alegando problems de saúde só que não me traz justifucativa faltou no1º mes 10 dias agora já esta novamente com 10 dias de falta sem comunicar a empresa qual o motivo posso mandar embora por justa causa o que devo fazer?

  887. Helio Rodrigues Araujo

    Roberto

    O seguro desemprego é devido a quem for demitido sem justa causa e tiver trabalhado no minimo seis meses nos ultimos trinta e seis meses.

    Um abraço e sucesso.

  888. jozielly

    Boa noite! trabalhei numa fábrica e no fim do período de experiência pedi demissão,pois era o meu primeiro emprego.Agora estou em um outro e pretendo sair por causa da carga horária. Trabalho de sete às sete, e só tem três meses.Estou procurando um outro emprego, isso vai me causar problemas por sair de dois empregos em curto prazo?

  889. Isabel

    Olá…estou com duvidas…no Final do ano de 2007 fiquei doente e fui encaminhada depois de 15 dias de atestado para o inss, mas o meu pedido de beneficio foi negado.Desde então não voltei mais ao trabalho.Isso se caracteriza como abandono de trabalho? O que preciso fazer para resolver a minha situação…
    Desde de já agradeço sua atenção

  890. Helio Rodrigues Araujo

    Helenio Vicente

    O sr. precisa procurar a sua empresa, pois somente eles que podem graduar a sua falta. Abandono so se configura depois de 30 dias ininterruptos de faltas injustificadas. Justa causa somente se houve dolo no seu aborrecimento. Procure seu empregador e veja com ele sua penalidade, cumpra-a e continue o seu trabalho.

    Um abraço e sucesso

  891. Helio Rodrigues Araujo

    Iara

    Procure o auxilio do sindicato de classe, pois entendo que nesse caso descrito não se configura a justa causa. ele pode receber o que a empresa lhe oferece via rescisão contratual e pode entrar na justiça contra a empresa para ficar configurado a justa causa. Ele tem até dois anos para questionar a empresa, porém precisa se lembrar que ele só tem direito a verbas devidas dos ultimos cinco anos, então enquanto antes ele procurar a justiça melhor.

    Um abraço e sucesso

  892. Helio Rodrigues Araujo

    Marcos Antonio

    Deve consignar estas faltas e fazer a rescisão por justa causa, pois ela mesmo estando gravida não pode continuar faltando sem justificativa.

    Um abraço e sucesso

  893. Helio Rodrigues Araujo

    Josielly

    Claro que não! Logicamente se isso se prolongar, ou seja os próximos empregos o sr tomar a mesma decisão, isso vai ficar bem claro em sua carteira profissional e vão começar a lhe questionar na entrevista de emprego.

    Um abraço e sucesso

  894. Helio Rodrigues Araujo

    Isabel

    Sem duvida alguma, alguém que deixou de trabalhar desde 2007, abandonou sem duvida alguma o trabalho. Se a sra tiver FGTS recolhido em seu nome, deve se dirigir até a empresa e pegar uma copia da sua Rescisão contratual e juntar com seus documentos pessoais ir até uma agência da CEF retirar o FGTS depositado.

    Um abraço e sucesso

  895. Luiz Barroso

    Boa tarde. Por favor dei-me uma opinião. Trabalhei como funcionário na Prefeitura de Manicoré-AM durante 10 anos, sem carteira assinada, sòmente com contrato. Com a ultima eleição, entrou outro Prefeito e me tirou do emprego e não me pagou nada de direitos. Eu gostaria de saber se tenho algum direito de receber, alguma indenização ou coisa parecida? Por favor explique-me alguma coisa, pois não me conformo que não tenha direito a nada. Desde já, muito obrigado.

  896. Renata Nascimento

    Olá!
    Quando eu tinha 18 anos eu trabalhava em uma industria e por idiotisse minha de uma hora para outra abandonei meu emprego e nunca mais voltei lá. Com o tempo perdi minha carteira de trabalho antiga e tirei outra. Como o mundo dá voltas, hoje preciso trabalhar. Recentemente me inscrevi no programa Via Rapido Emprego, e tive a surpresa de ser chamada para fazer um dos cursos. Tenho varias perguntas.
    No extrato do fgts ainda consta o nome do meu antigo emprego, isso quer dizer que eles ainda não deram baixa em meu contrato?
    Vou poder fazer esse curso normalmente sem ter que passar vergonha pelo erro que cometi no passado?
    Meu contrato com meu antigo emprego foi totalmente rescindido apos esses 12 anos? Como posso ter certeza disso?
    Com essa carteira nova vou poder arrumar outro emprego normalmente?
    Como posso regularizar minha situação?

    Desde já muito obrigada!

  897. janaina

    Tenho uma funcionaria que está gravida , desde então ela não apareceu mais no serviço.Estava mandando atestado em dia s alternados mais já tem um mês que ela não dá nenhuma satisfação e os telefones que tenho não consigo falar o endereço também não tem ninguem , pois morava com a mãe e a mesma agora diz que a filha saiu de casa com os outros filhos e não disse para onde ia.O que devo fazer agora?

  898. Helio Rodrigues Araujo

    Luiz Barroso

    Meu jovem, isso depende do contrato feito, com a prefeitura. Hoje o entendimento dos tribunais tem sido no sentido que o contrato foi feito com a prefeitura e não com o prefeito. Portanto se o sr não prestou concurso, foi somente contratado, prevalece as clausulas contratuais, se elas não preveem indenização, ou são omissas, o sr. pode acionar a prefeitura que com certeza o sr tera seus direitos garantidos.

    um abraço e sucesso

  899. Helio Rodrigues Araujo

    Renata Nascimento

    Respondendo seus questionamentos. 1) Não, sempre que tirar um extrato nele saira todos os seus vinculos, isso não quer dizer que continuas registrado. A não ser que tenha recolhimentos atuais. 2) Entendo que sim. 3) para ter certeza, basta verificar o extrato, caso ele não tenha depositos atuais, a sra tem um saldo de FGTS que não foi retirado e que rende juros mensais. 4) Claro que sim, na carteira so consta que a sra saiu da empresa na data X e ponto final. 5) A sra tem direito de tirar o saldo de seu FGTS, pois passou mais de 3 anos sem carteira assinada, para isso so precisa ir até seu antigo empregador pegar uma copia da rescisão contratual e levar até a CEF que eles lhe pagarão o valor de FGTS devidamente corrigido.

    Um abraço e sucesso

  900. isac

    bom dia eu queria saber se eu posso arruma outro emprego depois que eu abondei o meu fas dois messes

  901. Renato Luis

    Boa noite trabalhei em uma instituiçao publica de 04/2003 a 08/2009 e por motivos particulares
    abandonei o trabalho gostaria de saber se tenho algum direito a pelo menos do fgts ( obs a empresa ainda deposita o fgts todos os meses) o que se pode fazer ?
    tem alguma coisa a ser feita

  902. Helio Rodrigues Araujo

    Janaina

    Comece a consignar na folha de pagamento as faltas sem justificativa. Quando completar um mês de faltas ininterruptas a sra pode demiti-la por abandono de emprego, ante mande publicar no jornal de maior circulação a chamada de emprego por três dias consecutivos. A sra. não tem obrigação nenhuma de saber se ela ainda continua gravida, ou se perdeu o filho, ou se já ganhou o bebê, como ela não justifica suas faltas, perdeu todos os seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  903. joice pereira souza

    contratei uma domestica que trabalhou apenas 2 meses e abandonou o trabalho agora ela me colocou na justiça o que devo fazer

  904. Vanessa

    Boa tarde,

    Temos uma funcionária na empresa que está gravida e diz que essa gravides é de risco, ela vem faltando desde que contou que está gravida e não tem dado satisfação sobre o assunto, entra em contato com a empresa de vez em quando sempre dizendo que não está se sentindo bem mais não trás atestado médico. Ela não comparece a empresa desde o dia 01/09/2011 ela ligou novamente no dia 09/09/2011 para dizer que ainda não estava se sentindo bem… Como devemos agir nessa situação? A funcionária em nenhum momento trouxe um atestado médico dizendo que essa gravides é de risco.
    Obrigada…

  905. george

    Bom dia meu nome e George, eu abandonei o meu emprego tem uns 3 anos e so agora eu percebi que a empresa nunca pagou o fgts e nem cadastro meu pis, ontem eu recebi a carta da caixa pra eu poder mudar a data de inscrição, mas referente ao fgts eu tenho algum direito, e o que eu posso fazer pra regularizar isso?

  906. regiane

    Bom dia!
    tenho um funcionário que simplesmente sumi após 2 meses de trabalho, e apareceu 1 ano depois, querendo que eu dê baixa na carteira dele, como devo proceder que data devo colocar ao dar baixa ou se seria melhor cancelar a assinatura, o que devo fazer?
    OBS: ele estava em contrato de experiência.

  907. Helio Rodrigues Araujo

    Isac

    Claro que sim. Mais antes o sr. precisa comparecer a empresa que abandonou o serviço e solicitar deles que deem baixa em sua carteira. Isso vai facilitar a sua vida no futuro, quando for demitido da proxima empresa, pois os órgãos publicos vão considerar que o sr. tem dois empregos, pois não tem a data da baixa na sua carteira de trabalho.

    Um abraço e sucesso

  908. Helio Rodrigues Araujo

    Renato Luís

    O FGTS pode ser retirado em algumas situações, uma delas é se o sr. ficar três anos sem emprego, nesse caso o sr. precisa pegar a sua rescisão de contrato, sua carteira profissional e se dirigir até uma agência da CEF, para pleitear o seu direito.

    Um abraço e sucesso

  909. gabriel camargo

    abandonei meu emprego em torno de um ano, e naun consseguir ter contato com a empresa pra que ela desce baixa na minha carteira, e vou assinar um novo contrato agora, gostaria de saber se ´posso assinar o contrato mesmo com a carteira nessas condiçõs.

  910. Ana

    Olá !!!! Gostaria de saber se eu posso ser demitida por justa causa, por ter atrasado 10 minutos do horário que tenho que entrar??? Temos hora pra entrar, mas não temos hora pra sair … fui questionar com meu gerente que temos tolerancia de 10 minutos, isso é verdade ?? Pois ele disse que nunca soube e que horários são para ser cumpridos.Gostaria que me orientasse em como devo questionar o horário de saída … pois tenho outro emprego … sou baba e entro ás 19:30 hs. E o nosso horário de sair é 18:30 hs mas a gente nunca sai neste horário … já chegamos a sair 20:30 hs sem hora extra.
    Outra pergunta, vc correto o patrão … oferecer um acordo … e continuar trabalhando. Tenho 9 anos na empresa. Ele disse que meu fgts já esta alto e quer zerar pra começar tudo de novo. Isso existe, ele pode fazer isto??? e se neste período ele me demitir ??? Aguardo orientação.abraços

  911. veronica

    Bom tarde, eu trabalhei em um salão por um ano não tinha carteira assinada.
    E minha patroa ainda me caluniava e me difamava, então sair e arrumei outro emprego.
    eu tenho direitos…
    Como ferias décimo terceiro e essas coisas?
    des de já, OBRIGADA.

  912. Helio Rodrigues Araujo

    Joice Pereira souza

    Juntar a documentação que comprova o que a sra pagou a ela, pois a sra somente pagara o que não foi pago, nem comprovado o pagamento.

    Um abraço e sucesso

  913. Flavia Bernardo

    Uma moça de 17 anos veio trabalhar na minha locadora, combinamos que ela faria um treinamento de 30 dias pra vir a ser registrada, mas compareceu somente por 5 dias. E sumiu, inclusive levando uns dvds da locadora. Após 2 semanas de sumiço, fui na casa dela e recuperei os dvds. Agora ela quer receber os dias trabalhados (5 dias), mas ela tbém tem que acertar comigo os dvds e se nega. Disse que vai me processar, como devo proceder?

  914. wagner

    trabalho em uma empresa a nove meses sem registro, meu patrao esta alegando abandono se emprego para nao pagar meus direitos, na empresa nao de livro de ponto, nem cartao o que posso fazer neste caso

  915. SIRLLEY

    dei entrada no meu seguro e as parcelas cairam todas para dia 30 recebi duas parcelas se a minha carteira for assinada dia 16 eu perco a proxima do dia trinta….urgente obrigada

  916. Helio Rodrigues Araujo

    Vanessa

    Considerar que essas faltas dela são sem justificativa. Pois elas precisam de um documento que a justifiquem. Como a sra diz que não tem o atestado, deve ser considerado como falta injustificadas.

    Um abraço e sucesso

  917. Helio Rodrigues Araujo

    George

    A legislação diz que o sr tem 2 anos para questionar esse tipo de regularização, porém procure um Advogado trabalhista e veja com ele a possibilidade de ainda poder entrar com um processo contra a empresa.

    Um abraço e sucesso

  918. jessi s.

    eu abandonei o trabalho no ano 2010 no mês de outubro, abandonei por motivo de saúde e não fui até a empresa da baixa na carteira . eu gostaria de saber se eu devo ir na empresa da baixar na carteira ou, posso tira a 2 via da carteira .

  919. Helio Rodrigues Araujo

    Regiane

    A data deve ser a data que a sra comunicou ao CAGED. Pois não acredito que a sra até hoje mantém este funcionário registrado em sua empresa, sem ter baixado o seu registro mesmo sem os documentos dele? Para lhe ajudar sugiro contratar um contador em sua região para lhe ajudar, pois ele com certeza fara este e outros serviços que agregarão valor a seu empreendimento.

    Um abraço e sucesso

  920. Bianca Rocha

    Na empresa em que eu trabalho o funcionario tem como “beneficio” 50% da faculdade pago pela empresa. Porem, se o funcionario pedir demisão (porque a empresa não demite o funcionario) ele tem que reembolçar tudo aquilo que a empresa pegou pra faculdade. Isso e realmente certo? porfavor, preciso urgentemente saber disso =/

    Um grande abraço.

  921. Matheus

    ola, sou operador de telemarketing e ja vai completar 15 dias que nao apareco no meu servico, eu estou querendo ser mandado embora (claro que nao por justa causa) se acaso eu voltar a trabalhar com 25 dias de faltas injustificadas eles podem me mandar embora por justa causa?
    e por quais motivos a mais levam a demissao por justa causa?

    grato.

  922. Helio Rodrigues Araujo

    Vanessa

    A empresa deve consignar as faltas. Não deve pagar os dias não trabalhados. Ela mesmo estando gravida, mesmo sendo gravidez de risco, nçao pode ficar sem prestar contas via documento de suas faltas.

    Um abraço e sucesso

  923. Helio Rodrigues Araujo

    Gabriel Camargo

    O contrato sim. Porém o sr. terá dificuldade de acessar os beneficios publicos, tais como o seguro desemprego, pois para quem olhar a sua carteira o ser estara empregado. Portanto o sr. terá que procurar sua empresa anterior, para que eles regularizem sua carteira. Caso não a encontre, procure seu sindicato, caso ainda não se sinta satisfeito, procure o Ministério do Trabalho, com certeza o sr. encontrara quem resolva o problema que o sr. criou.

    Um abraço e sucesso

  924. Helio Rodrigues Araujo

    Ana

    Por 10 minutos de atraso, de jeito nenhum. A não ser que isso seja TODOS os dias. Procure a sua empresa e comprove as horas trabalhadas a mais e exija o pagamento, caso não se sinta satisfeita, procure seu sindicato, caso eles não resolvam, procure o Ministério do Trabalho, se nenhum deles resolver, procure um Advogado trabalhista em sua região e entre na justiça contra a sua empresa, exigindo seus direitos. Sobre o FGTS, claro que não existe isso, pode ser feito se houver interesse de ambas as partes! Caso isso seja feito a sra terá que receber todas as clausulas constantes do documento que a sra assinar, pois ele pode não pagar depois seus direitos. Nunca assine uma rescisão sem receber o valor correspondente, caso tenha duvida, peça para ser assistida pelo seu sindicato.

    Um abraço e sucesso

  925. Thais

    Vou faltar durante 14 dias pois vou fazer uma viagem para o exterior e não estou em periodo de férias, pois só vou poder tira-las em julho/2012. Gostaria de alguma orientação, como falou com meu gestor? Ele pode me demitir por justa causa? O que posso sugerir? Existe a possibilidade desses dias apenas serem descontados do meu salário? Dentro da lei. Att

    Muito Obrigada

  926. Helio Rodrigues Araujo

    Veronica

    Claro que sim. A sra tem até dois anos a contar do dia da sua saída, para buscar seus direitos dos ultimos cinco anos. Procure o quanto antes um Advogado trabalhista e busque seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  927. Thathá!

    Bom dia!

    Gostaria de esclarecer uma dúvida…

    Fui contratada na empresa no final de abril, ai eles esqueceram de fixar minha carteira, colocaram apenas no dia 01/06/11 que fui fixada, perdi praticamente um mes, depois dos 3 meses que comecei a receber o ticket alimentação, quando foi no final do mes de agosto fiquei doente, levei o atestado do 3 dias que faltei e perguntei se eles iriam me demitir por que faltei e naquele dia fazia 3 meses de carteira fixada, eles disseram que não iriam me demitir e tal… Ai não fui trabalhar no dia seguinte dia 01/09/11 apenas retornei no sabado, mas eles não falaram nada, disse que eu podia ficar tranquila e ir no dia nos sabados normalmente etc, arrumei outro emprego, ai depois desse sabado não fui mais, faltei uns 26 dias seguidos, fiquei desmotivada, ligava lá o povo não me atendia, eles também não me notificarão, não entrarão em contato comigo, fiquei com problemas de saúde nesse emprego, estou com problemas familiares etc, e lá a pressao psicologica era muito grande, ainda estudo a noite (Fazendo TCC) vida corrida, eu pedi demissão pq eles não queriam me demitir e resolvi não cumprir o aviso previo, mais não falei que estou em outro emprego etc, me oriente o que devo fazer? Tenho algum direito?

    Agradeço.

  928. Patricia Mara Pereira da Silva

    Boa tarde, eu Patricia Mara fui contratadapara trabalhar temporario em uma loja no mês 12/2010, fim de ano.Trabalhei somente dois dias e não fui mais. uma pessoa do rh da loja me ligou para saber se eu continuaria trabalhando, eu disse que não iria mais.
    Apartir daí eu ainda não fui na agencia que me contratou para dar baixa na minha carteira de trabalho.
    Gostaria de saber se eu posso ir na agencia dar baixa, se eu conseguirei arrumar outro em prego sem ter problemas com registro em carteira e o que eu faço.

  929. Helio Rodrigues Araujo

    Flavia Bernardo

    Aguarde ela lhe processar(caso ela o faça). Antes disso cobre o aluguel dos DVDs, via cartório ou algo que seja a praxe da locadora, pois quando ela lhe processar, já tera sido processada por não pagamento dos DVDs. A sra. pode também pagar os cinco dias e descontar o aluguel dos DVDs.

    Um abraço e sucesso

  930. Helio Rodrigues Araujo

    Wagner

    A empresa so pode alegar abandono de emprego se a carteira estiver assinada e comprovado com livro ou ponto digital eletrônico. Caso contrário o sr deve procurar o seu sindicato de classe, para eles lhe ajudarem no acerto com a empresa, caso não se sinta satisfeito, procure um Advogado trabalhista, caso ainda não se sinta satisfeito, procure o Ministério do Trabalho. Com certeza o sr tera seus direitos preservados.

    Um abraço e sucesso

  931. amarildo soardi

    Ola por favor me ajudem, trabalhei vinte dias em uma empresa terceirizada como bombeiro civil após o vigésimo dia não sei por que motivo fui recolhido do posto, cumpri meu horário me apresentando na base pois a empresa não tinha outro posto para me mandar, e disse para eu pedir as contas, já que não tinham posto para me mandar, fui a mais três plantoes nos quais não tinha livro de ponto e nem cartão de ponto,isso foi em 29 de Junho de 2010, no dia 02 de Julho iniciei em outra empresa, e continuei,indo no plantão na base, a´te a data de hoje não recebi minha rescisão e nem deram baixa na minha carteira, nunca recebi aviso do correio pedindo o meu comparecimento a empresa,como abandono, resido no mesmo endereço, quero saber se posso processar a empresa e receber pelo menos os vinte dias trabalhados, obrigado.

  932. Ana Cristina

    Caro Dr., boa tarde! Por favor, gostaria de saber, se um empregado (zelador de condominio vertical) abandona o emprego, e no prédio onde ele trabalhava havia uma kitinete a qual ele morava; todavia, o mesmo a deixou trancada com seus pertences dentro e abandonou o emprego. Já foi publicado no jornal. Pois bem, posso mandar um chaveiro abrir o apartamento e retirar as coisas dele de dentro? Pois estou perdendo aluguel… obrigada.

  933. Helio Rodrigues Araujo

    Sirlley

    Normalmente não existe tempo hábil de cancelar o teu seguro em período inferior a 30 dias da comunicação, pois a sra. terá a carteira assinada no dia 16, mais somente no dia 07 de mês seguinte é que será comunicado ao CAGED/MTE. Portanto o órgão que controla o seguro-desemprego somente será informado depois de recebido o do dia 30.

    Um abraço e sucesso

  934. Helio Rodrigues Araujo

    Jessi S

    Se a sra não regularizar a sua situação na Carteira, tera problemas quando for acionar qualquer serviço publico, retirar o FGTS por exemplo, pois havera duplicidade de registro. Então o melhor é a sra regularizar sua situação na carteira.

    Um abraço e sucesso

  935. Maria

    Boa tarde!

    O abandono de emprego, fica resgistrado em algum lugar?

    Obg!

  936. izaura

    Sempre compareço no meu serviço mas não cumpro as 08 horas ,sou obrigada a pagar as horas que fico devendo, levando em conta que e a patroa quem dspensa mas cedo.

  937. Helio Rodrigues Araujo

    Bianca Rocha

    Como essa é uma clausula exclusiva de sua empresa, precisa ser visto o documento que lhe deu o direito do beneficio, caso ele preveja isso (o reembolso), não tem como reclamar. Caso ele seja omisso ou não preveja esta clausula eles não tem direito de discutir esse assunto.

    Um abraço e sucesso

  938. Helio Rodrigues Araujo

    Matheus

    Depende muito de como eles agirem no seu caso. Pois se o sr tiver assinado algum documento que o obrigue a justificar suas faltas por exemplo, eles podem lhe consignar uma justa causa.

    Um abraço e sucesso

  939. Santos

    Tenho um funcionário que saiu de férias, acertamos tudo direitinho com ele. Quando ele tinha que retornar, o mesmo comentou que estava doente, e um ente próximo também. Ele queria saber o que poderiamos fazer, como trabalho em dias alternados e minha sócia estava num congresso não consegui falar com ela no dia, falei então pra ele voltar no dia que ela(minha sócia)estivesse lá para ver tudo direitinho, pois eu já teria conversado com ela…. o mesmo não apareceu no dia combinado…. E, soube por outros que ele já está trabalhando, num lugar. No caso seria num Hospital????
    Nesse caso o que eu deveria fazer? Mandar carta registrada, pois quando o contador liga na mesma hora ele liga e diz que vai passar pra “conversarmos”. O que faço, e, quais os meus direitos e os dele?

    Desde já grato pela atenção, Santos

  940. Helio Rodrigues Araujo

    Thais

    É importante que a sra comunique sua ausênciia, pois isso fará com que a empresa não considere falta injustificada. A empresa pode sim, descontar e/ou até compensar estes dias com outros dias trabalhados no futuro, porém isso depende exclusivamente de entendimento entre empregador empregado. O melhor emm qualquer das situações é deixar isso bem claro, para que não contem com a sra nos seus dias de ausência do trabalho.

    Um abraço e sucesso

  941. adriana

    olá boa tarde!! tive uma moça que trabalhou na minha casa durante 8 meses, só que ela simplesmente abandonou o emprego, veio trabalhar, e por volta das 10:30 horas da manha, foi embora deixando simplesmente um recado dizendo que stava passando mal e que nao voltaria mais pra trabalhar. me deixou na mao com 4 crianças em casa, gostaria de saber quais sao os direitos dela nessa situaçao. outro detalhe, ela nao tinha carteira assinada. aguardo.

  942. Marcia

    Boa tarde!!!

    No dia 09/09/2010 fui demitida da empresa, porem uma semana deois descobri que estava gravida, a empresa me reintegrou mas não na mesma função,ficava basicamente das 08:00 as 18:00 como um “quebra- galhos” sem função especifica, o que gerou varias faltas incluindo um quase abandono. Pois bem minha licença terminou em 12/09/2011, antes disso tinha ido até a empresa e conversado para que me demitissem sem justa causa , já que a empresa havia feito isso antes. Fui informada que só poderiam me demitir apos 30 dias da minha volta, porem não tinha com quem deixar minha bebe, ela nasceu prematura e tinha alguns problemas de saude o qual não quis deixa-la em uma creche, e tambem não tinha condições de pagar para ela e meu outro filho, pois meu marido é desempregado vive de fazer bicos, acabei faltando esse periodo. No dia 13/10 apos varias tentativas sem sucesso consegui falar com minha supervisora, ela me disse que a empresa iria me acionar via telegrama devido minhas faltas, mas conversando ela me dispus a voltar a trabalhar na semana seguinte já que minha bebe estava melhor ela concordou. Porem no dia 17/10 conversando com ela fui informada que deveria comparecer a empresa com o telegrama que o RH me enviou, informei que não havia recebido nada, ela disse que havia sido enviado. Porem enviaram no endereço da casa da minha mãe e não no meu, só tive o conhecimento que ele havia chego no dia 18/10 no mesmo dia peguei o telegrama na casa de minha mãe fui ate a empresa, chegando lá me informaram que já tinham enviado o telegrama de justa causa pois eu não compareci no prazo estipulado no telegrama. Briguei, pois o telegrama chegou na casa da minha mãe e não na minha, eles disseram que não tem meu endereço, mas eu possuo outro telegrama que eles me mandaram no endereço da minha casa. Pois bem fui demitida por abandono, posso entrar com um processo na justiça, já que eles não me deram chance de eu me justificar, pois já havia me comprometido com minha supervisora de voltar a trabalhar, e tambem pelo fato de terem enviado o telegrama em outro endereço??

    Desde já muito grata!!!!

  943. Helio Rodrigues Araujo

    Thathá

    Sim. Entendo que a sra tera que procurar a empresa, já que eles não lhe procuraram, pois a sra tem direitos a serem recebidos, inclusive do período trabalhaod sem assinatura na Carteira. Caso não se sinta satisfeita com a proposta da empresa, procure o seu sindicato de classe que eles com certeza a ajudarão no seu problema.

    Um abraço e sucesso

  944. simone

    meu pai trabalhou sem registro numa firma por mais de 10 anos e devido ao perceberem que ele sofria de inicio de cirrose lhe ofereceram um acor de tentar aposentá-lo por doença e registraram ele como se acabasse de entrar na firma. ele ficou passando pelo inss até que piorou e desistiu das pericias e veio a obito em novembro de 2010 e hoje vendo seus documentos vejo que nao foi dada a recisao na carteira e que junto ao pis ele continua ativo como fazer p saber se tenho algo p receber e fgts etc..

  945. Célia R Santos

    Bom dia, contratei uma babá para cuidar de meu filho para morar na minha residência, (esta morava em Belém – Pará), após 45 dias aproximadamente que ela estava trabalhando e morando aqui em casa esta abandonou o emprego sem dar-me satisfação.Pergunto: Tendo em vista que ela morava comigo e não tenho como notíficá-la (AR), pois não sei de seu paradeiro como devo proceder? Ainda não completou 30 dias do seu abandono mas ela já me ligou dizendo que quer vir aqui buscar seus pertences.Quero dar baixa na carteira dela como “abandono de emprego”, posso escrever isso na carteira? Posso fazer uma carta com duas testemunhas que trabalham aqui em casa?

    Atenciosamente,
    Célia R Santos

  946. Helio Rodrigues Araujo

    Patricia Mara

    A sra deve ir imediatamente na agência que lhe contratou para providenciar a baixa em sua carteira. Isso pode lhe atrapalhar arrumar um novo emprego. Então arrume um tempo e vá la resolver o seu problema de baixa na carteira.

    Um abraço e sucesso

  947. tatiane fereira

    Eu fui trabalha, chegando lá me senti mal.Pedi o atestado ao médico do plnatão da clinica que trabalho, ele me deu e eu anotei no livro. ganhar justa causa? mandada embora quer ser. mas aí justa causa. eu tirei xerox do atestado e guardei

  948. Helio Rodrigues Araujo

    Amarildo Soardi

    Entendo que o sr. precisa procurar a empresa, para discutir com eles a sua situação. Caso não resolvam o sr pode sim procurar seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  949. Helio Rodrigues Araujo

    Ana Cristina

    Claro que sim. A sra. abra o local faça um inventário dos bens, matenha-os guardados por até 2 anos e caso não sejam procurados a sra. pode incinera-los até. É importante que a sra faça um inventário dos bens encontrados na kitinete e mantenha-0s guardados.

    Um abraço e sucesso

  950. Janso Elias

    Boa noite,
    Veja bem, irei fazer 2 anos de empresa e ainda não tirei ferias e nem recebi por a anterior que deveria ter tirado. Qual meu procedimento e o da empresa?

    OBS: ADMITIDO 18/01/2010

  951. Dantas

    Bom dia!
    Eu trabalho há um ano e dois meses em uma empresa de Segurança.Nos 12 primeiros meses trabalhei fixo em um único posto,na mesma escala e horário cumprindo com todos meus deveres,sem faltar,e trabalhando nas folgas e feriados sobre promessas de receber os 100% conforme determina a convenção da minha categoria,quando chegava no pagamento ao contrario,apareciam faltas sem que eu tivesse faltado.Ao reclamar não tinha retorno algum do meu empregador.Certo dia fiquei doente em horário de trabalho e precisei ir embora mais cedo,fui ameaçado de abandono de posto caso eu fosse embora,mesmo justificando a busca pelo socorro medico.mesmo assim eu fui.No dia seguinte me retiraram daquele posto me obrigando a trabalhar em local muito mais longe,em horário e escala na qual antes de assinar o contrato eu já havia dito que não aceitaria em hipótese alguma,reduziram minhas folgas,e aumentaram minha jornada.Desde lá já 30 dias,não retornei ao trabalho,só a base de atestados e faltas.os atestados somados são de (17 dias)por conta do problema mencionado, o restante são faltas sem justificativas.Existe um meio termo na jurisprudência que possa dividir a culpa para ambas as partes,onde eu consiga me libertar da empresa sem total prejuízos?não tenho testemunhas,mas gravações de voz,e documentos.Como conduzir a ação trabalhista neste caso?desde já Obrigado.

  952. Helio Rodrigues Araujo

    Maria

    Sim. Na sua rescisão contratual como rescisão por justa causa e só.

    Um abraço e sucesso

  953. Helio Rodrigues Araujo

    Izaura

    Depende do contrato feito com a sra, pela empresa, se no contrato prever essa compensação de horas, a sra tera que cumpri-las, caso contrário, não. Portanto tudo depende do contrato firmado entre a sra e a empresa.

    Um abraço e sucesso

  954. Helio Rodrigues Araujo

    Santos

    Consignar as faltas dele ao trabalho e quando completar 30 dias sem justificativa, demiti-lo por justa causa, claro mandando uma correspondencia a ele comunicando do fato, tudo conforme prevê a legislação. Esquece esta questão de que ele vai passar apara conversarmos, isso não existe, faça de acordo com a legislação e ponto final.

    Um abraço e sucesso

  955. rosana santos

    boa noite eu estou com dificuldades retorna ao trabalho por falta de bábá para fica com minha filha o que devo fazer não quero perde meus direito.

  956. aline

    Boa noite

    gostaria de tirar uma duvida referente ao abandoro de emprego
    estava trabalhando em uma empresa fiz um treinamento de 5 dias
    porém não assinei o contrato e nem me registraram na carteira, porém não continuei o serviço
    isso é prejudençial, na empresa fica constando como abandono

  957. aline

    gostaria de tirar uma duvida referente ao abandoro de emprego
    estava trabalhando em uma empresa fiz um treinamento de 5 dias
    porém não assinei o contrato e nem me registraram na carteira, porém não continuei o serviço
    isso é prejudençial, na empresa fica constando como abandono

  958. Cristiane Martins de Lima

    Ola, minha duvida é o seguinte, eu estava em uma empresa a quase 4 meses (01/07/2011) e acabei perdendo um ente querido e fui viajar pra outro estado e não voltei mais para a empresa e nem para o estado da onde eu trabalhava, é possivel que eu tenha direito a alguma coisa para receber sendo q o ocorrido foi dia 02/09/2011 e não voltei la ainda.

  959. carlos alberto

    bom dia ,gostaria de saber se meu pis e cancelado por abandono de emprego?

  960. Elisangela

    Boa Noite.
    Gostaria de saber quais os direitos de uma empregada doméstica que abandona o emprego nos 15 primeiros dias de carteira assinada. Sendo que não houve pedido de demissão, e sim simplesmente ela deixou na portaria do meu prédio a carteira e a chave do apto.

  961. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana

    Ela tem todos os direitos previstos, pois a carteira é uma mera formalidade legal, não exime o empregador de pagar nada, ao contrário, o obriga a pagar até multa por não ter assinada a carteira da funcionária. Portanto ela tera todos os direitos previstos na legislação.

    Um abraço e sucesso

  962. Helio Rodrigues Araujo

    Marcia

    Pode sim. Com certeza a sra tem direitos. procure um Advogado trabalhista para lhe acompanhar no seu caso.

    Um abraço e sucesso

  963. Helio Rodrigues Araujo

    Simone

    A melhor maneira é procurar os órgãos que administram cada um dos fundos. FGTS e PIS na Caixa Economica Federal. Pensão no INSS. Para consultar a CEF junte os documentos que a sra possui inclusive o atestado de óbito de seu pai e se dirija até uma agência da CEF que eles com certeza lhe darão uma resposta. Caso não se sinta satisfeita, procure um Advogado que pode lhe ajudar.

    Um abraço e sucesso

  964. Helio Rodrigues Araujo

    Celia R Santos

    Já que ela diz que a procurara para dar baixa na CTPS, a sra pode faz~e-lo, mais não pode escrever nada na carteira profissional além da data da saida dela. na rescisão contratual a sra. podera escrever ABANDONO DE EMPREGO, não sendo necessário nenhuma testemunha, apenas a assinatura dela concordando com a rescisão por justa causa.

    Um abraço e sucesso

  965. vitor

    Olá, boa noite…
    To com um problema com minha empregada domestica, ela trabalhou comigo durante 8 meses, sendo que no 7º mês ela sofreu uma queda em minha casa, no mesma hora levamos ela ao hospital arcamos com todas as despesas ( consultas, remédios etc…), ficou uma semana sem trabalhar, por acharmos que ela tinha que se recuperar, no entanto, ela não foi mais as consultas marcadas alegando não ter tempo pois nesse período que tava em casa disse que tinha que ficar com seu neto pois, sua filha estava com problemas, ate ai tudo bem.
    No seu retorno, trabalhou normalmente e em meados de outubro ela foi fazer uma limpeza em um comodo da casa e não sei como quebrou uma porta de vidro que por sorte era blindada e não estilhaçou evitando assim que ela se machucasse, ela n soube explicar como aconteceu e só nos comunicou do ocorrido 3 dias depois já que não estávamos na mesma, arcamos com todos os custos, que não foram poucos sem descontar nada do salario dela, após o ocorrido comentou com uma conhecida nossa que não estava se sentindo bem e queria colocar na justiça sendo que sempre pagamos tudo certo, assinamos a carteira com todos os direitos.
    Ela trabalhava 3 dias na semana ( segunda, quarta e sexta), e o ultimo dia que veio foi 28/10/2011, e desde então não apareceu mais e não deu qualquer noticia.Li alguns tópicos aqui e vi que abandono de emprego se caracteriza a partir do 30º dia de falta, e gostaria de saber que procedimentos devo tomar caso ela n retorne ate os 30 dias.
    O que devo fazer,ir em algum órgão publico?fazer algum tipo de intimação, não sei como proceder e gostaria de uma ajuda de vocês.
    desde já agradeço!

  966. HELLEN CRISTINA

    OLÁ MEU NOME É HELLEN!BOM TRABALHEI EM UM MERCADO POR 03 MESES E 08 DIAS NAO ESTAVA MAIS SATISFEITA COM MEU EMPREGO E SEMPRE FALAVA PRO MEU PATRAO Q ERA PRA ELE ARRUMAR OUTRA PESSOA PRA TRABALHAR NO MEU LUGAR,NUMA QUINTA FEIRA TIREI FOLGA E QUANDO FOI NA SEXTA FEIRA NAO FUI MAIS TRABALHAR APENAS LIGUEI PRO MEU PATRAO AVISANDO Q NAO ÍA MAIS TRABALHAR,ISSO É ABANDONO DE EMPREGO?OUTRA COISA JÁ TEM MAIS DE 02 MESES Q SAÍ DE LÁ E ATÉ HOJE NAO FEZ NENHUM CONTATO COMIGO!O Q POSSO FAZER?ME AJUDEM

  967. Helio Rodrigues Araujo

    Tatiane Ferreira

    Infelizmente não consegui entender a sua preocupação. mais entendo que se a sra. recebue atestado do médico que trabalha para a empresa, anotou no livro, a sra não pode ter nenhuma pena por esta falta, que foi amplamente justificada.

    Um abraço e sucesso

  968. PAULA CANDIDA

    POR FAVOR ME AJUDEM
    TIVE UMA EMPREGADA DOMESTICA QUE ABANDONOU O SERVIÇO SEM JUSTIFICATIVA, COMPLETOU O PERIODE DE 30 DIAS. APOS ESSE PRAZO PUBLIQUEI NO JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO E MANDEI AR PARA O ENDEREÇO DELA E A MESMA NÃO COMPARECEU.
    HOJE CHEGOU A CARTA DE COMPARECIMENTO TRT PARA QUE EU ESTEJA LÁ NO DIA E HORA DETERMINADO PARA A AUDIENCIA DA EMPREGADA QUE ALEGA TER SIDO DEMITIDA E PEDINDO UM VALOR ABSUDO.

    COMO DEVO AGIR?
    OBRIGADA.

  969. PAULA CANDIDA

    E QUAIS OS DIREITOS QUE ELA TEM DIREITO NO CASO DE ABANDONO.

  970. Helio Rodrigues Araujo

    Janso Elias

    A empresa tem até o vencimento das férias seguintes para lhe conceder as férias. Caso vençam duas férias, a empresa tem que lhe pagar três férias. Portanto cabe ao sr. alerta-los que esta por vencer suas segundas férias.

    Um abraço e sucesso

  971. Thi

    Ola gostaria de tirar uma duvida… trabalhei apenas 6 meses na empresa e pedi as contas na empresa mas nao voltei para assinar a rescisao.isso aconteceu em 2008.fiquei parada todo esse tempo apenas estudando e agora comecei a trabalhar numa loja e ja dei entrada na segunda via da ctps tenho protocolo tudo da 2 via estou esperando a ctps mas, oq qro saber e se minha ctps pod ser barrada pelo ministerio do trabalho e nao emitir a segunda via e se vou conseguir ser registrada normal pela atual empresa. e Se a empresa q nao voltei p assinar a rescisao ja deu baixa no livro de empregados…caged.Fica como abandono de emprego dai?consigo ser registrada na atual empresa.Estou mto nervosa espero ansiosamente a sua resposta ….mto obrigada.

  972. eliene

    tenho uma duvida estava contratada por uma agencia para trabalhar 3 meses , mais nao aguentei ficar os 3 meses pois estava , depressiva e sem animo de trabalhar na firma q prestava serviço eu realmente abandonei o emprego , mas ainda esta caindo dinheiro na minha conta detalhe : eu ja avisei q nao vou mais trabalhar avisei pelo telefone e mandei um email mas ele quer que eu vou la dar baixa na minha carteira o que devo fazer ????????????

  973. Helio Rodrigues Araujo

    Dantas

    Esse seu caso por ser bastante especifico, entendo que o sr. deve juntar sua documentação e se dirigir até um Advogado Trabalhista e ele lhe aconselharia como proceder.

    Um abraço e sucesso

  974. Helio Rodrigues Araujo

    Rosana Santos

    O melhor é a sra entrar em contato com seu empregador e encontrar uma solução para o seu caso. Com certeza juntos pode ser encontrada a solução para o impasse.

    Um abraço e sucesso

  975. Helio Rodrigues Araujo

    Aline

    Naquela empresa que a sra abandonou com certeza é prejudicial. Sim fica constando lá que a sra abandonou o serviço depois de 5 dias.

    Umm abraço e sucesso

  976. Helio Rodrigues Araujo

    Aline

    conforme lhe respondi anteriormente, sim, na empresa onde a sra trabalhou sim.

    Um abraço e sucesso

  977. Ane

    Olá , gostaria de tirar algumas dúvidas, eu estava empregada, e tive que mudar de cidade , não fui até a empresa para dar baixa, voltei e agora quero ir até lá para que de baixa mas gostaria de saber, se fica na carteira de trabalho que foi abandono de emprego, se a carteira fica suja, e se isso impossibilita eu trabalhar em outras empresas.Obrigada

  978. carine carvalho

    BOM DIA ,SOU VIGILANTE EM UMA UNIVERSIDADE, DESDE MAARÇO DE 2011 ESTOU AFASTADA DOS MEUS SERVIÇOS POR MOTIVO DE SAUDE,ESTOU COM UMA PROTUSÃO NA LOMBAR,FUI PARA A PREVIDENCIA E ELES FICAM INDEFERINDO,O MEU MEDICO NAO ME DA ALTA E O TRABALHO JÁ ME DEMITIU E ADIMITIU POR TELEGRAMA ELES DISSERÃO QUE VAO ME DAR COMO ABANDONO DE EMPREGO. ESTOU COM PERICIA MARCADA PARA 02/02/2012.ELES PODEM FAZER ISSO COMIGO?

  979. Helio Rodrigues Araujo

    Cristiane Martins de Lima

    Sem duvida o sr. tem os direitos adquiridos no decorrer do trabalho. Procura a empresa e se não estiver satisfeito com a resposta, procure seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  980. Helio Rodrigues Araujo

    Carlos Alberto

    Não existe hipotese de seu PIS ser cancelado, pelo menos até onde tenho conhecimento.

    Um feliz natal e um ano cheio de novas realizações.

  981. Claudia

    O que acontece se eu levar um abandono de emprego?Que seria 30 dias sem aparecer no emprego não é isso?

  982. Claudia

    E SE EU NUNCA COMPARECER PARA DAR PEDIR DEMISSÃO?

  983. Lelaine Queiroz

    Miinha empregada doméstica esta faltando sem justificativa a mais de 40 dias .
    A mesma não atende o celular .
    Tenho telefone fixo da mãe, que após entrar em contato me indicou endereço para enviar telegrama .
    Enviei o telegrama com AR, e recebi resposta dos Correios , indicando número inexistente.
    Publiquei convocação em jornal da região .
    O que devo fazer agora ?

  984. Rafael

    Ola, estava trabalhando em uma fima que estavam me sobre carregando muito, estavam me botando pra fazer serviços que não cabiam a mim fazer. Trabalhaei 4 meses e 13 dias nessa firma , chego agora essa semana levei minha carteira para o gerente e pedi para ele dar baixa , e disse que estava indo embora, deixei a carteira lá e vim em bora. Bom eu queria saber se tenho direito a alguma coisa ? ficarei grato pela resposta!

  985. Helio Rodrigues Araujo

    Elisangela

    Desde que a sra aja de forma correta, ela não tera direito algum. Essa forma é a sra pagar a previdencia dela somente pelo valor de 15 dias no m~es que ela trabalhou, e nada mais.

    Um feliz natal e um ano cheio de novas realizações.

  986. jonas

    trabalho de frentista, fui assaltado varias vezes nessas vezes os bandidos sempre me ameacava de morte, trabalhava no turno noite pedi pra ser transferido eles nao me transferiram estou com muito medo de ir trabalhar estou traumatizado tenho medo de andar na rua soinho, fui na delegacia do trabalho e so posso entra na justica janeiro dia 20 hoje sao 19 de dezembro. tenho muito medo de morrer la nao posso ir trabalhar nao tenho mais condicaoes vou abandonar o emprego depois vou na justica dia 20 de janeiro.

    o que eu fasso agora.

  987. Helio Rodrigues Araujo

    Vitor

    Qual o tipo de recibo que o sr faz? Use esse recibo para consignar a quanidade de dias que ela trabalhou no mês de outubro, depois disso não pague mais o INSS dela, esse procediemnto já indica que ela faltou nos dias que não tem recibo. Mande uma carta com AR para ela informando que tem 30 dias que ela não comparece ao serviço e que se ela não o fizer será demitida por justa causa. Com esses procedimentos o sr. ja estara se resguardando. Não existe nenhum órgão que lhe proteja nesses casos.

    Um grande natal e um ano cheio de novas realizações.

  988. Helio Rodrigues Araujo

    Hellen Cristina

    A sra. deve procurar a empresa e regularizar sua situação. Caso não se sinta satisfeita procure seu sindicato. Caso eles não resolvam o problema procure um Advogado trabalhista que a ajudara com certeza.

    Um grande natal e um ano cheio de novas realizações.

  989. andreia Olveira

    Oi, queria tirar umas duvidas, engravidei e fiquei sem trabalhar,sentia mta dor nas costas, mas sempre justificando minhas faltas, passei pelo inss e nao consegui me afastar, desde entao faltei sem atestados, tirei ferias e depois me afastei pela licença maternidade, não recebi minha licença por 4 mses, fui até a empresa , alegaram q não recebi pq descontaram minhas faltas antes d me afastar, a empresa tem o direito de descontar da minha licença maternidade????
    terminou meu afastamento e tinha q retornar na empresa, não retornei pq nao tinha com quem deixar minha filha, pedi q me mandassem embora mas nao quiseram, qnd deu o 29 dia eu fui entregar um atestado pq ia voltar a trabalhar, mas nao consegui. Qnd cheguei na empresa nao quiseram aceitar o atestado e me mandaram embora por abandono de emprego.Tenhu dois anos e cinco meses lá..Queria saber oq eu tenho direito, se caso de processo ..o q devo fazer ????????????????

  990. Helio Rodrigues Araujo

    Paula Candida

    Nessas situações prevalece a palavra da empregada, contra o seu documento. Leve a audiência todos os documentos que a sra. tiver em copia e a original, pois o Juiz pode quere ficar com uma copia deles para juntar ao processo. Se a sra tiver todos os documentos necessários, não tera que pagar nada a mais a ela. Sugiro procurar um Advogado trabalhista para lhe auxiliar.

    Um grande natale um ano cheio de novas realizações.

  991. Helio Rodrigues Araujo

    Paula Candida

    Como ela tem menos de um ano somente o saldo não recebido dos dias de salario.

    Um grande natal e um ano cheio de novas realizações.

  992. rogerio de jesus

    olá boa tarde.

    gostaris de sabero oque acontece com a minha carteira de trabalho, pois estava numa empresa trabalhei apenas 15 dias, e não voltei mais até hoje, mas ja estou registrado eu não sabia ,pois a minha carteira não esta assinada. eu tenho que voltar na empresa para eles poder da baixa ou não ? e isso me prejudica de alguma forma?

    rogerio.

  993. Raphael M

    Ola, estava trabalhando em uma fima que estavam me sobre carregando muito, estavam me botando pra fazer serviços que não cabiam a mim fazer. Trabalhaei 4 meses e 13 dias nessa firma , chego agora essa semana levei minha carteira para o gerente e pedi para ele dar baixa , e disse que estava indo embora, deixei a carteira lá e vim em bora. Bom eu queria saber se tenho direito a alguma coisa ? ficarei grato pela resposta

  994. Janaina

    Bom dia gostaria de saber quanto tempo é que tenho que esperar quando um funcionario abandona o emprego, tentamos contato com o mesmo e não conseguimos.
    Qual procediemnto legal?

  995. Junior

    Qual prazo que devo dar para um empregado que abandonou o emprego?
    Como devo intima-lo a comparecer no local de trabalho?
    Devo mandar carta para residencia do mesmo ou fazer publicação em jornais de circulação de domicilio solicitando que ele compareça no resinto de trabalho,e qual prazo que devo dar ha ele para que ele se apresente ou então em lhe darei as contas por justa causa?

  996. Helio Rodrigues Araujo

    Thielly

    Fique tranquila, porém para lhe responder as perguntas a sra. precisa se dirigir até a empresa anterior com sua CTPS para ser baixada. Mesmo que tenha sido baixada como abandono a sra pode se registrar normalmente, pois isso não consta da CTPS.

    Um abraço e sucesso

  997. LIGIAI

    o sócio da loja sumiu a treis dias devo anunciar no jornal o abandono? Ninguem sabe de seu paradeiroe ele descutiu pegou sua pasta e não foi nem para casa. telefonou para falar com um funcionário, falei que ele deveria vir na loja para conversarmos ele desligou e não voltou mais.
    aguardo instruçaõ grato

  998. VIVIANE

    gostaria de saber se o abandono de trabalha tem que ser necessariamente 30 dias seguidos meu namorado foi mandando embora por justa causa ele ia trabalhar um dia e faltava 2 dois dias ate que o patrao dela começou dar gancho de 5 dias quando vencia o gancho ele ia trabalhar e no outro dia voltava a faltar resumindo ele faltava mas nao era 30 dias consecutivos trabalhava um dia e faltava 5 a empreza nao mandou nem uma correspondecia para ele .. o que fazer ?

  999. Helio Rodrigues Araujo

    Eliene

    Vá la e regularize sua situação, isso não pode mais continuar acontecendo, assim como a sra foi la para pedir o emprego, agora a sra tem que ir la e agradecer a oportunidade, mais não precisa mais do emprego. Leve sua carteira para ser baixada pela empresa.

    Um abraço e sucesso

  1000. Allysson

    Ola, queria que que me ajudassem,faz um mês que eu trabalho de operador de caixa num posto de combustíveis, mais me decepcionei quando meu gerente vei com valezinho de 250 para cada caixa dizendo que era falta de mercadorias, naquele dia ainda trabalhei, mais no outro ja nao fui. queria saber sobre meus direitos sendo que minha experiencia terminaria agora dia 15/01. oque devo faze será que recebo esse mes que trabalhei ou eles vao quere desconta?

  1001. Helio Rodrigues Araujo

    Ane

    Não, na carteira só fica descrito o dia da sua saída da empresa. A sra não sera prejudicada por ir lá baixar a sua carteira de trabalho, nem a impossibilita de trabalhar em outro local.

    Um abraço e sucesso

  1002. Raphael M

    Ola estava em uma empresa porem ja ñ estava mais aguentando , trabalhei mais 15 dias, e pédi conta antes de receber essa quinzena.fui ao escritorio da firma pegar minha carteira e minha quinzena trabalhada, quando o rapaz fala que foi desacontada minha quinzena na recisão de contrato. bom gostaria de saber se o que eles fizeram foi roubo , ou foi o certo … Lembrando eu não recebi minha quinzena.

  1003. Helio Rodrigues Araujo

    Carine Carvalho

    Claro que sim, mais a sra pode resolver o problema, levando a documentação que comprova que neste período a sra estava aguardando a pericia médica. Juntando a documentação a empresa tem que reverter a sua demissão.

    Um abraço e sucesso

  1004. Helio Rodrigues Araujo

    Claudia

    A sra perdera o emprego. Exatamente, caso a sra passe 30 dias ininterruptos faltando sem justificativa, podera perder o emprego por abandono de emprego.

    Um abraço e sucesso

  1005. Helio Rodrigues Araujo

    Claudia

    A sra. sera prejudicada, pois sempre que precisar de algum beneficio social, estilo tirar seu FGTS de outro emprego por exemplo, será impedida, pois ainda mantém a carteira assinada em outro local. Portanto o melhor para a sra é comparecer a sua empresa e solicitar para baixarem sua CTPS.

    Um abraço e sucesso

  1006. Helio Rodrigues Araujo

    Lelaine Queiroz

    A sra fez todo o possivel para encontra-la. Agora quarde toda esta documentação por até 5 anos contados da data da ultima postagem no jornal. Caso ela apareça, pague os seus direitos. Caso ela não apareça, não tera mais como lhe cobrar nenhuma medida administrativa ou judicial.

    Um abraço e sucesso

  1007. Helio Rodrigues Araujo

    Rafael

    Claro que sim. No minimo o sr tera direito aos dias trabalhados. Procure a empresa e acerte sua situação com eles, inclusive pegue sua CTPS de volta, pois o sr precisara dela para seu próximo trabalho.

    Um abraço e sucesso

  1008. Raphael M

    Claro que sim. No minimo o sr tera direito aos dias trabalhados. Procure a empresa e acerte sua situação com eles, inclusive pegue sua CTPS de volta, pois o sr precisara dela para seu próximo trabalho.

    ELES JA ACERTARAM TUDO, POREM EU POSSO ENTRAR COM UM CALSA NA JUSTIÇA ? POIS NÃO ME PAGARAM MEUS DIAS TRABALHADOS E NEM MINHA SEGUNDA PARCELA DO DECIMO TERCEIRO…DESCONTARAM A RECISÃO E ETC… TUDO DE MEU SALARIO SEM ME PEDIR ORDENS..

  1009. Andréa

    Bom dia, atuei em uma empresa durante os dia 09/12/2011 ao dia 13/12/2011, ocasião em que recebi uma outra oferta de emprego melhor. Pedi então o desligamento da empresa. Foi solicitado que aguardasse 15 dias para o recebimento do saldo de salário e mais o reembolso das despesas com transporte e com refeição, passado já quase um mês recebi o seguinte o e-mail: Sra andreia,
    recebemos vosso memorial e estaremos programando seu pagamento após o ok do chefe de RH. o mesmo pondera que V. Sra. prejudicou a empresa ao se desligar logo apos ter assumido a vaga, sem dar tempo de substituição. também podera que v. senhoria acabou prejudicando a seleção, ja que haviam outros candidatos que poderiam ter sido assimilados em definitivos, se vossa senhoria nao tivesse se comprometido e logo em seguida se desligado. assim informo que estamos ciente do valor apresentado. aguarde data. Gostaria, se possível que me informassem sobre qual procedimento legal ela se baseia para fazer tal afirmação e como devo proceder nesse caso. Desde já agradeço a sua atenção e aguardo resposta.

  1010. Helio Rodrigues Araujo

    Rogerio de Jesus

    Sim, tem que voltar, pois se eles registraram sua CTPS eles comunicaram aos órgãos públicos esse registro e agora tem que ficar descrito na sua CTPS. De forma alguma, o que pode lhe prejudicar é não ficar escrito na sua CTPS e quando sair do próximo emprego, ter problemas, pois as comunicações aos orgãos não constam de sua carteira de trabalho.

    Um abraço e sucesso

  1011. Helio Rodrigues Araujo

    Raphael M

    Claro que sim, no minimo terá direito aos dias trabalhados. Volte a empresa e busque tua CTPS e seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  1012. Helio Rodrigues Araujo

    Ligiai

    Neste caso, a sra precisa procurar ajuda de seu contador. Pois ele podera lhe ajudar.

    Um abraço e sucesso

  1013. Helio Rodrigues Araujo

    Viviane

    O abandono sim. Porém a JUSTA CAUSA, tem muito motivos diferentes e um deles pode ser este, onde o seu namorado faltava sempre e foi advertido, depois da advertência e da suspensão, ele não precisava mais ser avisado.

    Um abraço e sucesso

  1014. dayane dos santos

    olá tudo bom..meu nome é dayane arrumei meu primeiro emprego como atendente de telemarkting fiquei um mes e alguns dias pois a empresa atrasou meu vale transporte e refeição, fiquei tirando do meu bolso e quando foi pra eles me depositar o meu salario ele não me reelbolsarao o q eu gastei, fui reclamar e eles não me deram nemhuma resposta, entao não fui mais trabalhar eu gostaria de saber se suja a carteira. obrigada.

  1015. Helio Rodrigues Araujo

    Allysson

    No minimo o sr. tera direito a receber os dias trabalhados. Logicamente eles vão querer descontar todos os valores previstos na legislação. O melhor é voltar a empresa e acertar com eles os valores a recebe e\ou a pagar.

    Um abraço e sucesso

  1016. Helio Rodrigues Araujo

    Raphael M

    Devemos entender que todos tem direitos e deveres, incluindo ai a empresa. Pode ser que eles tenham usado seus direitos, para cobrar seus deveres.

    Um abraço e sucesso

  1017. Helio Rodrigues Araujo

    Raphael

    Claro que sim. É um direito seu. Procure um Advogado trabalhista que ele com certeza o ajudara.

    Um abraço e sucesso

  1018. janiely

    oi a empresa que trabalho não me paga a dois meses e não pago o 13 salario ,posso abandonar o embrego?

  1019. Raquel V

    Boa noite …
    trabalho em uma empresa de telemarketing desde 05/10/11 e estou em estado de depressão não aguento nem imaginar em voltar para pedir demissão …no dia 20/01/12 vai fazer 30 dias que não compareço a empresa ,ele me mandaram um telegrama e eu não compareci … oque terei direito de receber …o fgts será liberado …e se eu for até lá no dia 19/01/12 ainda dará abandono …obrigada

  1020. priscilla

    eu trabalhava como baba o meu patrão encontro coisas dele nas minhas coisas eu disse que não roubei ele não acreditou e depois acho um dinheiro so que o dinheiro é meu mais ele foi na delegacia e me denucio e pediu para fazer perito o que vai acontecer comigo

  1021. Helio Rodrigues Araujo

    Janiely

    Claro que não. Abandonando o emprego a sra perde seus direitos. O que a sra precisa fazer é denunciar a sua empresa ao seu sindicato, se eles não resolverem, denuncie no Ministério do Trabalho, caso nenhum deles dê uma solução procure um Advogado Trabalhista, que com certeza ele lhe ajudara a resolver a questão.

    Um abraço e sucesso

  1022. Helio Rodrigues Araujo

    Raquel V

    O que precisa ficar claro que a empresa pode lhe demitir por justa causa, mesmo faltando menos de 30 dias ininterruptos. Falamos neste artigo somente sobre a situação de abandono de emprego, sem pretender esgotar o assunto, nem tampouco focar outras formas de rescisão.

    Um abraço e sucesso

  1023. Helio Rodrigues Araujo

    Dayane dos Santos

    Claro que não. Na carteira so fica escrito a data da rescisão, sem nenhuma outra informação além desta.

    Um abraço e sucesso

  1024. Helio Rodrigues Araujo

    Priscilla

    Vai depender da pericia. Quem acusa tem que provar! Se a sra não fez, fique tranquila pois isso ficara provado. Independentemente disso ele tem que lhe pagar todos os seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  1025. erica

    olá, boa tarde, tenho algumas duvidas , gostaria de tentar resolver, já enviei porém não tive resposta.

    é o seguinte, entrei numa empresa em abril de 2011, estava trabalhando , quando em maio comecei a não dormir direito, como já tenho episódios de depressão, comecei a desconfiar que era disso , continuou até outubro quando eu não aguentei mais, cheguei até pedir o patrão para me mandar embora, mesmo sabendo que preciso trabalhar, meus parentes me dizendo que eu precisava de um medico urgente, então no dia 06/10/2011 foi o ultimo dia em que eu fui trabalhar, fui ao medico no dia 10 e no dia 14, mas somente dia 18/10 ele me afastou do trabalho por 30 dias iniciais, daí tive que dar entrada na pericia medica do inss, a mesma só foi marcada para dia 01/12/2011 , quando chegou nesta data a mesma foi remarcada para dia 02/01/2012, ok quando chegou nesta data o meu beneficio foi concedido até 10/02/2012, o que quero saber é o seguinte, a em presa pode me dar abandono de emprego?
    quem tem que me dar alta é o meu medico ou medico do inss?, tenho que voltar ao trabalho 10/02/2012, quero muito voltar ao trabalho , mais receio que deem justa causa?

  1026. Helio Rodrigues Araujo

    Rgoerio de jesus

    Ao contrário, 15 dias contam tempo de serviço, para quando o sr necessitar de qualquer beneficio social. Entendo que o sr deve ir a empresa e solicitar para que eles assinam e logo depois deem baixa na sua carteira.

    Um abraço e sucesso

  1027. Helio Rodrigues Araujo

    janaina

    É sua obrigação encontra-lo, caso não consiga, publique em jornal convocando-o para que compareça ao serviço. O prazo são 30 dias ininterruptos de faltas injustificadas. Procure um contador em sua cidade que com certeza o ajudara a resolver o problema.

    Um abraço e sucesso

  1028. Helio Rodrigues Araujo

    Junior

    1) 30 dias.
    2) Se tiver o endereço atualizado carta com AR.
    3) So faz a publicação se não tiver o endereço dele.
    4) O prazo é de 48 horas. Caso ele já tenha faltado mais que o toleravel, com certeza dar as contas por justa causa. Procure um contador em sua região ele com certeza o ajudara.

    um abraço e sucesso

  1029. erica

    porque não respondem o que eu pergunto?

  1030. wanderlei

    oi ,bom dia …
    tenho uma secretária que discutiu com um funcionário sem motivo algum ,ela simplesmente me entregou sua carteira e disse que nao viria mais .Eu a perguntei se estava pedindo demissao e ela respondeu que estava fazendo acordo comigo, eu neguei o acordo em testemunho de outros funcionarios entao ela procurou o sindicato alegando que eu a demiti sem justa causa e sem aviso prévio …ela nao assinou nenhum documento ,oq devo fazer ??

  1031. Helio Rodrigues Araujo

    Andrea

    Em nenhum, eles não podem fazer isso. A sra tem livre arbitrio. Como o tempo de trabalho foi muito curto, não compensa a sra. questiona-los na justiça, eles devem estar contando com isso. Portanto o melhor é a sra cobra-los administrativamente.

    Um abraço e sucesso

  1032. Helio Rodrigues Araujo

    Dayane dos Santos

    Claro que não. Na carteira profissional so fica anotado a data da saida. Qualquer anotação na carteira so lhe ajuda sempre, inclusive contando tempo para os beneficios sociais.

    Um abraço e sucesso

  1033. Helio Rodrigues Araujo

    Janiely

    Claro que não. O que a sra tem que fazer é cobrar o seu salario. Denuncie a empresa junto ao seu sindicato e também ao Ministério do Trabalho. Caso não se sinta satisfeita, procure um Advogado Trabalhista e tente receber na justiça seu salario, mais tudo isso sem abandonar o emprego, pois a sra. perdera seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  1034. Helio Rodrigues Araujo

    Raquel V

    A sra tera direito aos dias trabalhados e não recebidos ainda. O FGTS so sera liberado depois de 3 anos comprovados sem carteira assinada. Pelo visto a sra sera demitida por justa causa de qualquer forma, mais o melhor é procurar a empresa e tentar um acordo.

    Um abraço e sucesso

  1035. Helio Rodrigues Araujo

    Priscilla

    Entendo que se a sra não deve, não pode temer nada. Vai depender do perito encontrar ou não provas de seu envolvimento. Procure juntar o maximo de provas ao seu favor.

    Um abraço e sucesso

  1036. Lari

    gostaria de saber o seguinte: o empregado que abandonou o emprego por mais de 30 dias, trabalhou 5 meses na empresa, e sua rescisão deu 0,0, mas tem um FGTS depositado. Ele se recusa a assinar a rescisão, como a empresa deve proceder? Como faz para comprovar que a empresa não deve nada ao trabalhador, só o FGTS que já está depositado, qual o procedimento a ser adotado?
    desde já, obrigada!

  1037. Thais Stephanie

    Eu comecei a fazer treinamento remunerado em uma empresa que durou 2 semanas, depois dessas duas semanas eu sai do serviço q nem cheguei a exercer na verdade, mas assinei um contrato de 45 e exerci as 2 semanas de treinamento com horas extras ainda, já faz uns 15 dias q não apareço por lá, o q vai gerar abandono de emprego, já q eu assinei um contrato de 45 dias com a empresa, mas a minha carteira eu não dei pra assinar, se eu for demitida por abandono de emprego eu vou ter direito a que? ou vou sair dessa de mãos abanando?
    desde já agradeço!

  1038. Aline

    Estou grávida há 2 meses porém só vim a ter conhecimento disso na última semana dia 31/01, meu patrão havia me dispensado no último dia 12, porém me pagaria o restante do mês como se estivesse trabalhando, e só viria a dar baixa na minha carteira no mês de março (pois demorou mais de 4 meses para assinar a mesma), enfim assim q descobri liguei para ele e avisei, ele ciente disse não poder me mandar embora, mas também não me autorizou a retornar ao serviço, pediu para que eu ficasse em casa até segunda ordem, minha dúvida ele pode me dar justa causa por abandono de emprego ou coisa parecida?

  1039. LEANDRO..

    gente abandonei meu trabalho onde nao quero mais voltar… recebi meu ultimo salário, tenho direito de acerto de alguma coisa ou não? obrigado

  1040. Helio Rodrigues Araujo

    Ligiai

    Entendo que a sra deve procurar o seu contador para que ele lhe ajude a resolver a questão. com certeza ele lhe dara uma informação para resolver o problema.

    Um abraço e sucesso

  1041. Helio Rodrigues Araujo

    Erica

    Claro que não, enquanto a sra estiver comprovando que esta de licença médica. Somente o médico-perito do SUS pode lhe dar alta. Dificil isso acontecer, desde que a sra tenha juntado toda a documentação que comprove sua incapacidade para o trabalho. Eles podem demiti-la mais sem justa causa.

    Um abraço e sucesso

  1042. Helio Rodrigues Araujo

    Erica

    Sempre que possivel estamos respondendo a todos os questionamentos. Sempre procurando a melhor resposta aos questionamentos, sem contudo esgotar os assuntos tratados.

    Um abraço e sucesso

  1043. Nicolas Lopez

    Estou sem comparecer no meu emprego desdo dia 30/01. Dentro desses dias que não tenho ido trabalhar já compareci 2 vezes na empresa para pedir demissão e liguei, mais em nenhuma das vezes consegui falar com a gerente que é autorizada a assinar a demissão. Hoje recebi um telegrama da empresa dizendo que tenho de ir até a central deles para justificar minha ausencia nesses dias.
    Como eu posso proceder? Estou tentando resolver a situação porém estou em um trabalho temporário que vai das 8:00 as 17:00 e é longe da outra empresa. Dentro desses dias está caracterizado o abandono de trabalho? Posso ser demitido por justa causa? Como devo proceder e quais os direitos que vou receber?

    Obrigado

  1044. sonia elisia moura

    eu abandonei meu emprego sem pegar meu va tenho direito de ir ate la e pegar?

  1045. Helio Rodrigues Araujo

    Wanderlei

    Fazer a rescisão e se o sindicato questionar, juntar suas testemunhas. Enquanto isso coloque falta na folha de pagamento dos dias não trabalhados.

    Um abraço e sucesso

  1046. Helio Rodrigues Araujo

    Lari

    Deve solicitar a assinatura de 2 testemunhas, homologar a rescisão na justiça do trabalho. E o FGTS ele so vai retirar depois de 3 anos sem assinatura na CTPS.

    Um abraço e sucesso

  1047. Helio Rodrigues Araujo

    Thais Stephanie

    Claro que não, a sra tera direito aos dias trabalhados. Porém tera que ir até a empresa receber o seu dinheiro. Faça isso o mais rápido possível.

    Um abraço e sucesso

  1048. Helio Rodrigues Araujo

    Aline

    O melhor sera a sra se dirigir até a sua empresa e verificar como esta sua situação. Só quem pode lhe responder isso são eles.

    Um abraço e sucesso

  1049. Helio Rodrigues Araujo

    Leandro

    So quem pode responder isso é a empresa onde o sr trabalhava. Retorne lá e veja isso, no minimo o sr. tera seus documentos regularizados. Não tenha medo de retornar, pois regularizando a documentação vai lhe ajudar bastante no futuro.

    Um abraço e sucesso

  1050. Liliane Freire

    OI, gostaria de tirar uma dúvida, um colaborador que falta apenas meio período da sua jornada de trabalho,o desconto no salário deve sempre ser proporcional a sua falta?

  1051. bruno

    ola , fui mandado embora por justa causa depois d tomar 3 suspensao , por dar atestado d declaraçao de horario medica, pq estou passando por algum problema de saude que ainda nao sei o que é , e isto que me prejudicou na minha firma , pq as vezes o medico dava atestado medico , outras declaraçao de horario , a empresa me mandou ao medico do trabalho para ver o que eu tinha , a medica so tirou minha pressao e escreveu no papel que eu estava apto pra trabalhar , ai me mandaram embora , o que eu posso fazer a respeito disso?

  1052. Helio Rodrigues Araujo

    Nicolas Lopez

    Só quem pode lhe responder a maioria das questões é sua própria empresa. Responda via telegrama o que o sr. esta alegando, isso fara prova a seu favor. Se a empresa lhe demitir por justa causa, o sr. recebera somente os dias trabalhados e ainda não recebidos. O melhor neste caso é mandar um telegrama pedindo a sua rescisão. Depois disto procurar a empresa e acertar com eles seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  1053. anderson

    sou ANDERSON LUIZ oi eu gostaria de saber se eu estou errado ou certo por que eu trabalho na parte da manha de 09 horas as 16 horas mais toda semana tenho que dobra serviço e eles não me paga hora extra não sou obrigado a dobra e trabalhar no feriado que eles não pagam ou posso so trabalhar meu turno e ir em bora ele podem falar alguma coisa comigo ou não . e tenho mais uma pergunta esta acontecendo que eu estou trabalhando 11 horas por dia no final de semana e quando eu falei ele falou para min se eu não estivesse gostando podia pedir minhas contas então falei que não se ele quiser podia me mandar embora que eu não ia pedir conta e falei para ele que não ia trabalhar na quele dia e ai ele falou se eu estava me demitindo eu falei para ele que não. so que não ia trabalhar nesse dia ele falou para min que não precisava de eu ir trabalhar no outro dia .

  1054. Daiane

    gostaria de saber, estou gravida,mas aconteceram algumas coisas, eestou pensando em morar em outro estado e nao tem a empresa onde trab, se abandono o trab gestante o q ocorre?

  1055. Helio Rodrigues Araujo

    Sonia Elisia Moura

    Seja o que for o seu “va”. Se o mesmo for seu, tem sim o direito de ir buscar. O melhor nestes casos é ir até a empresa e regularizar a sua situação.

    Um abraço e sucesso

  1056. SUELENE

    VOLTEI DE LICENÇA MATERNIDADE E CUMPRI O PRAZO DE SESSENTA DIAS DE ESTABILIDADE DO SERVIÇO,DEVIDO O PASSAR DESSE MES,A PATROA PEDIU PARA QUE EU FICASSE EM CASA,PARA QUE ELA PUDESSE ACERTAR AS PENDENCIAS DE FUNDO DE GARANTIA.NO INICIO DO MES DE MARÇO ELA ME CHAMA PARA QUE POSSAMOS ASSINAR A PAPELADA,QUE SE REFERE A FUNDO DE GARANTIA ETC.SE CASO ELA TOMAR OUTRA MEDIDA DIZENDO QUE EU ABANDONEI O EMPREGO,TEM COMO EU RECORRER PELOS MEUS DIREITOS.COMO POSSO FICAR SABENDO SE ELA NOTIFICOU COMO ABANDONO DE EMPREGO .

  1057. Bismarck de Aquino

    O trabalhador rural em serviços gerais que no mês de outubro completava nove meses de serviço com carteira assinada, recebeu o salário de outubro, e um adiantamento para o mês de novembro de R$ 550,00 e que a partir do mês de novembro não mais compareçeu ao serviço, apresentei publicação em três edições do jornal da cidade solicitando o seu comparecimento, registrei um boletim de ocorrência pelo fato que na ausência do funcionário ao local de trabalho a propriedade foi assaltada por duas vezes, sem poder tomar qualquer atitude em encontrá-lo por não saber o seu endereço, continuei recolhendo o FGTS e INSS até o mês de janeiro de 2012. Só agora fui informado do local onde poderia encontrá-lo. Encaminhei ao seu endereço em meados de janeiro uma solicitação para que comparecer ao escritório de contabilidade no prazo de 48h com o objetivo de justificar suas faltas sob pena de caracterização de ABANDONO DE EMPREGO conforme Art. 482, I, da CLT para que pudesse-mos fazer a recisão contratual e baixa da carteira. A solicitação foi assinada pelo trabalhador, que concordou plenamente.

    Minha dúvida: Que Direitos este trabalhador deverá receber na recisão contratural?

  1058. Helio Rodrigues Araujo

    Liliane Freire

    Se a sra o aceitou trabalhar o restante do expediente! Sim. Caso a sra. o tenha mandado para casa quando chegou, podera descontar o dia e o descanso semanal remunerado.

    Um abraço e sucesso

  1059. Helio Rodrigues Araujo

    Bruno

    Se o sr. não esta satisfeito com a posição que a empresa tomou procure o seu sindicato, caso ainda não se sinta satisfeito, procure um Advogado Trabalhista que podera lhe auxiliar.

    Um abraço e sucesso

  1060. Helio Rodrigues Araujo

    Anderson

    Pelo seu relato, Essa relação entre voces ficou muito dificil. Então o melhor é o sr procurar o seu sindicato de classe e fazer uma denuncia formal contra a empresa. Caso não se sinta satisfeito com a decisão do sindicato, procure um Advogado Trabalhista ele com certeza o ajudara a resolver o problema.

    Um abraço e sucesso

  1061. Helio Rodrigues Araujo

    Daiane

    Perde os direitos trabalhistas como qualquer trabalhador normal.

    Um abraço e sucesso

  1062. Wagner

    Trabalho há 15 dias em uma empresa, não assinei contrato de trabalho. Nesse contrato estabelece uma multa para o funcionário que pedir demissão antes do prazo de experiencia.
    Fui ao banco e vi que eles depositaram minha quinzena trabalhada bem como o valor do VT. Como a moça do RH me disse que se eu pedir demissão vou sair sem o saldo dos dias trabalhados por conta da multa, pergunto:

    Se eu sacar o valor total, fechar a conta e abandonar o emprego (minha CTPS só tem o registro deles), o que pode acontecer? Posso ser acionada na justiça pela empresa?

    Desde já agradeço enormemente e deixo registrado meu elogio por sua presteza em amparar as dúvidas de várias pessoas.

    Abraço.

  1063. Carlos

    Trabalhei alguns dias em uma empresa e recebi uma proposta de outra empresa.
    Não fui mais na primeira empresa, nem pra dar baixa na carteira…
    Será que dá algum problema se eu ñ for dá baixa????
    Obrigado.

  1064. Helio Rodrigues Araujo

    Suelene

    Infelizmente so ficara sabendo se for procurar a sua patroa. Porém caso ela lhe demita sem justa causa a sra pode recorrer e com ela mesmo fazer um acordo, se for de seu interesse. Pode ser que ela esteja apenas regularizando a situação, mais o melhor é a sra procurar saber com ela sobre seu futuro no trabalho.

    Umm abraço e sucesso

  1065. Helio Rodrigues Araujo

    Bismarck de Aquino

    Se a rescisão foi feita por abandono de emprego, somente os dias trabalhados e não recebidos. Se foi feita por dispensa sem justa causa, todos os direitos previstos na legislação, tais como férias, 13º salário, todos proporcionais ao tempo trabalhado. Caso isso aconteça novamente, caso o funcionário falte, não pague o FGTS, nem tampouco o INSS sobre esse funcionário que faltou ao serviço, pois assim o sr já tera provas suficientes que o funcionario abandonou o serviço, por´me o sr perde seus direitos quando recolhe os encargos do tempo não trabalhado, pois o sr concordou com as faltas.

    Um abraço e sucesso sempre

  1066. Helio Rodrigues Araujo

    Wagner

    Claro que não. Se a empresa depositou o valor trabalhado, não tem o que lhe cobrar. Se o sr abandonar o serviço vai pagar a multa pelos dias não trabalhados e no máximo a empresa pode lhe cobrar o que ainda não foi pago, o que ja foi depositado eles não tem como recuperar, mesmo porque eles so pagaram os dias trabalhados.

    Um abraço e sucesso

  1067. Helio Rodrigues Araujo

    Carlos

    sim. Pois no futuro sempre que o sr for utilizar um beneficio social, tera o problema na sua CTPS. Portanto retorne a empresa e regularize sua situação.

    Um abraço e sucesso

  1068. gustavo

    trabalhei um dia em uma empresa e não fui mas, nem da satisfação e nem levar minha carteira de trabalho para dar baixa. como eu trabalhei um dia tera a nessecidade de eu dar baixa, e minha carteira ficara registrada com um dia de trabalho, ou eu posso simplismente rasura essa pagina como pagina canselada?
    não queria voltar la pq descultir com o responsavel de assina a carteira.
    rerei obrigado a ir la ou eu mesmo em casa posso fazer.

    grato pela informação

  1069. Claudia

    Caro amigo,trabalho a quase onze anos como empregada doméstica em uma casa, fiquei afastada por dois meses com suspeita de hénia de disco, como não tinha uma exame especifico tive alta , mas sem condição de voltar ao trabalho, o INSS negou a prorrogação do beneficio e minha patroa disse que vai me demitir com sacrificio e ajuda de familiares fiz o exame que constatou o problema e agora vou tentar conseguir o beneficio junto ao INSS.Gostaria de saber se a patroa pode me demitir e se tenho a obrigação de entregar a ela os papeis que o INSS me fornece após as pericias. Obrigada

  1070. Helio Rodrigues Araujo

    Gustavo

    Infelizmente o sr. tera que ir até a empresa. Pois caso o sr. rasure sua carteira o sr podera ter problemas futuros. Procure uma maneira de resolver o problema, pis o melhor caminho sempre é o dialogo.

    Um abraço e sucesso

  1071. Helio Rodrigues Araujo

    Claudia

    Sim, ela pode desde que a sra. não conseguiu a prorrogação pelo INSS, de sua licença. O melhor é a sra entregar todos os documentos que recebeu da previdencia passar uma copia para sua patroa, pois assim ela ficar informada de sua enfermidade.

    Um abraço e sucesso

  1072. diego

    boa tarde
    fiquei duas semanas sem ir trabalhar,meu chefe disse q eu não precisava mais ir(me demitiu)
    liguei pra empresa para falar com ele,ele nunca estava, tentei varias vezes.coloquei na justiça bem antes dos 30 dias!existe abandono de serviço?pois ele esta tentando colocar como abandono!!!
    oq faço!!!
    aguard resp.
    att diego

  1073. Ravena Brito

    Boa noite!Fui admitida por uma empresa em Fev/2011, onde trabalhei até Jul/2011 e fui demitida sem justa causa, pois a empresa foi vendida e os funcionários mais recentes dispensados. Em Ago/2011 descobri uma gravidez de 2 meses, comuniquei a empresa em 04 de agosto e retornei ao trabalho em 3 de outubro do mesmo ano – embora a empresa tivesse deixado clara sua insatisfação com essa volta. Ao ser afastada, recebi o valor da recisão contratual e realizei o saque do FGTS, sendo descontado todo o valor integralmente no meu retorno (ônus dividido em 10x em folha). Não ouve pagamento do período em que fiquei afastada. Neste mesmo período, ao tentar dar entrada no Seguro Desemprego, fui orientada a procurar o DRT, pois não haviam registros de vínculo empregatício entre eu e a empresa nos sistemas do SAC. Como já tinha minha volta ao trabalho programada, acabei não procurando saber sobre esse assunto. Ao retornar ao trabalho, fui trocada de função e setor, sendo literalmente “jogada” numa sala em meio ao estacionamento, onde nem banheiro tinha. Sentia-me pressionada a cada dia de trabalho, pois enfrentava diariamente “piadinhas” e “cara feia” de colegas e coordenadores. Uma vez a gerente chegou a ligar no período da noite no celular do meu marido para exigir que eu mesma levasse meu atestado médico no dia seguinte no primeiro horário (isso no 1º dia de falta). Em Jan/2012 eu já não suportava mais a situação e a partir de 14 de janeiro passei a não mais ir trabalhar. Apesar de ter atestados referente a 15 dias de cada mês, não os levei na empresa. Nunca fui notificada por nenhum meio. Hoje, 12 de março, compareci à empresa pra saber o que fazer, pois ganharei neném agora dia 28. Fui informada pelo RH que entraram com processo de justa causa por abandono de emprego e que há uma audiência marcada para o fim de abril. Também não fui notificada oficialmente sobre a audiência, inclusive nem a data me deram, só que seria no fim de abril. Como devo proceder? Os atestados e laudos deste período, ainda que não apresentados têm algum valor?
    Desde já obrigada.

  1074. maria

    discuti com meu gerente pela manhá de uma sexta-feira, a tarde ñ fui trabalhar pois ñ tinha condiçóes psicológicas.Na seg.feira retornei,como ñ levei justificativa mandarão-me voltar para casa e aguardar qualquer coisa me avisariam.Me deixando assim na expectativa sem saber o q fazer e como agir.Estou perdendo horas de trabalho,meu nervoso aflorando,pois sou uma pessoa trabalhadora,ñ custumo a faltar no momento achei melhor ficar em casda e esfriar a cabeça exatamente p/ñ ter e nem dar complicaçóes maiores e no entanto sou punido assim,como um muleque irresponsável,eles podem fazer isso tem esse direito,quero trabalhar mas eles ñ me dão descisão.Isso aconteceu na sexta hoje é terça pela manhã e ainda ñ me comunicaram de nada eles tem meu n.de telefone e sem contar q moro muito perto da fábrica.O q devo fazer continuar aguardando?Até qdo?Sou trabalhador e preciso trabalhar.Por favor esclareça meus pensamentos.

  1075. Helio Rodrigues Araujo

    Diego

    Entendo que o sr. deve aguardar o desfecho da justiça. Para considerar como abandono a empresa tem que provar que o sr. abandonou efetivamente o serviço. Junte todos os documentos que comprovam que o sr. foi demitido.

    Um abraço e sucesso

  1076. Helio Rodrigues Araujo

    Ravena Brito

    A sra. tera que ser notificada da data da audiência. Caso não seja, não tem como saber, pois isso se comunica por escrito, pessoalmente não se faz esta convocação. Sim, todos os documentos que a sra possui, farão prova a seu favor, os laudos e atestados devem ser apresentados no momento oportuno.

    Um abraço e sucesso

  1077. Helio Rodrigues Araujo

    Maria

    Entendo que a sra. deve retornar o mais breve possivel e reassumir suas funções. Caso eles tenham alguma coisa contra a sra, tem que lhe comunicar formalmente (escrito). Volte e reassuma seu cargo na empresa.

    Um abraço e sucesso

  1078. TAMARA

    Bom Dia,
    Pedi demissão do emprego onde trabalhava a 2 anos, pedi no mÊs de novembro de 2o11, e nao dei baixa na carteira até hoje, tem algum problema, estou querendo dar baixa mais fica muito longe de onde eu moro atualmente. eu perco meu fgts por isso??, pelo tempo que fiquei sem ir na empresa pra dar baixa. Eu assinei o pedido de demissao no mesmo dia que pedi demissao e fiz o exame medico. so que nao fui ver o medico do trabalho da empresa.

  1079. julio henriques

    tenho um funcionario – que arrumou – um atestado mwedico de 15 dias , este atestado diz problemas pisicologicos – apos a 15° ele apareceu com um outro atestado de 45 dias dias, o encaminhei para o inss,so que soube que o pedido do funcionario foi negado pelo inss, pois o mesmo não tinha tempo de carteira para o beneficio, oque devo fazer – pois quero demiti-lo – ele não compareceu mais ao trabalho e ja se passaram desde o primeiro atestado 60 dias tenho que pagar os dias de afastamento?posso demiti-lo por abandono?

  1080. Luciana Sales

    Olá, trabalho em uma empresa em que quatro colaboradores abandonaram o emprego. Então enviamos telegramas para os quatro, destes só dois receberam. Mas até o momento não compareceram na empresa para resolver a saída definitiva deles.
    E os outros dois se estão em um novo endereço não sabemos. Se for para publicar no edital, tem que ser na cidade do antigo endereço deles, ou pode ser na cidade onde a empresa se encontra?

    Obrigada.
    Luciana Sales

  1081. Maria do Socorro

    Minha empregada doméstica ao ser admitida, em 9 de maio de 2011, escondeu que estava grávida e só o admitiu depois que se passaram os 3 meses de experiência. Sua carteira foi assinada desde o primeiro dia. Trabalhou aqui até o dia 20 de novembro de 2011, pois já estava próximo ao parto e recebeu pelos dias trabalhados do mês. Apresentou em janeiro cópia do atestado médico com data de 9 de dezembro (dia do parto) e informou que deixou para fazer a ligadura depois. Deveria voltar ao trabalho no dia 7 de abril de 2012 e não retornou. Não atende as ligações e não deu notícias. Só posso configurar abandono de emprego com 30 dias? E se ela fez a tal ligadura, não deveria ter me enviado cópia do atestado? Devo aceitar depois? Se for abandono de emprego, ela tem direito a férias (um salário) + 1/3 e 13º proporcional? obrigada pelas orientações.

  1082. Paulo Mesquita

    Bom dia.
    TÓPICO: abandono de emprego

    Primeiramente, parabéns pela página, muito boa e esclarecedora.

    O meu caso é o seguinte: uma colaboradora está faltosa há mais de 206 dias. Não fiz aviso em A.R. nem Cartório, nem mesmo anúncio em mídias locais (jornais).

    “Um belo dia”, eis que ela aparece solicitando um “acordo”, o famoso “toma-lá-dá-cá” (onde ela seria mandada embora pela empresa a fim de receber o seguro desemprego e, em troca, devolveria os 40%).

    Apesar de ser uma prática comum em muitos casos, eu não o aceitei já que se trata de, no meu ponto de vista, algo errado. Errado também pelo fato dela ter abandonado o emprego! Poxa, não mesmo!!!

    Com isso, ela me ameaçou em processar a empresa… ¬¬

    Enfim, já que tal ação é inevitável (acredite, ela vai mesmo…), gostaria de saber se tais faltas podem vir a ser descontadas na recisão.

    Além disso, já que não citei acima, estou em pendências com ela (época em que a empresa passou por um período financeiramente delicado… e com a ausência dela, honestamente, não quitei tais valores, aguardando o seu (re)aparecimento).

    Confuso e complicado o meu caso, sei disso, mas ser-lhe-ei mui grato se puder contar com um orientação sua.

    No demais, agradeço pela atenção e desejo a todos um bom dia.

    Att.
    Paulo Mesquita

  1083. Sibele Scabio

    estou com uma duvida,fiz a besteira de passar uns 5 atestados frios pra a empresa que trabalho pois sou gestante e nao estava em condições de trabalhar,como precisava esperar sair vaga no posto resolvi fazer a burrada de dar esses atestados..a empresa descobriu e me chamaram pra conversar só que eles não quiseram me mandar embora por justa causa e falaram que depois da licença maternidade é pra mim chegar la e pedir a conta…só que agora eles começaram a me forçar a fazer trabalhos mais pesados,estão me judiando eu trabalho a noite lavando louça e to com começo de pneumonia tem dias que ta muito frio e a mudança de temperatura é constante.gostaria de saber se eles tem o direito de fazer isso e se podem me forçar a pedir a conta depois de tanto tempo do ocorrido,eles ate usaram a expressão não nos obrigue a usar isso contra você e disseram que tinham dado queixa na policia mas nao me mostraram o boletim de ocorrencia e disseram tambem que podia chegar uma intimação na minha casa,mas ate agora não chegou nada ja faz mais de tres meses que isso aconteceu.como proceder neste caso quais são meus direitos e o direito deles e oque eu perco dos meus direitos em ralação ao trabalho? e mais eles não me deram os 40% de vale que eu tenho direito no dia 20 alegando que eu posso ficar devendo para a empresa me deixaram sem vale e meu nenem vem esse mês e eu nem tenho nada ainda…por favor me ajuda pq sou muito leiga nestes assuntos e eles sabem disso.

  1084. Maria Rejane Ludwig

    Parabéns pelos esclarecimentos que prestam às dúvidas apresentadas.
    Mas eu tenho uma dúvida sobre quando o empregado pede demissão. Me informaram que se o empregado apresenta uma carta de proposta de emprego em condições melhores que o atual, ele trabalha a 6 anos no emprego atual, ele tem direito a receber o FGTS sem os 40% da multa?

  1085. Alessandra

    Boa tarde! Gostaria de saber como regularizar uma carteira de trabalho sem baixa da empresa apos o abandono de trabalho no ano de 2007, pela causa de acidente de trabalho com seculas de depressao e sem moivimentos das pernas com tratamento longos de fisioterapia. Apos esse periodo houve mudanca de cidade e sem retorno ao trabalho. O funcionario quer regularizar a carteira para novas contratocoes sem prejudicar sua carreira. Pois existem referencias de registro anteriores bons.Preciso de orientacoes

  1086. Helio Rodrigues Araujo

    Tamara

    Essa sua situação é bem especifica. Portanto deve ser verificado na empresa. Possivelmente eles já deram baixa em seu registro no CAGED, porém para receber tanto o FGTS, quanto o seguro desemprego, caso a sra. tenha direito, somente com a carteira baixada. Caso a empresa tenha lhe demitido por justa causa, a sra ficara com o FGTS retido por três anos. O melhor é a sra procurar a empresa e verificar com eles a sua situação.

    Um abraço e sucesso

  1087. Helio Rodrigues Araujo

    Julio Henriques

    Consignar na folha de pagamento as faltas injustificadas. Depois disto fazer a rescisão por abandono de emprego. Para melhores informações procure o seu contador e veja com ele os procedimentos a serem implementados.

    Um abraço e sucesso

  1088. Paulo

    Prezado Sr. Hélio
    Tenho uma empregada doméstica que completou 4 anos de trabalho em março de 2012,com carteira assinada e todos os direitos.Ela tirou férias em abril e deveria retornar ao serviço aqui em casa no dia 1/5/2012,terça-feira. Só que desde esse dia ela está ausente e nem ligou,para pelo menos,dar uma satisfação. Alguns dias depois o marido dela esteve aqui em casa,tentando justificar sua ausência,pq esteve doente. Soube que ela não tem interesse mais em voltar. Sei que demissão por justa causa é só com 30 dias de ausência, o que caracteriza abandono de emprêgo. Pergunto-lhe: deixo os 30 dias se completarem para demití-la por justa causa? E o que fica pendente da minha parte,como empregador? Desde já, agradeço-lhe pela atenção.
    Cordialmente
    Paulo Menezes
    Terça-feira, 8 maio 2012

  1089. Luciana

    Boa noite, abandonei meu emprego há alguns anos e nunca mais trabalhei com registro. Agora gostaria de tirar uma segunda via de minha carteira profissional para voltar a trabalhar com registro em carteira e gostaria de saber se isso é possível? Como devo proceder? Isso traz alguma complicação ou posso fazer isso normalmente?

  1090. Helio Rodrigues Araujo

    Luciana Sales

    Tem que ser na cidade onde se encontra a empresa, em um jornal de circulação regional. Se eles completarem um mês de faltas sem justificativa, podem ser demitido sumariamente por justa causa.

    Um abraço e sucesso.

  1091. Helio Rodrigues Araujo

    Maria do Socorro

    A contar de 7 de abril que seria o dia que ela retornaria a sra tem 30 dias para lhe comunicar que esta sendo demitida por justa causa, 30 dias de faltas ininterruptas. Agora a sra não tem mais que aceitar o atestado, pois o mesmo tem que ser entregue antes das faltas e não depois.

    Um abraço e sucesso

  1092. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo Mesquita

    Se o sr. ao menos consignou as faltas em folha de pagamento, o sr. já terá um alento a seu favor. Se as faltas foram consignadas em folha de pagamento não tem duvida que podem sim ser descontadas. Estes valores podem ser quitados agora e resolvido o problema. Como o seu caso é bastante especifico, sugiro que procure o seu contador e fale com ele sobre o assunto. Ele com certeza podera ajuda-lo.

    Um abraço e sucesso

  1093. jaqueline

    estou trabalhando em uma empresa maravilhosa, ate mim orgulho em trabalhar nela! mais de um tempo pra ca nao estou mais feliz com minha chefia estou sem motivaçao e eu falei com ela pra mim mandar embora e las mim falarao q nao tinha motivo p mim mandar embora entao eu estou faltando muito elas sempre mim perguntarao e ate mim davao advertencia pelas faltas, mais agora elas nem pergunta nada.o q sera q esta acontecendo eu falto e elas nao faz nada? e outra pergunta e q eu estava doente ipossibilitada em comunicar minha falta mais estou com atestado das falta e quando eu fui entregar eles nao eceitarao e quando eu fui levar o atestado eu ainda tava afastada eles alegarao q nao ia receber meu atestado pq eu nao avisei nada isso pode acontecer?

  1094. Amanda

    Boa tarde,

    Trabalho em uma empresa de transporte, e estamos com um funcionario que desde o dia 03/04/12 nao comparece a empresa a trabalho. Quando faltava 7 dias para fechar os 30 dias para caracterizar o abandono de emprego enviamos o telegrama solicitando o comparecimento a empresa. Falatando um dia para completar o prazo ele compareceu a empresa e justificou que estava no aguardo do contato da empresa para que retornasse ao trabalho, fato que tentamos por diversas vezes e o mesmo nao atendeu a nenhuma das ligações. O funcionario compareceu mas nao voltou a trabalhar no outro dia conforme combinado. Como devemos proceder neste caso? Pelo fato dele apenas ter se apresentado a empresa e nao trabalhado caracateriza abandono de emprego?

    No aguardo

    Amanda

  1095. Helio Rodrigues Araujo

    Sibele Scabio

    Ninguém tem direito de fazer o que não esta previsto em Lei. No seu caso, como é bastante especifico, procure ajuda especializada em sua cidade, com o seu sindicato, ou com um Advogado Trabalhista, lembrando que a sra terá que provar o que diz, bem como responder por ter feito, o que a sra denomina de burrada. Se a sra trabalhou todos os dias, não tem porque eles não lhe darem o seu vale. Porém se a sra estava de licença, a sra realmente não tem direito ao vale.

    Um abraço e sucesso

  1096. Alline

    Olá! Gostei dos comentários acima, e resolvi perguntar.
    Trabalhei em uma empresa por 25 dias (em Dez/2010), solicitei demissão por fatores pessoais, mas minha carteira já havia sido entregue para assinar e não me devolveram.
    Quando fui assinar meus contratos residuais, não me deram nenhuma cópia e me informaram entregar estas com a ctps depois, pois minha CTPS estaria em outro estado para assinar. Bem… Tento cordialmente até hoje recebê-la, mas não sabem onde ela está, (“estamos procurando no arquivo, que fica em outro setor”) recebi meus direitos depositados em minha conta corrente.
    Procurei o Ministério do Trab., que indicaram procurar um advogado, que por sua vez quer duas testemunhas que não tenho, já que trabalhei poucos dias e não tive maiores contatos com outros funcionários.
    Nunca tive intenção de processar nenhuma empresa apenas gostaria da minha CTPS de volta.
    A quem recorrer? Como devo proceder? Que tipos de provas eu poderei adquirir?
    Abs.

  1097. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Rejane Ludwig

    Nós não temos conhecimento sobre esta informação que a sra. indica. Nas modalidades que o empregado tem para retirar o seu FGTS, não consta esta possibilidade, a unica possibilidade que conhecemos de não recolhimento dos 50% é de aposentadoria por idade, onde o funcionário vai deixar de trabalhar.

    Um abraço e sucesso

  1098. Helio Rodrigues Araujo

    Alessandra

    A unica maneira é comparecendo a empresa empregadora, que ela atualizara todos os dados. Infelizmente não existe outra forma de resolver isso, sem comparecimento a empresa empregadora.

    Um abraço e sucesso

  1099. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo

    Respondendo seus questionamentos: 1- sim. 2 – Procure ajuda especializada de um contador, pois como ela tem 4 anos, pode lhe dar muitos problemas, ele com certeza o ajudara a resolver a questão da melhor maneira possivel.

    Um abraço e sucesso

  1100. Helio Rodrigues Araujo

    Luciana

    É dificil responder que sim ou que não, pois para responder precisavamos conhecer quais os procedimentos foram adotados pela empresa, que a sra abandonou o serviço. Teoricamente a sra pode pedir uma 2ª via de sua CTPS, que não lhe trara complicações. O melhor seria a sra. retornar na empresa anterior e solicitar que eles atualizem a sua carteira.

    Um abraço e sucesso

  1101. raquelortega de oliveira

    bom me desentendi com o patrao e pedi contas ele me deu como abandono e na hora dos acertos ele ate me libera o fgts mais terei que pagar a multa e a minha ressiçao da uns 4.000 tem coisa errada ai ne

  1102. Jessica Faria Tobias

    faltei quatro dias, porem avisei a minha supervisora que estava acompanhado minha mãe que foi atropelado em outro estado e necessitava de um acompanhante e só tinha eu para ficar.
    A mesma me disse que estava entrando em processo de abandono, levei um comprovante “atestado” porem não aceitaram porque minha mãe tem menos de 65 anos e ainda me aplicaram uma sanção de 3 dias afastada
    da empresa.
    E falaram que vão me perseguir para me dar uma justa causa, porem não tinha nenhuma suspensão. isso seria o correto o que eles estão fazendo ??????

  1103. Helio Rodrigues Araujo

    jaqueline

    Pode sim. A sra tem que comunicar suas faltas, até 48 horas depois do inicio delas, sob pena da empresa não aceitar as suas justificativas. A empresa com certeza esta consignando suas faltas e vai lhe demitir por abandono de emprego. Então nesse caso, chegou a hora da sra tentar um acordo com a empresa, pois assim a sra. sai sem problemas e pode procurar uma nova colocação.

    Um abraço e sucesso

  1104. Helio Rodrigues Araujo

    Amanda

    Sem duvida nenhuma. Não é justificativa ele ficar aguardando para retornar ao emprego. ele tem que comparecer e justificar com documentação habil (atestado médico) por exemplo suas faltas. Caso isso não ocorra a empresa pode sim demiti-lo por abandono de emprego.

    Um abraço e sucesso

  1105. Helio Rodrigues Araujo

    Alline

    Primeiro a empresa deveria ter lhe dado um recibo que recebera sua CTPS. Então entendo que este Advogado que a sra procurou esta equivocado, pois cabem todos os procedimentos a empresa e entendo que a sra não precisa de testemunha alguma. Vá a agência da CEF de sua cidade e retire uma comprovação de que a sra teve um vinculo trabalhista com a empresa e leve ao Advogado. Cite a ele os nomes das pessoas que a sra procurou na empresa que lhe dizeram que iriam procurar a CTPS. Cabe a empresa comprovar que lhe devolveu a CTPS e não a sra comprovar que a entregou. Para confirmar seus tempos de serviços anteriores, procure a previdencia social em sua região e retire um extrato com os seus recolhimentos e guarde este documento como comprovante de seus vinculos trabalhistas anteriores.

    Um abraço e sucesso

  1106. Pedro

    Há mais de um ano (aproximadamente 15 meses) tive um funcionário que abandonou o emprego no dia seguinte ao recebimento do primeiro salário (ainda dentro da experiência de 90 dias). Por este tipo de dificuldade, e vários outros motivos, a empresa cessou suas atividades 1 mês após seu abandono, ou seja, fechou as portas e entregou o ponto. Tentei por várias vezes (sem sucesso) contato com o funcionário, porém não o notifiquei (por conta da correria da entrega do ponto e também por não ter sido alertado sobre a necessidade de uma notificação). No entanto, recentemente recebemos novo contato deste funcionário perguntando sobre a possibilidade de baixa na carteira, confirmei a possibilidade, mas ele sumiu novamente. O que fazer? Minha preocupação é a seguinte: Mesmo não existindo qualquer valor a receber, este funcionário pode exigir valores a qualquer título? Grato pela atenção.

  1107. Helio Rodrigues Araujo

    Raquel Ortega de Oliveira

    Caso a sra não concorde com as argumentações de seu patrão, procure ajuda especializada. Dificil desta distância, dizer se existe algo errado ou não. Pelo que a sra relata, ele esta querendo liberar o seu FGTS, porém as clausulas que não devidas por ele a sra terá que DEVOLVER. Se for assim, ele está correto, pois a sra. não tem direito a receber, nem seguro desemprego, nem FGTS.

    Um abraço e sucesso

  1108. Kelly Mazutti

    Boa tarde, abandonei meu emprego, e me falaram que meu acerto não vou receber por causa da multa… gostaria de saber se tenho direito de receber férias e décimo?

  1109. Rosangela Andreia

    Caro Hélio Rodrigues Araújo,faltei na empresa em que trabalho atualmente a partir do dia 10 de abril e retornei no dia 20/04.O motivo que eu dei não aceitaram e me advertiram por escrito.Quando retornei conversei com o diretor da loja sobre o que havia me motivado a faltar ,eram assuntos sobre faltas que a empresa comete com seus funcionários.Quando a gente pergunta junto ao RH ou à algum gerente eles sempre justificam o injustificável.O funcionário sempre tá errado e eles sempre estão certos.E assim eles cometem infracão da lei.Sei que sua resposta quanto a isso de imediato seria porque não deixa o emprego se está insatisfeita? Digo não, porque dá trabalho procurar e se não vou pra algo melhor prefiro ficar onde estou.Porém o que o diretor me falou não gostei vi que não tinha solução.E me proibiram de trabalhar nos feriados então quando se aproximava o dia das mães comecei a faltar novamente a partir do dia 26/04.Não pretendia faltar por muito tempo,mas fiquei mais de 20 dias em casa, porém jamais quiz que se concretizasse a justa causa.No entanto,dia 27 se concretizará os 30 dias.Pretendia voltar antes disso mas fiquei sem passagem pra comparecer a empresa e só posso chegar lá na segunda dia 28.A pergunta é: o senhor acha que eu tenho chance de não levar uma justa causa?

    obs: vou ligar mais tarde pra empresa pra informar que comparecerei dia 28 será que ameniza meu problema? obrigada.

  1110. Marcia

    Boa noite! venho por meio deste lhe pedir que me tirem uma dúvida,minha cunhada trabalha em uma empresa há 12 anos e a tiraram de sua função e colocaram em uma inferior,sendo que este não é só o problema,eles querem mandar ela embora,mais querem que ela peça as contas.E lógico que ela não quer pedir,pois tem todo esse tempo de casa e tem uma filhinha de 1 ano e 10 meses para cria la.
    Seu patrão hoje disse que se ela faltar sem atestado,ele iria manda-la pra casa e ficar 3 dias.Será que ele quer dar justa causa? Pode?
    Ele não dá 1 hora de almoço,e ela trabalha das 9:00 às 18:00,de segunda à sàbado.
    OBS: Antes da neném nascer ela trabalhava de 8:00 às 18:00 de segunda à sàbado.

    Atenciosamente.

    Marcia Batista.

  1111. Juliana

    Olá Hélio, estou com uma dúvida em relação aos direitos trabalhas domésticos. A empregada domestica da minha casa vinha faltando ao serviço, e suspeitamos que ela já estava trabalhando em outro local. Ademais, a carteira dela era assinada em 8 horas diárias, mas ela sempre trabalhou 6 horas ou menos! A mais de um mês ela não aparece no serviço, então publiquei um anuncio no jornal sobre o abandono dela! Ontem recebi uma intimação, ela entrou na justiça cobrando aviso previo, fgts, férias (que eu já havia concedido, mas não tinha nada assinado na carteira e nenhum outro documento que comprove), mais 13º proporcional e mais féria proporcional! Ela tem direito a isso tudo??? Mesmo sem trabalhar no horario que era devido e mesmo tendo abandonado o serviço? Como devo me defender??? Ela não estaria sendo uma litigante de má-fé?! Obrigada pela atenção!

  1112. roger sousa

    Olá!Eu tinha uma funcionaria q era minha amiga,trabalhou na minha academia de ginastica por 3 anos,ela saio para ir para outro emprego,e depois d uma semana veio atras de seus direitos,ela trabalhava sem carteira assinada,2horas e meia por dia,de segunda a sexta,ganhava por hora +-4,30 reais p/hora,ela teve um aumento para 7reias no último mes.eu tentei por varias vezes negociar o valor com base em 4,30reias p/hora.mas ela queria receber com base no salário atual,e me colocou na justiça.Está cobrando mais de 23 mil com base em um salário minimo,e dizendo ser pobre ai eu vou ter q pagar o advogado dela,mas ela é casa tem bens e o marido é empresário.gostaria q o senhor me ajudasse d alguma forma.As contas do meu contador de +-4.400 reias.eu ofereci 2.500 pois é muito dificil p mim,empresa pequena,filho agora,tá dificil.fico muito grato se poder me ajudar.
    obrigado!!!

  1113. Paulo

    Trabalhei como temporário sem carteira assinada para uma empresa grande, com o acordo de que receberia um adiantamento das minhas comissões junto ao vale-transporte na terceira semana através de depósito na minha conta pessoal. Abandonei o emprego durante essa terceira semana e não tive nem tenho pretensão de retomá-lo. Passados cinco meses, a empresa ainda não fez o depósito. Havia contrato formal.

    Gostaria de saber em que eu fui prejudicado pela minha atitude, e, se tenho direito ainda ao recebimento do meu pagamento, como devo proceder. Também gostaria de saber também o que posso fazer legalmente caso a empresa não responda o meu contato ou ainda se recuse a efetuar o depósito do meu pagamento.

  1114. jose daniel da silva

    sou gerente de uma empresa
    meu funcionario se machucou em um dia de folga,nos entregou um atestado de 7 dias,apos o final do mesmo voltou com mais um de cinco dias,o que devo fazer

  1115. Elis

    Um funcionário cumprindo um período de experiência de 45 dias(terminando a 1ª fase do contrato) simplesmente não comparece ao trabalho há 5 dias sem justificativa. Vencendo este período, podemos rescindir o contrato? Qual o procedimento que temos que tomar? E caso ele retorne sem justificar as faltas, poderemos considerar como justa causa e dispensá-lo?

    Obrigada.

  1116. Helio Rodrigues Araujo

    Jessica Faria Tobias

    Aplicar uma suspensão pode até ser correto, porém lhe perseguição não é aceitável. O que a sra. precisa fazer é se acostumar que o seu emprego é formal. Quando precisar se afastar por qualquer motivo, formalizar isso, através de aviso ao empregador.

    Um abraço e sucesso

  1117. Helio Rodrigues Araujo

    Pedro

    Verifique com o seu contador, se foi feita a comunicação ao CAGED na epoca do abandono. Caso isso tenha acontecido, quando este funcionario aparecer o sr. somente anota na CTPS dele os dados correspondentes a data da saida. Pleitear qualquer valor ele pode, porém o senhor precisa ter documentos que provem que não lhe deve nada. Procure seu contador e veja com ele esta situação, com certeza ele o ajudar a dar um ponto final neste problema.

    Um abraço e sucesso

  1118. Daniele Cristina

    boa tarde faz exatemente 8 meses que trabalho numa empresa tercerizada, porem pedi pra minha chefe me mandar embora mas ela diz que o contrato da empresa que tem com a empresa que presto serviço não pode mandar embora durante 1 ano.quando eu li o contrato lá naõ fala nada que a empresa e obrigada a permancer com a mesma funcionaria durante 1 ano. isso existe?
    o salario é muito baixo a empresa nao esta pagando o piso salarial da função que estou registrada.

  1119. elizabete

    Bom dia ! Trabalho ha um ano e quatro meses em uma empresa estou gravida de 34 semanas minha gravidez e de alto risco e mesmo assim não consegui atestado medico , e sempre que me sinto mal eu falto faz 14 dias que não vou ao trabalho nestas condições eles podem dar justa causa ?
    Peguei tres dias de atestado neste dias … Como devo proceder neste caso? se eles derem justa causa.

  1120. Pâmela

    Olá. Boa tarde!
    Fiz uma cirurgia dia 23/5 deste ano e o médico me deu atestado de 30 dias, sei que após 15 vou pra pericia, mas onde marquei consegui só pra daqui dois meses porque pra antes não havia vaga, e sei também que a loja aceita somente 15 dias, então estou levando faltas e não posso retornar ao trabalho sem antes passar pela pericia médica e não recebo pagamento enquanto isso. E essas faltas que estou levando pode ser considerada abandono e leva a dispensa com justa causa após retornar as atividades da empresa?

  1121. marcos

    eu trabalhei em uma empresa já fazem 8 anos , na época eu abandonei o emprego por motivos pessoais
    depois disso trabalhei em outra empresa , la eu fui demitido e reçebi td certinho fgts tbm
    agora eu descobri que tenho um saudo no fgts daquela epoca ,tenho o direito de reçeber,
    ou só reçebo si estiver com aisd cancer etc. si puder me ajudar agradeço

  1122. Lucas

    OLA PESSOAL , GOSTARIA DE SABER SOBRE UMA DÚVIDA TRABALHISTA , TRABALHEI EM UMA EMPRESA DE TRANSPORTE DE CARGAS 10 ANOS , ERA ´´ AUTONOMO ´´ , SÓ QUE , NO MEU ENTENDER TINHA VINCULO EMPREGATICIO , TINHA HORARIO PARA PEGAR SERVIÇO , TINHA HORARIO DE ALMOÇO , NAO TINHA HORARIO DE LARGAR ,QUASE SEMPRE LARGAVA SERVIÇO MAIS TARDE ,TRABALHAVA EM UM CAMINHÃO QUE ERA MEU E PRESTAVA SERVIÇOS A ESSA EMPRESA NA CIDADE DE BELO HORIZONTE, DURANTE ESSES 10 ANOS TRABALHAVA TODOS OS DIAS EXCLUINDO FINS DE SEMANA E FERIADOS QUE ERAM DESCONTADOS EM MEU PAGAMENTO, TINHA UMA COBRANÇA E UM CONTROLE MUITO GRANDE DA PARTE DE UM ENCARREGADO A MIM ATRAVES DE UM TELEFONE CELULAR QUE SEMPRE FICAVA COMIGO INCLUSIVE FINS DE SEMANA , É UM TELEFONE CORPORATIVO, PELO QUAL PAGAVA LIGAÇOES PARTICULARES , NUNCA RECEBI FERIAS NEM 13 SALARIO , FGTS ,NEM NADA DO GENERO , QUERIA SABER SE VCS ENTENDEM SE TENHO ALGUM DIREITO TRABALHISTA ??
    OBRIGADO.

  1123. Helio Rodrigues Araujo

    Kelly Mazutti

    Se eles já estiverem vencidos sim. Explico se a sra tiver mais de um ano de trabalho e não tiver recebido as férias. Caso tenha menos de um ano não tem direito nem a um nem ao outro.

    Um abraço e sucesso

  1124. Helio Rodrigues Araujo

    Rosangela Andreia

    A sra. esta querendo justificar um erro com o outro. Se a empresa comete faltas com os funcionários, o correto é a sra questionar isto antes de faltar ao serviço. Depois que falta a sra quer justificar que a empresa não é justa com a sra, a sra não será com a empresa! Caso a empresa lhe dê uma justa causa e a sra se sentir prejudicada, procure ajuda especializada, contrate um Advogado Trabalhista e entre na justiça contra a empresa. Sem problema nenhum, pois assim a sra estara procurando o foro certo para resolver seus problemas. Infelizmente só quem pode responder se eles lhe darão uma justa causa sera a empresa. Ligar comunicando não ameniza nada, se a sra efetivamente não retornar ao serviço.

    Um abraço e sucesso

  1125. Helio Rodrigues Araujo

    Marcia Batista

    Sem duvida, pode conseguir fazer isso. Porém o que a sua cunhada precisa fazer é: Procurar o sindicato e denunciar que a empresa não está cumprindo o horário do almoço. Caso o sindicato não tome uma iniciativa, denunciar ao Ministério do Trabalho. Caso nenhum deles tome a iniciativa correta, contrate um Advogado Trabalhista e cobre os valores correspondentes as horas trabalhadas, bem como o horário do almoço. Portanto ela precisa tomar a iniciativa.

    Um abraço e sucesso

  1126. felipe

    Pedi demissão da empresa que trabalho desde 03/05/2010, nunca tirei férias, meu salário é 824,00 reais e vou cumprir aviso prévio.Com base nessas informações, quanto receberei?

  1127. Paulo

    Olá, estou reenviando minha pergunta:

    Trabalhei como temporário sem carteira assinada para uma empresa grande, com o acordo de que receberia um adiantamento das minhas comissões junto ao vale-transporte na terceira semana através de depósito na minha conta pessoal. Abandonei o emprego durante essa terceira semana e não tive nem tenho pretensão de retomá-lo. Passados cinco meses, a empresa ainda não fez o depósito. Havia contrato formal.

    Gostaria de saber em que eu fui prejudicado pela minha atitude, e, se tenho direito ainda ao recebimento do meu pagamento, como devo proceder. Também gostaria de saber também o que posso fazer legalmente caso a empresa não responda o meu contato ou ainda se recuse a efetuar o depósito do meu pagamento.

  1128. Everton

    Olá amigo, tenho uma dúvida, abandonei meu emprego faz um pouco mais de 1 ano e nunca mais voltei. Bom, minha dúvida não está relacionada a direitos do empregador ou de mim o empregado, isso para mim não me interessa.

    Gostaria de saber apenas por gentileza sobre minha carteira de trabalho, quero trabalhar de carteira assinada em outro lugar. Minha carteira ainda pode ser assinada? , ou preciso ir em algum lugar para habilitar minha carteira novamente para ser assinada?, Tenho que jogar fora minha carteira antiga e conseguir outra?

  1129. Helio Rodrigues Araujo

    Juliana

    O seu caso no ponto que está, melhor seria a sra procurar ajuda especializada, juntando toda a documentação que tens. O que precisa ficar claro na relação empregado empregador é que, na maioria das situações vale a palavra do empregado, contra o documento do empregador. Cada alegação do funcionário tem que ser provado com documento do empregador. A sra tem um documento importante, que é a publicação. Porém se não tiver os documentos que comprove os pagamentos, tera que pagar novamente.

    Um abraço e sucesso

  1130. Helio Rodrigues Araujo

    Roger Sousa

    Infelizmente não tenho como lhe ajudar. Mais a sra. pode contratar um Advogado trabalhista e ele lhe ajudar, pois o seu caso ja foi para o tribunal. Então a sra procure provar na justiça do trabalho que não tem condições de pagar e que ela trabalhava somente o período indicado, que com certeza a sra. terá condições de paga-la, oq ue for devido de acordo com a Lei.

    Um abraço e sucesso

  1131. suellen freire

    ola, bom dia! bom fiqiue muito satisfeita com site,mas eu gostaria muito de um exclarecimento. trabalhei em uma empresa durante 2 meses nesse periodo estive no rh pra pegar minha carteira e assinar o contrato,mas eles disseram que nao estava pronta as papeladas. bom eu acabei saindo isso ja tem mais de 30 dias. eles podem me demitir po justa causa mesmo sem ter assinado contrato? quais sao meus direitos? obrigada!!

  1132. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo

    O sr. precisa procurar a sua empresa, caso eles não o atendam o sr. deve procurar ajuda especializada, juntando toda a documentação que comprove o vinculo com a empresa. O sr. so foi prejudicado por não receber o fruto do seu trabalho. Os beneficios agregados aos seu trabalho foram todos perdidos em função de ter abandonado o trabalho.

    Um abraço e sucesso

  1133. Helio Rodrigues Araujo

    Jose Daniel da Silva

    A empresa tem obrigação de pagar até 15 dias. Como 7 + 5 é igual a 12 então a empresa pode pagar normalmente estes dois atestados, porém caso ele tenha necessidade de período superior a 15 dias a empresa não tem obrigação de paga-lo, sendo obrigação dele ir até o INSS para receber os dias que excedam aos 15 dias.

    Um abraço e sucesso

  1134. Helio Rodrigues Araujo

    Elis

    O ideal seria se a sra fizesse a rescisão pelo vencimento do contrato de 45 dias. Caso isso não seja mais possivel, consigne as faltas nas folhas de pagamento e faça a sua rescisão por justa causa.

    Um abraço e sucesso

  1135. Helio Rodrigues Araujo

    Daniele Cristina

    Não existe, porém seu caso pode ser resolvido com a sra procurando o seu sindicato de classe e fazendo uma denuncia da empresa, em função de n]ao pagamento do piso salarial. eles com certeza a ajudarão a resolver o problema. Infelizmente no seu caso, como a sra esta descontente com a empresa peça as suas contas. A sra. vai responder, “ai eu perco alguns direitos” e eu lhe digo: Será que estes direitos compensam a sua continuidade na empresa? Acredito que não! Então se o seu trabalho lhe deixa infeliz mude…. saia do emprego e procure um melhor…. Hoje existem inumeras oportunidades, para quem esta disposto a trabalhar e ser feliz.

    Um abraço e sucesso

  1136. Helio Rodrigues Araujo

    Elizabete

    Se eles lhe derem justa causa a sra não tera alternativa, pois não pode provar que estava de licença. Quem tem que atestar que sua gravidez é de alto risco é o médico comprovado pela pericia do INSS. consiga esta documentação que a sra. não tera problemas. Caso contrário a sra estara a mercê da empresa.

    Um abraço e sucesso

  1137. karin

    Boa noite!
    Trabalho em uma empresa na função de aux de escritório. Durante esse periodo vi na faixa de 6 funcionários que entraram para trabalhar na empresa e sairam na mesma semana, pois os patões são estupidos e a empresa é uma bagunça só, os funcionários não tem nenhum treinamento ao iniciar suas funções e ainda no caso do escritório os juros de duplicatas em atraso [e cobrado do funcionário. Como não ha funcionários sufientes para trabalhar os presentes tem q acumular muitas funções.
    Hoje exatamente não quero retornar ao trabalho e nem quero comunicar eles diretamente e me da até angustia só de pensar em voltar la. Não pretendo comunicar minha ausencia diretamente e vou mandar avisar que fiz uma viagem sei q esta errado mas como não sou registrada creio não ter nenhum vinculo e tbm não faço questão de receber meus direito só quero sair.

  1138. karin

    Acrescento que durante o período de 2 meses não recebi vale transporte, devido a poucos funcionários nem todos tinham direito a horário de almoço e ainda se pegasse carona com algum colega de trabalho eles queriam descontar o vale transporte. hoje sera o meu primeiro dia sem comparecer a empresa deixei muitas coisas pendentes pois o trabalho é puxado e ainda temos que fazer serviço de rua pois não tem motoboy. O que faço? me sinto péssima mas não desejo voltar de certa forma comunicarei a minha ausencia mas não pessoalmente. E ja tenho outro emprego em vista.

  1139. Helio Rodrigues Araujo

    Marcos

    Se o sr estiver a 3 anos sem assinatura na CTPS, pode se dirigir até uma agência da CEF com os documentos que comprovam que o sr deixou aquela empresa, que o sr tem direito a receber o FGTS depositado em seu nome. Caso contrário, o sr podera saca-lo quando de sua aposentadoria, para quitar debitos de prestações do SFH, dentre outras situações, lembrando sempre que estes saques são bem restritos.

    Um abraço e sucesso

  1140. Helio Rodrigues Araujo

    Lucas

    Entendo que o sr usava um caminhão de sua propriedade para prestar serviços a uma empresa, analisando somente esta variável o sr. é “autonomo”. Porém o sr precisa verificar o contrato assinado com a empresa, a forma que a empresa lhe pagava (recibos, etc) juntar toda esta documentação e procure ajuda especializada, pois seu caso tem jurisprudência individualizada, pois precisa ser analisado, caso a caso. Normalmente quando se faz um tipo de trabalho como este que o sr. faz, o valor do serviço cobrado precisa contemplar estes valores como preço do frete ou do serviço prestado. Exemplos: Se o sr for contratado para trabalhar por dia e quiser ganhar um salário de R$ 1.000,00, ou R$ 33,33 por dia, precisa acrescentar as suas diárias os valores que iria receber se fosse funcionário, tais como 13º salário, férias,, Descanso semanal remunerado, FGTS, dentre outros. Então teria que cobrar de diária o valor equivalente a isso, pois teria que acrescentar a sua pretensão salarial no minimo 57%, ou seja receber por mês R$ 1.570,00, ou R$ 52,33 por dia de trabalho efetivo. Então tudo depende de negociar o seu valor, pois se o sr entende que tem que receber todas as clausulas, o sr pode incluir isto em sua negociação.

    Um abraço e sucesso

  1141. Helio Rodrigues Araujo

    Felipe

    Rescisão contratual precisa de mais variáveis além das citadas pelo sr no texto. O site http://www.mte.gov.br tem um sistema chamado de homologonet que calcula a sua rescisão. Outra hipotese pode ser, o sr pegar a rescisão que a empresa lhe passar e procurar seu sindicato, o MTE, ou um Advogado Trabalhista que o ajudara a dizer se a rescisão esta correta ou não. Mesmo depois de recebida sua rescisão o sr tem 2 anos para questionar qualquer clausula que entender devida e não foi paga na rescisão contratual. Portanto o sr tem diversas formas de resolver o seu problema com a sua rescisão contratual

    Um abraço e sucesso

  1142. Helio Rodrigues Araujo

    Paulo

    Caso a empresa não responda ou se recuse a lhe pagar pelo tempo trabalhado, procure ajuda em seu sindicato, no MTE ou um Advogado Trabalhista. antes de tudo isso, procure a empresa, pois eles podem querer acertar contigo, sem maiores problemas.

    Um abraço e sucesso

  1143. Helio Rodrigues Araujo

    Everton

    Sim, sua CTPS pode ser assinada a qualquer tempo, mesmo tendo outra assinatura. Porém o sr. precisa regularizar esta situação o mais breve possível, pois pode perder alguns direitos sociais, tais como receber o FGTS, pois a sua carteira continua assinada e quem tem outro emprego não recebe o PIS por exemplo. Então procure a empresa que eles com certeza vão assinar a baixa de sua carteira.

    Um abraço e sucesso

  1144. Rodrigo Pereira

    Meu irmao trabalhava em uma empresa por um período de 5 anos, saiu de ferias por 20 dias, e viajou ao exterior, lá encontrou trablaho e desde entao nao retornou ao Brasil e abandonou o seu trabalho.
    Pergunto: Ele tem direito alguma indenizaçao trabalhista, tipo: ferias, 13ª salario….
    Outra duvida: o FGTS estarái disponivel para saque? Em que caso?

    Agradeço a atençao.

  1145. Renato Luís

    Tenho uma funcionária que antes do término da sua jornada diária de trabalho , tira o uniforme e sai alegando sempre algum problema em casa. Não adianta argumentar com ela sobre o seu dever de cumprir as horas e o seu trabalho, Qual a punição ou atitude possível de ser tomada perante este fato ???

  1146. Helio Rodrigues Araujo

    Suellen Freire

    So quem pode lhe reponder isso é a empresa, pois suas informações não nos dão condições de fazer um juízo perfeito de sua situação. Aconselho a procurar a empresa e ver a sua situação, com certeza os seus dias trabalhados a sra recebera.

    Um abraço e sucesso

  1147. Maria Aparecida

    tenho uma empregada doméstica com carteira assinada e pretendo demiti-la ela tem apenas 10 meses de carteira assinada, tem direito a férias e 13ºe aviso prévio?

  1148. Luana

    Ola boa tarde, tenho algumas duvidas, eu trabalhei em uma empresa 3 meses e tive que mudar de cidade e nem dei baixa em minha carteira e nada e isso já faz mas de 6 meses que eu não fui atras da carteira . quero saber se tem como eu tirar outra carteira porque pra tirar outra preciso ter o extrato do pis e sera que não tem problema ? e sera que posso dizer que perdi minha carteira ?

  1149. Helio Rodrigues Araujo

    karin

    Dificil esta sua situação. Entendo que a sra deveria comunicar a empresa seu afastamento. Inclusive quando de sua ida lá, fazer estas reclamações sobre o seu afastamento, com certeza a sra estar a ajudando a empresa a melhorar, isso com certeza fara bem a sra. Da mesma forma que a sra me comunicou que não quer receber seus direitos, comunique isto a eles.

    Um abraço e sucesso

  1150. Helio Rodrigues Araujo

    karin

    Comunique seu afastamento definitivo via e-mail e coloque no e-mail todas as situações que a sra ache que esta errado na empresa e como conserta-las, com certeza eles vão lhe agradecer pois a sra conhecendo os problemas da empresa, propõe melhoras nos serviços prestados, bem como suas criticas poderão ajudar a melhorar o serviço dos próximos funcionários da empresa. Tenho certeza que a sra se sentira bem fazendo isso.

    Um abraço e sucesso

  1151. Helio Rodrigues Araujo

    Rodrigo Pereira

    Sim. tem direito a todas as clausulas de sua rescisão contratual que não recebeu. Ele tem que procurar a empresa para resolver a questão. Depois de conseguido a rescisão contratual devidamente homologada por empregado e empregador, contados 3 anos sem registro em carteira de novo emprego, deve se dirigir até uma agência da CEF com todos estes documentos e providenciar a retirada do FGTS, pode também utiliza-los para construir, adquirir imovel novo ou usado, dentre outras situações previstas em lei.

    Um abraço e sucesso

  1152. Helio Rodrigues Araujo

    Renato Luis

    No dia seguinte, assim que ela chegar o sr. lhe dê uma advertência formal, por escrito. Se ela se recusar a assinar, peça duas testemunhas para assinar, confirmando a advertência. Na segunda advertência o sr faça uma suspensão de três dias. Na terceira advertência ela pode ser demitida por justa causa.

    Um abraço e sucesso

  1153. Helio Rodrigues Araujo

    Maria Aparecida

    sim. O funcionário quando completa 15 dias de trabalho, já tem direito a 1/12 avós de férias e 13º salário. Portanto no caso descrito a funcionaria tem direito a aviso prévio de 30 dias, 10/12 de férias com mais 1/3 e 10/12 de 13º Salário.

    Um abraço e sucesso

  1154. Helio Rodrigues Araujo

    Luana

    A sra. não deve dizer isso, pois ja tem registro em todos os órgãos com a sua CTPS. Caso a sra. o faça tera problemas por muito tempo, podendo até perder alguns beneficios sociais previstos pela legislação, pois tera duplo registro em alguns órgãos. Aconselho a sra a procurar a empresa anterior e conseguir sua CTPS.

    Um abraço e sucesso

  1155. Márcia

    Boa tarde,

    Estou trabalhando em uma empresa a apenas 15 dias, estou em experiencia e não estou nem um pouco satisfeita, quero me desligar hoje, pois consegui um emprego melhor em que devo começar na segunda feira, porém estou registrada, mas ainda não consta nada na minha carteira. Não quero me desligar pessoalmente, pois me desentendi com minha chefe. Como devo proceder? Terei algum prejuízo se me afastar sem comunica-los? Quais serão as consequências?

  1156. Helio Rodrigues Araujo

    Marcia

    Se a sua CTPS ainda não foi assinada, pode se afastar sem problema algum. Caso sua CTPS tenha sido assinada, a empresa comunica ao MTE a sua entrada e sua saida e não tem problema, pois quem deixara de receber as verbas rescisórias sera a sra. Portanto comunique via e-mail ou por telefone que não mais retornara a empresa.

    Um abraço e sucesso

  1157. MARIA

    Tenho uma empregada doméstica, mensalista, registrada há 12 anos. Ela nos avisou há duas semanas que não viria naquele dia pois estava se sentindo mal. Depois disso não houve qualquer outro contato.
    Já tentei todos os telefones que tinha dela, mas os mesmos ou foram trocados ou não funcionam. O que devo fazer para configurar abandono de emprego, já que a publicação de carta na imprensa não é aceita pelo Min. do Trabalho? Apesar da “aparente” confiança que tinha na funcionária não quero ser surpreendida com alguma ação trabalhista.
    Agradeço as informações

  1158. FABIANA

    TEMOS UM FUNCIONARIO QUE JÁ TEM 15 DIAS QUE NÃO COMPARECE AO TRABALHO, NÃO TEMOS O ENDEREÇO DO SEU DOMÍCILIO PARA ENVIAR UMA CARTA SOLICITANDO O SEU RETORNO AO TRABALHO ELE NÃO ATENDE O TELEFONE E NÃO DÁ NENHUMA SATISFAÇÃO O QUE FAZER NESTA SITUAÇÃO

  1159. juscelino coelho

    por favõr gostaria de exclarecimento fui afastado do trabalho devido uma cirurgia que fiz venceu no dia 03/08/2012 não pude retornar ao trabalho porque não estou em condiçoes o inss.negou o auxilio más no dia 01/08 apresentei a empresa e o médico do trabalho ele deu como inapto fui ao medico ortopedista e ele me deu um relatório que não tinha condiçoes de trabalho hoje estou com 23 dias sem trabalhar sem receber por não ter condiçoes de trabalhar a empresa pode me dar abandono de emprego com justa causa meu codigo é 91….obrigada

  1160. PRISCILA

    Boa tarde,

    Bem, eu peguei um atestado de 14 dias devido stress, além desse atestado tenho mais 10 dias de atestados, com CID’s diferentes, então, no total de 24 dias fora da empresa. Porém, trabalho na area de avição e nesses 14 dias de atestado resolvi viajar e passar 10 dias fora, contudo, utilizei a mesma cia em que trabalho para viajar, usando um beneficio de passagens que é nos dado para emissão em férias ou em outros períodos. Agora estou com medo de ser penalizada ou ser manadada embora ppor justa causa, pois já houveram casos assim. Posso ser penalizada de alguma forma, poque, aproveitei o atestado e fui viajar, mesmo a empresa tendo como comprovar esse fato?

    Obrigada.

  1161. Helio Rodrigues Araujo

    Maria

    Faça a rescisão contratual e homologue no sindicato dela, caso eles não aceitem, homologue na Junta de conciliação e julgamento, pois assim a sra estara resquardada de qualquer ação trabalhista, é importante fazer isso o quanto antes, pois a sra. tem que recolher a previdencia até a data do afastamente definitivo. Procure um contador para lhe auxiliar no processo.

    Um abraço e sucesso

  1162. Helio Rodrigues Araujo

    Fabiana

    Consignar na folha de pagamento as suas faltas. Ao completar 30 dias ininterruptos de faltas, publicar no jornal solicitando o seu retorno. Fazer a rescisão contratual e aguarda-lo para receber seus direitos.

    Um abraço e sucesso

  1163. Helio Rodrigues Araujo

    Priscila

    Essa sua situação é bem individual, pois foge da legislação geral e passa para a especifica, onde a empresa tem suas normas. Se estiver fora das normas da empresa e for de interesse da empresa, a sra pode ser demitida. Vai caber a sra comprovar que sua viagem teve a ver com sua licença, caso a sra comprove isso a empresa não tem como lhe penalizar.

    Um abraço e sucesso.

  1164. Helio Rodrigues Araujo

    Juscelino Coelho

    Pode sim, pois a obrigação da empresa é lhe remunerar nos primeiros 15 dias de afastamento dai em diante somente a previdencia pode lhe remunerar. O melhor no seu caso é procurar novamente o INSS e solicitar uma pericia com base na documentação fornecida pelo médico da empresa. Portanto entre em contato com sua empresa e veja com eles a forma de equacionar isso, mais não deixe de pressionar o INSS para lhe conceder uma nova licença remunerada.

    Um abraço e sucesso

  1165. Dado

    ola boa tarde gostaria de tirar uma duvida.trabalhei em uma empresa de 2001 ate 2009 tiver algum problemas e pedi demissao a empressa nao quiz me demitir ,acabei abandonando o emprego …ja faz trez anos isso ….e sempre recebo carta da caixa informando o saldo do fgts eu tenho direito a esse saldo q esta depositado na caixa ………e caso tenha ou nao gostaria de saber mesmo assim oq fazer pra sacar ………..desde ja grato ….Dado

  1166. Nicholas

    Temos dois funcionarios que abandonaram o emprego e tem saldos para receber, mas não conseguimos contata-los via telefone, fomos orientados para mandar uma carta solicitando que eles comparecessem a empresa para retira-los, mas não sabemos que modelo de carta mandar, voc~es tem algum para indicar?

  1167. kleber

    a aempreza onde eu trabalhava medeu uma justa causa sem motivo para não me pagar e nem me mandar em bora com os direitos me madarão em bora por justa cauza para min sair sem receber nada pois ela não queria me pagar minha carteira não foi dada baixa ainda e ela não tem prova existente para medar justa causa e medeu justa cauza asim mesmo para não mepagar ja estou ha 6 meses desempregado e com a carteira aberta com registro desta em empreza ainda queria saber a empreza tera que mepagar esese meses todos para min quando for dar baixa em minha carteira e me endenizar por danos morais quanto eu ganharei nesta historia pois eu tinha 6 anos de empreza e ganhava 1.245 reais e ate hoge não vejo um centavo dela e opior eque antes de sair dela eles sabião que minha esposa estava gravida e fizerão esta sacanagem comigo não quizerão mepagar me dão justa causa sem motivo isto não e justo oque tenho direito mediga por favor

  1168. Helio Rodrigues Araujo

    Dado

    Sim. O FGTS é depositado pela empresa, mais so pode ser sacado pelo empregado ou seu representante legalmente constituido para tal. Se o sr. estiver a 3 anos consecutivos sem registro na carteira profissional, junte uma copia da sua rescisão, sua carteira profissional, e outros documentos pessoais, se dirija a uma agência da CEF com o extrato em mãos, que eles lhe pagarão seu FGTS.

    Um abraço e sucesso

  1169. Aline

    Olá, eu queria saber se por acaso quando o funcionario é demitido por parte da empresa sem justa causa, e cumpre somente 20 dias do aviso previo, ele paga alguma multa?,isso interfere nos outros direitos, como ferias, decimo terceiro salário? e isso pode fazer com que suje a carteira do funcionário?
    att..
    Aline

  1170. Helio Rodrigues Araujo

    Nicholas

    O ideal é fazer uma carta o mais objetiva possivel. De preferência com as informações sobre o seu registro na empresa e o saldo a receber.

    Um abraço e sucesso

  1171. Helio Rodrigues Araujo

    kleber

    Primeiro se o sr. não colocar a empresa na justiça, o sr. podera não receber nada. Então corra atrás de seus direitos. Procure um Advogado trabalhista e junte todos os documentos que comprovam o que o sr. diz. Com estes documentos o sr tera todos os seus direitos respeitados. Não deixe o tempo passar, pois isso so favorece a empresa.

    Um abraço e sucesso

  1172. Helio Rodrigues Araujo

    Aline

    Desconheço aviso de 20 dias, a não ser que o empregado decida por conta e risco cumprir somente 20 dias. Não, ele paga os valores dos dias não trabalhados, pois este valores são considerados como faltas injustificadas e influenciam na quantidade de dias que ele teria de ferias remuneradas. Não, carteira não se suja, pois na CTPS não consta nada além da data da saida do emprego. Nenhuma observação pode ser feita na carteira relativa a rescisão contratual.

    Um abraço e sucesso

  1173. rosemary

    olá boa tarde!
    gostaria de tirar algumas duvidas trabalho de domestica no mesmo lugar a 11 anos registrada so que nos ultimos meses a senhora e idosa e esquece onde coloca as coisas e me acusa que eu pego os pertences dela, por isso parei de ir trabalhar faltando 3 dias para virar o mês e receber o meu pagamento os filhos dela pediu para eu pensar e depois voltar, mas nao quero voltar mais lá quais são os meus direitos.
    obrigado.

  1174. Helio Rodrigues Araujo

    Rosemary

    Cuidado, pois agindo assim a sra perdera alguns de seus direitos! Pois pode se caracterizar o abandono de emprego. Então o mais sensato é a sra comparecer e pedir para fazer um acordo com eles. Quando eles fizerem o calculo de sua rescisão contratual, leve ate o seu sindicato que eles lhe ajudarão a interpretar a legislação vigente.

    Um abraço e sucesso

  1175. Adriana

    Uma pessoa que é serviora estatutária da prefeitura de um interior pode ser transferida para prefeitura municipal da capital? A pessoa exerce atividades administrativas.
    Aguardo retorno.

  1176. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana

    Dificil responder que sim, ou que não. Pois as questões publicas são mais politicas que legais. Consulte seu sindicato e veja quais as vantagens a sra terá com a mudança de cidade.

    Um abraço e sucesso

  1177. Luciana

    Bom dia. Gostaria de saber como proceder em caso de abandono de emprego durante o contrato de experiência. Posso efetuar a demissão por término de contrato no último dia da experiência e lançar as faltas não justificadas ou devo aguardar o prazo de 30 dias e demitir por justa causa?
    Obrigada.

  1178. Mariana

    Inciei meu trabalho em uma empresa dia 01/10 entregando todos os meus documentos, porém dia 12/10 foi meu último dia de trabalho, pois no dia 15 informei ao RH que não me adaptei ao trabalho, mas, eles não me registraram em carteira (está comigo) e não assinei contrato de experiência, porém não quero fazer carta de demissão, pois posso ainda dar entrada no meu seguro desemprego da empresa que trabalhei anteriormente, mas, a empresa não quer fazer um acordo comigo, me disseram que mesmo sem eu assinar nada eles irão enviar as informações para o caged e ainda dar abandono de emprego.
    Eles podem nesse caso dar abandono de emprego?
    Eu posso mover uma ação pois eles afinal não me registraram em carteira?

  1179. Ingrid

    Boa tarde,
    sou funcionária de 2 empresas, por motivo de viagem, pois estou indo morar em domicilio internacional,pedi demissão, sendo que me encontro em licença maternidade desde 7 de agosto e devia retornar dia 5 de dezembro, uma empresa na qual eu estou tem 6 meses aceitou, a outra que completarei 2 anos está meio que impedindo de eu pedir demissão sendo que preciso, diz algo na lei que pessoas de licença não podem pedir demissão?
    Desde já agrdeço.
    Att
    Ingrid

  1180. Ingrid

    Continuando… Infelizmente se eu não conseguir que minha demissão seja efetivada por motivos óbvios, Acredito que terei que abandonar o emprego, como posso resolver essa situação sem transtornos? Agradeço!
    Att
    Ingrid

  1181. Helio Rodrigues Araujo

    Luciana

    O melhor para a empresa é fazer a rescisão na data de vencimento da experiência, pois senão ela ficara sujeita aos deveres de um contrato por prazo indeterminado. Portanto o melhor é lançar as faltas e fazer a rescisão e aguardar até que o funcionário apareça para assinar a rescisão contratual.

    Um abraço e sucesso

  1182. Helio Rodrigues Araujo

    Mariana

    Se eles não registraram a sua Carteira, não podem fazer nada com a sra. Entendo que o melhor é não mexer com a empresa, pois a sra não se adaptou ao trabalho. Dê entrada em seu seguro-desmprego e procure outra colocação.

    Um abraço e sucesso

  1183. Helio Rodrigues Araujo

    Ingrid

    Sim. Na legislação que trata do assunto, nega a empresa e ao funcionário ser dispensado ou pedir demissão em licença maternidade. Por´me no seu caso junte a documentação que comprove que a sra ira morar em outro país e procure a empresa, pois ela pode fazer um acordo com a sra, com a anuência do seu sindicato de classe.

    Um abraço e sucesso

  1184. Helio Rodrigues Araujo

    Ingrid

    Caso a empresa continue irredutivel, procure seu sindicato e peça a eles ajuda no sentido de ajuda-la no seu intento.

    Um abraço e sucesso

  1185. EDILA

    Bom dia!

    Tenho 1 funcionário que ainda esta em periodo de experiencia e ja nao comaprece ao trabalhoa 18 dias fiz contato por telefone ele informou que compareceria mas nao o fez mandei correspondencia que retornou com aceitaçao no endereço mas ele nao compareceu.
    Mesmo ele estado em periodo de experiencia tenho que aguardar os 30 dias para caracterizaçao de abadono??

  1186. kamila rios

    boa noite gostaria de mais informações, estou gestante de 7 meses e devido a minha gestação ser de risco,faltei 40 dias no trabalho mais pedi a minha sobrinha que levasse os atestados a empresa e eles se negaram a receber, agora me demitiram por justa causa abandono de serviço, o que faço? quais os meus direitos?. entrei dia 14/04/2012.

  1187. Tania

    Bom dia!

    Contratei uma doméstica no dia 15/10/2012 num contrato de experiência 30 + 60. Ela compareceu ao trabalho até o dia 9/11/2012 e depois não veio mais e nem deu nenhuma justificativa, além da primeira falta do dia 12/11, onde disse que o filho estava doente e teve que levá-lo ao hospital, disse que no dia 13/11 retornaria ao trabalho.
    Gostaria de saber como devo proceder para que fique tudo dentro da lei, inclusive se devo e como devo recolher o INSS.

    Obrigada,
    Tania Matias

  1188. Poliana Alves

    Olá boa noite! Trabalho na escala 12×36 de 07:00 ás 19:00, chego na empresa ás 06:50, mas quem me rende só chega atrasado. A empresa não paga os minutos (coisa de 20 min a 30 min pra mais) a mais que fico, pois considera extra não autorizado! Um dia quando deu meu horário fui embora, e a pessoa que me rende não havia chegado!! No plantão seguinte a minha gestora apresentou um comunicado de que se fossemos embora sem que o outro plantão assumisse, receberíamos uma advertência. Eis a questão: ela pode me punir, se cumprir a minha cargo horária?

    Grata

  1189. Helio Rodrigues Araujo

    Edila

    Não. No vencimento do contrato a sra o rescindi, consignando na folha de pagamento as faltas. Faça a rescisão contratual e aguarde ele retonar para assina-la. Caso ele não retorne a sra. junte toda a documentação que usou para convoca-lo. Assim a sra conprova que o convocou e ele não compareceu a empresa.

    Um abraço e sucesso no ano vindouro.

  1190. Helio Rodrigues Araujo

    Kamila Rios

    Junte os documentos que a sra tem e entre na justiça contra a empresa. Com certeza eles farão um acordo com a sra.

    Um abraço e sucesso no ano vindouro.

  1191. Helio Rodrigues Araujo

    Tania

    Quando vencer o contrato de experiência a senhora faça a rescisão. Somente pague o INSS dos dias trabalhados. Não recolha o INSS dos dias não trabalhados, pois esta sera sua forma de comprovar que ela não trabalhou.

    Um abraço e sucesso no ano vindouro.

  1192. Helio Rodrigues Araujo

    Poliana alves

    A sra so tem que bater o cartão de ponto quando de sua saída. Com isso a sra podera provar que fez horas extras. Procure o seu sindicato de classe e denuncie a empresa. Caso não se sinta satisfeita procure um advogado trabalhista que podera ajuda-la.

    Um abraço e sucesso no ano vindouro.

  1193. Anny

    Olá! tenho uma funcionária que trabalha na minha casa desde de setembro de 2010. Este ano ela engravidou e o médico lhe deu uma licença de 120 dias que começou dia 10/07/2012 (ela entrou de licença antes da criança nascer). Sua licença terminou dia 10/11/2012 e até o momento ela não retornou ao trabalho, fiquei sabendo que ela disse que não vai mais voltar. Envie uma carta solicitando o retorno dela ao trabalho, porém o carteiro não conseguiu localizar o endereço. Eu sei aonde ela mora. Gostaria de saber se posso levar a carta pessoalmente e pedir para ela assinar. Se ela não voltar o que devo fazer? Quais são os direitos que ela tem, no caso de demissão por justa causa? Eu posso descontar todos os dias que ela faltou? Eu tenho que pagar um salário por causa que ela tem direito ao um mês de estabilidade?

    Obrigada!

  1194. Rose P.Alves Mendonça

    Gostaria de saber minha filha estava gestante de 9 meses ela precisava fazer um exame e não tinha acompanhante eu fui junto com ela peguei atestado de horas e não voltei a trabalhar eu sai as 10 e meia e meu supervisor falou que eu devia ter retornado ao trabalho por isso ele me descontou o meu de trabalho eles podem fazer isso. E também mes passado eu trabalhei até ao meio dia e fui ao médico e não trouce atestado e por isso eles também me descontaram um dia de trabalho e o domingo eles podem fazer isso
    Um abraço e um feliz ano novo.

  1195. Helio Rodrigues Araujo

    Anny

    Pode levar a carta e pedir para ela assinar o AR, ja devidamente preenchido pela empresa. Se ela não comparecer pode ser demitida por abandono de emprego. Ela tem direito a 1 mês de estabilidade, porém se não trabalhar, não tem direito a receber o salário. Faça consignar na folha de pagamento as faltas, que a empresa não tera problema quanto a comprovação de pagamentos.

    Um abraço e um 2013 de sucesso.

  1196. Estenia

    Olá!!! Eu gostaria de saber o que pode ocorrer comigo segundo a CLT: Já estava trabalhando a alguns meses e ontem assinaram a minha carteira, porém hoje eu não quero mais continuar na empresa. o que pode ocorrer??? Ou seja a minha carteira assinada só tem um dia, e resolvi sair. Gerou algum vinculo?
    Sem falar que mmim dou bem com a empresa e vice versa… o que devemos fazer????

  1197. joe rodrgues de sousa

    trabalho pro governo,faltei 30 dias nesse periodo, tenho laudo médico, comuniquei a empresa
    via telefone, a médica diz que mandou xerox meus laudos setor médico da empresa, posso
    levar justa causa, no dia que me desligarão

  1198. Helio Rodrigues Araujo

    Rose P Alves

    Sem duvida alguma. A sra. tem sempre que comprovar o que fez. A comprovação de sua ida ao médico é o atestado. Como a sra. foi acompanhar sua filha, teria que ter voltado ao trabalho, no restante do dia.

    Um abraço e um 2013 cheio de grandes realizações.

  1199. Roberto

    Bom dia Helio Rodrigues Araujo!
    Se possível, me tire essa dúvida:
    Tenho faltado no meu emprego há 30 dias (completou hoje, faltei pela 1ª vez dia 08/12/2012), entretanto, tenho atestado dos últimos 14 dias de falta. Meu atestado começou dia 24/12. No dia 26/12 recebi um telegrama solicitando explicações, porém sem data limite para me apresentar a empresa. Como estou de atestado, liguei e avisei sobre o atestado dias: 26/12 e 05/01. Vou levar o atestado somente amanhã, quando volto a trabalhar e acaba o atestado.
    Como completa os 30 dias hoje (caracterizando abandono de emprego), e volto a trabalhar amanhã, posso mesmo assim, levar justa causa?
    Tudo que quero é ir trabalhar amanhã e pedir demissão.

    Se por exemplo, eles já terem feito a justa causa, e eu apresentar o atestado, eles podem voltar atrás, e assim, eu pedir demissão?

    Muito obrigado pela sua atenção, e ajuda.

  1200. Helio Rodrigues Araujo

    Estenia

    Isso a sra precisa ver com a empresa, pois eles podem ainda cancelar o seu vinculo. Procure a empresa o mais rapido possivel e acerte a sua situação, pois é possivel resolver sem muito trauma.

    Um abraço e sucesso

  1201. Daniele Araujo

    Olá.
    Trabalho em uma empresa há 2 anos (completando em Abr/13), estou gestante e como é pertinente ao estado tive algumas intercorrências no início da gravidez, tendo apresentado todos os atestado no serviço de saúde da empresa. Na segunda quinzena de Nov/12 meu médico afastou-me por 15 dias (por motivo de stress – oscilações da pressão arterial), quando retornei à empresa a área médica me liberou para retormar as minhas atividades, mas minha chefe pediu para que eu fosse embora para casa.

    Em 17/12/12 saí de férias pelo período de 10 dias referente a resíduo de férias não gozadas. Desde 27/12/12 em contato com minha chefia é solicitado que eu não compareça ao escritório, contudo não fui afastada pelo médico (o que só deverá ocorrer em meados de fevereiro) e não tenho nenhum documento por parte da empresa para esta dispensa (apenas contatos telefônicos e mensagens de celular).

    Para evitar ônus para empresa sugeri que os dias faltosos, mesmo por solitação da chefia, fossem descontados das minhas férias a vencer em Abr/13.

    Estou bem desconfortável e insegura sobre esta situação, tenho a sensação de estarem tentando algo contra mim.

    Por favor, me ajude.

    Muito obrigada!

  1202. Helio Rodrigues Araujo

    Joe rodrgues de sousa

    Somente a empresa pode lhe responder isso. Pois esta é uma decisão da empresa. pela legislação, se o sr. entregou o atestado, NÂO, caso o sr. não tenha entregue, o sr. ja pode ser desligado por justa causa.

    Um abraço e sucesso

  1203. Helio Rodrigues Araujo

    Roberto

    So quem pode decidir sobre estas questões é o sr. juntamente com a empresa. O sr. tem que entregar o atestado medico no dia que o recebe e não no final do periodo de licença, pois a empresa pode inclusive se recusar a receber teu atestado. Todas estas decisões dependem da empresa.

    Um abraço e sucesso

  1204. Michelli

    Ola trabalhei numa empresa 2 anos engravidei passados minha licença maternidade tive um problema muito ruim com tendinite e bucite levei os atestados medico na empresa e a funcionaria do rh me disse que enquanto nao me afastavam pra mim continuar em casa e pegando atestados todos os dias … Eu tentava entrar em contato mais nao conseguia eu nao tinha conhecimento de que se o medico da empresa nao me afastasse eu tinha q voltar trabalhar ate ser afastada … Mais como se nao nastasse entrei em depressao e nao fui mais e eles nem me ligaram como tinha dito a funcionaria do rh q ligaria na mesma semana pra comunicar se ia voltar trabalhar ou afastar .. Entao nunca mais fui só recebi muitos telegramas e o ultimo informando abandono de emprego … Nao sei o q faco ….. Isso foi em 2011 em maio nao tenho mais como voltar na empresa … O que eu faço para poder arrumar outro emprego ? Vai constar na carteira o abandono? Posso tirar outra carteira de trabalho com numero diferente ou não? Me aude nao sei o que

  1205. Anny

    Boa Noite!

    Tem uma empregada domestica que estar trabalhando na minha casa a 2 meses, com um mês no emprego ela engravidou. Eu não estou gostando do trabalho dela, porém estou com medo de demiti-la. Me falaram que ela não tem estabilidade no emprego, pois ainda estar no período de esperiencia. Gostaria de saber se esta informação é verdadeira.

  1206. Roseli

    Boa noite Helio em Dezembro agora de 2012 eu fui contratada para empresa de telemarquet, o treinamento era de 15 dias mas eles pediram os documentos antes de começar eu dei fiz o treinamemto no ultimo dia eles entregaram a carteira já com registro do dia 1 de dezembro eu paguei do meu bolso o VR,VT e eles disseram a todos que tambem estavam em treinamento comigo, que o VRe e o VT seriam pagos dia 16 e os dias de treinamento seriam como dias já trabalhados sendo ,que as nossas carteiras já estavam registradas e iriamos receber só no dia 5 de Janeiro, eu não me adaptei do produto que fiz treinamento nem dei LoGin não fui trabalhar depois do treinamento depois de 2 dias na segunda compareci e fui pedir demissão, cheguei 11:30hs a moçã do RH me disse que marcou hora para mim as 14:30 outra moçã que fazia parte da supervisão puchou meus dias e foi comigo no Rh as 14:30 a outra moçã não me atendeu e passou outra na minha frente eu reclamei e ela foi grossa e disse que ia demorar mais e jà era 16:00 hs eu não quiz esperar mais achei muita Humilhação e não voltei mais lá no dia 30 eles me depositaram VR,VT integral como se eu tivesse começado e trabalhado eu nem cheguei entrar e dar LOGIN e no dia 5 eles depositaram 800,00Reais o salário era 743,00 eu não pude comparecer eu viagei e não compareci lá até hoje e eu já gastei o dinheiro voce imagina eu dura e eles me depositando o erro é deles do RH se eu não voltar mais lá nem der baixa na minha carteira o que pode me causar futuramente eu ,vou começar em outro emprego agora dia 27 posso tirar outra carteira eu não queria ir mais lá alem de ser longe não gostei do que fizeram eu esperar.

  1207. Helio Rodrigues Araujo

    Daniele Araujo

    Infelizmente so quem pode lhe responder positivamente ou negativamente sobre isso é a sua empresa. Regra geral funcionaria gravida so pode ser demitida depois de 4 meses que o bebê nascer. Então nesse caso a sra mantém contato com sua empresa e junte todos os documentos que a empresa lhe fornecer inclusive as mensagens via celular que são provas a seu favor.

    Um abraço e sucesso

  1208. Helio Rodrigues Araujo

    Michelli

    Não. A rescisão não consta na CTPS nenhuma observação, somente a data da saida do emprego. Não existe a necessidade outra carteira de trabalho. O que a sra precisa fazer é erguer a cabeça e procurar um novo emprego, sendo bastante honesta na sua entrevista de emprego, coloque para seu novo empregador todos os problemas que a sra teve na empresa anterior. Com certeza a nova empresa vai levar em consideração muito mais suas habilidades que seus motivos anteriores.

    Um abraço e sucesso

  1209. Helio Rodrigues Araujo

    Anny

    Infelizmente não. Ela tem sim estabilidade. Porém o quanto antes a sra. negociar com ela a saída, melhor será para a sra. Esta saída tem que ser negociada com ela. Aconselho a procurar ajuda especializada sobre o assunto.

    Um abraço e sucesso

  1210. adriana

    estava fazendo treinamento para trabalhar em uma empreza,mas ja tinha acinado o contrato de trabalho e nos dez dias corridos eu tirei do meu bolso para eu pagar a passagem e depois eles iriam me reembolsar e passou a data do eembolso e eles não me reembolsaram e nem depositaram o dinheiro da passagem pra eu continuar indo ao treinamento por esse motivo não fui mas para o treinamento,e chegou um telegrama para eu comparecer na empreza e eu comparecir,e falei do motivo a qual não compareci mas no treinamento e mesmo assim chegou outro telegrama falando que deu abandono por justa causa o que eu faço?

  1211. Helio Rodrigues Araujo

    Roseli

    Outra carteira não é a solução para a sra. Entendo que a sra. precisa encontrar um tempo e resolver esta pendência com a empresa. Eles não tem como lhe cobrar algo que depositaram errado. A sra. precisa encontrar um tempo e ir la na empresa resolver o problema.

    Um abraço e sucesso

  1212. Rafaela

    Boa tarde, Helio!
    Temos um funcionário que está morando em outra cidade, faltou dois dias avisando somente por o celelur. Meu chefe pediu pra enviar um carta pedindo o seu comparecimento ao escritorio. Qual procedimento devo tomar em relação ao mesmo?

  1213. Maycon nascimento de oliveira

    Ola!!! trabalho em um empresa da construçao civil mas faço parte do administrativo da obra, desde04.03.2010 e me deram abandono de emprego,dia 04.03.2013 estaria fazendo 3 anos na empresa por motivo de saude eu nao consequir levar os atestados na empresa tenho laudo medico os atestados que comprovam que estava em tratamento medico; o ultimo atestado foi levado a um mes e quinze dias, mas o empregador estava ciente da minha situaçao quando eu voltei a empresa ja com a sequinte situaçao de pedir demissao fui infomado que tinha sido demitido por justa causa abandono de emprego e o empregador nao mandou nenhuma notificaçao me informando sobre a situaçao; mesmo com toda documentacao e os laudos comprovando que estava em tratamento. Eu como empregado que eu possa fazer nessa situaçao?
    Bom dia me ajuda com uma orientaçao…. Obrigado!!!

  1214. Helio Rodrigues Araujo

    Adriana

    Aceite o abandono de emprego e arrume outro emprego onde possa trabalhar sem problemas. Como a sra não atendeu aos requisitos da empresa foi demitida por abandono de emprego.

    Um abraço e sucesso

  1215. Helio Rodrigues Araujo

    Rafaela

    Mandar a correspondência com AR para que ele compareça e fazer consignar na folha de pagamento suas faltas. Ele retornando verificar se o trabalho dele fez falta, se fez, ele continua trabalhando, caso contrário, demita-o, pois se o seu trabalho não faz falta a empresa não precisa dele.

    Um abraço e sucesso

  1216. Helio Rodrigues Araujo

    Maycon Nascimento

    Procure ajuda de um profissional, primeiro procure o seu sindicato de classe, não se sentindo satisfeito, procure o Ministério do Trabalho, se ainda assim entender que não está sendo resolvido seu problema, procure um Advogado Trabalhista. Junte toda a documentação em seu poder e com certeza o senhor terá seus direitos reconhecidos.

    Um abraço e sucesso

  1217. Brunno

    OLÁ, ESTIVE AFASTADO PELO INSS POR 6 MESES, COM DIAGNÓSTICO DE TENDINITE.. NA MINHA ÚLTIMA PERÍCIA, RECEBI ALTA DO INSS, PORÉM AINDA NÃO ESTOU APTO PARA TRABALHAR.. RECEBI ALTA NO DIA 1 DE FEVEREIRO MAS AINDA NÃO RETORNEI AO TRABALHO POR MOTIVOS PESSOAIS.

    Mas a empresa entrou em contato comigo e me informou que estou demitido por justa causa por ABANDONO DE EMPREGO, desde o dia 27/12/2012.
    Porém isso está completamente errado.. como posso ter abandonado o emprego se eu tinha perícia marcada para o dia 1 de fevereiro? ainda estava amparado.. apenas no dia 1 de fevereiro que eles me deram alta. Tenho todos os e-mails relatando isso.
    Devo entrar na justiça contra a empresa?

  1218. Eudenice

    Boa noite. Tenho uma pergunta a fazer, trabalhei numa empresa apenas 17 dias com carteira assinada e abandonei o serviço, pois não consegui me adaptar, estava me sentindo “um peixe fora d’água”, então gostaria de saber o que que pode acontecer comigo: minha carteira ficará suja? Não vou mais conseguir emprego em lugar nenhum? Obrigada desde já…

  1219. Edmilson

    Uma funcionaria pediu demissao e nao quis nem voltar para cumprir o aviso. No dia seguinte ela veio e assinou o aviso e escreveu de proprio punho que “nao desejo cumprir esse aviso”. Meu contador me orientou a fazer o acerto em no máximo 10 dias, como a funcionária tinha mais de um ano de trabalho foi marcado no sindicato e ela nao compareceu pra fazer o acerto e nem trouxe a carteira de trabalho pra dar baixa. Como devo proceder? pode me dar algum problema ela nao trazer essa carteira pra dar baixa e pode dar problema o fato de ela nem ter ido fazer o acerto?

  1220. Helio Rodrigues Araujo

    Maycon Nascimento de Oliveira

    Procure o seu sindicato, caso eles não resolvam procure o Ministério do Trabalho, caso ainda não se sinta satisfeito, procure um Advogado Trabalhista. Para isto o senhor precisa estar com toda documentação que comprove sua situação. Caso o senhor não tenha entregue os atestado a empresa, ela pode lhe demitir como o fez, sem justa causa, pois para ela (empresa) o senhor faltou ao serviço.

    Um abraço e sucesso

  1221. Fellipe Alves

    Eu trabalhei um mês e meio em 1 empresa e fiz muita coisa q nem era da minha função fazer por boa vontade minha, mas eu sai da empresa pois o gerente afirmo q eu cheguei atrasado e que a dona da empresa deu ordens para que eu fosse embora pois cheguei atrasado e falo para eu ficar em casa, eu fui pra casa e depois falei pessoalmente com a dona da empresa e ela afirmo que não deu ordem alguma para eu ficar em casa, como consegui 1 estágio eu não quiz mais voltar a esta empresa e fiz uma carta de demissão, pois bem, estão a uns 9 meses com a minha carteira e fui la varias vezes para pega-la e sempre falavam que estava com o contator e que ele não tinha devolvido, pois bem, fiquei esses meses todos sem a minha carteira de trabalho, ainda bem que o estágio não precisa de carteira de trabalho, hoje no dia 28/02/2013 uma das gerentes passo aqui em casa e devolveu minha carteira, mas n deu nada pra eu assinar, eu não sei se colocaram abandono de emprego pq só depois q eu sai da empresa eu vi que eram pilantras não só os gerentes mas a dona também, como devo proceder caso eu queira o dinheiro dos 9 meses que ficaram com a minha carteira ?

  1222. Helio Rodrigues Araujo

    Brunno

    Sem duvida alguma o sr precisa procurar seus direitos. Porém este seu argumentos de “não retornei ao trabalho por motivos pessoais” exclui todos os seus direitos, pois motivos pessoais, tem que ser autorizado pela empresa.

    Um abraço e sucesso

  1223. silvia de paula

    silvia
    Bom dia! gostaria de um auxilio, tive uma funcionária na minha casa, que trabalhou para mim 6 meses depois pediu pra sair, depois de algum tempo voltou e trabalhou mais 3 meses, nesse periodo sumiram uns valores na minha casa. nunca de forma alguma disse que havia sido ela tanto que nunca comentei o acontecido com ela só que voltou a sumir dinheiro desta vez da minha filha daí minha fiha perguntou pra avó se sabia de alguma coisa, ela ouvindo a conversa entre minha mae e minha filha foi logo se alto defendendo dizendo que tinha um ladrao ali dentro mas que nao ra ela, e que com certeza todos estariam pensando que foi ela quem roubou o dinheiro e minha mae dizia pra ela parar de falar aquilo porque ninguem a estava acusando enfim ela no mesmo dia foi embora sem avisar nda simplismente abandonou o trabalho e se foi. Passado alguns dias chegou uma intimação pra mim ela havia me processado por danos morais e estava pedindo uma idenizaação de 10 mil reais, só que ela nao conseguiu provar nda entao o caso foi arquivado, agora ela me processou novamente por danos trabalhistas.Sei que carteira assinada é uma mera formalidade que o empregado tem os mesmos direitos com ou sem carteira assinada. Minha duvida é como ela trabalhava meio periodo de 08 da manha as 13 horas gostaria de saber se devo pagar os direitos como se ela trabalhasse o dia todo como ela está alegando que fazia , mas que nao procede ela está mentindo e está alegando tambem que eu a demiti sem justa causa quando na verdade ela que foi embora do trabalho sem ao menos avisar deixando minha filha menor só porque ela havia sido contratada pra cuidar da mesma.Gostaria de saber como posso calcular seus direitos trabalhistas. obrigada!

  1224. Vania paula

    por favor me respondam com urgencia estou perdida

  1225. Helio Rodrigues Araujo

    Eudenice

    Claro que não. Na sua carteira apenas constara que a sra trabalhou o período descrito. Quando de uma nova entrevista de emprego, seja clara e objetiva e explique os motivos que a fizeram não ter sucesso no emprego anterior. Com certeza este não será o principal motivo para não aceitarem a sra no emprego.

    Um abraço e sucesso.

  1226. Helio Rodrigues Araujo

    Edmilson

    Cabe a quem alega, provar. O sr. convocou a funcionária para comparecer para homologar a rescisão contratual? Se a sua resposta for positiva o sr. protocola o seu aviso juntamente com a rescisão contratual junto ao sindicato e deixa a funcionária ir la receber. Caso contrário a empresa tem que esperar o tempo do aviso prévio, mesmo com a funcionaria escrevendo o que escreveu. Vencendo o tempo do aviso prévio, tome as mesmas precauções. Caso o sindicato não aceite o deposito da rescisão, pegue com eles um documento que a empresa compareceu, e deposite a rescisão na Junta de concicliação e Julgamento do Ministério do Trabalho. Não se esqueça de consignar na rescisão de contrato as faltas da funcionaria, pois se a mesma não compareceu para trabalhar não tem que receber saldo de salário. Procure seu contador ele com certeza podera lhe auxiliar nestas situações, não se sentindo atendido por ele, procure um Advogado trabalhista, pois ele com certeza o auxiliara nesta situação.

    Um abraço e sucesso

  1227. Helio Rodrigues Araujo

    Fellipe Alves

    Procure seus direitos. Antes porém verifique em sua carteira quais as anotações foram feitas e principalmente quando foram feitas, ou seja quais as datas utilizaram na sua carteira. Com essas observações, sugiro que o sr. procure ajuda especializada. O sr. tem todo o direito de questionar a empresa na justiça.

    Um abraço e sucesso

  1228. Eudenice

    Oi…Boa noite, mas uma perguntinha.Gostaria de saber se é prudente eu colocar no meu currículo que trabalhei apenas 17 dias com carteira assinada na empresa anterior ou se devo fazer isso apenas no dia da entrevista se eu for convocada?? Grata…

  1229. leandro

    Cometi um erro em não regitrar um funcionário, ele trabalhou 1 ano conosco, mas derrepente disse que estava doente, faltava direto, mesmo assim nunca me trouxe um atestado médico alegando alguma doença. Depois de ficar 4 meses afastado e recebendo normalmente, me ligou e disse que não podia retornar ao trabalho pq estava com câncer, mas tb não apareceu para me provar nada. Eu avisei que não poderia continuar pagando o salário até que ele me trouxesse os papéis do laudo médico. Desde então vive me ameaçando com msgs pelo celular, hoje já fazem 7 meses que ele saiu, mas nunca compareceu a empresa para fazer nenhum tipo de acerto.
    Como devo agir numa situação dessas, até pq com essas ameaças ele deve estar querendo nos colocar na justiça e nem nos deu chance de fazer um acerto.
    Aguardo um retorno,
    obrigado!

  1230. Helio Rodrigues Araujo

    Silvia de Paula

    Sugiro a sra procurar ajuda especializada. Como o seu caso e bastante especifico, a sra precisa juntar os documentos que comprovam que foi arquivado o processo por danos morais que ja comprovam que ela tinha algo contra a sra. Entendo que se ela trabalhava somente meio-período os direitos devem ser somente de meio-periodo. Procure ajuda de um Advogado para que acompanhe este caso, pois pelo visto ele não terminara ai.

    Um abraço e sucesso

  1231. regiane

    bom dia eu fui trasferia de sao paulo para minas gerais só que tive um contratempo de me localizar na empresa e tive que faltar por mais de 30 dias caracterizou abandono de emprego..indo até a empreza eles me pediram para fazer o exame dimencional seria necessario fazer

  1232. Helio Rodrigues Araujo

    Vania Paula

    Sempre que possivel, estamos respondendo a todos que nos escrevem.

    Um abraço e sucesso

  1233. Thamires

    Olá Boa Tarde.O abandono de emprego implica em arrumar outro? como?

  1234. Helio Rodrigues Araujo

    Eudenice

    O melhor é constar no seu curriculum, pois assim a empresa vera que não houve intenção de esconder nada. Na entrevista a sra justifique porque ficou tão pouco tempo na empresa.

    Um abraço e sucesso

  1235. Eudenice

    Hélio muitíssimo obrigada pelos esclarecimentos das minhas dúvidas, tenha a plena certeza que me ajudaram bastante, sem falar que também acabei lendo as dúvidas dos outros colegas…Qualquer dúvida estarei lhe “perturbando” novamente…Tchau, tchau…

  1236. eliane

    uma pessoa começou a trabalhar no dia 28/03/2012 ficou gravida colocou varios atestados o ultimo foi
    no dia 03/01/2013 a 18/01, pegou um requerimento para o inss solicitando aux doença no dia 19/01,
    sendo que o inss não concedeu , pois não tinha 12 meses de contribuição,a data do não concedido o beneficio é 25/02/2013. não retornou ao trabalho e depois que mandei o telegrama ela compareceu a empresa e pediu demissão. coloco faltas desde 19/01? ou so posso descontar as faltas a partir de 25/02?
    att
    eliane

  1237. Helio Rodrigues Araujo

    Leandro

    Entendo que essa situação é bastante peculiar. Procure ajuda de especialista. Pare de pagar o salário dele. Junte todos os documentos que comprovam os pagamentos que fez a ele. Estes documentos lhe serão importante no final do processo. Como a coisa ja chegou a este patamar, o importante é o sr. juntar documentos e testemunhas que comprovem que ele parou de trabalhar mesmo assim o sr. continuo pagando ele. A partir de agora o sr. terá que se municiar de todos os documentos e provas para ajuda-lo a solucionar o caso.

    Um abraço e sucesso

  1238. Helio Rodrigues Araujo

    Regiane

    Sim. O exame demissional deve ser feito por todos que são demitidos, com ou sem justa causa.

    Um abraço e sucesso

  1239. Barbara badain

    Boa tarde, no mês 09/12 fui registrada e já estava gravida mas não sabia, descobri minha gestação no mês 10/12 comuniquei a empresa, dái começou o descaso com a minha pessoa aonde fui ofendida por uma cliente e minha gerente deu razão para cliente e chegou a me humilhar, não me senti bem e acabei indo embora da empresa e não voltei mais, passaram-se os 30 dias e recebi uma carta que me deram abandono de emprego, gostaria de saber se eu tenho direito á SALARIO MATERNIDADE, hoje estou com 32 semanas de gestação 8 meses, aguardo uma resposta pois não sei como devo agir.

    Att;
    Barbara badain

  1240. Luciana

    Boa tarde, tenho uma doméstica que não retornou ao trabalho depois de ter alta (em outubro de 2012) do afastamento por Auxílio Doença do INSS. Ela já solicitou um pedido de reconsideração de Decisão e foi indeferido em dez/2012, depois entrou com um novo pedido de Auxílio Doença em Janeiro/2013 que foi indeferido em março/2013, com possibilidade de interposto de novo pedido de reconsideração em 30 dias. Gostaria de saber se isto caracteriza-se abandono de emprego, se posso usar este recurso para a rescisão contratual e se tenho que aguardar estes 30 dias, sob pena de perder o processo caso ela entre novamente com o pedido.

  1241. FLAVIO

    Bom dia!tenho um funcionario que sumiu a 15 meses e não me troxe a carteira de trabalho, agora ele apareceu e alega para um advogado que eu mandei ele embora e não paguei e a carteira esta comigo, como devo proceder.

  1242. dislene

    abandonei meu emprego no começo do ano, mas me arrependi,gostaria de saber se posso voltar a trabalhar na mesma empresa?obrigada

  1243. Helio Rodrigues Araujo

    Thamires

    Assim como a sra abandonou o emprego anterior, pois não mais lhe interessava, então agora é hora de arregaçar as mangas e ir em busca de outro. Com certeza o SINE deve começar a ajuda-la, também existem bancos de empregos em diversas cidades do Brasil, que são administrados pelas Associações Comerciais. Então canais para procurar emprego existem muitos, porém eles tem que estar disponiveis, bem como a sra disponivel dentro de suas qualificações profissionais.

    Um abraço e sucesso

  1244. thaynara

    quando um empregado falta 2dias ir ñ justifica ?

  1245. Helio Rodrigues Araujo

    Eudenice

    Se nosso escritos lhe ajudaram, isso nos deixa muito satisfeito. Uma de nossas intenções aqui é procurar ajudar aos colegas.

    Um abraço e sucesso

  1246. Helio Rodrigues Araujo

    Eliane

    Pode consignar as faltas deste o dia 19/01, pois gravidez não configura doença, por isso o INSS negou a concessão da licença, pois ja existe a licença maternidade para suprir esta falta.

    Um abraço e sucesso

  1247. Helio Rodrigues Araujo

    Barbara Badain

    O melhor é a sra procurar seu sindicato de classe que eles a auxiliem. Caso entenda que mesmo assim seus direitos não foram preservados procure o Ministério do Trabalho, pois eles com certeza a ajudarão.

    Um abraço e sucesso

  1248. Helio Rodrigues Araujo

    Luciana

    Claro que sim. A sra não pode ficar indefinidamente aguardando uma decisão. Caso o INSS considere que ela esta inapta para trabalhar a situação dela será resolvida com o INSS, caso ele considere que ela tem condições de trabalhar ela pode procurar um novo emprego. Então a sra. pode usar este novo indeferimento e demiti-la. Porém a sra terá que aguardar os 30 dias sob pena de perder seus direitos.

    Um abraço e sucesso.

  1249. Anderson

    OLÁ! EU GOSTARIA DE SABER O SEGUINTE, TRABALHEI 3 MÊSES COM A CARTEIRA ASSINADA, MAS COMO NÃO TINHA TRANSPORTE PARA MINHA CIDADE, E TAMBÉM NÃO TINHA ALOJAMENTO, NÃO DEU PRA CONTINUAR NA EMPRESA, PORÉM NÃO FUI DAR BAIXA EM MINHA CARTEIRA DE TRABALHO E JÁ FAZ 5 MÊSES QUE NÃO RESOLVI ISSO, O QUE PODE ACONTECER SE EU NÃO DER BAIXA? E QUAIS AS CONSEQUENCIAS? OBRIGADO.

  1250. Anderson

    Anderson

    OLÁ! EU GOSTARIA DE SABER O SEGUINTE, TRABALHEI 3 MÊSES COM A CARTEIRA ASSINADA, MAS COMO NÃO TINHA TRANSPORTE PARA MINHA CIDADE, E TAMBÉM NÃO TINHA ALOJAMENTO, NÃO DEU PRA CONTINUAR NA EMPRESA, PORÉM NÃO FUI DAR BAIXA EM MINHA CARTEIRA DE TRABALHO E JÁ FAZ 5 MÊSES QUE NÃO RESOLVI ISSO, O QUE PODE ACONTECER SE EU NÃO DER BAIXA? E QUAIS AS CONSEQUENCIAS? OBRIGADO.

  1251. Eduardo Catallano

    Estou no contrato de experiência em uma empresa e tem 20 dias que venho faltando injustificadamente e sem me comunicar com a empresa, por não suportar a pressão e o stress que vinha sofrendo naquele lugar. Fico em pânico só de pensar em voltar lá, se eu não for mais lá e abandonar o que acontece ? Eu posso ter problemas para arrumar outro emprego por ter abandonado este ? E se eu for lá antes dos 30 dias que caracterizam abandono eles irão dar só a baixa na carteira ou será por justa causa ? Não ficou muito claro para mim uma coisa, eu estou no contrato de experiência,as minhas faltas também caracterizam abandono, não basta somente deixar o contrato expirar nos seu 90 dias e eu fico livre daquele lugar horrível sem ônus nenhum para mim, eu não quero nada de lá só não quero ter que voltar lá, posso fazer uma procuração para alguém ir lá resolver isso por mim ou tem outro meio ?

    Grato pela atenção e no aguardo pela resposta

  1252. Helio Rodrigues Araujo

    Flavio

    Quem alega tem que provar. Junte os documentos da rescisão contratual dele e procure comprovar com documentos os seus procedimentos na epoca da saida dele, pois com seus documentos pode provar que o que ele alega não é verdade.

    Um abraço

  1253. lillyane fonseca

    Ola, ten ho uma grande duvida…
    Participei de uma seleção numa determinada empresa e passei em todas as etapas do processo. Fiz o exame admissional e entreguei toda documentação para começar a trabalhar, mas descobri gravidez de 3 semanas… vou começar trabalhar dia 06 de maio, ainda não contei que estou gestante, mas pretendo faze-lo umas semanas apos começar.. pois tenho medo de que eles não queiram continuar comigo depois do período de experiência. a minha dúvida…. a empresa pode não me aceitar quando descobrir a gravidez? e quais meus direitos frente a isso…. e mais… posso pedir demissão estando gravida??
    por favor, me ajudee

  1254. Helio Rodrigues Araujo

    Dislene

    Só quem pode definir isto é a empresa. Procure saber com eles se lhe aceitam de volta. Com certeza se eles estiverem precisando de trabalhador vão aceita-la.

    Um abraço e sucesso.

  1255. Helio Rodrigues Araujo

    Thaynara

    O empregador tem direito de lhe descontar além dos dias que faltou também o descanso semanal remunerado, ou seja descontar o dia de domingo, que ele lhe paga. Tem também o direito de lhe dar uma advertência, ou até uma suspensão, dependendo do histórico pregresso deste funcionário.

    Um abraço e sucesso

  1256. Helio Rodrigues Araujo

    Anderson

    O sr. perderá alguns dos benefícios sociais previstos na legislação, por exemplo, não terá direito ao seguro desemprego, pois continua com a carteira assinada, por um dos empregadores. Não retirará o FGTS, pois continua com a carteira assinada.

    Seria muito interessante e de seu interesse próprio, que o sr. procurasse a empresa e dessa baixa em sua carteira de trabalho. Entre em contato com eles e veja a melhor hipótese para providenciar isso com o menor custo possível ao sr.

    Um abraço e sucesso

  1257. Helio Rodrigues Araujo

    Anderson

    O problema que o sr pode enfrentar é de não usufruir de alguns benefícios sociais. Entendo que o sr. deve o mais breve possível, providenciar a baixa de sua CTPS, para que não tenha nenhum problema no futuro. Portanto caso o sr. não providencie a baixa por exemplo, tendo um novo emprego e em sendo demitido, não terá direito ao seguro-desemprego, nem poderá retirar o FGTS, pois sua CTPS, continua assinada.

    Um abraço e sucesso

  1258. Helio Rodrigues Araujo

    Eduardo

    Infelizmente somente o sr. poderá resolver o problema que o sr. criou, deixe o pânico de lado e vá na empresa pela ultima vez, somente para regularizar tua situação. Com certeza este problema pode estar somente na sua cabeça. Caso o sr. não compareça, pode ser muito mais complicado para resolver a situação deixando o tempo passar sem uma solução. Força meu jovem, com certeza não será tão difícil ir mais uma vez na empresa.

    Um abraço e sucesso

  1259. Helio Rodrigues Araujo

    Lillyane Fonseca

    A empresa não pode deixar de lhe contratar pela gravidez. São todos os direitos inerentes a gravidez. Pode sim, porém perde alguns direitos pois a sra tem menos de um ano de trabalho. Entendo que esta questão tem que ser tratada pela senhora com a maior naturalidade, pois a gravidez não pode atrapalhar seu plano pessoal de vida. Tente o mais possível conciliar gravidez com seu trabalho, pois eles podem ser perfeitamente conciliáveis e a senhora pode se profissionalizar no seu trabalho, mesmo estando gravida.

    Um abraço e sucesso

  1260. maria

    oi fui manda embora eles mepagaram a recisaõ deram baixa na minha carteira fomos por sindicato fazer a pologação so que la falaram que eu tia estabilidade e naõ assinei nada a gora eles me ligaram para retorna ao trabalho so que eu naõ quero volta.o que eu devo fazer ja falei que naõ quero estabilidade.elesfalaram se naõ volta daqui 15 dia vaõ me mandar em bora por abandono de embrego gostaria de saber se eles podem fazer isso naõ assinei nada eminha so arecisão me deram o aviso para mim cuprir em casa. por favor me ajude naõ quero volta so quero meu fundo degarantia e o seguro desemprego obrigada

  1261. Helio Rodrigues Araujo

    senhor Helio tenho trabalhado város anos como proprietário de micro-empresas (diversas) sempre recolhendo todos os impostos devidos que a legislação exige das empresas, abrindo-as e encerrando-as devidamente. não recolhi nenhum tipo de guia pessoal para fins de aposentadoria, gostaria de saber se
    o tempo em que paguei o inss da empresa não contaria como inss pessoal sendo o sócio majoritário o tempo todo. grato.

    Reinaldo

    Não. Pois o sr. somente pagou os valores descontados de seus funcionários, por ser microempresa. O sr. deveria ter recolhido a sua parte, de suas retiradas da empresa. Pois as retiradas de lucros são isentas de INSS, porém os valores retirados como Pro Labore são tributados pelo INSS e estão sujeitos ao recolhimento, contando como contribuição efetiva.

    Um abraço e sucesso

  1262. Helio Rodrigues Araujo

    Boa tarde, abandonei o emprego pois completou um ano e só poderia tirar férias com 1 ano e 9 meses, era a data disponível, estava necessitado de férias e como não aguentei esperar parei de ir. O correto é receber a férias vencidas e o saldo do salário? Gostaria de saber para onde vai o Fgts que eu tinha. Eu perdi por ser justa causa? Não tem como pegar? Pois na minha cidade estão liberando o fgts por causa das chuvas, no meu caso já era? Obrigado. BRENO.

    Caro Breno

    O FGTS é depositado em uma conta individual em seu nome. Neste caso da sua cidade o sr. pode ir lá pois o sr. tem direito de receber. Ele somente é pago nestas situações individuais, como no caso de sua cidade. Procure a CEF que com certeza o sr. recebera parte de seu FGTS. Ninguém perde o FGTS depositado, ele fica cada vez mais difícil de ser sacado, porém o sr. precisa guardar todos os documentos que comprovem seus créditos junto ao FGTS, que mais cedo ou mais tarde o sr. o receberá.

    Um abraço e sucesso

  1263. Janayna

    Olá, e boa noite.
    Gostaria de informações sobre as consequências futuras de um abandono de emprego.
    Pois atualmente me encontro gestante, e a empresa esta ciente da minha gravidez, porém, tenho passado muito mal, estou de atestado, mas não tive como levar os atestados ainda na empresa, apenas comuniquei por telefone a minha ausência.
    As perguntas são:
    1- Caso seja mandada embora por abandono de emprego, terei algum prejuízo caso seja contratada futuramente por outra empresa?
    2- Isso implicará de alguma forma em minha aposentadoria???
    3- Eles podem me mandar embora por justa causa, mesmo eu estando gestante???

    Atenciosamente.

  1264. Israel

    Bom Dia, fiz contrato com um agência de três meses e dei abandono de emprego, não dei baixa na carteira e eles ainda estão depositando. no caso de eu não ir dar baixa o que pode acontecer? caso pegar outro serviço vai complicar alguma coisa? e quanto ao deposito o que pode acarretar?

    Grato

  1265. venilton - são joão de meriti

    as informações são bem explicativas, por isso peço ajuda.
    Em 1986 trabalhei de segurança em uma emprese e depois de 11 meses, resolvi pedi demissão, mas não consegui e tive que abandonar o serviço, tirei outra carteira e comecei em outra empresa, ao passar dos tempos eu perdi a primeira carteira.
    gostaria de saber se eu tenho direito a retirada do meu FGTS ( inativo ) e como devo proceder.

  1266. Helio Rodrigues Araujo

    Janayna

    Respondendo:
    1) Não, pois esta situação não fica consignada na Carteira profissional.
    2) Não, pois a aposentadoria, conta somente o tempo trabalhado, logicamente quanto menos recolhimento, mais tempo passa para se aposentar. Ou seja se a senhora ficar sem pagar a previdência por 1 ano, terá que trabalhar um ano a mais no futuro.
    3) Não, porém eles podem consignar suas faltas sem justificativa. O importante é a sra conseguir atestados médicos por estas suas faltas.

    Se a sra. não tem condições de ir a empresa, peça alguém de sua confiança para entregar os atestados na empresa, lembrando que estes atestados tem que ser entregues antes das faltas e não depois.

    Um abraço e sucesso

  1267. Helio Rodrigues Araujo

    Maria

    A sra precisa definir o que quer. Quando lhe deram o que a sra. queria a sra recusou agora a sra quer o que lhe deram e que a sra não aceitou. Eles podem sim demiti-la por justa causa, pois a sra deixou de ir trabalhar e perdeu seus direitos. Volte a empresa e se eles quiserem eles podem refazer toda a papelada e lhe conceder a rescisão sem justa causa, lhe concedendo todos os seus direitos. Vá lá e busque um acordo, se é isso que a sra quer agora. Caso contrário entre na justiça, que com sua estabilidade a sra deverá retornar ao serviço. Agora a sra precisa fazer isso antes de ser penalizada com pela sua decisão.

    Um abraço e sucesso

  1268. Helio Rodrigues Araujo

    Israel

    Nada. Sim, todas as vezes que o sr. precisar de um benefício social o sr. terá problemas. No caso do deposito o sr. precisa procurar a empresa, para ver com eles a melhor forma de acertar isso. Em qualquer das situações o sr deve procurar a empresa para resolver o seu problema com eles, não deixe o tempo passar, resolva logo a situação pendente com a empresa.

    Um abraço e sucesso

  1269. Iosvaldyr Carvalho Bittencourt Jr

    Prezado Dr. Hélio Rodrigues Araújo

    Tive uma empregada doméstica, cujos objetivo era ter atividade laboral para com minha mãe, uma idosa de mais de 80 anos, da qual tenho a procuração. Ela trabalhou na residência de minha mãe, por um ano como diarista, continuando, após minha mãe construir casa no terreno da minha esposa, sua filha. Sempre foram pagos seus direitos corretamente (salários, férias, INSS, etc., sendo que pelos três anos seguintes percebeu 1/2 salário pelo turno trabalhado, na parte matutina. Além do mais, qualquer trabalho adicional era também remunerado; ela almoçava no emprego; tinha liberdade para sair e resolver problemas sem que houvesse descontos. Nunca fiz recibo de pagamentos assinados ou fiz pagamentos por meio de ordem bancária, sempre confiando na relação contratual informal, uma vez que ela é prima, portanto considerada como sendo da família. Há um mês abandonou o emprego, sem nenhuma justificativa e sem cumprir aviso prévio. Em seguida, ela apareceu cobrando direitos trabalhistas, e fizemos um acordo em minha casa, quando ela recebeu R$ 500,00, deixando assinado um recebo por prestação de serviços domésticos considerada a natureza laboral, em comum acordo, acertados em comum acordo e na aceitação da referida remuneração. Hoje, insiste em obter mais direitos, exigindo R$ 4.000,00. Ela tem algum direito, considerando que tenho testemunhas de que sempre a remunerei com justiça (salários, férias, descanso remunerado e adicionais). Dr. Hélio Araújo, aguardo sua resposta, uma vez que sempre pautei-me pela justiça e respeito ao outro. Muito obrigado, Iosvaldyr Bittencourt Jr

  1270. ERNESTO

    BOM DIA GOSTARIA DE SABER COMO CONTA OS DIAS P/EFEITO DE FERIAS, FUNC E MENSALISTA VAI TRAB ATÉ SEXTA FEIRA – AS FERIAS CONTA A PARTIR DE SABADO OU DA SEG.FEIRA;

  1271. Helio Rodrigues Araujo

    ERNESTO

    Se o sr. trabalha no dia de sábado, conta o día de sábado, se o sr. não trabalha, não conta. Melhorando o que foi dito, não se inicia nem termina prazo em dia não útil. Então esta regra vale para as férias. Caso o sr. trabalhe sábado, conta o dia útil (sábado) como dia de férias. Caso o sr. não trabalhe sábado, so começa a contagem dos dias de férias na segunda-feira.

    Um abraço e sucesso

  1272. Helio Rodrigues Araujo

    Iosvaldyr Carvalho

    O sr. precisa urgente, procurar um Advogado trabalhista, para lhe ajudar na defesa da causa. Não basta ter justiça e pautar pelo respeito ao outro. A nossa justiça do trabalho, com rarissima exceção de alguns juízes, pauta o julgamento pela palavra do empregado e a prova documental do empregador. Portanto que isto lhe sirva pelo menos de aprendizado. Na relação de trabalho, não se paga nada sem pegar o recibo especificando o pagamento. Todos os pagamentos feitos devem constar o valor e o que se está pagando sob pena de ter que pagar novamente. Infelizmente as testemunhas não fazem provas a seu favor, pois elas não estavam presentes quando do pagamento, nem podem atestar que ao que se refere o pagamento. Temos centenas de caso como o seu, na relação trabalhista, assim como na vida, cada pessoa é uma pessoa, então o melhor é ter tudo preto no branco, coloque nos recibos de pagamento tudo que foi pago e a que se refere.

    Um abraço e sucesso.

  1273. Viviane

    Olá, o abandono de emprego só é válido com 30 dias consecutivos???
    Faltei 15 dias sem atestado e trabalhei depois um dia, ganhei uma advertência, estou gestante quase 8 meses e tive descolamento de placenta quero pegar minha licença mês que vem, mais não estou aguentando mais ir para o serviço devido as muitas dores, se eu faltar mais 15 da abandono de emprego??? Mesmo que tenha trabalhado 1 dia e depois volte a faltar de novo??? Na empresa falaram que o procedimento seria 3 advertências, 3 suspensão e depois a justa causa???

  1274. ANDRIA VANAESSA

    BOM DIA!!!

    EU TENHO ATESTADO DE 15 DIAS CORRIDOS,E NO 16° TERIA QUE MARCAR PERICIA MÉDICA PELO INSS,MAS MINHA EMPRESA NÃO ESTÁ ACEITANDO OS ATESTADOS DEVIDO PELO PRAZO QUE EU TERIA QUE LEVAR DE DOIS,MAS SÓ PUDI LEVA-LOS UMA SEMANA DEPOIS,OUTRO PONTO TAMBÉM É QUE A PESSOA DA EMPRESA QUE FICOU RESPONSÁVEL PELOS MEUS ATESTADOS DISSE QUE EU NÃO HAVIA ENTREGUE NENHUM ATESTADO,O QUE DEVO FAZER NESTE CASO?
    FICO NO AGUARDO.
    Att

  1275. Helio Rodrigues Araujo

    Viviane

    Exatamente. Porém como a sra. sofreu uma advertência, a situação muda completamente. Sugiro que a sra vá ao seu médico e peça licença o mais breve possível, pois assim ficará respaldada que a sra está de licença saúde e não com faltas. Lembrando que recebendo a licença com o seu médico, protocole a mesma na empresa, pois depois das faltas consignadas não existe mais como entregar atestado para justificar as faltas cometidas.

    Um abraço e sucesso.

  1276. Thamires

    Boa Tarde,tem uns 2 anos que abandonei meu emprego,parei de ir por problema de saúde,todo dia a caminho do serviço passava mal.Depois que eu resolvi que não ia mais descobri que estava grávida.O que devo fazer? Tenho direito a alguma coisa?Tipo salario Maternidade,já que estava registrada e criei sozinha?Hoje tenho 20 anos preciso trabalhar mais sem antes resolver essa situação…Se der me mande por Email: thamiresgabriela56@yahoo.com Quem puder me esclarecer tambem pode me mandar um email..Grata

  1277. Helio Rodrigues Araujo

    Andria Vanaessa

    Com a empresa não aceitou seus atestados, corretamente diga-se de passagem, pois a sua obrigação é entregar o atestado em tempo hábil. Procure a empresa e faça um acordo com eles. Depois disso procure outro emprego, pois neste com certeza a empresa não a quererá mais. Isso acontece, o que devemos sempre fazer nestes casos, é levantar sacudir a poeira e dar a volta por cima.

    Um abraço e sucesso

  1278. Helio Rodrigues Araujo

    Thamires

    Entendo que a sra deve procurar o seu empregador anterior e solicitar a baixa de sua carteira e com base nestes documentos procurar seus direitos. Assim com tua carteira sem registro atual, pode procurar um novo emprego e procurar resolver sua vida. Bola para frente, se não damos certo em um lugar devemos procurar outro.

    Um abraço e sucesso

  1279. Talita Farias Lima

    Bom fiquei um mês sem comparecer na empresa e foi constatado o abandono não foi dado baixa na minha carteira de trabalho isso pode implicar na contratação de um outro emprego ?

  1280. Noemi

    boa tarde , estou com uma anemia hemolítica , estou com atestado de 10 dias , porem quero voltar antes ao trabalho mas a loja não quer que eu retorne antes … embora eles saibam do meu atestado de dias eu ainda não apresentei .
    estou bem e me sentindo apta para trabalhar ,se eu quiser posso voltar e não apresentar atestado …. pq sou vendedora e ganho por comissão então e melhor eu perder estes 7 dias de trabalho do que mais 3 dias sem vender ..
    posso fazer isto … eles podem me fazer ir embora da loja

  1281. geisy

    ola
    abandonei o emprego em janeiro desse ano,pensei em voltar pra regularizar,mas perdi minha carteira de trabalho e como estou morando em outro estado distante fui ao ministerio do trabalho e pedi outra, ela podera ser assinada em um novo emprego ou ainda terei que resolver essa pendencia? me ajude por favor!
    obg

  1282. Helio Rodrigues Araujo

    geisy

    A senhora tera que resolver a pendência, pois assim que tiver que receber qualquer benefício social, será impedida, pois sua situação não está regular. Exemplo, se tiver direito a seguro desemprego, por exemplo, terá problemas.

    Então aconselho a senhora a procurar uma forma de resolver o problema, entrando em contato com a empresa anterior, para regularizar o problema.

    Solicite um perfil profissiografico na empresa anterior, pois este pode ser um docuemnto que lhe ajude no futuro, em função de haver perdido a sua carteira.

    Um abraço e sucesso

  1283. Helio Rodrigues Araujo

    Noemi

    Sem duvida alguma, pois se a senhora foi considerada inapta para o trabalho por este período, a senhora não poderá retornar antes do prazo, caso isso aconteça a empresa pode sofrer uma pena de multa.

    Um abraço e sucesso

  1284. Helio Rodrigues Araujo

    Talita Farias Lima

    Sem duvida alguma. A senhora precisa resolver esta situação. Caso ela persista, e a senhora tenha direito a algum benefício social, perderá este direito, pois tem uma situação irregular em sua documentação.

    Portanto, encontre uma maneira de resolver o problema.

    Um abraço e sucesso

  1285. wesley

    Gostaria de saber… eu abandonei o meu emprego.. por motivos pessoais. Tomei uma justa causa. Gostaria de saber, se eu tenho que ir na empresa onde tomei justa causa dar baixa na carteira de trabalho

  1286. Claudinéia

    Trabalhei em uma empresa uns 15 dias entreguei minha carteira a eles e eles alegaram que a mesma ja estava assinada porem logo em seguida outa empresa me chamou e eu fui da baixa na carteira so que minha carteira não estava assinada então não deixei eles mexerem nela mais hoje publicaram abandono de emprego,e minha carteira ja esta assinada com a outra empresa.isso pode me prejudicar em meu novo emprego?

  1287. Helio Rodrigues Araujo

    Wesley

    Sim. Caso o sr. não compareça para dar baixa na sua CTPS, poderá, quando necessitar de um benefício social, lhe ser negado, pois o sr. não tem uma situação definida. A empresa já comunicou ao MTE seu desligamento, porém o sr. precisa sempre comprovar isto.

    Procure a empresa o mais rápido possível e regularize sua situação.

    Um abraço e sucesso sempre!

  1288. Helio Rodrigues Araujo

    Claudinéia

    Não. Pois a sua situação descrita na CTPS é do novo emprego. Nas suas anotações não consta nada da empresa anterior, então não tem nenhum problema, pois a empresa somente fez as comunicações via MTE.

    Um grande abraço e sucesso sempre!

  1289. cleiton

    meu patrão me pediu um comprovante assinado de que eu nunca trabalhei na empresa esse tipo de comprovante existe?
    eu coloquei ele na justiça e antes de da entrada eu desisti da causa e voltei para empresa esse tipo de declaração existe ou não?

  1290. Eduardo melo

    trabalhei 4 meses numa empresa tercerizada da net e abandonei sem ir la dar baixa na carteira
    isso pode me prejudicar na hora que for arrumar outro serviço registrado

  1291. andressa

    quem da abandono de emprego tem direito ao salario maternidade

  1292. Abnel

    Tenho um funcionário e ele estava trabalhando eu fui adverti-lo sobre uma situação ele foi embora e não mais apareceu na empresa, qual procedimento tomar?

  1293. Helio Rodrigues Araujo

    Cleiton

    Está e uma situação bem especifica sua com a empresa, Onde pelo que entendi o senhor entrou com uma ação contra a empresa e agora desistiu desta ação. Neste caso o que o seu patrão quer é salvaguardar a empresa de uma futura ação sua. Então neste caso verifique com ele o teor desta declaração e se o senhor entender que ela não o prejudicará, assine a mesma.

    Um abraço e sucesso sempre.

  1294. Helio Rodrigues Araujo

    Eduardo Melo

    Sim. Pois sempre que o senhor precisar de um benefício social oficial, ficará impedido, por não ter baixado o emprego anterior. Volte a empresa e peça a baixa na sua carteira.

    Um abraço e sucesso sempre.

  1295. Helio Rodrigues Araujo

    Andressa

    O salário maternidade é um direito adquirido. Todos tem direito a ele.

    Um abraço e sucesso sempre.

  1296. Helio Rodrigues Araujo

    Abnel

    Primeiro o senhor deve consignar as faltas em folha de pagamento por 30 dias ininterruptos. Depois convoca-lo a retornar ao serviço via correspondência do correio com AR. Depois fazer a rescisão contratual por justa causa. Procure o seu contador e lhe peça para tomar todas estas providencias.

    Um abraço e sucesso sempre.

  1297. Francine

    Sofri um acidente e fiquei afastada…e logo que tinha que voltar para a empresa tive problemas pessoas e não voltei me mandaram a notificação mas mesmo assim abandonei queria saber como fica meu caso, se arrumar outro serv quais problemas vou ter

  1298. Andressa Proença

    Olá, tenho uma grande duvida…Quando eu tinha 16 anos( a quase 5 anos atras) eu trabalhei em uma empresa por um curto período, tive vários problemas e cabei saindo como o caracterizado abandono de emprego. mas não recebi nada e nem minha carteira. Hoje, alegam que minha carteira não ficou lá, mas tudo bem isso eu já resolvi, mas eu queria saber se tenho direito a FGTS, e como fica o meu PIS, porque não fui registrada no Raiz. Obrigado!

  1299. Aparecida

    Tenho uma empregada doméstica que trabalhou durante 7 meses e já entrou de licença maternidade. No fim da licença quando deveria retornar ao trabalho a mesma disse que o medico havia lhe dado um atestado de mais 90 dias para acompanhar seu filho. Contudo, ela não conseguiu junto ao INSS o auxílio doença. Ela aínda está no último mês da estabilidade pos parto, mas não retornou ao trabalho.
    Pelo que andei lendo esse atestado de acompanhamento não é aceito pela legislação, por eu ser empregadora domestica tive que contratar outra pessoa para ficar em seu lugar.
    Ela não quer voltar ao trabalho, mas também não quer pedir demissão. Eu, em tese, não posso mandá-la embora pela estabilidade. Assim, surgem as seguintes dúvidas:
    1 – Essas faltas ao trabalho podem ser consideradas faltas injustificadas, vez que o atestado de acompanhamento não é regulamentado?
    2 – Eu poderia mandá-la embora se indenizasse esse mês de estabilidade?
    3 – Tem alguma outra providência que eu poderia ou deveria tomar?

  1300. Rodrigo

    tenho o seguinte caso, o funcionário foi viajar para o exterior e não retornou mais. Alguém pode sacar os direitos dele?

    ele aceita ganhar demissão porém não pode voltar ao brasil no momento.

  1301. Ana Beatriz

    Boa tarde, estou de licença maternidade e após o término do mesmo recebi um telegrama de comparecimento à empresa a partir do dia 17/07. Hoje dia 01/08 ainda não compareci, pois não consegui achar ninguém para cuidar dele. Quais são os meus direitos se eu pedir demissão ou der os trinta dias de abandono? Nos dois casos o RH da empresa me informou que o que teria direito: “férias e 13º proporcionais”, seriam descontados dos meus dias de ausência, resultando em nada a receber, é verdade?

  1302. Cassius Clay

    Gostaria de saber se posso sacar o FGTS por abandono de serviço e sem ter dado baixa na Carteira de Trabalho? Já estou há mais de três (03) anos sem registro na Carteira. Se for possível sacar, gostaria de saber quais procedimentos devo fazer para sacá-lo.

    Desde de já meus agradecimentos pela atenção!

    P.S.: O estado de registro na Carteira é Mato Grosso, porém eu resido atualmente em Teresina – PI.

  1303. Denise Campos

    Bom Dia,

    Tenho um colaborador que está afastado por acidente de trabalho e a última acabou dia 10/07 e o mesmo não compareceu a empresa, mudou e não deixou endereço e nem telefone, já está quase fazendo 30 trinta dias e a minha dúvida é? posso dar-lhe uma advertência? posso dar-lhe abandono de emprego?

    Desde já agradecida,

  1304. Helio Rodrigues Araujo

    Francine

    Se arrumar outro serviço sem regularizar a situação do serviço anterior, sempre que precisar de serviços sociais terá problema, pois constara na sua carteira profissional que continuas empregada. Então lhe aconselho a procurar o seu empregador anterior e resolva o problema.

    Um abraço e sucesso sempre

  1305. Helio Rodrigues Araujo

    Andressa Proença

    Se a senhora não foi registrada na RAIS, significa que a senhora não teve o seu registro efetivado pela empresa anterior, portanto a senhora so terá direito se entrar na justiça para exigir isto. Então os seus registros somente vão contar do momento que forem registrados por uma nova empresa.

    Um abraço e sucesso sempre.

  1306. soraia

    Bom dia,

    Trabalhei durante 1 ano e 2 meses em uma empresa,e saí sem dar explicações,certamente caracterizado por abandono de emprego.Não dei entrada em nada,não assinei nada,simplesmente sai do estado e voltei pra bahia.Por motivos pessoais não tive tempo de regularizar nada.A carteira de trabalho que estava com a assinatura da empresa eu perdi,fiz outra na bahia,más na nova tem uma anotação que eu tinha uma anterior e até o numero dela.Meu pis aqui na bahia é um e está ativo,já recebi o pis duas vezes por ele,o outro pis da carteira perdida,está inativo.Tenho saldo de fgts dessa empresa anterior com esse pis inativo,más pelo que li aqui,não tenho direito pois abandonei o emprego,eu queria saber se tenho direito a receber depois de tanto tempo,meu saldo de férias vencidas e 13º entre outros saldos,e como fazer isso se estou em outro estado? Tudo isso aconteceu em 2010,2010 eu vim pra bahia,só consegui outro emprego em 2012 com outra carteira.conto com sua ajuda nessa situação.

  1307. Helio Rodrigues Araujo

    Rodrigo

    Sim. Desde que ele faça uma procuração pública e o órgão, onde ele for receber seus direitos o aceite.

    Um abraço e sucesso sempre.

  1308. Helio Rodrigues Araujo

    Ana Beatriz

    Depende. Se a senhora tiver mais de 1 ano de trabalho, suas férias e 13. proporcionais são direitos adquiridos e não podem ser descontados dos dias de falta.

    Um abraço e sucesso sempre.

  1309. Helio Rodrigues Araujo

    Cassius Clay

    Pode sim. Desde que o senhor tenha uma copia da sua rescisão contratual anterior, pode sacar o FGTS sem problemas. Os procedimentos são: 1) Junte seus documentos pessoais, incluindo uma copia simples da rescisão contratual do tempo de carteira assinada. 2) Procure uma agência da Caixa e protocole o pedido de recebimento do FGTS. Então é só aguardar que a Caixa marcará o dia de recebimento do FGTS. O estado onde aconteceu a rescisão e onde o senhor mora hoje é irrelevante, porém o senhor terá que ter os documentos que comprovam seu desligamento.

    Um abraço e sucesso

  1310. Helio Rodrigues Araujo

    Denise Campos

    Pode dar abandono de emprego com 30 dias ininterruptos de faltas sem justificativa.

    Um abraço e sucesso

  1311. CLAUDIMEIRE

    Trabalhei 2 messes em uma residencia. e abandonei o emprego .pelo fato de meus patroes nao me pagarem o salario corretamente, fiquei sem animo de trabalhar sem receber, nao era registrada e fazia tarefas que nao era da minha funçao. era domestica, lavava. passava, cozinhava e ainda limpava puiscina, era muito trabalho e pouco salario.
    e no ultimo mes ainda nao recebi meu salario, Isto pode ser abandono de emprego.
    obrigada pela atenção

  1312. soraia

    SR Hélio,bom dia!

    Trabalhei numa empresa em SP por 1 ano e 2 meses,abandonei o emprego,perdi minha carteira.Voltei pra bahia,fiz outra carteira,e nessa nova carteira consta o numero da carteira perdida.Fiquei com dois numero de pis,más o ativo mesmo,que eu recebo o abono é da bahia,o da carteira nova.O pis da carteira antiga está inativo.Eu quero resolver essa situação do emprego de SP,sai de lá sem assinar nada,e pelo que vejo no site da caixa no meu fgts eles depositam todo mês desde 2010 que foi quando eu sai um valor de R$ 1,89 as vezes 2,49.valores pequenos más depositam todo mês.Depois de mais três anos,sera que consigo receber alguma coisa? Férias vencidas?13º? Essas coisas? Como devo proceder?Não tenho a carteira antiga.Me ajuda!

  1313. Helio Rodrigues Araujo

    Soraia

    Infelizmente a senhora para receber estas verbas que pleiteia, terá que retornar até a empresa, onde trabalhava, pois é ela que lhe deve. Quanto ao FGTS não tem como receber, pois a legislação que trata do assunto diz que a senhora somente receberá o FGTS se ficar 3 anos sem trabalhar. Então o melhor será a senhora procurar o seu empregador anterior para que ele lhe pague o que a senhor entende ter direito e não ter recebido.

    Um abraço e sucesso.

  1314. Helio Rodrigues Araujo

    Claudimeire

    Antes de ser abandono de emprego, A senhora tem direitos a receber, pois a assinatura da carteira é uma mera formalidade legal. Procure um Advogado Trabalhista em sua cidade, junte os documentos que tem para comprovar o vínculo e vá atrás de seus direitos.

    Um abraço e sucesso

Comente